Tag archive

Santa Casa da Misericórdia de Barcelos

COVID-19: Santa Casa de Misericórdia de Barcelos reforça medidas de combate à pandemia

Março 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Face à evolução, a nível nacional, da COVID-19, ponderando as informações que circulam, todas as circunstâncias e implicações, a Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, em articulação estreita com as diversas entidades oficiais (Direção-Geral da Saúde, Administração Regional de Saúde do Norte, Centro Distrital de Segurança Social, Arquidiocese de Braga e União das Misericórdias Portuguesas), deliberou que (1) irá encerrar ao público a tesouraria e o atendimento presencial nos Serviços Partilhados, a partir de quarta-feira,18 de março; (2) encerrar ao público os serviços na área da Educação na Infância (incluindo Creche Familiar), desde segunda-feira,16 de março; (3) prosseguir o esforço de triagem constante e reforçada aos utentes e aos colaboradores da UCCI, bem como aos utentes e aos colaboradores das ERPIs (Lares); (4) manter a suspensão das visitas às ERPIs e UCCI, em vigor desde 8 de março; (5) assegurar contactos regulares entre os utentes das ERPIs e UCCI com os seus familiares, através do recurso a videochamadas ou telefonemas; (6) assegurar orientação e apoio aos colaboradores que estejam na linha da frente; (7) ao nível do Centro de Medicina Física e de Reabilitação (CMFR): suspender a atividade assistencial presencial, designadamente, a Hidroterapia (Piscina Terapêutica), as classes de Pilates, as consultas de Terapia da Fala e de Terapia Ocupacional. Suspender, igualmente, as consultas presenciais e tratamentos de Medicina Física e Reabilitação. Sempre que tal for possível e necessário para o bem-estar do utente, serão asseguradas respostas através de consultas não presenciais; (8) suspender as atividades no Centro de Dia (CD), assegurando, através da resposta de Serviço de Apoio Domiciliário, o necessário apoio aos utentes do CD que não tenham retaguarda familiar ou de cuidadores informais; (9) suspender todas as Missas na Igreja da Misericórdia e nas Capelas das ERPIs e UCCI, bem como outros atos de culto (comunhão, confissão, assistência espiritual); (10) reduzir a utilização das Capelas Mortuárias à celebração das Exéquias sem Missa; (11) adiar as atividades de formação presencial; (12) manter suspensas as atividades diárias realizadas pelos voluntários nas ERPIs e UCCI; (13) priorizar, para as diligências de trabalho administrativo diário, soluções de telefone e videoconferência; (14) reduzir as reuniões de grupo ao estritamente necessário.



Adicionalmente, foram suspensas, temporariamente, as atividades previstas no âmbito das comemorações do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

“Se há momentos em que a razão de ser de uma instituição de Serviço aos que mais precisam se justifica, e é posta à prova, este é, seguramente, um deles”, refere a Instituição em nota.

Foto: SCMB.

Celebrações do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos suspensas por tempo indeterminado

Março 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

“Onde, por Cristo, a morte foi vencida” já não abriu ao público

A exposição “Onde, por Cristo, a morte foi vencida” – inserida nas comemorações do 520º aniversário da Misericórdia de Barcelos e a ser preparada há várias semanas – já não abriu ao público.



Esta decisão insere-se no reforço das medidas de prevenção e contenção que têm vindo a ser seguidas pela instituição, em estreita articulação com as diversas entidades oficiais (Direção-Geral da Saúde, Administração Regional de Saúde do Norte, Centro Distrital de Segurança Social, Arquidiocese de Braga e União das Misericórdias Portuguesas).

Face ao estado de alerta, declarado a nível nacional, relativo à COVID-19, foi decidido pela Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (SCMB) o (1) encerramento ao público dos serviços na área da Educação na Infância (incluindo Creche Familiar), a partir desta segunda-feira, 16 de março; (2) o encerramento da Hidroterapia (Piscina Terapêutica) e das Classes de Pilates do Centro de Medicina Física e de Reabilitação (CMFR), a partir desta segunda-feira, 16 de março; (3) proceder a uma triagem constante e reforçada dos utilizadores do CMFR; (4) manter a suspensão das visitas aos Lares e Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António, em vigor desde domingo passado, 8 de março; (5) evitar o contacto entre os utentes do Centro de Dia (CD) e da ERPI/LNSM e, a par disso, preparar a transição gradual de utentes do CD para a resposta de Serviço de Apoio Domiciliário; (6) a suspensão de todas as Missas na Igreja da Misericórdia, à semelhança do que já aconteceu esta semana nas capelas dos Lares e UCCI; (7) a implementação de soluções de teleconferência e videoconferência, nos serviços administrativos; (8) e a redução das reuniões de grupo ao mínimo estritamente necessário.

Conforme afirmado pelo Provedor, Nuno Reis, em comunicado aos colaboradores, “estas medidas são, assim o esperamos, temporárias. Mas tempos de exceção exigem medidas de exceção. Trata-se de medidas para o bem de todos, com vista à diminuição de riscos e tentativa de contenção da pandemia”.

Entretanto, foram igualmente suspensas as atividades previstas no âmbito das comemorações do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos: “Tire dali a menina”, pelo Grupo “Os Pioneiros da Ucha” (21 de março); Festa da Primavera (25 de março); Dia aberto à comunidade no CMFR e UCCI (7 de abril); Lava-Pés (9 de abril); Paixão do Senhor (10 de abril); e Procissão da Divina Misericórdia (19 de abril).

Fotos: SCMB.

Está patente a exposição de trabalhos realizados “Sob o Manto de Nossa Senhora da Misericórdia”

Fevereiro 11, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Comemorações do 520º aniversário da Santa Casa de Barcelos prosseguem em fevereiro

A exposição “Sob o manto de Nossa Senhora da Misericórdia”, onde pais e crianças das várias respostas na área da Educação na Infância recriaram a Santa Padroeira das Misericórdias, com recurso a papel, tecido, entre vários outros materiais, já está patente ao público.



Num primeiro momento, até 20 de fevereiro, estão expostas apenas cerca de cinco dezenas de Senhoras da Misericórdia. Estes trabalhos foram realizados pela Creche Familiar (Amas) e podem ser visitados na entrada dos Serviços Partilhados, no Campo da República, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30.

Numa segunda fase, todos os trabalhos realizados pela área da Educação na Infância (Creche, Pré-Escolar e Creche Familiar) podem ser vistos no Auditório da Misericórdia. Nesse momento, a mostra reunirá mais de três centenas de Senhoras da Misericórdia, feitas com a máxima dedicação e empenho, aliando criatividade e a diversidade de materiais. Aí, a exposição poderá ser visitada dias 21 e 24 de fevereiro, das 9h00 às 17h30; e de 26 de fevereiro a 6 de março, das 9h00 às 17h00 (com marcação) e das 17h00 às 19h00 (aberto ao público).

No mês de fevereiro, o programa comemorativo do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos contempla várias outras atividades, desde logo, a celebração do Dia da Pessoa Doente e as habituais festividades de Carnaval.

O provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis, reforça a expectativa de que “o programa seja o mais participado possível, que envolva todas as áreas da instituição e que seja vivido por cada um dos colaboradores desta Santa Casa”. Por isso mesmo, “nada melhor do que chamar todos a participar nestas comemorações”, envolvendo todas as áreas de atividade da instituição. “Nesta exposição de Senhoras da Misericórdia, destaco também a participação dos pais. Responderam de forma muito positiva, o que em muito engrandece estas comemorações”, rematou o provedor.

Fonte e fotos: SCMB.

“Vamos cantas as Janeiras” na Igreja da Misericórdia de Barcelos

Janeiro 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do programa comemorativo dos 520 da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos

No seguimento do programa comemorativo dos 520 anos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, realiza-se, na próxima sexta-feira, pelas 15h00, na Igreja da Misericórdia, um concerto dedicado ao cantar das Janeiras, pela voz de crianças e idosos da Misericórdia de Barcelos e de entidades parceiras. A entrada é aberta a toda a comunidade.



No âmbito da agenda comemorativa do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, ao longo do ano serão realizadas várias atividades, como exposições, visitas guiadas, caminhadas, congressos, conferências e outros eventos e celebrações, que oportunamente serão divulgados.

Imagem: SCMB.

“Uma Misericórdia de Paz” inicia comemorações do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos

Janeiro 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Programa comemorativo prolonga-se ao longo do ano e envolve todas as áreas de intervenção da instituição

O ano de 2020 é “muito importante” para a Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (SCMB). Além de se completarem 520 anos desde a fundação da instituição – na altura, com o nome de Confraria da Misericórdia –, 2020 é também o ano em que se assinalam 500 anos desde o momento em que El’ Rei D. Manuel I, “reconhecendo aquilo que eram os primeiros 20 anos da instituição, de trabalho em prol dos mais desfavorecidos, entendeu, através de decreto real, proceder à fusão do Hospital da Villa de Barcelos e da Gafaria da Quinta da Ordem, entregando essas duas unidades à gestão da então Confraria da Misericórdia”, conforme explicou o provedor, Nuno Reis.



Ambas as datas são, por isso, assinaladas neste ano 2020, através de um programa cultural que arrancou esta quinta-feira, com a abertura de uma exposição de mensagens de Paz. Sob o mote “Uma Misericórdia de PAZ”, nove telas, elaboradas por crianças, pessoas idosas e doentes ao serviço da Misericórdia de Barcelos, aludem ao Dia Mundial da Paz – comemorado a 1 de janeiro – e ficarão expostas, no átrio da Igreja da Misericórdia, até ao final do mês.

Entretanto, já na próxima segunda-feira, dia 6, pelas 15h00, será apresentado, no auditório da Misericórdia, um “Auto de Reis”, com a participação de idosos da SCMB e de entidades parceiras.

“Queremos que o programa seja o mais participado possível, que envolva todas as valências da instituição e que seja vivido por cada um dos colaboradores desta Santa Casa. E, nessa perspetiva, nada melhor do que chamar todos a participar nestas comemorações. Começar com uma exposição que junta os dois extremos daquilo que é o ciclo da vida, os mais jovens e os mais idosos, é também uma forma simbólica de a Misericórdia de Barcelos mostrar que, ao fim de 520 anos de vida, está numa fase madura, mas também numa fase que se recomenda, porque junta a experiência e a maturidade dos anos à força da juventude”.

Ao longo do ano, estão previstas várias atividades, como exposições, visitas guiadas, caminhadas, congressos, conferências e outros eventos e celebrações, que oportunamente serão divulgados.

Fonte e fotos: SCMB.

Misericórdia de Barcelos inicia comemorações do 520º aniversário

Janeiro 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Programa comemorativo prolonga-se ao longo de todo o ano

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos inicia, neste mês de janeiro, o programa cultural das comemorações dos 520 anos da instituição, que consta mais abaixo.



A abertura de “Uma Misericórdia de PAZ”, nesta quinta-feira, 2 de janeiro, pelas 11h00, marca o início das comemorações. As várias unidades da Misericórdia de Barcelos – Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Santo António, Lares, Centro de Dia, Creches e Pré-Escolar – apresentam uma exposição de mensagens de Paz, que irá ficar exposta, no átrio da Igreja da Misericórdia, até 31 de janeiro.

Depois, ao longo do ano, estão previstas várias atividades, como exposições, visitas guiadas, caminhadas, congressos, conferências e outros eventos e celebrações, que oportunamente serão divulgados pela centenária Instituição.

Imagens: SCMB.

Igreja da Misericórdia reaberta

Novembro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Reabriu, este sábado, a Igreja da Misericórdia de Barcelos. Construído no século XVI, o templo foi, nos últimos meses, alvo de uma intervenção profunda, que permitiu restaurar os elementos existentes – entre pavimento, telhado e paredes –, mas também descobrir novos elementos. A intervenção teve o custo de aproximadamente 150 mil euros.



O trabalho de reabilitação contou com acompanhamento técnico da Arquidiocese de Braga e da Universidade do Minho. A intervenção começou em março deste ano, pela fachada principal, e, a partir de julho, não mais se tornou possível compatibilizar a obra com o normal funcionamento da igreja. a obra acabou por ir além da substituição de todo o telhado e dos trabalhos de restauro em toda a Capela-Mor. Mais concretamente, foram ainda intervencionados o arco-cruzeiro, altares de Santo António, de Nossa Senhora da Conceição e do de Senhora da Cana Verde, sanefas, púlpitos, quadros e pavimento.

“Este templo precisava de nós e tínhamos a obrigação de o tornar mais acolhedor, restituindo-lhe a sua beleza original. Apostar na conservação permite evitar, no futuro, investimentos maiores em restauro e reabilitação. E a história recentes desta igreja é exemplo paradigmático disso mesmo”, sublinhou, no final, o Provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis.

O Provedor reforçou, ainda, que “para uma Misericórdia como a nossa, o culto religioso católico não deixaria de ser feito, mesmo que a condição desta igreja se continuasse a degradar a ponto de o não permitir. Mas esta igreja há muito que deixou de ser apenas Património de uma instituição. Ela é de toda a comunidade. Basta ver quem a frequenta e com que devoção, para se perceber que os fiéis são de toda a região”.

Além da recuperação de um património declarado de Interesse Público Municipal, esta intervenção permitiu melhorar as condições para uso litúrgico pela comunidade. Na homilia, o Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, destacou “a qualidade que foi colocada” na intervenção e que permite, agora, “louvar o Senhor com outra dignidade e com outro esplendor”. O Arcebispo apelou, ainda, a um compromisso social, “sempre mais e melhor, pelo bem-estar da população” e reforçou o “caminho que temos de percorrer: o caminho e a vivência concreta das Obras da Misericórdia”.

Na cerimónia comemorativa, marcaram presença Irmãos, colaboradores e utentes da Misericórdia de Barcelos, bem como o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos.

Fotos: SCMB.

Peregrinos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos chegam a Santiago de Compostela

Outubro 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

“Saborear a chega­da é importante, mas viver o Caminho é a verdadeira meta”

Cerca de cinquenta pessoas, dos 20 aos 72 anos – entre Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos – chegaram, este sábado, a Santiago de Compostela.



“Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” é a iniciativa, inserida no programa comemorativo do 519.º aniversário da instituição, que, desde junho, mobilizou a instituição, numa cami­nhada de renovação, transformação e Fé.

São diferentes as motivações e muitos os que, desde o início do século IX, percorrem os caminhos, rumo a Santiago de Com­postela, à Catedral onde são veneradas as relíquias do Após­tolo Santiago o Maior. “O que me motivou a participar nesta atividade foi a Fé, o convívio e verificar a minha superação”, conta Manuela Dantas, vice-provedora da Misericórdia de Barcelos e também uma das participantes que, este sábado, concluiu as oito etapas da iniciativa. “Quem faz os Caminhos de Santiago tem que saber que a Fé supera todo o obstáculo que surge. Temos que estar preparados para etapas mais agradáveis e outras mais complicadas”, considera ainda, partilhando uma das “aprendizagens” do Caminho.

Já Paulo Silva é um dos participantes mais experientes do grupo. Desde 2012 que faz, anualmente, um caminho de Santiago, com maior frequência para o Caminho Português Central. “Depois de percorridos alguns milhares de quilómetros, o que me motiva age com tanta intensidade, que não só me move em direção a Santiago de Compostela, mas também me faz nunca esquecer da caminhada diária, contribuindo para aumentar o desejo de, um dia, fazê-la novamente”, partilha o colaborador da Santa Casa, na área da Informática, para, logo depois, completar: “Para além de ser um desafio que me faz querer estar perto da sua história e tudo que envolve a experiência”.

Cláudia Faria, também colaboradora da instituição, conta que relatos de amigos, conhecidos e a própria comunicação social fizeram com que lhe despertasse “uma vontade de um dia experienciar esta vivência de que todos falam com tanta emoção”. A possibilidade chegou, através da Misericórdia de Barcelos, e não pensou duas vezes. “Tem sido muito gratificante viver esta experiência com um leque tão variado de pessoas. Partilhar lições de hu­mildade, alegria, companheirismo, tolerância e su­peração com quem nos acompanha, e são muitos, tem sido um enorme prazer”, sublinha a educadora de infância. “Saborear a chega­da é importante, mas viver o Caminho é a verdadeira meta”, conclui.

Em linha, Maria do Céu Fernandes, colaboradora na área das Pessoas Idosas, destaca que “fazer os Caminhos de Santiago não é uma simples caminhada”. E explica: “São experiências, escolhas, desafios, motivações, curiosidades, conhecimento, partilha, percalços”, que constituem “uma experiência única e inesquecível”.

No final, dirigindo-se aos participantes deste “Uma Misericórdia de Fé, pelos Caminhos de Santiago”, o Provedor, Nuno Reis, enalteceu o exemplo de Fé dado por todos e fez votos de que “também nos Caminhos da Vida, se encontre o mesmo espírito de Irmandade vivido nesta Peregrinação”.

Fotos: SCMB.

Comunidade da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos em peregrinação a Santiago de Compostela

Outubro 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos chegam, este sábado, a Santiago de Compostela. São cerca de cinquenta pessoas, dos 20 aos 72 anos, entre Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos que realizaram esta peregrinação ancestral.



“Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” é a iniciativa que tem mobilizado a Misericórdia de Barcelos, numa caminhada, por etapas, de renovação, transformação e Fé.

Neste sábado que se avizinha, os últimos 25 quilómetros são os que os levam até Santiago de Compostela, “onde chegaremos, por certo, num misto de Fé, alegria e emoção”, conforme afirma o provedor da instituição, Nuno Reis.

Fotos: SCMB.

Desfolhada tradicional junta idosos e crianças no Centro Infantil de Barcelos

Setembro 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Iniciativa marca o arranque do projeto educativo “Educar para os Valores” para o triénio 2019/2022

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos promoveu, nesta sexta-feira, dia 27, uma desfolhada tradicional entre idosos e crianças.



A iniciativa assinalou o arranque do Projeto Educativo da Instituição, que, para os próximos três anos, tem como tema “Educar para os Valores”.

“Temos previstos pequenos projetos nos vários equipamentos e nas várias respostas sociais, tanto na creche como no pré-escolar, com ações que promovam os valores. Valores de cidadania, do respeito, da amizade, da educação ambiental”, explicou Cláudia Faria, coordenadora da valência de Educação na Infância.

“Se começarmos desde cedo a sensibilizar para o respeito pelo outro, pelo mais velho, pelo diferente, por todas essas características que nos tornam únicos, teremos os meninos mais capazes e mais responsáveis a nível social”, acrescentou.

Além da sensibilização para os valores, o Projeto Educativo quer, também, promover o espírito intergeracional, como explicou Cláudia Faria, coordenadora da valência de Educação na Infância: “Queremos estreitar a relação entre crianças e idosos, uma vez que a Santa Casa tem respostas nestas áreas. Todos os meses, os idosos vão aos equipamentos da Infância conhecer os meninos, através de uma festa ou atividade. Hoje começamos com a desfolhada, mas todos os meses estão previstas atividades em setores diferentes, envolvendo a área das Pessoas Idosas”.

A desfolhada intergeracional decorreu no espaço exterior do Centro Infantil de Barcelos e juntou cerca de uma centena de pessoas, com as crianças e os idosos a debulharem o milho e a dançarem ao som de músicas tradicionais. “Gostei muito desta desfolhada, adorei ver os meninos a dançar”, referiu, no final, Rosa Falcão, utente da instituição.

Fonte e fotos: SCMB.

1 2 3 6
Ir Para Cima