Tag archive

Partido Social Democrata

Rui Rio no Minho: PSD contra mais impostos e pronto a garantir melhores serviços públicos

Outubro 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Por entre as ações de campanha houve arruada em Barcelos

No maior comício de campanha nestas eleições legislativas, o presidente do PSD, Rui Rio, foi recebido em grande ambiente de festa e entusiasmo, com mais de 2.500 pessoas a sobrelotarem a Malafaia, em Esposende. Antes, esteve numa arruada por Barcelos, na zona história, em contacto com populares, numa cidade que disse conhecer tão bem que “até podia ser taxista” cá. Tudo aconteceu na passada segunda-feira, dia 30 de setembro.



Por entre os elementos da comitiva, viam-se, entre outros, Salvador Malheiro (um dos vice-presidentes do partido), José Silvano (Secretário-Geral), André Coelho Lima (cabeça de lista pelo distrito de Braga), alguns candidatos a deputados, entre eles os barcelenses Carlos Reis e Joel Sá, assim como o Presidente da Concelhia, José Novais, Mário Constantino (vereador), elementos da Concelhia do PSD e da JSD Barcelos, entre militantes e apoiantes.

De seguida, autarcas e apoiantes dos distritos de Braga e Viana do Castelo juntaram-se na noite de segunda-feira, “numa manifestação de força do Partido Social Democrata, culminando uma jornada de forte mobilização ‘laranja’ no Minho”, refere fonte do partido.

Ainda antes de Barcelos, e assumindo ter “muitas costelas” minhotas, Rui Rio foi recebido durante o dia na Adega Cooperativa de Monção e nas ruas de Viana do Castelo, passando – como referido – pelo centro da cidade de Barcelos, antes de chegar à Quinta da Malafaia.

Acompanhado pelos cabeças de lista pelos distritos de Braga, André Coelho Lima, e de Viana do Castelo, Jorge Salgueiro Mendes, o líder do PSD aproveitou para marcar a diferença de um governo social-democrata em relação à governação socialista, que continua a agravar a dívida portuguesa e a degradar os serviços públicos.

Rui Rio assegurou que, se formar Governo, quem mandará na saúde será o ministro do setor e não o das Finanças, como acontece no atual Governo socialista com Mário Centeno. “E fica aqui uma promessa, esta é que é mesmo uma promessa: face à situação em que está o Serviço Nacional da Saúde, eu vos garanto que, se nós ganharmos as eleições e fizermos Governo, quem vai mandar na saúde vai ser o ministro da Saúde e não o ministro das Finanças”, disse o líder social-democrata.

Contra regresso do imposto sucessório

Lembrando que o atual Governo impôs a maior carga fiscal aos portugueses “desde o D. Afonso Henriques”, Rui Rio desafiou ainda António Costa a desmentir se planeia repor o imposto sucessório, como acenam o PCP e BE.

“Se o Dr. António Costa não desmentir, podem ter a certeza de que se o PS ganhar as eleições vamos ter outra vez o imposto sucessório e os filhos que vão herdar os bens dos pais vão ter de pagar mais impostos”, alertou.

Rui Rio acusou o PS de se comportar “como dono disto tudo” em relação ao Estado quando está no Governo, e deixou um ataque particular ao presidente do PS.

“Esse fenómeno familiar começa, aliás, no presidente do PS: o deputado Carlos César é o campeão a conseguir meter os seus familiares nos cargos públicos”, acusou. O presidente do PSD considera que “pulverizar o Estado de ‘boys’ e ‘girls’” é uma característica de o PS a governar. “O PS a governar toma o Estado como se fosse seu e como se fosse a sua família”, apontou.

Menos carga fiscal, com mais receita

Rui Rio diz que “as características do PSD a governar são outras”, destacando a promessa de redução fiscal e acusando o Primeiro-Ministro de “não dominar os números das finanças públicas”.

“Ouvi o Dr. António Costa dizer ontem na RTP que tínhamos aqui uma fantasia, porque baixámos em 3,7 mil milhões de euros os impostos e conseguimos a magia de a receita fiscal crescer 2 mil milhões de euros. Meus amigos, nós prevemos que a receita vá crescer não 2 mil milhões, mas 5,4 mil milhões”, frisou.

O líder do PSD reiterou o desafio ao ministro das Finanças para que aceite debater as contas dos dois partidos, depois de Mário Centeno ter recusado fazê-lo com o porta-voz do partido para as Finanças Públicas, Joaquim Sarmento. “O professor Álvaro Almeida, candidato pelo Porto, já está disponível para debater com Mário Centeno. Vamos ver, este começa por A, se ainda não servir passaremos a alguém cujo nome comece por B a ver se ele aceita”, afirmou.

Antes, o cabeça de lista por Braga, André Coelho Lima, acusou o Governo socialista de “mistificação, cativação e falta de noção”, reprovando a “governação enganadora” do PS de António Costa, que “aumentou a carga fiscal para máximos históricos, continua a aumentar a dívida e a estrangular os serviços públicos, como a saúde e a educação”.

Fotos: PSD.

Candidatos PSD continuam périplo por Barcelos

Setembro 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Depois de em parte da manhã de dia 26 de setembro ter estado na Quinta de Requiães, em Paradela, a comitiva do Partido Social Democrata barcelense, liderada pelos candidatos à Assembleia da República, Carlos Eduardo Reis, seguiu para outras ações de campanha.



Primeiramente, o grupo social democrata deslocou-se a Fornelos, onde pode conhecer algum do trabalho desenvolvido pelo executivo da Junta de Freguesia local, liderado por Albino Silva. Destaque para a presença do Presidente da Concelhia, José Novais, da Vereadora Mariana Carvalho e de elementos da JSD Barcelos, entre eles, o seu Presidente, Ricardo Silva.

A comitiva seguiu, depois, para Galegos São Martinho, tendo reunido com o seu Presidente da Junta de Freguesia, Fernando Pinto, e visitado alguns locais da freguesia.

Fotos: DR.

PSD em ações de campanha por Barcelos

Setembro 27, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Uma comitiva, encabeçada pelos candidatos sociais-democratas à Assembleia da República pelo círculo de Braga, Carlos Reis e Otília Castro, realizou duas ações de campanha no concelho de Barcelos, de onde são originários.



Ao início da tarde de dia 25 de setembro, visitaram o Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz e a sede da Irmandade, onde foram recebidos pelo Provedor, Pedro Ferreira.

A tarde terminou com a comitiva a reunir com o Presidente da Associação Académica do IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), João Pedro Pereira, onde abordaram, entre outras temáticas, a questão do alojamento para os estudantes.

No dia de ontem, conjuntamente com a JSD barcelense, estiveram na Quinta de Requiães, na freguesia de Paradela, onde puderam assistir ao processo da vindima e tentaram “dar uma mãozinha”.

Fotos: DR.

José Manuel Fernandes Eleito Presidente da Delegação UE-Brasil

Setembro 27, 2019 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O eurodeputado do PSD, José Manuel Fernandes, foi ontem eleito, por aclamação, Presidente da Delegação do Parlamento Europeu para as relações com a República Federativa do Brasil. É a terceira vez, desde que foi criada, em 2014, que a delegação é presidida por um português.



O novo Presidente da Delegação UE-Brasil, José Manuel Fernandes, sublinha que “Brasil é um parceiro estratégico da União Europeia, espera uma participação ativa de todos os deputados na promoção da cooperação entre os dois lados do Atlântico.”

José Manuel Fernandes, também Coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, disse ainda que “apresentará medidas e projetos para o reforço da coordenação e cooperação entre a União Europeia e o Brasil”.

O Brasil é, hoje, o quinto maior país do mundo em superfície e em população, a oitava potência económica mundial e um país indispensável nas relações transatlânticas. As diligências para a criação de uma delegação interparlamentar União Europeia-Brasil iniciadas em 2011 pelo Deputado ao Parlamento Europeu, Paulo Rangel, culminaram em 2014 com a aprovação pelo Parlamento Europeu da criação da delegação interparlamentar União Europeia-Brasil.

Foto: DR.

PSD pretende “um país com ambição e capaz de gerar progresso social”

Setembro 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Cabeça de lista do PSD no distrito, André Coelho Lima, salienta, em Barcelos, importância do legado de Sá Carneiro

“Está na hora do PSD poder governar o país em condições de concretizar a sua matriz, como partido reformador, de desenvolvimento efetivo e progresso social do país”. O desafio foi lançado, em Barcelos, pelo cabeça de lista do PSD no distrito, André Coelho Lima, que fez questão de sublinhar o legado ambicioso de Sá Carneiro, de luta permanente pela melhor qualidade de vida dos portugueses.



“Sempre que é preciso pegar no país e pô-lo no rumo certo, está lá o PSD. Mas agora está na hora do PSD poder gerir o país em altura de bonança e fazer aquilo que é a sua marca: lutar por um país com ambição, capaz de gerar desenvolvimento, progresso e qualidade de vida para as pessoas num patamar ao nível da média da Europa”, incitou Coelho Lima, num encontro com autarcas do concelho.

Com um périplo por Barcelos, que incluiu visitas ao velho Hospital, artesãos de olaria e uma incursão de barco pelo rio Cávado – ao longo de uma semana que culminou, ontem, com a Festa do PSD em Fragoso -, o líder dos candidatos do PSD a deputados frisou ainda que “está na hora de Portugal se assumir como país da Europa, não apenas no papel, mas sobretudo ao nível das condições de vida”.

“Não nos devemos ficar apenas por querer um aumento do salário mínimo, mas por um aumento do salário médio, que significa uma efetiva melhoria da qualidade de vida e da redistribuição de riqueza”, defendeu André Coelho Lima.

Num concelho que tem três candidatos a deputados na lista do PSD – Carlos Reis, Joel Sá e Otília Castro -, Coelho Lima destacou as qualidades do líder do partido, Rui Rio, fazendo analogias a Sá Carneiro, designadamente no que toca ao “desprendimento, franqueza e frontalidade, o que lhe permitia dizer o que tinha a dizer e fazer o que fosse preciso no interesse do país, e nunca focado em interesses eleitoralistas ou do partido”.

O cabeça de lista social-democrata mostrou-se, por isso, confiante para que as próximas eleições legislativas sejam uma marca para o renascimento autárquico do partido no concelho. “Está na hora do PSD voltar a pôr Barcelos no rumo certo, do desenvolvimento”, perspetivou, referindo-se à situação em que se encontra a Câmara de Barcelos, com a manutenção do presidente do executivo em detenção domiciliária, como “uma vergonha para a democracia e para o PS”.

“Trata-se de um presidente de Câmara, candidatado pelo PS por decisão direta e imposição do António Costa. Pergunto: se ocorresse ter um ministro detido, se não o demitiria”, questionou André Coelho Lima, que fez questão de salientar a diferenciação da lista de candidatos a deputados apresentada pelo PSD no distrito de Braga.

“É uma lista que tem apenas gente do distrito, o que mostra bem a confiança do partido nos quadros deste território e o reconhecimento da competência das pessoas que trabalham e vivem nas nossas terras”, afirmou, reiterando o compromisso de promover uma política de proximidade com o distrito e as comunidades de todos os concelhos.

Fotos: PSD.

José Manuel Fernandes é relator para os Fundos Europeus 2021-2027

Setembro 6, 2019 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O eurodeputado português do PSD, José Manuel Fernandes, que é, em simultâneo, coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, vai integrar a equipa do Parlamento Europeu que irá negociar o Novo Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 (QFP) e os recursos próprios da União Europeia (UE).



A equipa de negociação é constituída por 2 elementos do PPE, um do grupo Socialista e outro dos Liberais.

O Grupo PPE nomeou para relatores do próximo Quadro Financeiro Plurianual, o português José Manuel Fernandes e o polaco Jan Olbrycht. O Grupo liberal “Renew Europe” nomeou a francesa Valérie Hayer.

Apesar da posição comum do Parlamento ficar a cargo dos quatro relatores, José Manuel Fernandes e Valérie Hayer serão os responsáveis pelas propostas de financiamento do orçamento.

José Manuel Fernandes, eurodeputado do PSD, afirma que “o Parlamento Europeu tem a sua posição consolidada, está pronto para negociar com o Conselho, e não aceita cortes nos fundos europeus, até porque estes são essenciais para a coesão e a competitividade da União Europeia, recordando que Portugal recebe, neste momento, mais de 12 milhões de euros por dia do orçamento da União. Reafirmo: ao contrário dos socialistas portugueses, nós queremos impedir cortes nos fundos europeus”.

O Eurodeputado José Manuel Fernandes reforça que “Portugal recebe hoje da UE mais de 12 milhões de euros da UE por dia, montante fundamental para a coesão e o desenvolvimento económico e social. Mais de 80% do investimento público em Portugal tem origem no orçamento da UE”.

Fonte: JMF.

Foto: DR.

Conferência sobre exploração de lítio em Galegos São Martinho

Julho 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 26 de julho, pelas 21h30, realiza-se uma conferência que abordará a exploração de lítio, que terá lugar no Auditório da Junta de Freguesia de Galegos São Martinho, com preleção de Macário Correia, ex-Secretário de Estado do Ambiente e ex-Presidente das Câmaras Municipais de Tavira e de Faro.



A sessão é de entrada livre e pretende analisar a possível exploração de lítio nas freguesias de Adães, Areias São Vicente, Galegos São Martinho, Lama, Manhente, Martim, Oliveira, Pousa, Ucha e UF de Areias de Vilar e Encourados.

Esta é uma organização da Secção de Ambiente do Conselho Estratégico do PSD Barcelos.

Imagem: PSD-B.

José Manuel Fernandes eleito coordenador na Comissão dos Orçamentos

Julho 4, 2019 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

José Manuel Fernandes foi eleito, ontem, por unanimidade e aclamação, coordenador do Partido Popular Europeu na Comissão dos Orçamentos do Parlamento Europeu.



O deputado afirma que tudo fará para que Portugal não tenha cortes nos fundos da política de coesão, da agricultura e das pescas.

O eurodeputado tem sido um dos principais negociadores do Parlamento Europeu para o próximo Quadro Financeiro Plurianual (QFP 2021/2027). Na proposta do Parlamento Europeu, Portugal não perde um cêntimo face ao envelope financeiro atual.

Ciente dos desafios da nova legislatura, José Manuel Fernandes afirma que “continuarei a dar o máximo e a cumprir. Neste mandato, assumo os compromissos que a lista do PSD apresenta aos portugueses: o reforço da convergência e da coesão, o apoio às PME, a melhoria dos empregos e dos salários, bem como a promoção da natalidade e um ‘master plan’ para o combate ao cancro. Defendo uma economia forte, competitiva, amiga do ambiente, produtiva, que promova a inovação e o empreendedorismo, com o objetivo de se alcançar a prosperidade e o bem-estar social, de forma a que ninguém fique para trás. Tenho dito e insistido: não seremos competitivos se não formos inclusivos ou sustentáveis do ponto de vista ambiental. A competitividade nunca se efetivará com salários baixos ou numa sociedade onde o Estado esteja omnipresente. Temos de apostar no conhecimento, nas qualificações e nas competências dos nossos recursos humanos, na investigação e inovação”.

Fonte e foto: JMF.

André Coelho Lima é o cabeça de lista do PSD por Braga nas próximas legislativas

Junho 29, 2019 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Distrital social democrata emite comunicado de apoio

André Coelho Lima, candidato do Partido Social Democrata à Câmara Municipal de Guimarães nas últimas autárquicas, é o escolhido da Nacional social democrata para encabeçar a lista de candidatos nas próximas legislativas do distrito de Braga.



Em comunicado, datado de hoje, a Distrital e o seu Presidente, José Manuel Fernandes, “aplaudem a nomeação de André Coelho Lima” e asseguram que irão cumprir com as suas funções na preparação das legislativas deste ano.

Leia, na íntegra, o comunicado:

«COMUNICADO

Face ao anúncio, hoje, da Comissão Política Nacional do PSD sobre a escolha do cabeça de lista às próximas eleições legislativas pelo distrito de Braga, venho tornar público, no exercício das funções de presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Braga, que:

– A estrutura distrital do PSD e todas as concelhias aplaudem a nomeação de André Coelho Lima para encabeçar a lista de candidatos a deputados do PSD pelo distrito de Braga, nas próximas eleições legislativas;

– André Coelho Lima é um quadro do PSD com provas dadas a nível político e profissional, de reconhecida competência e uma mais valia para o distrito de Braga, designadamente enquanto dinamizador de opções e soluções estratégicas que promovam as potencialidades da região e os valores da socialdemocracia a favor dos cidadãos;

– Perante as nomeações tornadas hoje públicas para os cabeças de lista por Lisboa, Porto, Braga, Aveiro e Leiria, sublinho que elas demonstram a defesa do princípio da proximidade, do rejuvenescimento e da competência.

Informo ainda que, no âmbito do trabalho de preparação e tendo em vista a constituição da lista de candidatos a deputados do PSD pelo distrito de Braga, a Comissão Política Distrital do PSD reuniu ontem, sexta-feira, tendo deliberado:

– Enviar para a Comissão Política Nacional (CPN) do PSD a lista de todas as indicações das concelhias do PSD para candidatos a deputados, ordenada alfabeticamente;

– Mandatar a Distrital do PSD de Braga para a reunião com a CPN tendo em vista a ordenação da lista de candidatos a deputados pelo distrito, com base em critérios objetivos, nomeadamente a valorização do peso eleitoral e populacional de cada concelho, assegurando simultaneamente a defesa do princípio da coesão e equilíbrio territorial, de forma a assegurar a máxima representatividade dos concelhos;

– Assegurar a representatividade da Juventude Social Democrata e dos Trabalhadores Social Democratas, na linha do que vem acontecendo nos demais atos eleitorais.

Braga, 29 de junho de 2019

O presidente da Comissão Política Distrital do PSD,

José Manuel Fernandes»

Foto: DR.

Município de Barcelos e privados acordam pagamento da PPP e paragem de juros

Junho 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos vai proceder ao pagamento de 8.600.000€ às entidades privadas ligadas à extinta Parceria Público Privada. Com o pagamento deste valor, decidido pelo Tribunal, para a contagem dos juros de mora até que haja decisão judicial quanto ao tipo de taxa a aplicar.



O acordo entre o Município e aquelas entidades foi ratificado na reunião do executivo municipal de 17 de junho e pretende dar comprimento à decisão do Tribunal Arbitral (em 27.03.2014) e já transitada em julgado. Entre outras, esta decisão obrigou à resolução do contrato de parceria aprovado em 2009 e ao pagamento, pela autarquia, de 8.600.000€, “a título de ressarcimento e indemnização pelos custos inerentes à execução dos trabalhos de construção das quatro obras executadas e de outras iniciadas e não concluídas, e pelos suprimentos realizados e não reembolsados, e juros correspondentes ao período de tempo decorrido, e a título de ressarcimento dos custos associados ao redimensionamento da estrutura e demais custos suportados pelas demandantes pelo facto do seu envolvimento na Parceria”.

No âmbito do processo executivo apresentado por aquelas entidades, em que se requeria o pagamento daquele valor acrescido dos respetivos juros de mora, não houve acordo com o Município quanto ao tipo de taxa a aplicar, pelo que esta questão está a ser dirimida na justiça, neste momento em recurso no Supremo Tribunal Administrativo.

Assim, enquanto se aguarda decisão desta instância, o Município de Barcelos e as entidades acordaram no pagamento imediato do valor da indemnização (8.600.000€), extinguindo-se a ação executiva e parando a contagem de juros, com posterior pagamento de juros de mora à taxa que vier a ser definida pelo tribunal e após trânsito em julgado. Os juros dizem respeito ao período de tempo entre 26.02.2013 até à data de pagamento do capital.

Da importância agora paga, sessenta por cento do valor será transferido para as entidades Alexandre Barbosa Borges, SA, e Irmãos Borges Imobiliária, SA; os restantes quarenta por cento destinam-se às entidades Domingos da Silva Teixeira, SA e DST 2Gether, SGPS, SA.

De salientar que os vereadores do PSD votaram contra esta proposta, cuja Declaração de Voto plasmaram na sua página do Facebook.

Foto: CMB.

1 2 3 8
Ir Para Cima