Tag archive

OPEN B – CLDS 3G

Câmara e ATAHCA querem alargar OPEN B ao concelho de Barcelos

Julho 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Presidente da Câmara Municipal em exercício de funções, Armandina Saleiro, e o Presidente da ATAHCA, Mota Alves, estão em sintonia sobre a necessidade de alargar a todo o concelho de Barcelos o quarto Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) que deve iniciar-se no quarto trimestre de 2019.



Esta foi a principal conclusão do encerramento do CLDS 3G — Projecto OPEN B, — numa sessão realizada na última sexta-feira, na sede de Junta de Freguesia de Arcozelo, marcada pela apresentação de uma revista que resume a atividade desenvolvida ao longo dos últimos 42 meses.

O OPEN B — Oportunidades, Parcerias, Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos — deu corpo ao CLDS 3G (Programa Operacional, Inclusão Social e Emprego), tendo sido coordenado pela ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave), em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos, a ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barcelos, GASC (Grupo de Acção Social Cristã), a Freguesia de Arcozelo e União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro).

Armandina Saleiro acedeu ao desafio lançado por Mota Alves, sobre a necessidade de alargar este programa de inclusão social e humana a todo o concelho de Barcelos, mesmo que seja de uma forma informal.

Os discursos, após atuação do grupo de folclore do IAESM (Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho), abriram com Luciano Barros, coordenador técnico do OPEN B, a elogiar as parcerias deste Programa e a assegurar que os “objectivos traçados foram conseguidos, mas muito há a fazer” com a quarta geração de CLDS e “tudo faremos para dar resposta positiva”.

Emílio Rego, em representação da Junta de Freguesia de Arcozelo, não escondeu a “satisfação desta autarquia por ter sido um território envolvido pelo CLDS e a envolvência do OPEN B com as instituições, os pais e as escolas”.

Formulou três desejos para o futuro: “sucesso, sucesso, sucesso”, ao passo que José Paulo Teixeira, presidente da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro), elogiou estes quase quatro anos a “lidar com a integração social e laboral da população e as acções de aprendizagem e lições de vida”. Foi o primeiro autarca a defender que o programa deve “abrir-se a mais freguesias do concelho, com mais necessidades especialmente entre os idosos. Esperamos que sejam mais quatro anos e mais quatro anos e não sejam apenas os próximos quatro anos”.

Após a recitação da Pedra Filosofal, de António Gedeão, pelas adolescentes Alexandra Monteiro e Micaela Peixoto, António Barros, Diretor do Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, destacou o “trabalho muito útil na prevenção do abandono e combate do insucesso escolar” e agradeceu a oportunidade da ATAHCA continuar este trabalho que “é uma mais-valia na promoção do saber estar e fazer dos nossos jovens e idosos”.

Célia Barbosa justificou a ausência do GASC na próxima fase e destacou a intervenção feita no eixo dois numa parceria que correu “muito bem, com diligência do corpo técnico do OPEN B”.

“A nossa vontade foi sempre fazer o melhor e nota-se uma diferença aqui no bairro com o vosso trabalho desenvolvido aqui” — concluindo citando a mãe de um dos alunos da Escola Gonçalo Nunes.

Ilda Trilho falou em nome da ACIB e elogiou os resultados desta parceria na promoção do emprego e da formação profissional, ao passo que Mota Alves, presidente da ATAHCA, preferiu exaltar este novo género de parcerias que envolveu “entidades públicas e instituições privadas, com Juntas de Freguesia, escolas e Instituições Particulares de Solidariedade Social e económicas”.

O OPEN B foi “um bom exemplo de aplicação dos dinheiros públicos e os resultados são muito positivos e resultam de um trabalho de missão dos nossos técnicos” que “merece ser alargado a todo o território de Barcelos.

“Tudo faremos para que possa ser alargado a todo o concelho de Barcelos, para que este comboio da mudança mantenha portas e janelas abertas às parcerias” — concluiu o presidente da ATAHCA.

Armandina Saleiro não o deixou sem resposta, ao lembrar que, no início do OPEN B, “foi com pena nossa que não pôde chegar a todo o território de forma a mitigar desigualdades, promover a qualificação e formação humana e parental”.

A presidente da Câmara Municipal de Barcelos agradeceu todo o trabalho desenvolvido e comprometeu-se a “tudo fazer para alargar a quarta geração destes CLDS a todo o concelho, mesmo que de modo informal”.

A sessão — animada pelos alunos seniores do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho que evocaram profissões antigas e em desaparecimento — teve o momento alto com a inauguração de um mural de azulejos executado por alunos do Curso de Educação e Formação – Operador de Cerâmica, da Escola Gonçalo Nunes, sob orientação das professoras Maria José Machado e Teresa Coturela Cunha, com os elementos mais identificativos das terras da Princesa do Cávado.

Fonte e fotos: OPEN B.

Projeto OPEN B realiza Cerimónia de Encerramento

Junho 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 28 de junho, pelas 16h00, a sede da Junta de Freguesia de Arcozelo recebe a cerimónia de encerramento do Projeto OPEN B. A cerimónia terá como tema “Narrativas de um Projeto: três anos a valorizar o território”.



Pelas 16h00 dá-se a receção aos convidados, com inauguração do mural de azulejos, momento musical, boas-vindas aos convidados, intervenções dos Presidentes de Junta de freguesia, declamação do poema “Pedra Filosofal”, intervenções da Entidades Parceiros do Projeto, apresentação da Revista Trianual, novo momento musical e encerramento pela Câmara Municipal de Barcelos.

No final será servido um verde de honra.

Imagens: DR.

Coaching na Liderança em workshop organizado pelo OPEN B

Abril 5, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) e Fundo Social Europeu (FSE), no âmbito da tipologia de intervenção 3.10Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), realizou, dia 28 de março, o workshop “O Coaching na Liderança”. Esta ação contou com uma parceria estreita entre o Projeto OPEN B e o VilaWork Bussiness Center, e foi dinamizada pela coach Andreia Santos.



Na sessão estiveram presentes 12 empresários/líderes de áreas distintas de negócio, desde o ramo imobiliário, os transportes e logística, a solicitadoria, entre outras.

O workshop teve como principais objectivos: “compreender o conceito de liderança; analisar o papel do líder nas equipas de trabalho; nomear e ensaiar tipologias de liderança de equipas de trabalho; compreender o conceito de coaching, e por último, compreender o papel do líder coach”. Todos os participantes mostraram-se bastante ativos e interessados, interpelando a dinamizadora com questões muito práticas do seu dia a dia.

No final da sessão ficou o desejo desta ação poder ter continuidade, tendo ficado a sensação de que outros temas poderiam vir a ser aflorados.

Foto: DR/OPEN B.

OPEN B realiza BOOTCAMP Vocacional com alunos da PROFITECLA

Março 27, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) e Fundo Social Europeu (FSE), no âmbito da tipologia de intervenção 3.10Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), realizou, no dia 22 de março, um “BOOTCAMP Vocacional” com os alunos do 12º ano da Escola Profissional PROFITECLA.



Estiveram envolvidos 90 alunos e uma equipa liderada por Sofia Andrade – psicóloga, coach de carreira e formadora da Empresa CARREIRA GPS – Gestão de Pessoas para o Sucesso. O BOOTCAMP decorreu nas instalações da Escola Profissional PROFITECLA ao longo de todo o dia.

“O principal objetivo para a dinamização desta atividade orientou-se na Promoção da reflexão sobre a importância de comunicar, da imagem profissional, do desenvolvimento das soft skills e da criatividade no processo de entrada no mercado de trabalho com sucesso, para estes alunos que se encontram em fase de conclusão do ensino secundário via profissionalizante”, refere o Projeto em nota.

Foram trabalhadas questões como a motivação e espírito de equipa. Realizaram-se 4 workshops que versaram na temática do Marketing Pessoal e Profissional – soft skills; na Preparação do pitch; Preparação para uma entrevista de trabalho; e Preparar o Curriculum Vitae. Os trabalhos encerraram com uma Dinâmica motivacional.

“Os alunos ficaram verdadeiramente agradados com todos os trabalhos em que participaram. Sentiram bastante pertinência na abordagem realizada pela equipa da CARREIRA GPS, e no facto do Projeto OPEN B ter coadjuvado e proporcionado esta atividade nesta Escola”, conclui.

Fotos: DR/OPEN B.

Brinquedos e leitura abordados na EB 2,3 Gonçalo Nunes

Março 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito da Semana da Leitura, o projeto OPEN B, integrado nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3G, cofinanciado pelo FSE, e o Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, dinamizaram, no passado dia 14 de março, uma atividade direcionada para os alunos do 5º e 6º anos de escolaridade.



A atividade contou com a participação do Professor Nídio Silva, convidado especial do projeto OPEN B para esta colaboração com a Biblioteca da Escola Básica 2,3 Gonçalo Nunes, que, num registo de conversa pedagógica, procurou demonstrar aos alunos a relação que os brinquedos têm com a leitura. Para o efeito, trouxe consigo alguns piões (um português, um brasileiro e um marroquino), uma fisga, um conjunto de loiça (miniatura), dois “rapa, tira, deixa e põe”, entre outros.

Esta atividade inseriu-se no Eixo II – Intervenção Familiar e Parental Preventiva da Pobreza Infantil.

Imagem: DR/OPEN B.

Grupo de Teatro da APACI apresenta “O Principezinho” na EB 2,3 Gonçalo Nunes

Março 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito da Semana da Leitura, o projeto OPEN B, integrado nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3G, cofinanciado pelo FSE, e o Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, dinamizaram, na manhã da passada terça-feira, uma atividade direcionada para os alunos do 5º ano. A atividade tratou-se da dramatização da peça de teatro “O Principezinho”, de Antoine de Saint-Exupéry, pelo grupo de teatro da APACI.



A iniciativa decorreu na Biblioteca da Escola e juntou alunos de 3 turmas do 5º ano, professores e auxiliares, e está enquadrada na acção 10 do Eixo II – Intervenção Familiar e Parental Preventiva da Pobreza Infantil do plano de acção do OPEN B.

Teve como objetivo “assinalar a Semana da Leitura, procurando, deste modo, despertar nos alunos o gosto pela leitura e pelo teatro”.

Imagem: DR/OPEN B.

Sensibilização sobre segurança rodoviária, bullying e cyberbullying na Escola Básica do Aldão

Março 16, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, integrado nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3G,em colaboração com a Polícia de Segurança Pública e a Escola Básica do Aldão, dinamizaram, no dia 12 de março, da parte da manhã, duas ações de sensibilização destinadas aos alunos do ensino básico daquela escola.



Esta atividade, inserida no âmbito do Eixo II de Intervenção – Intervenção Familiar e Parental Preventiva da Pobreza Infantil, cofinanciada pelo FSE, abordou a Segurança Rodoviária, o Bullying e o Cyberbullying.

Estas sessões revelaram-se de grande interesse para os mais novos e de muita importância para os agentes educativos também presentes.

Fotos: DR.

OPEN B ajuda a esclarecer direitos laborais em sessão de esclarecimento

Maio 29, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, co-financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) e Fundo Social Europeu (FSE), no âmbito da tipologia de intervenção 3.10Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), realizou, no passado dia 24 de maio, uma sessão aberta à comunidade, tendo por base dúvidas laborais sobre direitos e deveres dos trabalhadores, e ainda uma apresentação sumária das medidas ativas de emprego e oferta formativa.



O esclarecimento dos direitos e deveres dos trabalhadores esteve a cargo do advogado e consultor jurídico, Filipe Santos, que, de uma forma bastante compreensível, traduziu aquilo que vem plasmado no Regime Geral da Lei do Trabalho, concernente a um conjunto de questões que lhe foram colocadas.

Ficou bastante claro para todos os presentes que o período experimental obriga a contrato de trabalho. Este conta-se a partir do início da execução da prestação do trabalhador. Nos casos em que não houve lugar a um contrato de trabalho durante o período experimental, e a pessoa é paga em dinheiro, a forma de se provar que esta esteve ao serviço daquela instituição passa pelo trabalhador dirigir-se ao Ministério Público do Tribunal da área de residência, podendo recorrer à prova de testemunhas.

Uma outra anotação importante para os presentes foi a de que o contrato de trabalho não depende da observância de forma especial, salvo quando a lei determina o contrário, ou seja, a regra é a de que o contrato de trabalho é consensual, só sendo obrigatória a forma escrita nos casos que a lei preveja expressamente, por exemplo, em contratos a termo, contratos com menores.

Relativamente às pausas durante a jornada de trabalho, as chamadas pausas para idas à casa de banho, ou para lanchar, estas, segundo o Código Geral do Trabalho, não estão previstas. Só são obrigatórias onde a Convenção Coletiva de Trabalho assim o preveja. Por último, o tempo de duração do subsídio de doença, quando se trata de um trabalhador por conta de outrem (a contrato), que se encontra de baixa médica, pode receber até 1095 dias o respetivo subsídio.

Ao longo da apresentação, os presentes foram colocando dúvidas de situações que já se tinham passado com eles, tornando a discussão bastante apelativa.

Da parte de Anabela Fernandes, animadora do Gabinete de Inserção Profissional do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), ficou a responsabilidade de apresentar as medidas que o IEFP dispõe de apoio à contratação de pessoas que se encontram desempregadas. De acordo com o público presente, foram afloradas as medidas “Contrato Emprego e Contrato Emprego Inserção +”. Para finalizar divulgou, ainda, a oferta formativa que este organismo tem presentemente ao dispor das pessoas que se encontram em situação de desemprego.

Fonte e fotos: OPEN B.

OPEN B realiza sessão de esclarecimento sobre direitos e deveres dos trabalhos e emprego

Maio 23, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, co-financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) e Fundo Social Europeu (FSE), no âmbito da tipologia de intervenção 3.10 – Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), leva a cabo, dia 24 de maio, pelas 14h30, na sede da ACIB, uma “Sessão Esclarecimento Direitos e Deveres dos Trabalhadores e Informação Medidas Ativas de Emprego”, com a presença do advogado Filipe Santos, e a Animadora do GIP do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Anabela Fernandes.



Esta ação destina-se a todos os utentes do Projeto OPEN B e beneficiários de entidades parceiras que se encontram à procura de emprego. O principal objetivo desta sessão “passa por esclarecer dúvidas que, recorrentemente, os utentes do OPEN B nos colocam aquando algumas experiências de trabalho, e ainda, informar de medidas de apoio existente, da tutela do Instituto de Emprego e Formação Profissional”, refere o Projeto em nota.

Apesar de ser uma sessão que surge das preocupações de utentes do OPEN B e outros beneficiários, não está fechada à comunidade, logo, todos os que manifestem interesse poderão participar na sessão.

Fonte e imagem: OPEN B.

Abril com várias atividades em prol da prevenção dos maus tratos na infância

Abril 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Barcelos, em parceria com várias entidades e instituições barcelenses, leva a cabo um extenso rol de atividades de sensibilização, no âmbito do “Abril 2018 – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”.



Assim, já a 19 de abril, entre as 10h00 e as 16h00, o “Autocarro da Prevenção” estará no Largo do Senhor da Cruz, com atividades de sensibilização e animação, destinadas às crianças e à comunidade.

No dia seguinte, entre as 9h00 e as 17h30, “O Autocarro da Prevenção vai às Escolas”, numa ação de sensibilização nos Agrupamentos de Escolas, destinada a crianças, jovens e agentes educativos.

A 21 de abril, entre as 10h00 e as 13h00, há uma mostra das várias instituições que integram a CPCJ de Barcelos e intervêm na área da promoção e proteção das crianças, com o tema “Unidos pela Prevenção”.

Durante o mês de abril, haverá várias outras atividades, desde distribuição de pulseiras e laços azuis alusivos ao “Mês de Abril”, passando por ações de sensibilização e a realização de um laço azul e sua colocação nos edifícios.

As instituições parceiras da CPCJ de Barcelos nesta iniciativa são a Comissão Nacional da Proteção das Crianças e Jovens em Risco, Município de Barcelos, Rede Social de Barcelos, Barcelos Cidade Educativa, RECOVERY IPSS, APAC, Casa dos Sonhos, Centro Abel Varzim, Casa de Acolhimento Paula Azevedo, IEFP, Cruz Vermelha Portuguesa, Open B, ACIB, Centro Paroquial de Arcozelo e Casa do Menino de Deus.

Imagem: CPCJ-B.

Ir Para Cima