Tag archive

Santander Universidades

Santander lança “Santander X Tomorrow Challenge” para encontrar soluções inovadoras para enfrentar o pós-COVID-19

Maio 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Banco Santander, através do Santander Universidades, acaba de lançar o desafio global “Santander X Tomorrow Challenge” para que os empreendedores de 14 países, incluindo Portugal, possam encontrar soluções inovadoras que ajudem a mitigar as consequências socioeconómicas da pandemia COVID-19.



“O coronavírus está a mudar o mundo, mas nós podemos moldar essa mudança. É a hora dos empreendedores, porque estes, quando veem um desafio, conseguem imaginar novas soluções. Lançámos o ‘Santander X Tomorrow Challenge’, porque acreditamos neles e na sua capacidade de encontrar uma resposta para os problemas de hoje e aqueles que enfrentaremos num futuro próximo”, afirmou Ana Botín, presidente do Banco Santander.

O desafio está estruturado em quatro categorias, que respondem a quatro desafios principais: criação de emprego; adaptação das competências pessoais; reinvenção e reabertura de negócios e indústrias; e novas oportunidades de negócio.

Os empreendedores podem inscrever-se até 2 de julho em www.santanderx.com/tomorrowchallenge e as inscrições serão avaliadas por um júri composto por 12 representantes do ecossistema empreendedor e diretores do Banco Santander, que selecionará os 20 melhores projetos, cinco por categoria.

Os 20 selecionados, que serão conhecidos a 16 de julho, receberão uma contribuição total de um milhão de euros em fundos e benefícios; 20.000 euros em dinheiro para cada vencedor e o apoio transversal do banco e das entidades participantes que fornecerão mais de 100 horas de mentoria por vários especialistas; um roadshow com pelo menos cinco investidores por projeto para facilitar o acesso ao financiamento; consultoria tecnológica e de inovação do MIT e o acesso a serviços e licenças de software.

Fonte: SANTANDER.

Foto: DR.

Santander lança Prémio para apoiar projetos de universitários contra a COVID-19

Maio 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Economia, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Estão abertas até 8 de junho as candidaturas para o Prémio Santander UNI.COVID-19, cujo objetivo é distinguir e apoiar projetos e ideias, promovidos por jovens universitários e restante comunidade académica, que contribuam para responder à situação de emergência relacionada com a COVID-19.



Os vencedores terão direito a um donativo financeiro que pode chegar ao valor global de 30 mil euros para realizarem os seus projetos ou para chegarem ao maior número possível de beneficiários. Este apoio será distribuído por três fases, podendo, em cada uma, serem selecionados vários projetos, dependendo dos montantes que sejam decididos atribuir a cada um deles. Os projetos a apoiar serão anunciados sucessivamente nos dias 15 de maio, 29 de maio e 18 de junho. As candidaturas submetidas e não selecionadas numa das datas referidas continuarão válidas até ao último dia indicado.

São elegíveis para este Prémio, iniciativas já existentes ou novas ideias a desenvolver, desde que relacionadas com a resposta ao contexto de emergência em que vivemos. Podem candidatar-se pessoas singulares que representem projetos com uma ligação à comunidade académica; grupos de estudantes universitários; entidades coletivas com uma ligação à comunidade académica, por exemplo Associações Académicas; mas também entidades com ou sem fins lucrativos, como start-ups com ligações a uma instituição de ensino superior, nomeadamente numa relação de parceria.

As candidaturas deverão ser efetuadas através do preenchimento dos elementos solicitados na plataforma de Bolsas Santander e cada candidato poderá apresentar mais do que uma candidatura, sendo que apenas uma delas poderá ser apoiada entre os projetos com que concorra. Mais informações sobre Bolsas Santander em: http://www.bolsas-santander.com/pt.

Fonte: SANTANDER.

Foto: DR.

Santander e IE Foundation oferecem 5 mil bolsas a professores para curso de aprendizagem online

Abril 22, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Tendo em conta o papel central que os professores têm no processo educativo, e para que possam tirar maior partido das ferramentas digitais face à atual realidade do COVID-19, o Santander Universidades e a IE Foundation oferecem em conjunto 5 mil bolsas de estudo online para participar no Santander IE Best Practices in Digital Education for Teachers, um programa totalmente inovador. As bolsas destinam-se a professores do ensino superior e secundário.



“O objetivo é adquirir competências, ferramentas para a aplicação de métodos de ensino digitais, assim como apoiar na melhoria contínua da qualidade das aulas online”, refere o Banco em nota. O curso é desenvolvido pela Universidade IE – Instituto de Empresa, que pretende ajudar os professores a enfrentar a transição para um ambiente educacional de inovação tecnológica.

Podem candidatar-se ao programa os professores do ensino superior e secundário de todo o mundo, embora seja dada prioridade a nacionais ou residentes em Portugal, Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, China, Colômbia, Estados Unidos, Espanha, México, Peru, Polónia, Porto Rico, Reino Unido e Uruguai. O curso será ministrado em espanhol, inglês e português.

As candidaturas estão abertas até ao dia 28 de abril e o programa tem a duração de 6 semanas. Entre os conteúdos das aulas, conta-se a introdução à prática online; a criação ou adaptação dos cursos a um formato online; a videoconferência e o fórum de discussão; exercícios, exames e feedback; como partilhar as melhores práticas; mas também as tendências, o futuro e outras ferramentas. Depois da conclusão do programa, os formandos recebem um certificado de conclusão do curso.

Para mais informações: www.bolsas-santander.com.

Imagem: DR.

A GrowUp está a chegar novamente ao IPCA

Novembro 5, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 13 e 14 de novembro, no Campus do IPCA – Barcelos



O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) organiza, nos dias 13 e 14 de novembro, a GrowUp – I Feira de Emprego do IPCA, no Campus de Barcelos.

Esta iniciativa tem como objetivo principal a capacitação e o aumento do potencial de empregabilidade dos nossos estudantes e diplomados e fortalecer a relação de cooperação entre o meio empresarial/industrial e o IPCA.

A GrowUp – Feira de Emprego do IPCA pretende criar um espaço complementar de interação, expondo a sua comunidade estudantil à realidade do mercado de trabalho e promovendo, simultaneamente, junto das empresas, uma visão mais aprofundada das competências adquiridas pelos estudantes nos diferentes ciclos de estudos e cursos. O certame conta com a presença de 80 empresas e entidades, e divide-se em três momentos.

Este ano, o evento tem uma novidade, os “Pre-event workshops”. No dia 07 de novembro serão realizadas duas sessões: uma orientada à construção do CV e outra à utilização da rede social LinkedIn, que proporcionarão uma melhor interação com as empresas. O dia 13 de novembro estará dedicado, essencialmente, à aquisição/consolidação de soft skills, onde os participantes a partir das 14h00 terão de “Dar ao Pedal” para descobrir “Como conseguir emprego em 30 dias”.

Na manhã do dia 14 de novembro, os participantes terão também a oportunidade de aprender os diferentes estilos de comunicação, para se tornarem comunicadores de excelência. A parte da tarde é de contacto direto com as empresas, através da Exposição dos Stands. Algumas empresas terão, ainda, a oportunidade de dinamizar sessões “Meet …”. O “Meet …” é um momento estruturado de apresentação da empresa, com duração de 15 minutos, que deverá responder às seguintes questões: O que fazemos? O que oferecemos aos candidatos? O que procuramos nos candidatos? Qual o nosso procedimento de recrutamento?

A GrowUp conta, mais uma vez, com o apoio do sistema BEAMIAN, uma plataforma tecnológica que permite a identificação de visitantes e expositores de forma simples, dando logo oportunidade de troca de contactos e currículos em formato digital.

O evento é gratuito e a inscrição nas atividades é obrigatória até dia 11 de novembro.

Durante esses dias, “pretende-se que estudantes e diplomados do IPCA se valorizem e compreendam as principais tendências em termos de recrutamento de talento, e, em paralelo, que as empresas conheçam melhor o Universo IPCA”, refere a instituição em nota.

No âmbito do Acordo de Cooperação existente, o Santander Universidades é o principal parceiro da GrowUp.

Fonte e imagem: IPCA.

Santander lança mais de 500 bolsas para estudantes universitários até ao fim do ano

Novembro 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Santander Universidades vai lançar mais de 500 bolsas até ao final de 2019, num valor que supera os 800 mil euros. Ao todo, são mais de 200 Bolsas Santander Futuro 2019/2020, que já têm as candidaturas abertas, num processo que decorre até 29 de novembro, para além de 100 Bolsas Santander Global e 200 Bolsas Santander Ibero-Americanas.



As Bolsas Santander Futuro 2019/2020 destinam-se a apoiar estudantes universitários com recursos económicos limitados – inscritos numa Instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Banco Santander e aderente ao programa – e que estejam determinados a prosseguir ou terminar um ciclo da carreira académica.

Estas bolsas, num valor que pode ascender a mil euros, têm como objetivo “contribuir para uma estabilidade financeira potenciadora de um melhor desempenho escolar dos beneficiários”. O regulamento está disponível em Bolsas Santander.

O mérito escolar é um dos principais critérios, assim como a necessidade de apoio financeiro para os universitários poderem prosseguir os estudos no 1º e 2º ciclo do ensino superior. O facto de o candidato estar a estudar numa universidade localizada a mais de 50 km da sua residência, ou a existência de um quadro de necessidades especiais educativas, são critérios de elegibilidade que podem ser escolhidos pelas instituições que participam no programa.

Aderem a este programa do Santander Universidades mais de 15 Instituições de Ensino Superior Portuguesas, entre as quais a Universidade de Coimbra, a Universidade da Beira Interior, a Universidade de Évora, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, a Nova SBE, o Instituto Politécnico de Setúbal, a Universidade da Madeira, a Universidade dos Açores e a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa.

As candidaturas às Bolsas Santander Global 2019/2020 serão abertas em novembro e as Bolsas Santander Ibero-Americanas em dezembro. As primeiras são bolsas de mobilidade global, dirigidas a alunos com mérito académico que necessitem de apoio económico para participar ou complementar outros programas de mobilidade como, por exemplo, o programa Erasmus.

Serão atribuídas um total de 100 Bolsas Santander Global, num valor que pode atingir mil euros cada, a estudantes portugueses de instituições como a Universidade de Coimbra, a Universidade de Évora, o Instituto Politécnico de Setúbal ou a Academia Militar.

As 200 Bolsas Santander Ibero-Americanas 2019/2020 são para alunos que queiram fazer um semestre num país latino-americano e têm um valor pecuniário de 2300 euros cada. Um dos seus principais objetivos é contribuir para o desenvolvimento do Espaço IberoAmericano de Conhecimento através do intercâmbio de estudantes universitários. Neste momento, participam mais de 30 instituições de ensino superior portuguesas, num programa que traz anualmente a Portugal mais de 500 estudantes brasileiros e de outros países ibero-americanos.

O Santander em Portugal, através do Santander Universidades, “assume o compromisso de promover as melhores práticas na resposta aos desafios da sociedade portuguesa, sendo já uma referência a nível nacional no que diz respeito à promoção do Ensino Superior, colaborando atualmente com 50 instituições do Ensino Superior. O Banco investe anualmente mais de €7 milhões na área de Responsabilidade Social e Corporativa”, refere em nota.

O Banco Santander é o único banco europeu a integrar o rankingChange the World” 2018, das empresas que contribuem para melhorar o mundo (revista Fortune) pelo seu impacto positivo na sociedade, entre outros critérios. O seu forte compromisso com o Ensino Superior, que materializa através do Santander Universidades, também o distinguiu como a empresa que mais investe em Educação no mundo (Relatório Varkey / UNESCO / Fortune 500) e, converteu-se numa das suas imagens de marca, com 1.200 acordos de colaboração com universidades e instituições de mais de 20 países, mais de 1.700 milhões de euros destinados a iniciativas académicas desde 2002 e mais de 73.000 bolsas e ajudas universitárias concedidas em 2018 com o objetivo de contribuir para o progresso das pessoas, das empresas e da sociedade.

Para mais informações sobre Bolsas Santander, pode aceder a (basta clicar e entra acede automaticamente) http://www.bolsas-santander.com/pt.

Fonte: SANTANDER.

Abertas as candidaturas ao Prémio de Voluntariado Universitário do Santander

Outubro 24, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Com o objetivo de “incentivar cada vez mais a prática de uma cidadania ativa através do voluntariado e recompensar o esforço das Instituições do Ensino Superior e os jovens mais envolvidos nestas atividades”, o Santander Universidades acaba de lançar a 4ª edição do Prémio de Voluntariado Universitário (PVU). As candidaturas estão abertas até 14 de novembro de 2019.



O PVU Santander Universidades pretende distinguir os projetos solidários dos estudantes do ensino superior. A Instituição de Ensino Superior que apresentar o maior número de candidaturas será também premiada com a Menção Honrosa “IES + Voluntária”.

Tendo em conta a importância deste prémio, foi decidido reforçar o apoio financeiro nas diferentes categorias. Cada um dos três projetos vencedores receberá 4.000€, enquanto os restantes sete finalistas terão direito a um prémio de 1.000€ cada. Existe ainda um Prémio PVU Comunicação para o vídeo finalista com o maior número de votos online, no valor de 1.000€.

Para além disso, os três vencedores terão direito à mentoria de um diretor do Banco Santander, capaz de ajudar a identificar oportunidades, esclarecer dúvidas e definir planos de ação. Finalmente, recebem ainda apoio à comunicação e divulgação dos seus projetos.

Na edição de 2018, foi criado um galardão de honra “IES + Voluntária”, que foi atribuído à Universidade do Porto por ter sido a instituição que apresentou o maior número de candidaturas ao prémio. À edição do ano passado candidataram-se 57 projetos, um número recorde de participação, sendo que mais de metade dos projetos de voluntariado tiveram como principal objetivo o combate à pobreza e à exclusão social.

O júri do PVU é composto pelo presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), António Fontainhas Fernandes, pelo presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Pedro Dominguinhos, pelo presidente da Associação Portuguesa de Ensino Superior Privado (APESP), João Redondo, pela administradora do Santander Portugal, Inês Oom de Sousa, e pelo responsável pela área de Sustentabilidade do Banco, Rui Miguel Santos. A socióloga Cristina Louro assume, novamente, a presidência do júri deste prémio.

Para mais informações e candidaturas, aceder a:
https://pvu.ajudamos.pt/

Fonte e imagem: SANTANDER.

Programa W50 do Santander Universidades prepara mulheres para cargos de liderança

Abril 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Estão abertas até 26 de abril as candidaturas para o programa Santander W50, uma parceria entre o Santander Universidades e a Anderson School of Management da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos. Com 45 bolsas, o W50 foi criado para mulheres gestoras com uma vasta experiência profissional, numa carreira marcada por resultados concretos.



Em Portugal, o Banco associou-se à Professional Women’s Network Lisbon (PWN Lisbon), através do seu programa Women on Boards (WOB) para a dinamização destas candidaturas.

O objetivo é capacitar e qualificar a próxima geração de mulheres para cargos de liderança global, fortalecer o relacionamento institucional com as universidades e reafirmar o compromisso do Banco Santander com a Educação. Lançado com grande sucesso em 2011, o programa já tem mais de 400 alumnae de Universidades que pertencem à rede do Santander Universidades.

O curso tem lugar entre os dias 23 e 28 de junho de 2019 na UCLA Anderson. A experiência de seis dias no campus é o centro de uma aprendizagem para a liderança que será realizada em três meses. O Santander W50 inclui trabalhos prévios e análises pós-curso – para reforçar os ensinamentos obtidos e avaliar o progresso das participantes, relacionando o que aprendem com a prática exercida nos seus locais de trabalho.

As 45 mulheres selecionadas receberão uma bolsa de estudo Santander que inclui deslocação, alojamento, curso e materiais a serem utilizados. A proficiência em inglês é requisito indispensável para que as candidatas sejam aprovadas.

Todos os anos, mais de 50 participantes de todo o mundo assistem a conferências e cursos nas instalações da UCLA Anderson, realizados por mulheres de grande relevo a nível internacional que partilham a sua experiência profissional e a sua visão sobre o papel das mulheres no mundo da direção de empresas.

O módulo central do programa é ministrado no campus da UCLA, onde recebem aulas sobre sete temas chave: liderança estratégica, conhecimento organizacional, gestão corporativa, estratégia empresarial, principais responsabilidades, negociação, mentoring e networking.

Foto: DR.

A “GrowUp” está a chegar ao IPCA e a Barcelos

Outubro 30, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) organiza nos próximos dias 6 e 7 de novembro a “GrowUp I Feira de Emprego do IPCA”, no Campus de Barcelos.



Esta iniciativa tem como objetivo principal a capacitação e o aumento do potencial de empregabilidade dos nossos estudantes e diplomados, fortalecendo a relação de cooperação entre o meio empresarial/industrial e o IPCA.

A “GrowUp – Feira de Emprego do IPCA” pretende, de acordo com a organização, “criar um espaço complementar de interação, expondo a sua comunidade estudantil à realidade do mercado de trabalho e promovendo, simultaneamente, junto das empresas, uma visão mais aprofundada das competências adquiridas pelos estudantes nos diferentes ciclos de estudos e cursos”. Adriana Lago de Carvalho, Diretora Executiva do Praxis 21, unidade responsável pela organização do evento, refere que “A tónica está na evolução, crescimento, aquisição e reforço de novas competências, particularmente as transversais”.

O certame conta com a presença de mais de 60 empresas e divide-se em dois momentos, sendo que o primeiro dia de trabalhos (6 de novembro) é dedicado, essencialmente, à aquisição/consolidação de soft skills, com a realização de ações de formação e sessões de coaching e mentoring.

Já o segundo dia (7 de novembro) é de contacto direto com as empresas, através da Exposição. Algumas empresas terão ainda a oportunidade de dinamizar sessões “Meet …”. O “Meet …” é um momento estruturado de apresentação da empresa, com duração de 15 minutos, que deverá responder às seguintes questões: O que fazemos? O que oferecemos aos candidatos? O que procuramos nos candidatos? Qual o nosso procedimento de recrutamento?

A “GrowUp” conta, ainda, com o apoio do sistema Beamian, uma plataforma tecnológica que permite a identificação de visitantes e expositores de forma simples, dando logo oportunidade de troca de contactos e currículos em formato digital.

O evento é gratuito e a inscrição nas atividades é obrigatória até dia 4 de novembro.

Durante dois dias, e de acordo com os organizadores, “pretende-se que estudantes e diplomados do IPCA se valorizem e compreendam as principais tendências em termos de recrutamento de talento, e, em paralelo, que as empresas conheçam melhor o Universo IPCA”.

No âmbito do Acordo de Cooperação existente, o Santander Universidades é o principal parceiro da GrowUp.

Imagem: IPCA.

Estão abertas as inscrições para o Prémio Santander de Voluntariado Universitário

Julho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Santander Universidades acaba de lançar a 3ª edição do Prémio Santander de Voluntariado Universitário (PVU), tendo o objetivo de “incentivar cada vez mais a prática de uma cidadania ativa através do voluntariado e recompensar o esforço dos jovens mais envolvidos nestas atividades”.



As candidaturas podem ser entregues até 12 de outubro de 2018, com os quatro premiados a serem conhecidos a 5 de dezembro. Serão atribuídos três prémios que distinguem a originalidade, a profundidade da intervenção e o contributo para a resolução das problemáticas identificadas. Critérios como o envolvimento com a comunidade ou a qualidade da comunicação do projeto também serão valorizados, atribuindo-se também um quarto prémio para o melhor vídeo de apresentação (PVU Comunicação).

Para a atribuição do Prémio PVU Comunicação, serão colocados online os 10 vídeos melhor classificados pelo júri, para votação do público entre 19 a 30 de novembro do presente ano.

Os prémios têm um valor global de 10.000 euros. Para saber mais basta clicar no seguinte link e poderá aceder automaticamente: http://pvu.ajudamos.pt/.

O júri do PVU é composto pelo presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), António Fontainhas Fernandes, pelo presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, (CCISP), Pedro Dominguinhos, pelo presidente da Associação Portuguesa de Ensino Superior Privado (APESP), João Redondo, pela administradora do Banco Santander Totta, Inês Oom de Sousa, e pelo responsável pela área de Sustentabilidade do Banco, Rui Miguel Santos. A socióloga Cristina Louro assume, novamente, a presidência do júri deste prémio.

Para além dos prémios monetários, o Santander Universidades oferece mentoria de apoio à concretização dos objetivos dos projetos durante o período máximo de um ano, que será conduzida por um diretor sénior do banco. Será, também, promovida a sua divulgação, procurando assim mobilizar a opinião pública para a prática do voluntariado e divulgar as boas práticas no âmbito dos projetos de voluntariado universitário.

Fonte e imagem: SU.

Ir Para Cima