Tag archive

Santo Tirso

ACR Roriz com final de ano recheado de pódios em ciclocrosse

Janeiro 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Decorreu, no passado 30 de dezembro, a 4ª Prova da Superliga de Ciclocrosse da Associação de Ciclismo do Porto. O palco escolhido foi o Parque Urbano Sara Moreira, em Santo Tirso, local com excelentes condições para a prática do Ciclocrosse.



No escalão de Juvenis, destaca-se a vitória de João Martins e o 3° lugar do Gabriel Baptista.

Diogo Miranda (5°), Dinis Saleiro (6°) e Rodrigo Rodrigues (8°) fizeram a sua iniciação nesta vertente de inverno do ciclismo, alcançando excelentes resultados.

No escalão de Juniores, o destaque vai para Lucas Braga que conquistou o 2º lugar da tabela classificativa.

Em Cadetes, realça-se a participação de Luís Lobo (6º), de Diogo Carreiras (7º) e de João Serre, que terminou no 11° lugar.

Em prova esteve, também, José Ribeiro que fechou no 5° lugar em Master 40.

A 5ª e última prova desta competição disputa-se no dia 26 de janeiro em Paços de Ferreira.

Fotos: DR.

 

CKAB com vários pódios no 2º Torneio de Karate AKV, em Vilarinho – Santo Tirso

Junho 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Associação de Karate de Vilarinho (AKV) – Santo Tirso organizou o seu “2º Torneio de Karate AKV no passado fim de semana, competição que contou com a participação do Clube de Karate de Barcelos (CKAB).



A representar o CKAB estiveram Diogo Borges e Gabriel Amaral (Iniciados), Gonçalo Coroas, João Miranda, Afonso Pinto, Luís Amaral e Salvador Oliveira (Infantis), João Silva e Luciana Félix (Pré-Infantis), Inês Pereira (treinadora assistente), Maria Miranda, Jéssica Cardoso e Porfírio Isidoro (árbitros).

Em termos de resultados, Diogo Borges foi 1º em Kata e 2º em Kumite; João Miranda foi 2º em Kata; Gonçalo Coroas foi 2º em Kumite; João Silva 1º em Kata e em Kumite; e Luciana Félix 1ª em Kata e 3ª em Kumite.

O CKAB, em nota, agradeceu “a todos os pais que assistiram e se deslocaram para levar os seus filhos”, deixando um agradecimento especial ao atleta Afonso Macedo, que “estando a recuperar a sua saúde não quis deixar de estar presente e apoiar os seus amigos”, terminando com “parabéns a todos”.

Fonte e foto: CKAB.

Projeto do Mestrado de Ilustração e Animação, do IPCA, integra campanha de prevenção da violência contra crianças da APAV

Outubro 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Superior de Design (ESD) e o Mestrado de Ilustração e Animação (MIA) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) participaram na mais recente campanha da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. A campanha pretende, através do livro “A Estrela de Klahan”, sensibilizar para a prevenção da violência contra crianças.



Coube a Pedro Emanuel Santos, no âmbito do projeto desenvolvido no 2.º ano do MIA, desenvolver as ilustrações e o design do livro. O convite endereçado a Pedro Emanuel surgiu por parte da autora Ana Paula Figueira. “A Ana Paula é uma autora com quem eu já trabalhava em alguns projetos quer a nível de design, quer a nível de ilustração. Temos, também, algumas parcerias em que ela escreve a crónica e eu faço a ilustração”, referiu Pedro Emanuel, que aceitou o convite de imediato.

Como o tema a ser desenvolvido no livro “A Estrela de Klahan” era, do ponto de vista teórico, do interesse do mestrando para a sua pesquisa, propôs-se que o mesmo fosse desenvolvido no âmbito do projeto final do Mestrado em Ilustração e Animação do IPCA, tendo como tema “O contributo da Ilustração na comunicação de questões sociais – sensibilização do público infantil, através do álbum ilustrado”, sob orientação do professor Jorge Pereira.

Sendo o principal objetivo do livro sensibilizar o público infantil em relação à violência, Pedro Emanuel adianta que optou por testar as ilustrações bem como o livro através da metodologia de focus group: “O trabalho teve uma componente metodológica para desenvolver. Não interessava apenas um livro lúdico, mas sim um livro que sensibilizasse e esse era o meu grande objetivo”. Para isso contactou a ASAS (Associação de Solidariedade e Ação Social de Santo Tirso), onde o Pedro Emanuel Santos já tinha desenvolvido vários trabalhos como voluntário. Pedro salienta que com a ajuda de auxiliares e psicólogos da associação, foi possível testar o livro junto das crianças, e assim chegar à conclusão que de facto a mensagem estava a ser transmitida não apenas através do conto, mas sobretudo através da ilustração: “O trabalho de campo foi muito importante para perceber se as ilustrações funcionavam, e ser esta associação teve ainda mais peso porque as crianças da ASAS também se encontram em risco”.

A APAV optou por desenvolver um projeto de sensibilização pensado para ser implementado localmente, neste caso concreto, em Vila Real. Para isso, através de uma parceria com a Fundação Jumbo para a Juventude, iniciaram o projeto Junt@s na Prevenção da Violência. Foi no seguimento destas acções que a APAV decidiu produzir este livro infantil.

O livro “A Estrela de Klahan” foi apresentado no Jumbo de Vila Real, contando com a presença dos autores Ana Paula Figueira, Pedro Emanuel Santos e Gil do Carmo (autor da versão áudio do conto), bem como responsáveis da Fundação Jumbo para a Juventude e da APAV e ainda com 120 crianças do 1º ciclo.

Fonte e fotos: IPCA.

Mais de mil alunos escolhem o IPCA como primeira opção

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave recebeu mais de 3400 candidaturas para apenas 635 vagas.



O IPCA é, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso foi o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para mais de mil candidatos.

De destacar ainda o facto de as médias de entrada no IPCA serem as melhores de sempre, o que faz deste politécnico uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Para Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, este reconhecimento é sinal de orgulho e traz ao IPCA “um grande desafio para corresponder às expectativas que os novos estudantes trazem”. A Presidente adianta ainda que com o “modelo de qualidade, de excelência e proximidade com os nossos estudantes iremos certamente corresponder a essas expectativas”.

Foi precisamente pela notoriedade do IPCA que Natália Sofia, de 17 anos, escolheu este Instituto como a sua 1ª opção de ingresso no Ensino Superior. Para além de ser próxima da sua área de residência “e estar a crescer cada vez mais, não via a necessidade de ir estudar para longe” quando tem um uma “boa instituição perto de casa. O IPCA foi a minha 1ª opção”, refere a aluna natural de Barcelos. Natália entrou no Instituto com a média mais alta (178,4) e escolheu o curso de finanças para a sua área de formação. “Sei que Finanças tem boas oportunidades de saída e também vou fazer formações em algumas unidades extra-curriculares para assim ter o certificado de contabilidade e finanças que será a minha área”, adianta orgulhosa a estudante trabalhadora que faz um part-time numa fábrica de meias.

Yasmine Leal entrou em Design Gráfico com a segunda média mais alta (175,9) do IPCA. É natural de Santo Tirso, onde fez o secundário e até há bem pouco tempo não conhecia o IPCA. “O IPCA fez uma apresentação na minha escola e gostei do que vi, desde as instalações, à qualidade dos equipamentos e de todas as tecnologias. As cadeiras do curso de Design Gráfico também me agradaram”, frisou a estudante, e dançarina de hip-hop, que pretende entrar no mercado de trabalho como Designer Ilustradora.



Nesta 1ª fase, o curso com mais procura no IPCA foi o de Gestão de Empresas, em regime diurno, com 483 candidatos e em segundo o curso de Design Gráfico com 306 candidatos. O IPCA alcançou este ano o melhor resultado de sempre na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior, preenchendo 96 por cento das 635 vagas disponíveis. Apenas 27 vagas, que dizem respeito a dois cursos, não foram preenchidas.

Fonte e foto: IPCA.

Ir Para Cima