Tag archive

Obras

Relvado sintético no Parque Desportivo de Tamel São Veríssimo avança em julho

Julho 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 11 de julho foi celebrado o contrato de empreitada de obras públicas relativo à obra de «Requalificação do Parque Desportivo da Freguesia de Tamel (São Veríssimo) – Construção de Relvado Sintético», tendo como partes outorgantes a Freguesia de Tamel (São Veríssimo) e a empresa Ponte da Cunha & Comp.ª, Lda.



Está previsto que o respetivo auto de consignação seja assinado no próximo dia 23 de julho de 2018, data que coincidirá com o início dos trabalhos de execução da referida obra.

Foi, assim, dado mais um passo importante para a concretização de uma obra há muito ambicionada pela Freguesia de Tamel S. Veríssimo, permitindo que na época desportiva de 2018/ 2019 a União Desportiva de S. Veríssimo já disponha de um campo relvado, visto que a inauguração do Relvado Sintético do Parque Desportivo de Tamel S. Veríssimo está prevista para o início do mês de outubro de 2018.

Esta obra permitirá à União Desportiva de S. Veríssimo melhorar, significativamente, as condições oferecidas aos mais de 100 atletas de todos os escalões de formação que o clube disporá a competir na época de 2018/ 2019. São atletas que apresentam idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos de idade.

A direção da UD S. Veríssimo salienta “a elevada aposta nos escalões da formação que a União Desportiva de S. Veríssimo tem efetuado nos últimos anos, colocando em funcionamento 7 escalões de formação, como os Petizes, Traquinas, Benjamins, Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores, quer competindo nos campeonatos da Associação de Futebol de Braga, quer competindo em diversos torneios”.

Fotos: UDSV.

Presidente da Câmara visita obras da Rua de Santa Marta

Maio 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, visitou hoje as obras do arruamento de ligação da Rua D. Afonso à Rua Sta. Marta.



Durante a visita, o Presidente da Câmara referiu que esta obra contribui para o “bem-estar da população”. Miguel Costa Gomes sublinhou que “a obra tem por objetivo criar uma nova centralidade e resolver alguns problemas de acessibilidade que até agora se sentiam”.

Esta empreitada irá beneficiar os arruamentos circundantes à Rua de Sta. Marta, que se encontram em estado de conservação bastante deficitário. Esta solução permitirá, ainda, a resolução do problema de acessibilidade às garagens do edifício “Porta Nova”, que se faz pela Avenida Alcaides de Faria e se encontra atualmente inviabilizada.

A obra teve um aditamento do prazo de execução devido ao mau estado de um coletor de drenagem de águas pluviais que teve de ser intervencionado, estando prevista a conclusão das obras até ao final do mês de junho.

Os trabalhos ainda por executar consistem, essencialmente, na conclusão da substituição do coletor de águas pluviais, conclusão dos trabalhos de pavimentação da circulação pedonal, pavimentação em betuminoso e sinalização horizontal. Esta empreitada tem um custo global de 377.269,70€.

Fonte e foto: CMB.

IPCA inicia construção do Mechatronics Factory Lab

Abril 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vai construir o Mechatronics Factory Lab (M.Factory Lab), um laboratório industrial que proporcionará as melhores condições para a formação em contexto prático, nas áreas da mecatrónica, mecânica, robótica e gestão industrial.



O edifício vai ser construído no Campus do IPCA, em Barcelos, com preocupações ambientais, nomeadamente, integrando materiais que contribuam para uma maior eficiência energética, dando especial atenção aos sistemas de climatização e iluminação.

O M-Factory Lab terá uma área total de 644 metros quadrados e terá dois pisos: o piso térreo, destinado a oficinas de trabalho, apoiadas por balneários, e o primeiro andar, dedicado ao ensino teórico-prático com salas de aula devidamente equipadas.

É ainda propósito do IPCA criar no M-Factory Lab uma sala de conceção e desenvolvimento destinada a, entre outros, alojar estudantes que pretendam realizar o seu estágio curricular, inserido em programas que o IPCA desenvolve com empresas protocoladas.

Na assinatura do contrato com a Costeira Engenharia e Construção SA, empresa vencedora do concurso público, a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, mostrou-se bastante satisfeita com a construção do M-Factory Lab: “Esta é a minha primeira obra enquanto Presidente do IPCA. Já inaugurei algumas obras que vieram do mandato do Professor João Carvalho. Vou acompanhar o processo continuamente e garantir que será uma obra bem-sucedida pois ela vem colmatar uma falha importante nas infraestruturas de ensino e investigação aplicada“

O Administrador da Costeira Engenharia e Construção SA, Domingos Vieira, mostrou-se confiante com este projeto: “É mais um projeto que fazemos no IPCA. Felizmente ganhámos o concurso público e vamos conduzir este edifício que marcará a diferença na história do IPCA”.

Esta será uma empreitada com um valor total de cerca de 800 mil euros, cujos trabalhos iniciar-se-ão em breve no Campus do IPCA, em Barcelos, e estima-se que fique concluída até ao final deste ano.

Fonte e fotos: IPCA.

Passagem de nível junto à Estação fecha para obras e obriga a alternativas

Abril 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre as 21h00 do próximo dia 16 até às 16h00 do dia 20 de abril, a passagem de nível junto à Estação da CP (Rua das Torgas) estará fechada ao trânsito para que a Infraestruturas de Portugal proceda a obras de melhoramento dessa passagem.



A intervenção decorre por questões de segurança, havendo a necessidade de executar os trabalhos de construção civil e a substituição do pavimento.

Durante a execução das obras, o desvio de trânsito, entre a Rua das Torgas e a Estrada da Estação, será feito pela Rua da Olivença e/ou pela Circular Urbana de Barcelos (imagens).

Foto: Retirada do Google Maps.

Imagens: CMB.

Câmara de Barcelos avança com concurso público para obras no loteamento da Malhadoura, em Milhazes

Março 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos vai avançar com as obras de reabilitação exterior das moradias do loteamento da Malhadoura, em Milhazes, tendo aprovado a realização da despesa, no valor de 687.525,54€, com IVA incluído, e a abertura do procedimento do concurso público.



A decisão surge na sequência da revisão do projeto de reabilitação das moradias, que previa, inicialmente, apenas o reforço do revestimento exterior, face aos problemas de infiltrações e humidades detetados. Alguns moradores não aceitaram a realização destas obras, o que impediu que a Câmara avançasse com o projeto inicial.

Entretanto, no âmbito de um acordo com os moradores, a Câmara Municipal procedeu à revisão do projeto, incluindo obras de reparação em alguns logradouros daquelas moradias, estando, por isso, em condições de lançar o concurso público para a empreitada designada “Reabilitação exterior das moradias do loteamento social da Malhadoura, em Milhazes”.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Barcelos construiu 31 moradias em banda, entre 2006 e 2008, todas com três pisos desnivelados, tendo vendido 29 e doado duas à União de Freguesia de Milhazes, Vilar de Figos e Faria.

Fonte e foto: CMB.

Câmara de Barcelos aprova recuperação do Mercado Municipal

Março 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou o projeto de execução da “Recuperação / Reconversão do Mercado Municipal de Barcelos”, uma obra que tem como principal objetivo “a transformação e a revitalização daquele espaço, de forma a permitir um funcionamento permanente, caracterizando-se como um local amplo, moderno (sem descaracterizar o atual Mercado), confortável e acessível a todos, potenciando, desta forma, o comércio local num edifício de grande história e importância para os barcelenses”, como refere o Município em nota de imprensa.



As obras têm um orçamento de 3.070.765,90€, com IVA incluído, e um prazo de execução de 24 meses.

A intervenção compreende a construção de duas coberturas distintas, com alto pé-direito, sendo uma para o pátio quadrado (a norte) e outra para o espaço retangular central (a sul), em estrutura metálica, com largas mas termicamente controladas entradas de luz natural.

Ao centro, desenvolve-se um corpo, com acesso a partir da Rua Filipa Borges, com três metros de pé-direito, onde se cruzam os elos de ligação entre os dois núcleos principais.

No primeiro piso, prevê-se a instalação da área de peixe, com os apoios necessários de armazém, onde serão instaladas câmaras frigoríficas e produção, armazenagem e venda gelo, segundo normas próprias de utilização. Neste piso está, também, prevista a instalação da área administrativa.

No segundo piso, à volta do quadrado do pátio central, situa-se a zona destinada a talhos servidos com carga assegurada por carrinho de transporte apropriado, a partir do local de cargas e descargas.

A venda dos produtos da terra vai ocupar o outro espaço central mais alongado (retangular), agora coberto, e incluirá seis lojas de hortofrutícolas do lado poente.

Do lado nascente, serão estabelecidas lojas para as quais se propõe a ocupação de artesanato, garrafeira, padaria e malhas.

Por último, no extremo sul, será instalado um café/bar servindo a Praça de Pontevedra nos horários correntes e também o Mercado nas horas do seu funcionamento.

Ambos os pisos são servidos de instalações sanitárias ao público, sendo que, no 1.º piso, localizam-se os sanitários/vestiários para funcionários do Mercado.

Fonte e imagem: CMB.

Câmara de Barcelos propõe grupo de trabalho que visa “lutar” por um novo hospital em Barcelos

Março 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos deliberou enviar à Assembleia Municipal a constituição de um grupo de trabalho com o intuito de pugnar pela construção de uma nova unidade hospitalar em Barcelos.



A proposta foi apresentada pelo Presidente da Câmara ao executivo municipal, dando seguimento ao seu compromisso assumido no documento da Grandes Opções do Plano e Orçamento.

Esta surge face “à perda de valências e de meios humanos (do atual Hospital de Santa Maria Maior, em Barcelos), a que se junta a desadequação das atuais estruturas hospitalares às necessidades de uma vasta população”, o que justifica a construção de uma nova unidade hospitalar, “um objetivo que deve mobilizar todos os barcelenses”.

A comissão deverá agregar “agentes políticos dos diversos quadrantes, do seguinte modo: Presidente da Câmara Municipal (que presidirá à Comissão), Presidente da Assembleia Municipal (que substituirá o Presidente da Câmara nas faltas e impedimentos), Vereadora com o Pelouro de Saúde Pública, representantes de todas as forças políticas presentes na Assembleia Municipal e quatro presidentes de Junta (eleitos nas listas do PS, PSD-CDS, BTF e Independente) ”.

Esta comissão, que criará as normas de funcionamento interno, terá como objetivo principal “lutar pela construção de uma nova unidade hospitalar, encetando todas as diligências nesse sentido e usando os meios necessários à sua concretização”.

Tal como se refere na proposta, “a construção de um novo hospital é uma antiga e justa aspiração dos barcelenses e uma necessidade evidente para os cidadãos incluídos na área de influência do atual Hospital de Santa Maria Maior (HSMM) de Barcelos.

A desvalorização e desclassificação do HSMM, com a sucessiva perda de valências que causaram o desagrado generalizado dos barcelenses, levou a que a Câmara Municipal e o Ministério da Saúde assinassem, em julho de 2007, um protocolo que incluía a construção de uma nova estrutura hospitalar de proximidade que substituísse o HSMM, embora sem o estabelecimento de compromisso financeiro para tal objetivo”.

O Ministério da Saúde acabaria por não avançar com a obra, alegando dificuldades económicas acentuadas com a crise que motivou o programa de assistência financeira a Portugal.

Ao longo deste processo, a Câmara Municipal mostrou-se sempre pronta a cumprir a sua parte do acordo, ou seja, disponibilizar os terrenos necessários à implantação da nova unidade hospitalar, sem que, até ao momento, a administração central tenha decidido avançar com a obra de construção.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

Câmara de Barcelos aprova protocolo com as freguesias no valor de 5,1 milhões de euros

Março 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Na reunião ordinária de 23 de março, a Câmara Municipal de Barcelos aprovou os termos do protocolo de cooperação com as freguesias do concelho com vista à transferência de competências e à correspondente comparticipação financeira, no valor anual de 5.123.804€, a ser pago em tranches no final de cada um dos quatro trimestres de 2018 e que corresponde a 200% do valor transferido pela administração central através do Fundo de Financiamento das Freguesias.



Este é já o nono ano consecutivo em que o executivo aprova transferência de competências para as freguesias, situando-se em 45.103.982€ o valor pago a estas desde a implementação deste protocolo, a partir de 2010.

Tal como refere o documento das Opções do Plano e Orçamento para 2018, este instrumento de gestão financeira permite às freguesias uma programação rigorosa dos seus investimentos ao longo do ano, distribuindo as verbas pelas funções protocoladas com o Município. A atribuição desta verba, de forma igualitária por todas as freguesias, proporciona um conjunto de investimentos nas freguesias, que aceleraram os seus níveis de desenvolvimento.

O documento foi remetido à Assembleia Municipal para apreciação e votação.

No entanto, a lista de assuntos a debater, analisar e decidir era muito extensa. Aliás, como é normal.

Por isso, ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou os seguintes protocolos na área do desporto: com as Freguesias de Paradela e Tamel S. Veríssimo, a colocação de relvados sintéticos nos respetivos parques desportivos, com a comparticipação financeira do Município no valor de 100.000,00€ a cada uma das freguesias e repartida em tranches anuais de 25.000,00€; com a Associação Clube Moto Galos, um contrato de desenvolvimento desportivo que implica uma comparticipação financeira do Município no valor de 16.000,00€; com a Casa do Povo de Martim, um contrato de desenvolvimento desportivo com uma comparticipação financeira do Município no valor de 6.500,00€; com o Grupo de Futebol Clube da Pousa, um contrato de desenvolvimento desportivo que implica uma comparticipação financeira do Município no valor de 10.000,00€; com a Juventude Cultural e Recreativa de Perelhal, um contrato de desenvolvimento desportivo que implica uma comparticipação financeira do Município no valor de 3.633,00€; com o Núcleo Desportivo Os Andorinhas, um contrato de desenvolvimento desportivo que implica uma comparticipação financeira do Município no valor de 15.000,00€; com a União Desportiva de S. Veríssimo, um contrato de desenvolvimento desportivo que implica uma comparticipação financeira do Município no valor de 10.000,00€.

Foi aprovado, também, o plano de transportes escolares para o ano letivo 2018/2019 a todos os alunos residentes no concelho de Barcelos, incluindo os do ensino artístico, e que frequentam os estabelecimentos de ensino do concelho de Barcelos e dos concelhos de Viana do Castelo, Braga, Vila Verde, Vila Nova de Famalicão, Vila do Conde e Póvoa de Varzim. É também garantido o transporte aos alunos entre o local de residência a escola, a partir de 1,5 quilómetros.

Ainda na área da educação, o executivo decidiu atribuir subsídios a associações de pais e agrupamentos de escolas, no valor global de 5.365,00€, para pagamento de tarefeiras e apoio às atividades. Ao nível da ação social escolar, refira-se o apoio financeiro a 15 alunos dos jardins de infância nas refeições e material.

Quanto às deliberações na área da ação social, de registar, entre outros, a aprovação de apoios ao arrendamento habitacional a 44 agregados familiares, resultantes da avaliação dos respetivos processos.

Ainda neste âmbito, foi aprovado um acordo de colaboração com a Associação Nacional de AVC, que tem como finalidade dar continuidade e reforço às ações dinamizadas no âmbito do trabalho de apoio aos doentes com AVC e seus familiares e que inclui uma comparticipação financeira por parte do Município no valor anual global de 26.250,00€.

Na área cultural, registou-se a aprovação dos seguintes protocolos de colaboração: com o Centro Cultural de Barcelos, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 8.000,00€; com a Associação Comercial e Industrial de Barcelos, no âmbito das atividades de animação da Páscoa, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 15.000,00€; com a União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescainha (S. Martinho e S. Pedro), para a organização da Festa das Cruzes e que contempla uma comparticipação financeira municipal no valor de 30.000,00€.

Na sequência dos recentes prémios atribuídos pelo Instituto do Emprego e Formação profissional (IEFP) à artesã Júlia Ramalho e ao Município de Barcelos, o executivo aprovou um voto de congratulação pela atribuição à artesã do Prémio Carreira, no âmbito do Prémio Nacional do Artesanato 2017, ao abrigo do Programa de Promoção das Artes e Ofícios, promovido pelo IEFP. O galardão, atribuído no dia 15 de março de 2018, no Museu de Arte Popular, em Lisboa, é o reconhecimento do percurso e da obra da consagrada artesã barcelense, natural de Galegos São Martinho, no domínio do artesanato tradicional.

De igual forma, o executivo congratulou o Município pela distinção, naquela cerimónia, com o “Prémio Promoção para Entidades Públicas”, que visa reconhecer o trabalho das entidades ou organismos públicos em prol das artes e ofícios, sendo assim reconhecido o esforço da autarquia na valorização e divulgação do artesanato e artesãos locais.

O voto de congratulação refere que estas duas distinções “traduzem um importante reconhecimento nacional para Barcelos e as suas artes e ofícios tradicionais, surgindo na sequência de outra distinção de grande relevo, como é a integração na Rede de Cidades Criativas da UNESCO”.



Mas as deliberações não se ficaram por aqui. O executivo municipal aprovou, igualmente, um apoio técnico ao Hospital de Santa Maria Maior de Barcelos, solicitado pela Administração, para a realização de estudos prévios necessários à reorganização do espaço do serviço de Urgência daquele Hospital, tendo em vista a instalação de equipamento de TAC.

Na mesma reunião, foi aprovada a execução de obras no pavimento do passeio sul do parque de estacionamento do Santuário da Franqueira, a pedido da Confraria. Foi, também, aprovado o recrutamento por tempo indeterminado de cinco trabalhadores e seis estágios.

Quanto às restantes deliberações, de um total de 247 propostas, 133 diziam respeito a obras particulares (licenciamentos, legalizações, isenções, aprovações de projetos, pareceres, certidões, vistorias, sinalização, entre outros); mais de 30 a ocupação de espaço público e isenções de taxas, utilização de fogo de artifício, entre outros; cerca de 20 a cedência de instalações, de apoio logístico e lembranças;  e 16 referentes a obras municipais.

Fonte: CMB.

Câmara de Barcelos avança com processo de construção do nó de Santa Eugénia

Março 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em reunião ordinária de 23 de março, a Câmara Municipal de Barcelos decidiu avançar com o processo de construção do nó de ligação do complexo rodoviário de Barcelos à Estrada Nacional 103, em Rio Covo Santa Eugénia, com a aprovação do corredor da nova via.



O executivo aprovou a revisão das plantas, geral e parcelar, do projeto referente ao “Lanço entre a EM 556 (nó de Barcelinhos) e a EN 103 (nó de Gamil / Rio Covo Santa Eugénia), no Complexo Rodoviário de Barcelos.

Esta deliberação surge no âmbito da revisão do projeto de execução já existente e contempla algumas alterações na planta do projeto, como as relativas ao perfil das vias, bermas, restabelecimentos de passagens, reposicionamento dos órgãos da rede de drenagem de águas pluviais, entre outros.

Permite, igualmente, dar andamento ao processo de aquisição das parcelas de terreno necessárias à construção do nó de ligação e vias acessórias.

Fonte e foto: CMB.

Ponte Medieval encerra ao trânsito amanhã, entre as 9h00 e as 18h00

Março 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Ponte Medieval vai encerrar ao trânsito amanhã, dia 21 de março, entre as 9h00 e as 18h00.



O encerramento temporário deve-se à realização de ensaios e estudos técnicos da Ponte Medieval por parte da equipa projetista que está a elaborar o Projeto de Consolidação da Ponte Medieval de Barcelos e Recuperação do Respetivo Açude, contratado pela Câmara Municipal à Universidade do Minho.

Os peões poderão continuar a passar na Ponte durante estes ensaios, seguindo as indicações fornecidas pela equipa técnica.

Os estudos incluem a colocação de cabos e diverso equipamento para efetuar leituras técnicas no tabuleiro e nos arcos da Ponte, bem como nas estruturas de suporte (talhantes).

Fonte e foto: CMB.

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima