Tag archive

Posto de Turismo

Barcelense Márcio Fernandes inaugura exposição “Um novo olhar para a construção de Cabeçudos e Gigantones”

Abril 30, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 27 de abril, inaugurou, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “Um novo olhar para a construção de Cabeçudos e Gigantones”, do barcelense Márcio Fernandes, residente em Faria.



A inauguração contou com a presença dos vereadores José Beleza e Anabela Real, que puderam, em primeira mão, apreciar as várias obras deste artista barcelense, nesta que é a primeira exposição de cabeçudos e gigantones em Barcelos.

Márcio Fernandes (direita) com José Beleza

Nesta exposição, que é mais um reflexo da criatividade, originalidade e identidade barcelense, será possível apreciar alguns exemplares de cabeçudos e gigantones que Márcio Fernandes tem vindo fazer, bem como o seu processo construtivo, atestando mais uma vez a distinção de Barcelos através da sua integração na Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO.

O interesse pela construção de cabeçudos surgiu-lhe em 2013, quando decidiu adquirir um exemplar de um Diabo para usar como adereço na “Queima do Judas”, em Faria, uma tradição desta freguesia, da qual Márcio Fernandes é o autor dos testamentos e das peças de teatro de rua. O propósito para a utilização do cabeçudo era fazer a ligação de duas tradições populares tão enraizadas no Minho, de carácter satírico.

Márcio Fernandes iniciou a pesquisa deste tema, mas a tarefa que parecia ser fácil, tornou-se árdua, uma vez que não conseguiu encontrar artesãos e/ou artistas plásticos com disponibilidade para o ajudar na concretização de um objetivo que parecia ser simples. Decide então enveredar pelo autodidatismo, com o objetivo de dominar esta técnica.

Marcou presença em várias feiras de artesanato, festas e romarias, nas quais sabia que iria encontrar artesãos e Grupos de Zés Pereiras e gigantones, de forma a obter orientações para a elaboração do cabeçudo. Com muita persistência, no fim do ano de 2015, após ter efetuado inúmeros testes, conseguiu chegar ao seu primeiro exemplar, um cabeçudo que retratava um homem comum.

Atualmente, Márcio Fernandes é um apaixonado pelo processo criativo, sendo um dos seus principais objetivos contribuir para a continuidade desta arte no concelho de Barcelos, através da propagação dos seus conhecimentos a quem queira aprender as diferentes fases de construção, em prol da divulgação e preservação deste ofício tradicional.

Fonte e fotos: CMB.

 

Márcio Fernandes expõe “Cabeçudos e Gigantones” no Posto de Turismo de Barcelos

Abril 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Abre amanhã, dia 27 de abril, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “Um novo olhar para a construção de Cabeçudos e Gigantones”, de Márcio Fernandes, patente até 28 de maio.



Nesta exposição, que é mais um reflexo da criatividade, originalidade e identidade barcelense, é possível apreciar alguns exemplares de cabeçudos e gigantones que Márcio Fernandes tem vindo fazer, bem como o seu processo construtivo, atestando mais uma vez a distinção de Barcelos através da sua integração na Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO.

O interesse pela construção de cabeçudos surge em 2013, quando decide adquirir um exemplar de um Diabo para usar como adereço na “Queima do Judas”, em Faria, uma tradição desta freguesia, da qual Márcio Fernandes é o autor dos testamentos e das peças de teatro de rua. O propósito para a utilização do cabeçudo era fazer a ligação de duas tradições populares tão enraizadas no Minho, de carácter satírico.

Márcio Fernandes iniciou a pesquisa deste tema, mas a tarefa que parecia ser fácil, tornou-se árdua, uma vez que não conseguiu encontrar artesãos e/ou artistas plásticos com disponibilidade para o ajudar na concretização de um objetivo que parecia ser simples. Decide então enveredar pelo autodidatismo, com o objetivo de dominar esta técnica.

Marcou presença em várias feiras de artesanato, festas e romarias, nas quais sabia que iria encontrar artesãos e Grupos de Zés Pereiras e gigantones, de forma a obter orientações para a elaboração do cabeçudo. Com muita persistência, no fim do ano de 2015, após ter efetuado inúmeros testes, conseguiu chegar ao seu primeiro exemplar, um cabeçudo que retratava um homem comum.

Atualmente, Márcio Fernandes é um apaixonado pelo processo criativo, sendo um dos seus principais objetivos contribuir para a continuidade desta arte no concelho de Barcelos, através da propagação dos seus conhecimentos a quem queira aprender as diferentes fases de construção, em prol da divulgação e preservação deste ofício tradicional.
Fonte e imagem: CMB.

Luísa Sousa apresenta livro “Um Caminho para Todos” no Posto de Turismo

Abril 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Amanhã, 13 de abril, pelas 21h30, a Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos promove a apresentação do livro “Um Caminho para Todos”, de Luísa Sousa, que decorrerá no Posto de Turismo de Barcelos.



O livro trata de um diário e reflexões ao longo do Caminho de Santiago: de Sevilha a Santiago de Compostela, Via de la Plata, e Caminho Sanabrês, durante 42 dias e 1000 Km.

“ (…) As vivências ao longo da Via de la Plata e do Caminho Sanabrês, não se esgotam nestas linhas partilhadas: há coisas que são indizíveis, outras que ficam com quem as viveu e outras ainda que só se compreendem quando as vivenciamos. Deixo o testemunho da minha visão dos acontecimentos com a certeza de que se o relato for realizado por algum dos meus companheiros de viagem, coexistirão histórias com versões diversas. Afinal, são tantos os Caminhos quanto o número de peregrinos que os percorrem! Partilho o bom e o menos bom, as alegrias, os receios, as dificuldades e os presentes inesperados, sem romancear os factos. Se decido partilhar as minhas vivências, tem como único objectivo testemunhar de que este pode ser, verdadeiramente, UM CAMINHO PARA TODOS! (…) “, refere a autora.

Fonte e imagens: AB.

Barcelos expõe mais de duzentos presépios

Dezembro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Eles são de barro e de ferro, mas também bordados e de pinhas, e até de espinhas de bacalhau. São mais de duzentos presépios expostos na Torre Medieval, no Posto de Turismo e na Sala Gótica dos Paços do Concelho, na maior exposição coletiva do ano “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”. A exposição estará patente até 6 de janeiro de 2018.



Esta exposição contém trabalhos de mais de 50 artesãos do concelho e mostra bem a riqueza do artesanato local e a criatividade dos artistas no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Depois da distinção de Cidade Criativa da UNESCO, esta exposição espelha o manancial cultural e criativo dos artesãos barcelenses, numa temática religiosa. “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações” abrange todas as artes e ofícios do concelho de Barcelos, sendo os presépios as peças mais procuradas pelos turistas e colecionadores, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que têm para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Cota, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense.

Hoje expõem alguns dos nomes mais conhecidos do artesanato como Júlia Côta, Júlia Ramalho, Irmãos Baraça, Mistério, Conceição Sapateiro e Manuel Macedo, mas também a nova vaga de artesãos como Nelson Oliveira, Telmo Macedo, Luísa Pereira, João Rego, Glória Araújo, Carlos Ermida, e tantos outros que deixam a sua marca nesta exposição.

Fonte e fotos: CMB.

“Sete Prazeres da Gastronomia” encerram com doçaria tradicional de Natal

Dezembro 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Terminou em grande o programa gastronómico “7 Prazeres da Gastronomia”, que decorreu durante o ano de 2017, por iniciativa do Município de Barcelos. A última ação do programa, o concurso “Barcelos Doce”, realizou-se nos dias 2 e 3 de dezembro, no Posto de Turismo, e com dez pastelarias aderentes.



Este concurso, cuja realização é já habitual nesta época do ano, tem como objetivo principal, de acordo com o Município, “a criação de um conceito de excelência na área da doçaria, potenciando as vendas e a promoção de compras no concelho”. Na época natalícia, são reis da doçaria tradicional o Bolo-Rei, o Pão de Ló e o Tronco de Natal, mas de muitos outros doces viveu também o concurso, que primou pela inovação e pela criatividade.

O júri, constituído pelos chefes José Vinagre e Alexandre Costa e pela formadora em pastelaria, Helena Dias, procurou, nas receitas, os fatores de identidade e de tradição que distinguem estes produtos no contexto gastronómico e doceiro da região.

Os premiados do Concurso Barcelos Doce 2017 foram os seguintes:

Categoria Bolo-Rei:

1º Lugar – Mercado do Pão

2º Lugar – Doce Consolação

3º Lugar – Padaria Pacheco

Categoria Pão de Ló:

1º Lugar – Doce Consolação

2º Lugar – Pastelaria Minnelli

3º Lugar – Pastelaria S. Bento

Categoria Tronco de Natal:

1º Lugar – Doce da Bá

2º Lugar – Rosa Cintilante

3º Lugar – Doce Consolação

Prémio Melhor Doce Tradicional:

Pão de Ló – Doce Consolação

Prémio Doce Inovador:

Tronco de Natal – Rosa Cintilante



Programa gastronómico tem grande adesão ao longo de todo o ano

O programa “7 Prazeres da Gastronomia”, que termina agora com o Concurso Barcelos Doce, contribuiu para a promoção e divulgação do melhor da gastronomia local e mobilizou os agentes gastronómicos do concelho.

Foram cerca de duas mil pessoas que passaram pelos restaurantes aderentes, em cada um dos fins de semana temáticos. Só no Fim de Semana do Galo Assado, em outubro, foram servidos mais de 400 galos nas mesas dos restaurantes barcelenses, o que torna esta iguaria num sucesso na gastronomia local.

O programa gastronómico engloba, ainda, o Fim de Semana da Lampreia, a Semana Gastronómica do Galo, o Fim de Semana do Bacalhau, o Fim de Semana dos Petiscos Tradicionais, o Concurso Galo Assado e o Fim de Semana do Pica no Chão.

Fonte e imagem: CMB.

Brasileira Andréa Prestes apresenta em Barcelos o seu livro “Caminho de Santiago – de Portugal até o Fim do Mundo”

Dezembro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 9 de dezembro, pelas 17h30, no auditório do Posto de Turismo de Barcelos, a jornalista, fotógrafa e peregrina brasileira Andréa Prestes apresentará o seu livro “Caminho de Santiago – de Portugal até o Fim do Mundo”.



Este trata-se do seu segundo livro fotográfico, onde mostra dois dos principais itinerários do Caminho de Santiago. São 333 km a pé em mais de 300 fotografias sobre o Caminho Português de Santiago e o Caminho até ao encontro com o mar, em Finisterra e Muxia. É um livro sobre dois caminhos, com duas capas. Edição trilíngue: Português, Espanhol e Inglês.

A apresentação tem o apoio do Município de Barcelos, da Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos e da Caminhos pelo Mundo.

Fonte e imagem: AB.

Barcelos Doce está de volta e promove pastelaria tradicional de Natal

Dezembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos promove, nos dias 2 e 3 de dezembro, o concurso Barcelos Doce. Durante esses dias, no Posto de Turismo, dez pastelarias e padarias do concelho, que participam neste concurso, mostram a doçaria típica da época de Natal, como o bolo-rei, o pão de ló e o tronco de Natal, confecionados de acordo com as tradições gastronómicas da região.



Quem visitar a cidade nesta altura e se deslocar ao Posto de Turismo, pode saborear estes doces e provar os vinhos verdes produzidos no concelho.

Esta iniciativa insere-se no programa dedicado aos prazeres da gastronomia, promovido pelo Pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Barcelos e que, de fevereiro a dezembro, evidencia vários pratos típicos, desde a lampreia ao bacalhau, passando pelo galo assado, arroz “pica no chão” e petiscos, terminando, com chave de ouro, com a doçaria tradicional de Natal.

Com esta iniciativa, pretende-se divulgar e promover os sabores dos doces de Natal, confecionados pelas pastelarias, padarias e confeitarias do concelho de Barcelos.

Esta iniciativa conta com a participação da: Pastelaria Chá e Nata (Rio Côvo Santa Eugénia), Pastelaria Doce da Consolação (Vila Seca), Pastelaria Doce da Bá (Viatodos), Padaria Flor de Durrães (Durrães), Pastelaria Lina (Manhente), Pastelaria Mercado do Pão (Barcelos), Pastelaria Minnelli (Barcelos), Padaria Pacheco (Viatodos), Pastelaria Rosa Cintilante (Gilmonde) e Padaria e Pastelaria S. Bento (Várzea).

Fonte e imagens: CMB.

Município de Barcelos leva a cabo exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”

Novembro 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre amanhã, 17 de novembro, e 6 de janeiro, a Torre Medieval, o Posto de Turismo e a Sala Gótica dos Paços do Concelho – neste local, apenas a partir de 6 de dezembro – serão o “palco” da exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”.



São mais de duzentos os presépios de artesãos barcelenses que estarão expostos, numa iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos, que, segundo o Município, “visa mostrar a riqueza do artesanato local e a preponderância desta temática religiosa no imaginário sociocultural da região”. Esta exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações” abrange todas as artes e ofícios do concelho de Barcelos.

O presépio é um dos temas mais trabalhados no figurado de Barcelos e é, também, dos mais procurados, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que tem para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Côta, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Num contexto de Cidade Criativa da UNESCO, a exposição espelha o manancial cultural e criativo dos artesãos barcelenses.

Fonte e imagens: CMB.

Centro Histórico de Barcelos torna a ser palco de visita teatralizada

Outubro 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Centro Histórico recebe no próximo sábado, dia 28 de outubro, pelas 21h30, a 2ª visita teatralizada à cidade de Barcelos. Numa ação repleta de história, património e arte, os participantes irão realizar uma visita guiada à cidade de Barcelos com animação teatral à mistura.



De acordo com nota enviada a este jornal, o Município de Barcelos proporcionará, pela segunda vez, “uma forma diferente, inovadora de dar a conhecer e aprender a história e o património, onde a aposta na interação e proximidade entre passado, a história e o presente permitirá descobrir ou redescobrir a História de Barcelos através do poder representativo das palavras e da encenação, aliando assim uma atividade sociocultural de cariz didático a uma nova abordagem turística ao património. Uma forma dinâmica e oralizada de transmitir conhecimento acerca da cidade e dos seus antepassados, tal qual manda a História”.

A participação é gratuita, sendo que as inscrições decorrem até ao dia 27 de outubro, podendo ser realizadas através do telefone n.º 253 811 882 ou do e-mail turismo@cm-barcelos.pt.

O ponto de encontro dos participantes é em frente ao Posto de Turismo, no Largo Dr. José Novais, n.º 27.

Fonte e foto: CMB.

Exposição “Encontros de Imagem” está patente no Teatro Gil Vicente e no Posto de Turismo

Setembro 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugurada no passado dia 13 de setembro, a exposição “Encontros de Imagem” estará patente na Galeria do Teatro Gil Vicente e no Posto de Turismo até 29 de outubro de 2017.



Criado em 1987, o Festival Encontros da Imagem é um dos mais importantes eventos culturais da cidade de Braga e, ao nível das Artes Plásticas, em particular da fotografia, é a mais importante iniciativa que se realiza em Portugal e que já granjeou, pela sua qualidade, um lugar de destaque no panorama da fotografia europeia e mundial, fazendo até parte do calendário dos mais importantes Festivais Europeus de Fotografia, em paralelo com: Madrid, Barcelona, Arles, Paris, Berlim, Londres, Moscovo, entre muitos outros.

Tal como em anos anteriores, entre as diversas iniciativas que decorrem no período do festival (exposições, leitura crítica de portefólios fotográficos, conferências, workshops, mostra de livros fotográficos, projeções, concertos, entre outras), os “Encontros da Imagem” apresentam um conjunto muito vasto de exposições fotográficas (cerca de vinte, com algumas dezenas de artistas) que ocuparão diversos espaços públicos e privados.

Fonte e imagem: AB.

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima