Tag archive

Pintura

Exposição “from the dark side of the black hole” inaugura amanhã na Galeria Municipal de Arte

Outubro 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A partir de amanhã e até dia 26 de novembro, estará patente na Galeria Municipal de Arte de Barcelos a exposição de pintura “from the dark side of the black hole”, do pintor barcelense AFMACH.



AFMACH é o nome artístico de António Fernando Leite Machado, um barcelense nascido em 1957, que é um autodidata que gosta de expressar emoções através das cores.

Compilou uma vasta obra de um cromatismo ousado, com uma simplificação da forma capaz de gerar grandes contrastes e oposições. Ao longo da sua carreira tem recorrido a várias técnicas, tendo obras suas representadas em coleções distribuídas por vários países. Já participou em várias exposições e nesta expõe quinze obras em acrílico sobre tela, óleo sobre tela e técnica mista.

Fonte e imagem: AB.

Barcelense Marcelino Abreu expõe “Vidas” na Biblioteca Municipal

Outubro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo sábado, dia 7 de outubro, pelas 17h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, é inaugurada a exposição de pintura “Vidas”, do pintor barcelense Marcelino Abreu.



A exposição estará patente ao público até ao dia 28 de outubro e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00, e aos sábados, das 9h30 às 12h30.

Natural de Galegos Santa Maria, Marcelino Abreu é natural de Galegos Santa Maria e depois de ter estudado no seminário em Braga e concluído o ensino secundário em Barcelos, ingressou, em 1992, no Curso de Direito, que concluiu em 1997. Em 2009, depois de algumas pós-graduações concluídas, obtém o grau de mestre em direito. Profissionalmente, exerce a advocacia, tendo dois livros já editados, sobre temas jurídicos.

Já o gosto pela pintura descobriu-o em 1997, no Brasil e, desde então, sempre pintou, contando com mais de duzentas obras. Não tendo um estilo definido, gosta de pintar de tudo um pouco e pintar o que lhe apetece no momento. No entanto, não se considera pintor, sendo a pintura, para si, um mero hobby, ao lado de outros. Por esse motivo, nunca quis vender qualquer quadro que tenha pintado. Apesar do desafio de alguns amigos para que expusesse as suas obras, nunca sentiu muita necessidade em fazê-lo. Talvez por isso, apenas participou em algumas poucas exposições, tais como em dezembro de 2015, em Barcelos e, mais tarde, já em 2016, em Viana do Castelo e Guimarães, na exposição coletiva, denominada “Sonho”. No entanto, respondendo ao tal desafio dos amigos, decidiu fazer agora, na sua terra natal, aquela que pode ser considerada como a primeira exposição de alguns dos seus quadros.

Fonte e imagem: AB.

Workshop de pintura com o barcelense AFMACH

Setembro 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora




Realiza-se no próximo dia 9 de setembro, pelas 15h00, na Galeria Municipal de Arte, um workshop de pintura, com o artista barcelense AFMACH.

A participação é gratuita mas com inscrição obrigatória. Para esse efeito, ou para mais informações, deverá contactar a organização através do número 253 809 695 ou o correio eletrónico galeriamunicipalarte@cm-barcelos.pt.

AFMACH é o nome artístico de António Fernando Leite Machado, barcelense nascido em 1957. É um autodidacta, tem um grande rol de obras, onde o cromatismo ousado impera. Recorreu, ao longo da sua carreira artística, a várias técnicas e a sua obra pode ser encontrada em coleções distribuídas por vários países, tendo já participado em inúmeras exposições.

Imagem: AB.

Barcelos com polo da 2ª Bienal Internacional de Arte de Gaia

Julho 19, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 20 de julho e 30 de setembro, estará patente uma exposição que contará com obras de 30 artistas em áreas como a pintura, escultura, cerâmica, desenho e fotografia.

A exposição é parte integrante da 2ª Bienal Internacional de Arte de Gaia 2017, organizada pela Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural e pela CM de Gaia, que desde 8 de julho tem inaugurado polos com exposições em terras como Porto, Gondomar, Seia, Viana do Castelo, Vila Nova de Cerveira, Monção, Figueira da Foz e, claro está, Barcelos. Ao todo, a Bienal exporá trabalhos de mais de 500 artistas.

De acordo com o Município de Barcelos, “esta Bienal tem como objetivo desafiar os seus artistas a explorarem temas humanistas e solidários como o desemprego, o preconceito associado à homossexualidade, os sem-abrigo, a guerra ou as desigualdades sociais”.




Fonte e imagem: CMB.

Exposição de Jorge Corrêa na Sala Gótica dos Paços do Concelho

Maio 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos leva a cabo, de 02 de junho até 09 de julho, a exposição “BARCELOS revisitada a aguarela”, de Jorge Corrêa, que estará patente na Sala Gótica dos Paços do Concelho.

A inauguração da exposição, que conta com 32 quadros deste célebre pintor barcelense, será já no dia 02 de junho, pelas 18h00.

Quem quiser visitar, poderá fazê-lo de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h30, ou aos sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.



Fonte e imagem: Município de Barcelos.

Exposição em Famalicão com artistas barcelenses

Maio 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Estará patente, entre 3 e 30 de junho, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, a exposição coletiva “Diálogos a 7”, com obras expostas dos pintores barcelenses Madalena Macedo, António Miranda e Monteiro da Silva, acompanhadas de outros artistas mas de outras “paragens”: Lurdes Rodrigues, Manuel Lima, Mário Garrido e Mário Rebelo de Sousa. De referir que o barcelense Armindo Cerqueira participará como declamador.

Sobre a exposição, Madalena Macedo refere que “‘Diálogos a 7’ é uma exposição de pintura que reúne sete artistas, de estilos diversos, num espaço dedicado às artes – Casa das Artes de Famalicão.

A ideia é divulgar e partilhar as infinitas possibilidades dos eventos, em que a diversidade artística é o lema. Conversas enriquecedoras através da arte e dos vários percursos de vida.

Sete artistas oriundos de diferentes locais: Barcelos, Braga, Caminha, Guimarães, Âncora e Moledo”.



Programação de junho do Teatro Gil Vicente

Maio 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A programação do Teatro Gil Vicente para o mês de junho inclui vinte espetáculos de diversas categorias: cinema, música, teatro, exposições.

O primeiro dia do mês é dedicado aos mais novos, com duas sessões de cinema a ter lugar às 15h00 e às 21h00, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Criança. Mas não é o único dia que a sétima arte passa pelo Gil Vicente, pois podem reservar ainda os dias 6, 13, 22, 28 e 29. Os espectadores podem assistir ao Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, no dia 6, às 21h30, inserido na Semana do Ambiente; no dia 13, a Zoom traz “S. Jorge”, de Marco Martins, às 21h30; no dia 22, “Eu não sou o teu negro”, de Raoul Peck, às 21h30; no dia 28, às 14h30, “José Cardoso Pires – Diário de Bordo”, de Manuel Mozos; e, às 21h30 do dia 29, “Nick’s Movie”, de Wim Wenders.




A música chega ao Gil Vicente no dia 3, pelo Conservatório de Música de Barcelos com os Concertos de Orquestra com solistas, às 21h30. No dia 10 de junho, feriado nacional, às 17h00, há lugar para o Concerto Comemorativo do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, pela Banda de Oliveira, Coro de Câmara de Barcelos e Orfeão de Barcelos, no Largo Martins Lima. O projeto musical The Partisan Seed dá a conhecer INSOMNIA, no dia 16, às 22h00, e, no dia seguinte, às 21h30, é a vez de Augusto Madrugada apresentar o Recital-Cancioneiro “O Silêncio da Lonjura”. No dia 21, às 15h00, no âmbito do Programa Sénior, o Instituto Autodidacta do Minho apresenta “Dualidades: A Alma na Voz e na Música”; e a categoria música sai de palco no dia 25, às 21h30, com o Coro Ies Rayuela, vindo diretamente de Móstoles, Madrid.

O teatro entra em cena no dia 7 com “O Planeta Limpo do Filipe Pinto”, às 9h30, um espetáculo inserido na Semana do Ambiente e dedicado aos mais novos. Para os mais novos, ainda neste mês, estão dedicados os espetáculos dos dias 9, “Em Pessoa”, pela Companhia de Teatro de Braga, às 10h00 e às 15h00; dia 11, “Pirilampo”, pela Companhia de Teatro de Santo Tirso, às 16h00; dia 18, “Lagartito Poeta e Maria Lagarta”, pelo Grupo de Teatro Amigos do Pato, à mesma hora; e dia 25, às 16h00, “O Príncipe Escaravelho”, pela Sementes de Liberdade. No dia 24, às 21h30, o Teatro Olimpo traz “Meu marido que Deus haja”; e “O Velho da Horta”, da Oficina de Teatro da Barcelos Sénior, encerra a programação do Gil Vicente para o mês de junho.




A partir do dia 10, pode ainda visitar a exposição “Rostos e Emoções”, de José Teixeira, que inaugura a 10 de junho e estará patente até 31 de julho.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: Município de Barcelos.

Pintora barcelense Fátima Miranda inaugura exposição “Mar e Reflexo”

Maio 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 27 de maio, pelas 18:00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, decorreu a inauguração da exposição de pintura da barcelense Fátima Miranda, intitulada “ Mar e Reflexo”.

Na mostra tudo se joga na relação com a realidade mais próxima da artista e para a qual se recolhe – o mar – e para o reviver de um passado que lhe cria e provoca imagens, que desenvolve, como numa catarse, e dispõe a seu bel-prazer, de acordo com os seus ritmos cromáticos.

Vítor Pinho e Fátima Miranda
Vítor Pinho e Fátima Miranda

O Bibliotecário Municipal, Dr. Vítor Pinho, fez as “honras da casa”, enaltecendo a obra da artista e sublinhando que todos serão bem acolhidos naquele espaço, que é de todos também.

Fátima Miranda agradeceu a oportunidade que lhe foi dada, assim como a presença de todos quantos fizeram questão de responder à chamada. Disse que é na arte que se recolhe e que nela todos os dias se recria, cumprindo assim um sonho de menina.




 

exposição-fátima-miranda-mar-reflexo-3

Seguiu-se a leitura de três poemas com o Mar como temática, de Pedro Tamen, José Carlos de Vasconcelos e Sophia de Mello Breyner Andresen, seguida de um animado convívio.

exposição-fátima-miranda-mar-reflexo-4

De relembrar que a exposição encontra-se patente até ao próximo dia 17 de junho.




Fonte e imagens: Fátima Miranda.

Exposição em Oliveira de Azeméis com artistas barcelenses

Maio 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 28 de maio, em Oliveira de Azeméis, uma exposição integrada no evento “Entr’artes”, levado a cabo pela Câmara local, com obras expostas dos artistas barcelenses Madalena Macedo, António Miranda, Monteiro da Silva e participação do, também barcelense, Armindo Cerqueira, como declamador. Esta exposição decorrerá na Galeria Tomás da Costa.

Sobre o evento, Madalena Macedo refere que “anualmente, Oliveira de Azeméis reúne, no último domingo de maio, dezenas de artistas em diversas (poesia, escultura, pintura, teatro, dança, etc…) atividades, que animam a cidade durante todo o dia. Aos pintores são distribuídas telas e o almoço é oferecido pela Câmara. Tem um ambiente formidável!”



Exposição “Metros de Cor”, de Ralf Glasz, está patente na Galeria Municipal de Arte

Maio 19, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Galeria Municipal de Arte tem patente a exposição “Metros de Color – ou Metros da Cor” de Ralf Glasz. Até 4 de junho, quem visitar a Galeria poderá apreciar 41 trabalhos com referências à natureza, retratos, figurativo e paisagem.

Os aspetos da vida rural, folclore, arte local, festivais populares, cheios de vida e de cor são o espelho do gosto do artista Ralf Glasz que pinta num estilo realista, usando tamanhos de telas que sejam fáceis de pendurar numa sala normal.

Sobre o pintor, pode dizer-se que desde muito novo que Ralf reparte a sua dedicação entre a música e a pintura. Estudou piano e canto, não só no prestigiado Instituto Robert Schumann, em Düsseldorf, na Alemanha, como, também, teve aulas privadas com vários artistas de renome internacional.

O seu caminho nem sempre foi fácil, mas em 1983 recebeu uma bolsa de um dos editoriais do presidente do município de Londres, que o ajudou, ao longo dos 17 anos que lá residiu, a lançar a sua carreira musical. Ao trabalhar como cantor de ópera e como pianista em concertos de música clássica, que são, sem dúvida, a sua grande paixão e parte da sua vida até ao momento, teve a oportunidade de viajar muito e passou por muitos cantos da Terra, atuando em teatros, casas de ópera e salas de espetáculos.




Durante as pausas entre os ensaios e os espetáculos, em que a maioria dos artistas parecem viver uma vida cheia de glamour, Ralf passava muitas horas sozinho a estudar ou a recuperar energias para as atuações que tinha pela frente. Era nessas alturas que continuava a rabiscar, a esboçar e a pintar. Ralf também trabalhou como ator em palcos e em filmes, foi professor de piano e de canto, produzindo alguns novos talentos importantes, enquanto, paralelamente, ensinava línguas em escolas públicas e privadas.

Fonte e imagem: Município de Barcelos.

Ir Para Cima