Tag archive

Óquei Clube de Barcelos

Óquei de Barcelos: à 4ª jornada surge a primeira derrota

Novembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado no passado sábado, dia de São Martinho, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) deslocou-se à quadra do vizinho Hóquei Clube de Braga (HCB) para mais um jogo do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, no caso, para a 4ª jornada.



As equipas minhotas vinham de um trajeto completamente antagónico. Senão vejamos, o HCB vinha de 3 derrotas em outras tantas jornadas, ou seja, ainda não tinha ganho para o campeonato. Já o OCB vinha de 3 vitórias. Como parece óbvio, ainda só sabia ganhar para este campeonato.

Em jogo arbitrado por Paulo Almeida e Júlio Teixeira, o HCB alinhou de início com Xico, Gonçalo Meira, Ângelo Fernandes, Gonçalo Suíssas e Carlos Loureiro. Vítor Silva, treinador bracarense, deixou no banco Gabriel Costa, António Trabulo, Bekas, Rato e Márcio Rodrigues.

Já Paulo Pereira, treinador do OCB, optou por colocar Ricardo Silva, Juan López, Zé Pedro, João Almeida e Hugo Costa no cinco inicial, deixando André Almeida, Joca Guimarães, Afonso Lima, Rúben Sousa e Marinho no banco.

Este foi um jogo em que os marcadores dos golos foram “egoístas”, ou seja, Ângelo Fernandes marcou os 3 golos dos de Braga e Hugo Costa marcou os 2 dos de Barcelos. Ao intervalo, já o HCB vencia por 2 bolas a 0, fruto de duas grandes-penalidades convertidas pelo referido jogador.

Já na 2ª parte, o “sumo” foi diferente, com muitos momentos e situações de golos. Hugo Costa reduziu mas o inspirado Ângelo Fernandes voltou a recolocar a vantagem bracarense em 2 golos. Hugo Costa acabou por fechar o marcador no 3-2 final.

De salientar que Gonçalo Suíssas, Gonçalo Meira e Bekas falharam, cada um, um livre direto para os bracarenses. Os barcelenses, não querendo ficar atrás, também falharam 3 livres diretos, por intermédio de Juan López, Zé Pedro e Marinho.

Sendo assim, o Óquei Clube de Barcelos desce para a 5ª posição, agora em igualdade com o FC Porto mas com este último a ter menos um jogo disputado. Na próxima jornada, o OCB tem mais uma deslocação, desta feita ao terreno de um forte adversário, a Oliveirense, que conta só por vitórias as quatro primeiras jornadas.

Óquei de Barcelos derrota Valongo e continua na senda de vitórias

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado ontem à noite, no Pavilhão Municipal de Barcelos, o Óquei Clube de Barcelos levou de vencida o Valongo, em jogo a contar para a 3ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão.



O 5 inicial do OCB, orientado por Paulo Pereira, foi composto por Ricardo Silva (capitão), João Almeida (a defrontar a sua ex-equipa), Hugo Costa, Rúben Sousa e Zé Pedro. Joca Guimarães, Marinho, Juan López e Afonso Lima também foram utilizados.

Já o 5 de Valongo, orientado por Alexandre Fernandes, alinhou com Leonardo Pais, Diogo Fernandes, Xavier Cardoso, Pedro Mendes e Rúben Pereira. Guilherme Silva, Poka e Luís Melo foram, igualmente, utilizados.

O Valongo começou muito bem a partida, com Diogo Fernandes a abrir o marcador e pouco tempo depois a bisar na partida. A vantagem de dois golos não durou muito, com Rúben Sousa a reduzir para os da casa. Até ao intervalo não houve mais alterações ao marcador, com ambas as equipas a fecharem a primeira metade do jogo com 9 faltas.

Com o reinício da partida, eis que o OCB mostrou o seu ADN e a sua qualidade, igualando o jogo a 2 golos, com golo de Joca Guimarães marcado pouco depois de Ricardo Silva ter defendido um livre direto, tentado por Daniel Oliveira. Depois, foi a vez de João Almeida falhar, igualmente, um livre direto, pela 10ª falta do Valongo.

Um pouco mais tarde, os forasteiros recolocaram-se em vantagem, com Daniel Oliveira a redimir-se do livre falhado, apontando o 3º golo da sua equipa. Mais uma vez, a vantagem foi “sol de pouca dura” pois Juan López restabeleceu, novamente, a igualdade, através da marcação de um penálti.

O jogo manteve-se aberto e de desfecho imprevisto. Afonso Lima falhou novo livre direto a favor do OCB. Até que a 2’47’’ do final, os homens da casa passaram pela primeira vez para a frente do marcador e de lá nunca mais saíram. Joca Magalhães bisou e apontou o 4-3 e 40’ depois Hugo Costa restabeleceu o resultado final em 5-3 para o Óquei de Barcelos. A vantagem poderia ter sido maior se Hugo Costa, a 35’ do fim, e Juan López, a 1’ do final, não tivessem falhado dois livre diretos.

Com esta vitória, o OCB segue invicto e só com vitórias nas três primeiras jornadas do campeonato, colocando-se em 4º lugar da classificação, com os mesmos pontos de Sporting, Benfica e Oliveirense.

Os árbitros do jogo foram Paulo Rainha, Joaquim Pinto e Pedro Silva. Na próxima jornada, o OCB descola-se ao terreno do “vizinho” Hóquei Clube de Braga, para a 4ª jornada.

Semana desportiva perfeita!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, Barcelenses e malta espalhada pelo mundo!



Espero que a vossa última semana desportiva tenha corrido bem. A minha foi perfeita e por várias razões: o meu FCP ganhou duas vezes esta semana, o Gil venceu o Benfica B por 4 “Batatas” e o OCB foi vencer a Valença!

Comecemos pelo FCP. Foi uma grande vitória no Bessa e quem vê o resultado e não viu o jogo, pensa que foi um jogo tranquilo…nada disso! O Porto foi controlando o jogo mas não fez uma boa primeira parte! Fez, e bem, o 1º golo no início da segunda e aproveitou bem o risco que Jorge Simão decidiu correr para ampliar o score mais duas vezes!

Quanto ao jogo da Liga dos Campeões, foi um jogo em que o Porto teve uma atitude agressiva, organizada e uma alma tremenda!

Nestes dois jogos, o “Mar Azul” teve uma influência tremenda e o “Mar” continua a crescer! Espero que os nossos adeptos não fiquem demasiado eufóricos porque isto ainda vai no início! Estou feliz mas expectante! Venha o Belenenses!

Parabéns ao “Gilinho”! Grande vitória sobre o Benfica! Esta vitória tem duplo sabor especial! Domingo temos um grande jogo em Barcelos com a visita do Famalicão ao nosso estádio. É um jogo entre clubes históricos e que merecem estar na primeira divisão!

Parabéns ao OCB pelo bom início de campeonato!

Desejo-vos uma boa semana!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Que o FC Porto se foque no Boavista

Outubro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Espero que tenham tido uma boa semana!



O meu clube, depois de uma derrota na Liga dos Campeões , respondeu com meia-dúzia frente ao Paços! A nossa equipa, em casa, tem sido demolidora e uma máquina de fazer golos, com especial destaque para Marega! O ex-“Patinho Feio” tem sido um exemplo, quer na concretização, quer também na forma como defende!

A imprensa prefere dar mais destaque à condição de suplente de Iker Casillas do que à primeira posição do FCP. Se quiserem saber a minha opinião, Iker seria a minha opção para a baliza, mas não sei o que se passa, ou se realmente se passa algo ou se é apenas uma questão técnica!

Também não percebi bem o empate do Porto frente ao Leixões, até porque o 11 inicial do Porto tinha essa obrigação! Espero que este ano o meu clube vença também a Taça da Liga. Já festejei Ligas dos Campeões, Ligas Europa, etc. e queria saber o prazer de vencer uma Taça da Liga. Espero que o Porto agora descanse bem da Gala dos “Dragões de Ouro” e se foque no Boavista, que tem feito uma boa recuperação e que já venceu o SLB este ano. Por falar em SLB, espero que a revisão ao equipamento do VAR esteja a correr bem e que as costas do jogador do Aves, que foi empurrado por Jonas no lance do 3º golo, já estejam sem marcas!

Quero apenas deixar uma palavra de apreço a José Mourinho, que se tornou o mais recente “psicólogo” do SLB e que, pelas suas palavras, está também metido no negócio do Svilar!

É com alguma tristeza e apreensão que vejo o atual momento do Gil Vicente! Confesso que esperava que o “Gilinho” estivesse melhor classificado nesta altura, mas isto é como acaba e não como começa. Força, Gil!

Quero também desejar as maiores felicidades ao nosso OCB, que começou mais uma época com uma vitória sobre o Turquel e com a catedral bem composta!

Sou Portista…mas Amo Barcelos!

Até à próxima!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Óquei de Barcelos começa nacional na “Catedral”

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Após a participação na Taça Continental, onde foi eliminado da final pela Oliveirense, no prolongamento, por 4-2, a equipa do OC Barcelos (OCB) arranca, este sábado, com a receção ao HC Turquel, para o campeonato nacional da primeira divisão, em jogo que se disputa no Pavilhão Municipal de Barcelos.



O jogo tem início às 21h30 e para quase meia equipa é a primeira vez que vestem a camisola do OCB.

Recorde-se que da época passada saíram cinco jogadores: Luís Querido (Lodi), Reinaldo Ventura (Viareggio), Álvaro Morais (FC Porto), Miguel Vieira (SL Benfica) e João Pereira, que abandonou a modalidade.

Para os seus lugares foram contratados Mário Rodriguez “Marinho” (ex-Follonica), Juan López (ex-Cremona), João Almeida (ex-Valongo), Afonso Lima (ex-júnior) e Pedro Silva (ainda júnior).

Começa, assim, para o treinador Paulo Pereira, uma longa temporada, onde os objetivos passam por tentar fazer melhor que o quinto lugar, repetir a presença na final da Taça CERS e ir o mais longe na Taça de Portugal.

Por: Miguel Bastos.

Óquei Clube de Barcelos disputa Taça Continental este fim de semana

Outubro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Este fim de semana realiza-se, em Viareggio – Itália, a final four da Taça Continental, com a presença do OC Barcelos, vencedor da Taça CERS.



Num novo modelo, que não é do agrado de todos em pista, vão estar os vencedores e vencidos da Liga Europeia e da Taça CERS, numa cidade de Viareggio que volta a ser o palco de mais uma decisão de hóquei em patins.

Assim, o OC Barcelos, vencedor da Taça CERS, defronta o finalista vencido da Liga Europeia, a também portuguesa UD Oliveirense. Na outra partida, jogam o Réus, de Espanha, vencedor da Liga Europeia, contra o Viareggio, finalista vencido da Taça CERS.

O primeiro jogo entre as duas equipas portuguesas está marcado para sábado, dia 14 de outubro, às 17h00 (portuguesas), estando agendado o segundo encontro para as 19h00.

Para muitos, o OC Barcelos, após a saída de 50% da equipa do ano passado, é a equipa mais fraca, mas o guarda-redes, e capitão, Ricardo Silva promete lutar e contrariar as outras formações. “Vamos para competir e lutar pela vitória. Olhando às outras equipas presentes, o OC Barcelos foi a que mais sofreu em termos de jogadores. Mas isso não significa que estamos em desvantagem. Trabalhámos muito e temos a nossa união como segredo para ultrapassar qualquer adversário”, refere o capitão da equipa barcelense.

Para quem quiser acompanhar o jogo, e a prova, o CERH disponibiliza a transmissão pelo seu canal do YouTube (basta clicar no link para aceder): https://www.youtube.com/cerhtv.

Por: Miguel Bastos.

Óquei Clube de Barcelos apresenta-se este fim de semana

Outubro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa barcelense de hóquei em patins organizou um fim de semana dedicado ao clube, com destaque para a apresentação de todas as suas equipas, desde as camadas jovens aos seniores.



O evento ” Stick Party “, a decorrer no Pavilhão Municipal, para além desse desfile de jogadores, no domingo durante a tarde, tem programado uma série de atividades físicas e musicais.

Durante o sábado de tarde, poderemos assistir e participar, com a presença de Nico Dance Studio, a uma Mega Aula de Zumba e a um Desafio Treino Funcional “Mexe-te Mais”.

A partir das 22h00 de sábado será a altura para a música, através da atuação de Pedro Macedo, com o projeto “Alma Gémea “, de Tiago Araújo (dos Aurora), e dos Cooltrane.

A animação continua pela noite dentro com a música a ser “sticada” por vários DJ’s, tais como, Fábio Vasquez, Pette, Tonny, Viktor Soul, Andrego, Mr. Kris, Daniel Garcia, All In DJ’s, Lee Faria e Nel Torres.

Para domingo, a partir das 14h30, a música abre com a atuação de Mamex, seguindo-se, às 16h00, a apresentação oficial de toda a “família óquista”.

A fechar esta “Stick Party”, sobe ao palco Victor Rodrigues. O preço por dia é de 2,5 euros.

Durante o evento, a equipa sénior do OC Barcelos estará em Coimbra, a disputar a segunda edição da Elite Cup, que começa esta quinta-feira. O OC Barcelos, que terminou em quinto lugar, defronta, no primeiro dia, o Sporting CP. O resto da prova depende dos resultados obtidos pelos oito primeiros classificados da época passada.

Nesta pré-temporada, o OC Barcelos conquistou dois trofeus: o Crédito Agrícola e o Torneio Jorge Coutinho, ambos com triunfos sobre a Juventude de Viana.

Óquei Clube de Barcelos: vencedores da Torneio Jorge Coutinho 2017

Por: Miguel Bastos.

Barcelenses Hélder Nunes e Rafa são vice-campeões do Mundo em final “imprópria para cardíacos”

Setembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se hoje, em Nanjing – China, a final do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, colocando frente a frente a seleção portuguesa e a espanhola. O jogo iniciou às 11h30 da manhã, hora portuguesa. E, como diz o título da notícia, foi uma final “imprópria para cardíacos”.



Os dois hoquistas de Barcelos, que jogam no FC Porto, Hélder Nunes e Rafa, integraram a convocatória do seleccionador nacional Luís Sénica, conjuntamente com Ângelo Girão, Pedro Henriques, Nélson Filipe (GR), Diogo Rafael, João Rodrigues, Luís Querido, Reinaldo Ventura, Gonçalo Alves, Henrique Magalhães, João Souto e Ricardo Barreiros.

De salientar que Luís Querido e Reinaldo Ventura foram, até há pouco tempo, jogadores do Óquei Clube de Barcelos (OCB).

O Campeonato do Mundo, disputado na longínqua e sem tradição na modalidade, China, não começou da melhor forma para os selecionados nacionais. Aliás, até o sorteio foi “madrasto” para a seleção portuguesa, ficando esta no chamado “grupo da morte”, com a campeã do Mundo em título, Argentina, a sempre muito forte Itália e uma França cada vez mais competitiva e competente.

Infelizmente, Portugal não arrancou mesmo bem, perdendo com a Argentina por 2-5. Na jornada seguinte, nova derrota, desta feita por 4-2, frente a Itália. Hélder Nunes marcou um golo. Na última jornada, e obrigada a, pelo menos, empatar, para seguir em frente, a nossa seleção venceu a França por 6-5, mas num jogo extremamente difícil, com o golo da vitória a surgir pelo inevitável Hélder Nunes, nos últimos segundos do jogo, já com a França sem guarda-redes na baliza, porque para os franceses apenas a vitória interessava. O barcelense apontou um hat-trick.

Dessa forma, Portugal terminou o grupo em 3º lugar, com 3 pontos em 3 jogos. Fazendo uma pequena analogia, este percurso fazia lembrar o da seleção campeã da Europa de futebol, em França.

Nos quartos de final, Portugal encontrou a seleção do país irmão, Moçambique, seleção de Marinho, jogador do OCB. Desta feita, o resultado foi melhor e mais desnivelado, com uma vitória das cores nacionais por 2-6. Rafa marcou um golo por Portugal e Marinho marcou os dois dos moçambicanos.

Eis, então, que nas meias-finais defrontam-se, novamente, Portugal e Argentina, esta última com um apuramento extremamente difícil frente a Angola, vencendo por 3-4 após prolongamento. Mas o jogo correu imensamente de feição para os portugueses, que venceram por 5-0. O guarda-redes Ângelo Girão esteve em evidência mas o barcelense Hélder Nunes tornou a apontar um hat-trick.

A tão ansiada final chegou, com o “duelo dos duelos” com nuestros hermanos de Espanha. O jogo não correu de feição na primeira metade, com os espanhóis a saírem para os balneários a vencer por 2-0, com golos de Raúl Marin e Jordi Adroher. Mas Portugal voltou do descanso com vontade de inverter as coisas e bem cedo, pelo “habitual” barcelense Hélder Nunes, reduziu para 2-1. O seu companheiro de equipa, Gonçalo Alves, restabeleceu a igualdade. A partir daqui, o jogo entra em contornos épicos e impróprios para cardíacos e “roedores de unhas”.

Assim, Eduard Lamas recoloca os espanhóis a vencer, por 3-2. O tempo foi passando, com os portugueses a tentarem o empate e os espanhóis a gerirem a vantagem, até que Ângelo Girão “perde a calma” e vê o cartão azul. Em consequência, vai 2 minutos para o banco, é substituído por Pedro Henriques e Espanha fica em situação de power-play. Faltavam 10 segundos. Pedia-se um milagre para as cores nacionais evitarem a derrota. Raúl Marin falhou o livre direto e, de seguida, faz falta violenta sobre Diogo Rafael, sendo admoestado com cartão azul. Portugal ganha novo livre direto. As equipas ficam iguais em número de jogadores.

O homem “do costume” é chamado para o momento mais importante do jogo. A 4 segundos (sim, leu bem!) do final do jogo, Hélder Nunes é incumbido de “salvar” Portugal da eminente derrota. Sticka uma vez, duas…e só à terceira consegue marcar o golo do empate, do 3-3, a 1 segundo do fim. O milagre acontecia. O jogo ia para prolongamento.



Mas as dificuldades continuaram. Por ter sofrido golo, Espanha volta a ter a equipa completa, ficando, novamente, em situação de power-play, com Portugal ainda a “pagar” pelo cartão azul a Girão. As duas metades do prolongamento foram enfadonhas, apesar de tensas, pois as duas equipas, mais concentradas em não sofrer golos do que em marcá-los, iam deixando passar o tempo. No entanto, os “corações” de portugueses e espanhóis não se livraram de mais um momento de “alta tensão”, quando Diogo Rafael, a 1 segundo do final (sim, tornou a ler bem!) atirou uma “bomba” de longa distância, levando a bola a embater no poste da baliza espanhola.

Tudo seria decidido nas grandes penalidades. Reinaldo Ventura, Raúl Marin, Hélder Nunes, Pau Bargalló falham as suas. João Rodrigues coloca Portugal a vencer por 0-1. Jordi Adroher falha, tal como Gonçalo Alves. Eduard Lamas restabelece a igualdade a 1. Ricardo Barreiros falha e, mesmo na última grande penalidade, Albert Casanovas consegue desfeitear Pedro Henriques e, para nosso descontentamento, entregar o título aos espanhóis.

Fotos: DR.

Barcelense Gonçalo Meira é Campeão do Mundo de Sub-20 de hóquei em patins

Setembro 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Gonçalo Meira, de Barcelos, conquistou na China o título mundial de sub-20, em hóquei em patins.



Atualmente, faz parte dos quadro do Hóquei Clube de Braga, depois de ter começado a patinar no Óquei Clube de Barcelos, de onde saiu ainda com a categoria de infantis.

Com a seleção de Portugal, Gonçalo Meira ajudou esta a obter um inédito tricampeonato do Mundo na categoria de sub-20.

Na final, Portugal superou a Espanha por 2-0, com o atleta de Barcelos a apontar, a escassos segundos do fim, o segundo golo nacional.

Após receber o troféu, Gonçalo Meira agradeceu a todos.

“Feliz por ser campeão do Mundo. Sempre acreditámos. Jogar com a camisola de Portugal é deixar tudo dentro da pista. Agradeço a todos, e não foram assim tão poucos, os que nos apoiaram, mesmo longe. Desde o grupo, que sempre esteve unido, à minha família, colegas e amigos. O hóquei em patins tem tradição no nosso país. Indescritível a sensação de ser campeão do mundo! Obrigado a todos”.

Barcelos “em peso” no Campeonato de Mundo de Seniores

Ainda na China, já iniciou o Mundial de seniores, com Portugal a ter nas suas escolhas dois jogadores de Barcelos: Hélder Nunes e Rafa, bem como “Marinho” (Moçambique), recente contratação do OC Barcelos. Reinado Ventura, que deixou, muito recentemente, o clube barcelense rumo ao Viareggio, de Itália, também está nos convocados.

Para além destes jogadores, destaque para o treinador barcelense André Torres, presente a orientar a seleção da Colômbia. Os árbitros barcelenses Rui Torres e Paulo Rainha também marcam presença neste campeonato, alargando o rol de intervenientes com ligações a Barcelos.

Entretanto, e infelizmente, a nossa Seleção não iniciou muito bem a caminhada, com duas derrotas em dois jogos: 2-5 frente à campeã em título Argentina e 4-2 frente à Itália.

Por: Miguel Bastos.

Fotos: DR.

Óquei de Barcelos com o plantel completo

Julho 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Apesar das cinco saídas – Luís Querido para o Lodi e Reinaldo Ventura para o Viareggio, de Itália; Miguel Vieira para o Benfica; Álvaro Morais para o FC Porto, e o abandono da modalidade do guarda-redes João Pereira “ Ginho “ – a equipa barcelense conseguiu compor o grupo para a próxima época.

Foi em Itália, destino de Querido e Ventura, que a direção do Barcelos encontrou reforços.

Destaque para a aquisição do goleador português, Mário Rodriguez “ Marinho “, ex-Follonica, e para o espanhol, defesa, Juan López, ex-Cremona.

A nível interno, contratou João Almeida, ex-Valongo, e promoveu Afonso Lima, que completou o último ano de júnior, e Pedro Silva, este último, ainda júnior.

O grupo para a próxima temporada terá onze jogadores, juntando-se a continuidade de Ricardo Silva, André Almeida, Hugo Costa, Zé Pedro, Joca Guimarães e Rúben Sousa.

Com a classificação obtida na época passada, quinto lugar, o OC Barcelos vai disputar a II edição da “Elite Cup”, em Coimbra, nos dias 5, 6 e 7 de outubro, defrontando, no primeiro dia, o quarto classificado, o Sporting CP.

Neste evento, que coloca em pista os oito primeiro classificados, o FC Porto defronta o Valença, o Benfica a AD Valongo e a Juventude de Viana joga com a Oliveirense.




Plantel do OC Barcelos:

Guarda-redes: Ricardo Silva e André Almeida;

Jogadores de pista: Zé Pedro, Juan López (ex-Cremona), Rúben Sousa, Afonso Lima (ex-júnior), Hugo Costa, Mário Rodriguez “Marinho“ (ex-Follonica), Joca Guimarães, Pedro Silva (júnior) e João Almeida (ex-Valongo);

Treinador: Paulo Pereira.

Em foto de destaque, os reforços, Pedro Silva (1), Afonso Lima (2), Juan López (3), João Almeida (4) e Mário Rodriguez “Marinho” (5).

Texto e foto: Miguel Bastos.

1 2 3 6
Ir Para Cima