Tag archive

Música

“Bamos às Cruzes!” com aposta em copos de plástico reutilizáveis

Abril 6, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Cartaz já está fechado

O “Bamos às Cruzes” vai ter como novidade, este ano, copos de plástico reutilizáveis, seguindo uma política de responsabilidade ambiental.



Através da implementação deste modelo sustentável, o Município de Barcelos “pretende reduzir drasticamente a quantidade de lixo produzido e contribuir para um recinto mais limpo”, refere em nota.

Assim, os bares do “Bamos às Cruzes” irão servir as bebidas em copos reutilizáveis, contra o pagamento de uma caução de um euro, restituída com a devolução do recipiente em bom estado.

Entretanto, já está fechado o cartaz do “Bamos às Cruzes”, que se irá realizar nos dias 26, 27 e 30 de abril, 2, 3 e 4 de maio, na Alameda das Barrocas, com muita música e 28 bares a funcionar entre as 23h00 e 05h00.

À cantora Blaya, primeiro nome anunciado, juntam-se, agora, Zé Amaro e Luciana Abreu, Melão, Cláudia & Os Minhotos Marotos, David Antunes & The Midnight Band.

No dia de abertura do “Bamos às Cruzes”, 26 de abril, o palco vai pertencer a Cláudia & Os Minhoso Marotos, RJ, Meninos do Rio e DJ Viktor Soul.

No dia 27 de abril, a festa vai ser de nostalgia com o “Cruzes Revenge 80’s, 90’s, 00’s”, o convidado especial Melão e os DJ Viktor e Dann B.

O funk de Blaya, notabilizada pelo tema “Faz Gostoso”, vai ecoar pela Alameda das Barrocas, no dia 30 de abril, seguindo-se os DJ Paulo Machado e Pette.

No dia 2 de maio, a animação do “Bamos às Cruzes” está a cargo de David Antunes & The Midnight Band, Tuna do IPCA, DJ Fifty e Viktor Soul.

No 3 de maio, feriado municipal, o conhecido cantor português Zé Amaro é o principal chamariz, numa noite que contará, ainda, com os DJ Meninos do Coro e Joca.

O “Bamos às Cruzes” encerra no dia 4 de maio com a cantora Luciana Abreu e os DJ Dann B, DJs All In e Tiago Cruz.

Inserido no programa da Festa das Cruzes, ao longo dos últimos anos, o “Bamos às Cruzes” tem-se “revelado um sucesso, contribuindo para o rejuvenescimento do público da primeira grande romaria do Minho”, termina o Município.

Fonte e fotos: CMB.

“Queima do Galo” 2019 inicia no próximo fim de semana

Abril 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 7 e 13 de abril, a Zona Ribeirinha de Barcelos é o local escolhido pela Associação Académica do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (AAIPCA) para a realização da Semana Académica “Queima do Galo 2019”.



A 7 de abril realiza-se a missa de finalistas e a serenata. Mais tarde, a 10 de abril, o cartaz traz MC ZUKA, Quim das Remisturas, Kalhambeke, EchoSound, Tuna Mista do IPCA e Tuna Feminina do IPCA.

No dia seguinte é a vez de Jey V, Freak J, Viktor Soul e Tuna Académica do IPCA. Dia 12 de abril sobem a palco os Supa Squad, Dino D’Santiago e Tiago Cruz. O último dia, sábado, 13 de abril, tem uma noite com Quim Barreiros, Piruka e Moullinex DJ Set. O barcelense Viktor Soul será o DJ residente.

Imagem: DR.

Teatro Gil Vicente com programação diversificada em abril

Março 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Teatro Gil Vicente apresenta, no mês de abril, uma programação diversificada com teatro, cinema, música, humor e dança.



A programação do espaço vicentino inicia com o primeiro concerto do terceiro trimestre do “triciclo”. No dia 4 de abril, às 22h00, a conceituada guitarrista e cantora portuguesa Lula Pena apresenta o seu mais recente disco “Archivo Pittoresco”.

Ainda no domínio musical, no âmbito do novo ciclo de programação “LINHA TGV”, que traz ao palco algumas das mais entusiasmantes propostas da música contemporânea portuguesa e internacional, o TGV recebe o português Filho da Mãe, mestre da guitarra, que apresentará “Água Má”, no dia 13 de abril, às 22h00 e, no dia 19, às 22h00, Maria Beraldo, clarinetista brasileira que trabalha com Elza Soares.

A sétima arte sobe ao palco do Gil Vicente no dia 5, às 21h30, com a peça “Judas”, pelo Teatro Académico Musical e Dramático de Kherson M.Kherson M.Kulish, da Ucrânia.

A dança marca presença, nos dias 6 e 7 de abril, com o espetáculo de dança urbana “Ser Criança”, protagonizado pelos alunos da Escola Nico Dance Studio. O espetáculo terá duas sessões. A primeira a 6 de abril, às 21h30 e, a segunda a 7 de abril, às 18h00.

O humor também tem lugar com o espetáculo de stand-up comedy intitulado “Ódio de Estimação”, protagonizado pelo humorista Paulo Almeida, no dia 12, às 22h00.

A rubrica “Em família no TGV” reserva a tarde de domingo, dia 14, às 16h00, com “SING- Quem canta seus males espanta”, um filme de comédia musical animado de Garth Jennings.

A Associação ZOOM – Cineclube continua a levar o cinema ao Teatro Gil Vicente, com a exibição, no dia 9, do filme “Todos Sabem”, de Asghar Farhadi, e no dia 16, do filme “A Pereira Brava”, de Asghar Farhadi. As sessões têm início às 21h30 e têm entrada paga.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Ainda no âmbito da programação cultural do mês de abril, o Salão Nobre dos Paços do Concelho recebe, no dia 18, às 22h00, o espetáculo da cantora e violoncelista Joana Guerra, que traz na bagagem o álbum “Osso”, concerto inserido no “triciclo”. A entrada é livre.

A partir do dia 27, pode ainda visitar a exposição “Lenda do Galo – Era uma vez a história de um peregrino e de um galo que cantou”, de Carlos Araújo, que inaugura a 27 de abril, às 17h00 e estará patente até 26 de maio.

Fonte e imagem: CMB.

Novo trimestre do “triciclo” com “programação de qualidade”

Março 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O “triciclo” já tem cartaz para o trimestre de abril a junho e, na ótica da organização, terá uma “programação de qualidade”. Lula Pena, Joana Guerra, Indignu, Za!, Sensible Soccers e Otrotorto são os artistas que enriquecem a programação deste ciclo itinerante de concertos, promovido pelo Município de Barcelos, que volta a contar com a componente de “serviço educativo”, bem como showcases e workshops surpresa.



O terceiro trimestre de “triciclo” começa já no dia 4 de abril, com a atuação de Lula Pena, no Teatro Gil Vicente, com início marcado para as 22h00. A conceituada guitarrista e cantora portuguesa apresenta o seu mais recente disco “Archivo Pittoresco”, de 2017. O bilhete custa cinco euros.

O “triciclo” continua no dia 18 de abril, às 22h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com o espetáculo da cantora e violoncelista Joana Guerra, que traz na bagagem o álbum “Osso”, de 2018. A entrada é livre.

Em maio, o ciclo musical prossegue com a “prata da casa”. Os barcelenses Indignu, porta-estandartes do pós-rock nacional, regressam à sua cidade natal para levar ao palco do Teatro Gil Vicente, dia 11, às 22h00, o quarto disco da sua carreira, “Umbra” (2018). A entrada é livre.

Os espanhóis Za! já são bem conhecidos do público barcelense, após terem dado nas vistas no festival Milhões de Festa. O duo catalão regressa, agora, a Barcelos no âmbito do “triciclo” para um concerto na “blackbox” do Teatro Gil Vicente, dia 24 de maio, às 22h00. O bilhete custa cinco euros.

O mês de junho inicia com a terceira edição do “serviço educativo”. Depois dos espetáculos “Vou-te contar uma história sobre Barcelos” e “Identidade”, esta importante componente do “triciclo” propõe “Rhythmen”, um espetáculo coordenado pelo baterista barcelense Pedro Oliveira e que juntará a comunidade artística local e a Escola de Dança de Barcelos. O resultado deste trabalho, “baseado na exploração sonora e na manipulação de sons que nos transmitem cadências comuns do dia à dia”, será apresentado no Teatro Gil Vicente, dia 8 de junho, pelas 22h00, com entrada gratuita.

O terceiro trimestre do “triciclo” termina no dia 29 de junho, no Círculo Católico de Operários de Barcelos, com os Sensible Soccers, que voltam a Barcelos com nova formação e o seu terceiro longa-duração, “Aurora”, e os Otrotorto, trio português que parte da base do rock em busca de outros territórios musicais. O início dos espetáculos está marcado para as 22h30 e os bilhetes custam sete euros.

O “triciclo” vai contemplar, ainda, showcases surpresa em diferentes locais da cidade, os quais serão anunciados pouco tempo antes da sua realização.

Fonte: CMB.

Fotos: DR.

Serviço educativo do “triciclo” apresenta espetáculo musical inclusivo

Março 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O espetáculo “Identidade”, que será apresentado no Teatro Gil Vicente, este sábado, 9 de março, pelas 22h00, no âmbito do ciclo de concertos “triciclo”, vai juntar mais de 30 elementos do Projeto Galo@rtis e vários artistas locais, sob a coordenação do músico Samuel Martins Coelho. A entrada é livre e limitada à capacidade da sala.



“Identidade” visa fomentar a inclusão e promover o primeiro contacto com a música a dezenas de jovens que integram o Projeto Galo@rtis, promovido no Centro Social Abel Varzim, de Cristelo, em parceria com o Município de Barcelos, o qual intervém junto da comunidade de etnia cigana local.

Neste concerto, para além dos jovens e alguns encarregados de educação, irão também participar cinco músicos e artistas audiovisuais de Barcelos, sendo promovida uma exploração musical por parte de todos.

Esta é a segunda edição do serviço educativo do triciclo que, em dezembro, reuniu jovens músicos da cidade e da Academia de Música de Viatodos para interpretarem canções icónicas do rock barcelense, tendo resultado no espetáculo “Vou-te contar uma história sobre Barcelos”.

Além de trazer a Barcelos o melhor da música contemporânea nacional e internacional, o “triciclo” comprometeu-se, desde o seu início, em outubro de 2018, a ter uma forte missão educativa.

A programação do segundo trimestre de “triciclo” termina a 30 de março, com o concerto de B Fachada, no Teatro Gil Vicente, cujos bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais.

Fonte e foto: CMB.

Festival Internacional de Teatro em destaque na programação de março do Teatro Gil Vicente

Fevereiro 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo mês de março, o teatro está em destaque no Gil Vicente, com o FESTIBA – Festival Internacional de Teatro de Barcelos.



A programação do Teatro Gil Vicente inicia com o espetáculo “IPCA Solidário”, no dia 1 de março, às 21h30, espetáculo que reverte a favor da Associação de Apoio a Doentes com Leucemia e Linfoma. A entrada custa 3€ e destina-se a maiores de 6 anos.

O FESTIBA – Festival Internacional de Teatro de Barcelos é uma iniciativa organizada pela A Capoeira- Companhia de Teatro de Barcelos em colaboração com o Município e rege-se, não só, pela participação de grupos internacionais, mas também, pela apresentação de dramaturgias estrangeiras, deixando sempre espaço para o que é português. Uma linha de programação pensada para o público, com o objetivo de promover o interesse pelo teatro nas suas mais diversas variantes e promover a abertura e linguagens e culturais teatrais diferentes.

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher e abrir as honras do FESTIBA, no dia 8 de março, às 21h30, o Teatro das Beiras apresenta a peça “Donna Sala”. No dia 16 de março, às 21h30, é a vez d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos levar ao palco a peça “Menina Júlia”. No dia 17, a Associação – No Encalço das Ideias promete divertir com a peça “Eu sou o meu avô”, um espetáculo em que os espetadores participam ativamente na peça. No dia 23, às 21h30, a Companhia de Teatro de Braga estará presente com um texto pertencente ao realismo alemão com o Concerto “à la care” de Franz Xaver Kroetz.

Nos dias 10, 24 e 27, o teatro é dedicado aos mais pequenos, às 16h00 e 21h30, respetivamente.

No dia 10, às 16h00, o teatro recebe a peça “Bzzzoira Moira”, pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora. Trata-se de um espetáculo com marionetas inspirado num conto popular do norte do país, com seres fantásticos.

Nos dias 24 e 27, a Capoeira- Companhia de Teatro de Barcelos está de volta para a estreia da peça “Pinóquio”, o tradicional conto italiano do menino de madeira, representado com marionetas. No dia 27, dia em que se comemora o Dia Internacional do Teatro, sobe a palco o divertido e fantasioso espetáculo de Nikolai Gogol “O Nariz”.

No dia 29, às 21h30, o Teatro Fuori Rotta de Itália apresenta um grande sucesso de teatro contemporâneo italiano a peça “Novecento”, de Alessandro Barrico.

Para encerrar o FESTIBA, no dia 31, às 16hh00, será apresentada a peça “Pão Nosso”, do Teatro de Balugas, de Barcelos, espetáculo vencedor do Festival de Teatro Popular de Barcelos 2018 que promete trazer a palco o ciclo do pão através de memórias, cantigas e ofícios.

No domínio musical, o Teatro Gil Vicente recebe, nos dias 9 e 30 de março, dois concertos no âmbito do triciclo. No dia 9, às 17h00, o serviço educativo está de regresso. Depois de em dezembro terem juntado jovens músicos locais com a Academia de Música de Viatodos, desta vez é a comunidade cigana que vai ser envolvida.

O espetáculo “identidade”, coordenado pelo músico Samuel Martins Coelho, vai juntar jovens do projeto Galo@rtis, do Centro Social Abel Varzim, com artistas locais. A entrada é gratuita.

No dia 30, às 22h00, é a vez do espetáculo de “B Fachada” que chega a Barcelos para apresentar o disco “viola braguesa x”.

Ainda no âmbito musical, o Ciclo Jazz ao Largo está de volta ao Teatro Gil Vicente e promete uma dinâmica musical no dia 15, às 22h00, com o espetáculo dos Eyebrow.

O Cineclub Zoom leva ao Teatro Gil Vicente três filmes: “O Ladrão Profissional”, de Michael Mann, no dia 12, às 21h30; no dia 19, “Bob, o jogador”, de Jean-Pierre Melville, e, no dia 26, “Fim de semana no ascensor”, de Louis Malle. As sessões de cinema têm início às 21h30 e têm entrada paga.

Ainda no âmbito da programação cultural do mês de março, regressa o HARMOS Festival ao Salão Nobre dos Paços do Concelho, com os seguintes espetáculos: no dia 21, “Lipsia Quintet”, no 22, “Vicit Quartet” e, no 23, “Tandru Trio”, sempre às 21h30. Este Festival, que vai na sua 13ª edição, é um conceito único em todo o espaço europeu que reúne os melhores alunos de algumas das mais conceituadas escolas superiores de música.

Fonte e imagem: CMB.

Concerto de São Valentim na Biblioteca Municipal de Barcelos

Fevereiro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Na próxima sexta-feira, dia 15 de fevereiro, pelas 21h30, o Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos recebe um Concerto de São Valentim, organizado por dois alunos finalistas da classe de canto do Conservatório de Música de Barcelos.



Joana Teixeira e João Miranda, esses alunos finalistas, serão acompanhados pelos pianistas Daniel Ribeiro e Eugénia Moura. Interpretarão Il core vi dono (Così fan tutte) – Wolfgang Amadeus Mozart, Somewhere – Leonard Bernstein, Contrastes – Luíz Freitas Branco, Sogno – Paolo Tosti, Seit ich ihn gesehen – Robert Schumann, Du Ring meinem Finger – Robert Schumann, Malia – Paolo Tosti, Chanson Romanesque – Maurice Ravel, Printemps qui commence – Camille Saint-Saëns e Alfin siam liberati… Là ci darem la mano (Don Giovanni) – Wolfgang Amadeus Mozart.

Imagem: DR.

“Linha TGV” traz novo ciclo de música ao Teatro Gil Vicente

Fevereiro 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Teatro Gil Vicente prepara-se para receber um novo ciclo de programação, que trará ao seu palco algumas das mais entusiasmantes propostas da música contemporânea portuguesa e internacional.



“Linha TGV” é uma iniciativa da associação cultural barcelense, Macho Alfa, com o apoio do Município de Barcelos, que “pretende identificar o Teatro Gil Vicente como um espaço aberto a novas tendências musicais e estabelecê-lo como um importante eixo do circuito musical português”.

Com uma programação pautada pela importância de abraçar a diversidade, o projeto “Linha TGV” trará ao espaço do Teatro, e aos seus espaços associados, artistas de diferentes famílias musicais de forma a obter uma visão alargada da riqueza do universo musical contemporâneo.

Este conceito inovador começa no dia 23 de fevereiro, às 22h00, com o multi-intrumentalista Marco Franco, que apresentará ao piano o seu “Mudra”, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos, continuando o serão no Teatro Gil Vicente com a apresentação de “The Ever Coming” disco de estreia do músico de Guimarães.

O projeto “Linha TGV” conta com duas estações: a primeira a acontecer entre fevereiro e junho, e a segunda entre outubro e dezembro.

Na primeira estação, o “Linha TGV” recebe os Sunset Rollercoaster, banda fenómeno do sudoeste asiático, mais concretamente de Taiwan; o português Filho da Mãe, mestre da guitarra que apresentará “Água Má”, e Maria Beraldo, clarinetista brasileira que trabalha com Elza Soares.

A programação do “Linha TGV” será desenvolvida ao longo do ano, sendo inserida no Quadrilátero Cultural, plataforma dos municípios de Barcelos, Braga, Famalicão e Guimarães.

Fonte e imagem: CMB.

Música e teatro marcam programação cultural de fevereiro do Teatro Gil Vicente

Janeiro 31, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O programa cultural do mês de fevereiro do Teatro Gil Vicente traz ao palco teatro, música e cinema.

A programação arranca com teatro no dia 2, às 21h30, com a peça de teatro “A Herança”, pela Getepepe Teatro Perafita.



A rubrica “Em família no TGV” reserva a tarde de domingo, dia 3, às 16h00, com a Companhia de Teatro de Santo Tirso, que apresenta a peça “Chef Giovanni e o Tesouro da Alimentação Saudável”.

No dia 8, às 21h30, a APACI apresenta a peça “A História do Ser Diferente” e, no dia 22, às 21h30, o espaço cénico recebe a peça de teatro “TPE – Tudo para Enterros” pelo TPC- Teatro Popular de Carapeços.

O Cineclub ZOOM leva ao Teatro Gil Vicente três filmes: “Antes da Revolução” de Bernardo Bertolucci , no dia 5, às 21h30; e “O Último Tango em Paris” de Bernardo Bertolucci, no dia 12, às 21h30 e, no dia 19, “Fora de Tempo” de Nicolas Roeg. O bilhete para as sessões de cinema custa 3,5 euros para o público em geral, mas os sócios da Associação Zoom e menores de 18 anos têm entrada livre.

No domínio musical, o Teatro Gil Vicente recebe, nos dias 9 e 15, às 22h00, dois concertos no âmbito do “triciclo”. No dia 9 de fevereiro, às 22h00, os portuenses HHY & The Macumbas, importante banda da música experimental portuguesa, apresentam ao vivo o seu novo álbum, “Beheaded Totem”.

No dia 15 de fevereiro, o palco do Teatro Gil Vicente recebe o duo norte-americano Wrekmeister Harmonies, que traz na bagagem o novo disco “The Alone Rush”, num concerto que é de entrada livre.

No dia 16, às 21h30, é a vez do recital de canto e piano “Interlúdios à sesta de um fauno” interpretado por Ana Sofia Vintena, Helena Ressurreição e Nuno Areia.

No último dia de programação, no dia 23 de fevereiro, o Teatro Gil Vicente prepara-se para receber um novo ciclo de programação que “trará ao palco algumas das mais entusiasmantes propostas da música contemporânea portuguesa e internacional”, conforme refere o Município.

“Linha TGV” é uma iniciativa da associação cultural barcelense, Macho Alfa, com o apoio do Município de Barcelos e começa no dia 23, às 22h00, com Daga Garbeck, de Rui Souza.

Ainda no âmbito da Linha TGV, o Salão Nobre dos Paços do Concelho recebe o concerto de Marco Franco e o Café Concerto do TGV a exposição itinerante Marco Franco.

No mês de março, o espaço cénico prepara-se para receber o Festival Internacional de Barcelos denominado “FESTIBA19”.

Fonte e imagem: CMB.

Super Nova leva bandas ao Círculo Católico de Operários de Barcelos (CCOB)

Janeiro 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelenses Black Bombaim em destaque

Arranca com Super Nova o novo ano de 2019. A partir de 11 de janeiro há um novo grupo de bandas nacionais a percorrer o país, de lés-a-lés, na tour de casas, que conta com o apoio da Super Bock.



As três bandas que dão o mote para a quinta edição do circuito itinerante são: Black Bombaim, Moon Preachers e The Twist Connection. Promessa certa de rock a passar pelo Porto (Maus Hábitos), Barcelos (CCOB), Évora (SHE), Leiria (Stereogun), Torres Vedras (Bang Venue) e Aveiro (GrETUA). As entradas dão direito a duas Super Bock, à exceção do Maus Hábitos, onde o acesso é livre.

Já dispensam grandes apresentações para o público nacional estes Black Bombaim. Donos daquele que é, provavelmente, o mais fascinante psych rock com fonte nacional, o coletivo surge do efervescente movimento de novas bandas saída da Barcelos dos finais de 90. Hoje, com uma plêiade de discos e uma mão cheia das mais relevantes colaborações (de Peter Brotzman a La La La Ressonance, de Jonathan Saldanha, a João Pais Filipe), são uma das bandas mais seguidas do underground português.

Bateria, baixo e guitarra: receita simples para os The Twist Connection, alguns dos mais interessantes dos discos portugueses dos últimos anos. Do homónimo registo de estreia até Stranded Downtown há a velha escola do rock ‘n’ roll de Coimbra, aqui representada pelo mais que histórico Kaló (Tédio Boys, Wraygunn, Bunnyranch, Parkinsons), lado a lado com Samuel Silva (Jack Shits e Los Saguaros), Sérgio Cardoso (É Mas Foice, Wraygunn) e Raquel Ralha (Belle Chase Hotel, Wraygunn). Assumem influências de estéticas que sobrevivem do velho milénio. Gostam de Rock. Todos em pé, convidam: “Let’sTwist!”.

O círculo fecha-se com os “putos” do burgo: Moon Preachers. Duo com vontade de agitar o garage/punk nacional. De frente para o mundo tocam o caos e lançam para a frente o bem recente A Free Spirit Death, documento que retrata uma vida adolescente paranóica, confusa e fugaz.

O pontapé de arranque para este Super Nova #5 contará, como de costume, com mais uma edição das conversas de bastidores. Dia 11 de janeiro passam pelo Maus Hábitos, Nelson Ferreira (SBSR Fm), José Roberto Gomes (Killimanjaro), António Pedro Lopes (Tremor), Mariana Duarte (Ípsilon/Time Out) e Raquel Serra (Maternidade).

À quinta edição, o Super Nova volta a assumir o compromisso com a criação de um circuito de espetáculos ao vivo, juntando bandas saídas da nova fornada da música nacional e palcos por todo o país. Contas feitas, ao longo das suas 4 edições, estiveram envolvidas 30 bandas, 12 salas, 90 concertos – do Minho aos Açores – que movimentaram mais de mais de 19 mil pessoas em torno da música, naquela que é uma das principais apostas da Super Bock na criação de espaços que dão voz às bandas emergentes.

PROGRAMA:

11 janeiro, Maus Hábitos, Porto

2 fevereiro, CCOB, Barcelos

16 fevereiro, SHE, Évora

2 março, Stereogun, Leiria

16 março, Bang Venue, Torres Vedras

30 março, GrETUA, Aveiro.

Imagens: DR.

1 2 3 16
Ir Para Cima