Tag archive

Partido Social Democrata

Socialista Horácio Barra eleito Presidente da Assembleia Municipal de Barcelos

Outubro 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi com “casa cheia” que o Auditório dos Paços do Concelho de Barcelos recebeu a sessão da Assembleia Municipal com o intuito de tomada de posse do executivo municipal e dos membros da referida Assembleia.



Tendo decorrido dentro da normalidade a parte concernente à tomada de posse do reeleito Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, e dos restantes vereadores, assim como dos novos deputados municipais, foi no ponto relativo à eleição da Mesa da Assembleia que surgiram mais “atritos”, polémica e um “incidente regimental”.

Após esse “incidente”, concretizou-se o processo de eleição da Mesa, à qual concorriam duas listas, uma encabeçada por Horácio Barra, saída do Partido Socialista, e outra, encabeçada por Adélio Miranda, saída de um acordo entre a coligação de direita (PSD e CDS) e o movimento independente Barcelos, Terra de Futuro, liderado por Domingos Pereira.

A contagem dos votos acabou por ser, para surpresa de muitos que assistiam, surpreendentemente favorável à lista socialista, vencendo esta com 74 votos. A lista oponente recolheu apenas 47 votos, sendo que não houve votos nulos e em branco, num total de 121 votos contados. O tal “incidente” levou a que da parte dos eleitos pela coligação de direita houvesse menos dois votantes.

Nos discursos, o teor dos mesmos andou à volta da perda da maioria absoluta por parte do Partido Socialista, tendo o recém-empossado Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, feito um discurso duro e muito crítico, deixando “nas entrelinhas” a ideia de estar a “visar” mais o seu antigo vice-presidente, Domingos Pereira.

Câmara e Assembleia Municipal tomam posse na próxima quinta-feira

Outubro 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 16 de outubro, pelas 21h30, no Auditório dos Paços do Concelho, realiza-se a cerimónia de tomada de posse do novo elenco da Câmara Municipal de Barcelos, assim como da Assembleia Municipal.



Assim, Miguel Costa Gomes tomará posse como Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, assim como os restantes quatro Vereadores eleitos pelo Partido Socialista, os quatro eleitos pela coligação “Mais Barcelos” (PSD+CDS) e os dois eleitos pelo movimento “Barcelos, Terra de Futuro”.

Em relação à Assembleia Municipal, tomarão posse os eleitos para a mesma, assim como os Presidentes de Junta, por inerência. Será, igualmente, eleito o Presidente da Assembleia Municipal.

José Maria Fonte: “Que o concelho não pare de crescer e olhem mais para a juventude”

Setembro 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Entrevistas, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Na senda de entrevistas a Presidentes de Junta que, por imposição da lei, não se podem recandidatar após três mandatos consecutivos, o Barcelos na Hora contactou José Maria Fonte, um histórico militante PSD, autarca desde o 25 de abril de 1974, que acedeu responder a algumas perguntas, por escrito, sobre o seu trajeto e futuro, deixando, pelo meio, alguns conselhos.



José Maria Fonte, empresário do ramo têxtil, de 74 anos, tem, como referido anteriormente, uma longa experiência enquanto autarca na Freguesia de Carvalhas. Após o 25 de abril de 1974, ocupou o cargo de Secretário da Junta, então presidida por Bernardino de Oliveira Pereira, entretanto falecido. Ocupou esse cargo até 2005, ano em que José Maria Fonte encabeça a candidatura à Junta de Freguesia, substituindo aquele que foi até aí o único Presidente de Junta que Carvalhas conheceu. Venceu as eleições e tem vindo a manter-se no cargo, sendo reeleito nas eleições autárquicas que se sucederam. Por limitação de mandatos, nas deste ano já não pode encabeçar uma candidatura à Junta mas, mesmo assim, integra uma lista.

1 – Fazendo um exercício de memória, consegue dizer-nos o que o levou a candidatar-se pela primeira vez? E o que sentiu ao saber que tinha conquistado a Junta?

O que me levou a candidatar à Junta de Freguesia de Carvalhas foi o facto de o anterior Presidente de Junta, Bernardino de Oliveira Pereira, ter atingido o limite de mandatos. Como eu era, nessa altura, o Secretário, assumi ser candidato. Quando soube que tínhamos ganho as eleições, foi, para mim, uma grande satisfação, pelo facto de poder dar continuidade ao projeto do meu antecessor.

2 – Ao longo dos seus mandatos teve, certamente, momentos altos e momentos baixos. Consegue nomear qual o mais alto e qual o mais baixo?

Para mim, os momentos mais altos dos meus mandatos foram conseguir fazer o alargamento da estrada municipal 306-1 e a ampliação e vedação do campo de futebol. Já o momento mais baixo, por outro lado, foi o de não ter conseguido implantar bancadas nesse mesmo campo de futebol.

“Tudo o que consegui fazer é, para mim, um grande orgulho” (José Maria Fonte)

3 – Se pudesse voltar atrás, mudaria alguma coisa do que fez?

Se pudesse voltar atrás não mudaria nada. Acho que tudo o que consegui fazer é, para mim, um grande orgulho.

4 – Dada a sua enorme experiência, quer de vida, quer política, que conselhos pode deixar para aqueles que estão a começar agora o seu trajeto político?

Os conselhos que posso deixar àqueles que agora vão começar a sua vida política e pública é que façam mais do que aquilo que eu consegui fazer, no que a Carvalhas diz respeito. Já em relação ao concelho de Barcelos, aquilo que lhes peço é que façam com que o concelho não pare de crescer e olhem mais para a juventude.

“Que a freguesia consiga desenvolver-se ainda mais” (José Maria Fonte)

5 – Agora que sai, o que espera para o futuro de Carvalhas?

Espero que a freguesia consiga desenvolver-se ainda mais do que no tempo em que eu estive à frente da Junta de Freguesia.

6 – Por fim, e pedimos desculpa pelo teor mais pessoal desta última pergunta, mas … e agora? Vai continuar na “vida política”? Ou vai deixá-la?

Sim, vou continuar na vida política. Aliás, até porque faço parte de uma lista candidata à Junta de Freguesia de Carvalhas nas próximas eleições autárquicas.

Termina, assim, a entrevista a José Maria Fonte, histórico autarca de Carvalhas, que após 1 de outubro próximo deixará o seu cargo de Presidente da Junta de Freguesia, por limitação de mandatos. A ele, o Barcelos na Hora deixa um enorme agradecimento pela simpatia e por ter aceite responder, por escrito, a todas as nossas questões.

Carlos Dantas inaugura sede de campanha e Miguel Costa Gomes promete conclusão do nó de Santa Eugénia

Setembro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Domingo, pelas 10h00, a candidatura socialista à freguesia de Rio Covo Santa Eugénia, encabeçada por Carlos Dantas, inaugurou a sua sede de campanha, numa cerimónia que contou com a presença, entre outros, de Miguel Costa Gomes, Armandina Saleiro e Horário Barra, assim como, de sensivelmente 100 pessoas.

“Criar um subsídio de natalidade” (Carlos Dantas)

No seu discurso, Carlos Dantas referiu que pretendem dar continuidade ao projeto existente e impulsioná-lo. Destacou algumas propostas do seu programa eleitoral, nomeadamente, a celebração de um protocolo com a Associação Humanitária de Rio Covo Santa Eugénia para a criação de um serviço de enfermagem permanente, para estar ao serviço dos habitantes. Noutra vertente, anunciou a criação de uma oficina social, sendo um serviço de reparação ao domicílio, disponibilizando, a Junta, uma pessoa para realizar serviços dessa ordem, sem cobrar. Na área da natalidade, o candidato referiu que pretendem criar, dentro das possibilidades, um subsídio de natalidade, com 300 euros para o primeiro filho e 500 para o segundo e terceiro.

Já em relação a infraestruturas, Carlos Dantas referiu que irão resolver a ligação da Rua de Quintão com a Rua de Santa Eugénia; requalificar a Rua Arquiteta Maria José Marques da Silva; e criar uma zona de lazer com máquinas para desporto, na Rua de Santa Eugénia. Por falar em desporto, salientou que irão contratar um monitor para dar aulas de vários desportos e ocupar as pessoas da freguesia. Em relação ao bem-estar animal, informou que iriam assinar um protocolo com uma associação de proteção animal e com um veterinário local, para facilitar o acesso a consultas a preços reduzidos. Por fim, afirmou rever-se no trabalho de Miguel Costa Gomes, enquanto Presidente da Câmara, apelando ao voto na sua candidatura, bem como na do Partido Socialista à Câmara.

“Famoso” Nó de Santa Eugénia prometido para o início do próximo mandato

Por seu turno, Miguel Costa Gomes, cabeça de lista da candidatura socialista à Câmara Municipal de Barcelos, entre outros assuntos, referiu que “Barcelos é dos cidadãos e tem que ser dos cidadãos”. Ressalvou que, na sua opinião, será preciso concluir o projeto político que iniciaram em 2009 e que o irão fazer. “Temos a consciência que muito foi feito em Barcelos mas, também, temos consciência que há muito ainda por fazer”. Em jeito de reparo, salientou que quem se apresenta a eleições, deve fazê-lo apresentando propostas, projetos e ideias e não deve estar com insinuações, com calúnias. “Quem quer ganhar eleições tem que se apresentar com ideias, com projetos sérios, responsáveis e, acima de tudo, benéficos para os cidadãos e é assim que nos apresentaremos”, referiu.

Voltando-se para as freguesias, anunciou que reforçarão os subsídios para estas e fez o “anúncio da manhã”, informando que irão, já no início do próximo mandato, fazer o “’famoso’ nó de Santa Eugénia”, um projeto complexo que rondará os 4 milhões de euros, dependente do visto do Tribunal de Contas. Na opinião de Miguel Costa Gomes, o projeto “sentir-se-á” por volta de novembro ou dezembro, garantindo que será uma realidade no próximo mandato.

De seguida, deixou umas palavras em relação ao candidato do PSD, referindo que este, numa entrevista de há dias, disse que “não viu obras em Barcelos”. “O candidato do PSD devia sair do Largo da Porta Nova e devia andar mais pelo concelho de Barcelos”, salientou o candidato socialista. Na ótica deste, “fez-se muita obra”. Informou que há uma série de projetos para a zona urbana que estão assegurados pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano. Tornou a afirmar que “fizemos muito e temos muito para fazer”. Por fim, salientou que acredita na vitória de Carlos Dantas e apelou ao voto, a 1 de outubro, em Carlos Dantas para a freguesia, em Horácio Barra para a Assembleia Municipal e na sua candidatura PS para a Câmara.

Fonte e fotos: Candidatura de Carlos Dantas.

Coligação Mais Barcelos: direção de campanha reduz atividades em memória de Filipe Figueiredo

Setembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Após o trágico acidade de viação que vitimou Filipe Figueiredo, candidato da Coligação PSD+CDS à Junta de Freguesia de Cambeses, a direção de campanha, em anúncio publicado na página oficial da candidatura no Facebook, informou que iriam “reduzir as atividades de campanha ao estritamente necessário, em respeito de sua memória”.

Mais, expressou “o seu voto de pesar a todos os familiares e amigos”.

A direção deste jornal, os seus órgãos administrativos e todos quantos com ele colaboram aproveitam o ensejo para expressar o seu profundo pesar e voto de condolências à família enlutada, a todos os seus amigos e aos seus companheiros da coligação Mais Barcelos.

Foto: MB.

Joel Sá apresenta projetos de resolução sobre Caminho de Santiago e Ourivesaria

Maio 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O deputado barcelense Joel Sá, eleito pelo PSD, apresentou dois Projetos de Resolução que recomendam ao Governo a realização de ações de proteção, valorização, divulgação e promoção do Caminho (“Central”) Português de Santiago e a adoção de medidas que promovam o desenvolvimento do sector da ourivesaria e o reforço das contrastarias.

Joel_Sá

Mais concretamente em relação ao Caminho Português de Santiago, o projeto recomenda ao Governo “a realização de ações de proteção, valorização, divulgação e promoção do Caminho (‘Central’) Português de Santiago enquanto via estruturante e principal do Caminho Português de Santiago”; a “melhoria das infraestruturas associadas, nomeadamente das condições de segurança nos (reduzidos) traçados coincidentes com vias rodoviárias”; a “limpeza e manutenção periódica dos caminhos”; o “apoio às Associações e/ou Entidades Jacobeias (principalmente constituídas por voluntários que, diariamente, promovem a Hospitalidade entre os Peregrinos – principal via de promoção do Caminho de Santiago) ”; a “difusão nacional e internacional de informação atual e credível sobre os itinerários e pontos de apoio, na proteção de todo o Património Cultural e Histórico existente”; e a promoção da “ratificação municipal de itinerários, incluindo-os, por exemplo, nos PDM municipais”.




ourivesaria-anelJá em relação ao setor da ourivesaria e do reforço das contrastarias, o projeto recomenda ao Governo que “promova a avaliação do impacto legislativo decorrente da aplicação da Lei n.º 98/2015, de 18 de agosto, que aprovou o regime jurídico da ourivesaria e das contrastarias, e da Portaria n.º 403-B/2015, de 13 de novembro, e à sua revisão e adaptação face aos impactos sentidos pelos agentes económicos”; que “proceda à auscultação e diálogo com os agentes económicos do sector da ourivesaria, bem como com os seus representantes para efeitos da concretização da recomendação referida no parágrafo anterior”; e que “diligencie no sentido da uniformização de procedimentos entre as diferentes Contrastarias, sem esquecer a redefinição do quadro regulamentar sobre os prazos de entrega dos lotes apresentados na Contrastaria da INCM e a revisitação da tabela de preços para efeitos de emissão de licenças para os agentes económicos em função da sua atividade no sector, visando-se a redução dos custos administrativos designadamente para as pequenas e médias empresas”.



PSD: Plenário, marcado por ausências, aprova nome do candidato

Maio 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se na última sexta-feira, dia 05 de maio, na Sede do PSD de Barcelos, a Assembleia de Secção (Plenário) desse partido.

Segundo fontes consultadas pelo Barcelos na Hora, a sala não estava completamente cheia, tendo-se notado as ausências de Domingos Araújo, Félix Falcão, Sérgio Azevedo, Miguel Durães, entre outros. De acordo com uma dessas fontes, seria de esperar uma sala cheia, com presença de históricos e militantes de relevo dentro da Concelhia. No entanto, essa mesma fonte notou a ausência de alguns históricos e alguns lugares vazios na sala, salientando que o Plenário “correu de forma correta, sem muitas polémicas”.

Um militante, instado a comentar essas ausências, apenas referiu que “as pessoas são livres de faltar e não se sabe o motivo da ausência”. No entanto, sempre ressalvou que, “se calhar, ao decidirem faltar, foi, talvez, para mostrarem que tudo o que advier destas ‘trapalhadas’ de Novais, da CP e de quem os apoia, será, única e exclusivamente, responsabilidade destes”, retorquindo “tanto para o bem, como para o mal”.




Por fim, uma última fonte relatou que o nome de Mário Constantino foi aprovado, “o que é normal nestas situações e já com o processo atrasado”. No entanto, questionado sobre outros nomes para integrarem as listas candidatas à Câmara, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia, respondeu apenas com um “pouco se falou”.

Foto: D.R.

Autárquicas 2017: Mário Constantino escolhido pelo PSD Barcelos

Abril 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em notícia avançada pelas edições online do Barcelos Popular e do Jornal de Barcelos, o ex-vereador Mário Constantino, atual Presidente da Assembleia de Secção do PSD Barcelos e deputado municipal, terá sido o escolhido para ser o candidato da coligação PSD-CDS à Câmara Municipal de Barcelos.

mário-constantino
Mário Constantino

O jornal Barcelos Popular já tinha, há poucas semanas atrás, avançado com a notícia de que Mário Constantino teria sido convidado pela estrutura local do PSD para ser o “cabeça de lista” da coligação, algo que parece, agora, comprovar-se.

De salientar que esta escolha, a confirmar-se, partiu da Comissão Política de Secção (CPS) do PSD Barcelos. No entanto, tudo indica que o “parceiro” de coligação não colocará objeções.

Falta saber em que situação ficaram – e como reagirão – os restantes putativos candidatos que já não o serão, sendo que os nomes de Félix Falcão e de Domingos Araújo estavam a ganhar muita força, quer na opinião pública e comunicação social, quer nos meandros do Partido.

Uma fonte, contactada por este jornal, apenas referiu que “o nome de Mário Constantino é mais ‘forte’ que o de Sérgio Azevedo e o único que, ao que se consta, aceitará o Novais como n.º 2”. Quanto ao futuro próximo, essa fonte salientou que “ainda falta a distrital aprovar o nome, o que se prevê venha a acontecer, pois o processo parece estar atrasadíssimo”.

Foto: Facebook do PSD Barcelos (alterada)

PSD: Miguel Durães demite-se em discordância com opções políticas de Novais

Abril 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Miguel Durães, Secretário da Comissão Política de Secção do PSD Barcelos, enviou um comunicado aos órgãos de comunicação social onde informa que apresentou a sua demissão, no último dia 10 de abril, da Comissão Política do PSD barcelense.

O agora ex-Secretário refere que não se revê na “orientação, postura e atual condução política do Presidente da Comissão Política Concelhia, Eng. José dos Santos Novais”, considerando que estas “têm prejudicado gravemente o superior interesse do Partido Social Democrata de Barcelos” e a “construção de um projeto sério que coloque os Barcelenses efetivamente em primeiro lugar”.

O social-democrata afirma, igualmente, que sente que fez, especialmente no último ano, tudo o que estava ao seu alcance para inverter o atual estado de “desnorte completo que o Partido vive atualmente”, mas “sem sucesso”. Ressalva que, de início, o fez “praticamente sozinho” e que as “diferenças de pensamento, postura e ação política são muito grandes” e que estas “não são conciliáveis”.

Nesse comunicado enviado às redações, salienta que não pretende, com a decisão, “fragilizar ainda mais o partido”, do qual ainda continuará militante, remetendo-se, a partir desse momento, “ao silêncio”, que quebrará apenas se se sentir “obrigado a fazê-lo”.

A comunicação termina com uma frase de Francisco Sá Carneiro: “Saber estar e romper a tempo, correr os riscos da adesão e da renúncia, pôr a sinceridade das posições acima dos interesses pessoais, isto é a política que vale a pena. (…) Não há nada que pague a sinceridade na acção política, como em tudo.




Foto: Facebook de Miguel Durães.

Câmara responde a PSD através de comunicado

Março 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Na sequência de um infomail do PSD, datado de 15 de março, e assinado pelo presidente da Comissão Política de Secção do PSD Barcelos, José Novais, no qual este aponta várias críticas ao trabalho realizado pelo executivo do Partido Socialista, a Câmara Municipal de Barcelos reagiu em comunicado, que se transcreve na íntegra, abaixo:

cmb-logo-municipio

«Câmara Municipal de Barcelos

Comunicado

O Sr. Presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Barcelos emitiu mais um comunicado, no dia 27 de março de 2017, na linha das comunicações que tem vindo a fazer para títulos na imprensa. E sobre o mesmo pouco ou nada haveria a dizer, não fosse a gravidade das mentiras e deturpações que ali se dizem sobre a postura do Presidente da Câmara e do Partido Socialista quanto ao problema da concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho de Barcelos.

Assim, impõe-se esclarecer o seguinte:

1. Não foi o atual Presidente da Câmara nem o PS que aprovaram o contrato de concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho do Barcelos.

2. Os barcelenses sabem quem foi o autor e responsável pelo contrato e quem tudo fez para que o mesmo fosse aprovado tal como está: o PSD!

3. Se o PSD entende que os termos do contrato são maus, que o assuma de uma vez por todas e peça desculpa aos barcelenses pela sua própria irresponsabilidade. Não pode é fazer de conta que nada tem a ver com a realidade do contrato em vigor e atirar para cima de outros a sua própria culpa. Sejamos claros: o contrato é só um e foi feito e aprovado pelo PSD em 2004!

4. O PS sempre se opôs a este contrato ruinoso e não permitirá que a demagogia e a manipulação política à volta deste assunto enganem os barcelenses;

5. O Presidente da Câmara Municipal não interfere na gestão da empresa concessionária e não se pronuncia sobre os seus atos. E nem podia ser de outra maneira, pois a empresa tem personalidade jurídica própria, tem órgãos e estatutos próprios, pelo que só a ela compete a gestão das redes de água e saneamento. Assim, qualquer notificação ou informação da empresa concessionária à população responsabiliza apenas a empresa e não a Câmara Municipal;

6. A Câmara Municipal não pode continuar a praticar a redução dos custos de ligação dos ramais, depois da Inspeção Geral da Aministração Local (IGAL) ter considerado tais reduções ilegais. Como é do conhecimento público, na sequência da ação inspetiva daquele organismo, em 2011, o assunto transitou para investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal;

7. Desde que tomou posse no primeiro mandato, em novembro de 2009, o Presidente da Câmara Municipal já conheceu quatro conselhos de administração da empresa Águas de Barcelos, SA. Com todos manifestou inteira disponibilidade para negociar os problemas detetados na concessão, tendo como único objetivo a defesa dos interesses dos barcelenses. Foi neste espírito de abertura negocial que foi possível obter um acordo de princípio para o resgate da concessão (em novembro de 2015) e para outras soluções que estão, atualmente, em análise.

Concluindo,

O Presidente da Câmara Municipal e o PS sempre puderam falar claro aos barcelenses sobre o contrato de concessão.

Infelizmente, o PSD e o seu Presidente da Comissão Política – Eng.º José Novais – não podem dizer o mesmo.

Como se vê pelo comunicado do dia 27 de março, insistem em deturpar a verdade dos factos e em tentar aligeirar a sua responsabilidade pelo contrato de concessão das redes de água e saneamento.

Por último, a Câmara Municipal vem denunciar mais esta tentativa do PSD de perturbar as negociações que tem vindo a desenvolver com a empresa Águas de Barcelos, SA, no sentido de ultrapassar os problemas da concessão e garantir aos barcelenses que continua fortemente empenhada numa solução final justa e equilibrada para os munícipes e para a empresa.

Barcelos, 28 de Março de 2017

Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Barcelos»

Fonte e imagens: Município de Barcelos.




Ir Para Cima