Tag archive

Presépios

Escuteiros da Ucha organizam “E se Jesus Nascesse na Ucha?”

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A freguesia da Ucha é, pelo quinto ano consecutivo, o palco de um belo presépio movimentado, denominado “E se Jesus nascesse na Ucha?”. A organização está a cargo do Agrupamento de Escuteiros 1016 – Ucha e o presépio poderá ser visitado entre 17 de dezembro e 14 de janeiro.



Este é um presépio feito de forma artesanal, por cerca de 15 voluntários, que se associaram aos referidos Escuteiros. Tem como intuito “não deixar perder a tradição dos presépios, neste caso movimentado, mas também retratar um pouco das tradições e profissões levadas a cabo nesta freguesia há vários anos”, refere Ilda Correia, da organização.

A iniciativa conta com o apoio da Junta de Freguesia da Ucha e a colaboração do Grupo de Jovens, para além do empenho e dedicação fundamental dos voluntários.

De acordo com Ilda Correia, “as expectativas, à semelhança dos anos anteriores, são de ver o trabalho reconhecido” e, para isso, tal como disse um dos voluntários, Arlindo Fumega, “esperamos que venha muita gente ver o nosso trabalho”.

A responsável salienta que “as visitas e o agrado de quem o faz é uma das melhores formas de ver o trabalho recompensado, pois são horas e horas de trabalho, apenas por gosto”.

Finalmente, Ilda Correia deixa um apelo a todos para que “venham visitar o nosso presépio de 17 de dezembro a 14 de janeiro. A entrada é livre” e convida, também, as pessoas a “assistirem às encenações dos dias 25 de dezembro e 14 de janeiro, pelas 15h30”, conclui.

Imagens: Organização.

Exposição “De Barro. Presépios por Judite Dinis e Nuno Pires” no Teatro Gil Vicente

Dezembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura a 12 de dezembro, no Teatro Gil Vicente, a exposição temporária “Barro. Presépios por Judite Dinis e Nuno Pires”, com entrada gratuita.



Os artesãos barcelenses Judite Dinis e Nuno Pires mostram o seu talento e criatividade na arte de trabalhar o barro nesta exposição que vai estar patente até dia 7 de janeiro de 2018.

Fonte e imagem: AB.

Museu de Olaria de Barcelos tem patente exposição “O Natal no Museu”

Dezembro 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 4 de dezembro e 7 de janeiro de 2018 o Museu de Olaria tem aberta ao público a exposição “O Natal no Museu”, sendo de entrada gratuita.



Esta é uma exposição e venda de cerâmica contemporânea dos artistas da 110 CORES – Oficina de Cerâmica, Anabela Garcia, Eduardo Soares, Helena Fontes e Rita Gonçalves.

A comemoração do Natal está representada nas várias interpretações do Presépio, mostrando-se, igualmente, outras obras que complementam o ambiente festivo.

Fonte e imagem: AB.

Barcelos expõe mais de duzentos presépios

Dezembro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Eles são de barro e de ferro, mas também bordados e de pinhas, e até de espinhas de bacalhau. São mais de duzentos presépios expostos na Torre Medieval, no Posto de Turismo e na Sala Gótica dos Paços do Concelho, na maior exposição coletiva do ano “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”. A exposição estará patente até 6 de janeiro de 2018.



Esta exposição contém trabalhos de mais de 50 artesãos do concelho e mostra bem a riqueza do artesanato local e a criatividade dos artistas no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Depois da distinção de Cidade Criativa da UNESCO, esta exposição espelha o manancial cultural e criativo dos artesãos barcelenses, numa temática religiosa. “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações” abrange todas as artes e ofícios do concelho de Barcelos, sendo os presépios as peças mais procuradas pelos turistas e colecionadores, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que têm para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Cota, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense.

Hoje expõem alguns dos nomes mais conhecidos do artesanato como Júlia Côta, Júlia Ramalho, Irmãos Baraça, Mistério, Conceição Sapateiro e Manuel Macedo, mas também a nova vaga de artesãos como Nelson Oliveira, Telmo Macedo, Luísa Pereira, João Rego, Glória Araújo, Carlos Ermida, e tantos outros que deixam a sua marca nesta exposição.

Fonte e fotos: CMB.

Município de Barcelos leva a cabo exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”

Novembro 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre amanhã, 17 de novembro, e 6 de janeiro, a Torre Medieval, o Posto de Turismo e a Sala Gótica dos Paços do Concelho – neste local, apenas a partir de 6 de dezembro – serão o “palco” da exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”.



São mais de duzentos os presépios de artesãos barcelenses que estarão expostos, numa iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos, que, segundo o Município, “visa mostrar a riqueza do artesanato local e a preponderância desta temática religiosa no imaginário sociocultural da região”. Esta exposição coletiva “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações” abrange todas as artes e ofícios do concelho de Barcelos.

O presépio é um dos temas mais trabalhados no figurado de Barcelos e é, também, dos mais procurados, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que tem para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Côta, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Num contexto de Cidade Criativa da UNESCO, a exposição espelha o manancial cultural e criativo dos artesãos barcelenses.

Fonte e imagens: CMB.

Ir Para Cima