Tag archive

SC Braga B

Gil Vicente derrotado em casa pelo Braga B por 1-2

Abril 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio Cidade de Barcelos recebeu, hoje, a 33ª jornada da Ledman LigaPro, com o Gil Vicente FC a receber a equipa B do SC de Braga, duas equipas com o mesmo número de pontos.



Arbitrado por João Malheiro Pinto (AF Lisboa), coadjuvado por Carlos Covão e André Dias, com Valdemar Maia (AF Braga), o jogo contou com o seguinte alinhamento de jogadores:

Gil Vicente: João Costa, Ricardinho, Sandro, Vítor Tormena, Luís Tinoco, Alphonse, André Fontes (Reko, 59’), Jonathan Rubio, James Igbekeme (Fall, 80’), Camara (Frédéric Maciel, 65’) e João Vasco. No banco ficaram Rafa Pires, Rui Faria, Dimba e Gabriel.

SC Braga B: Tiago Pereira, Sílvio, Inácio, Dinis, Pedro Amador (Simão, 77’), Denisson, Didi, Loum, Crespo (Villagrán, 85’), Jonata Bastos (Trincão, 65’) e Singh. No banco ficaram Ricardo Velho, Muric, Leandro e Lucas.

O jogo iniciou com o Braga pressionante e logo aos 3 minutos, numa iniciativa individual, Singh sobe pela esquerda do ataque bracarense e desfere um remate traiçoeiro, que originou uma grande defesa de João Costa para o poste.

Até aos 10 minutos, o Braga pressionou alto, condicionando a saída de jogo gilista, altura em que o Gil Vicente conseguiu organizar o seu jogo e passar a assumir as despesas do mesmo, criando enúmeras situações de aproximação à baliza bracarense.

Aos 24 minutos, grande oportunidade para o Braga, com o sul-africano Singh a aparecer isolado na cara de João Costa, que lhe reduziu rapidamente o ângulo para colocar a bola e Singh rematou ao lado. Aos 31 minutos, numa jogada de insistência do Gil Vicente, João Vasco sofre grande penalidade, que foi convertida por Jonathan Rubio.

No entanto, apenas 3 minutos volvidos, o Braga empata a partida, por intermédio de Singh que, no interior da área, desfere um remate forte, que desvia em Sandro e engana João Costa.

O intervalo chegou com o jogo empatado a uma bola.

No reatamento, o Gil Vicente entrou forte mas foi o Braga quem marcou. Aos 54 minutos, num livre a meio do meio campo gilista e numa jogada estudada, Inácio assiste Jonata Bastos de cabeça, para este finalizar à boca da baliza. Apesar de o Gil Vicente reclamar posição irregular de Inácio, o árbitro não atendeu e validou o golo. Pelo meio, Alphonse (Gil Vicente) ainda foi expulso, aos 48′.

Aos 59 minutos, Mário Faria, diretor desportivo do Gil Vicente, foi expulso, após protestos de um fora de jogo evidente, que o árbitro-assistente não assinalou. Mais 3 minutos volvidos, João Costa negou o terceiro ao Braga com uma enorme intervenção para canto, num remate fortíssimo de Pedro Amador. Cerca de 4 minutos depois, o guardião bracarense respondeu à defesa do seu homólogo gilista, realizando também uma grande defesa para canto, num remate de Jonathan Rubio à meia-volta.

Até ao final do jogo, o Gil Vicente procurou sempre chegar ao empate mas nunca encontrou o melhor caminho para a baliza bracarense, terminando o encontro com uma vitória forasteira por 1-2.

O Gil Vicente terminou o jogo com mais posse de bola (53%-47%) mas muito menos remates (4-18), menos faltas cometidas (12-15) e com o mesmo número de cantos (6). Na disciplina, amarelos para Alphonse (38’) e Reko (67’), do Gil Vicente; Dinis (15’), Pedro Amador (44’), Singh (61’) e Tiago Pereira (94’), pelo Braga B. Como referido, Alphonse e Mário Faria, ambos gilistas, foram expulsos.

Com esta derrota, o Gil Vicente vê, não só, o adversário de hoje fugir-lhe, ficando com mais 3 pontos, como também, os adversários colocados abaixo na tabela a aproximarem-se, com o Sporting B a ficar com o mesmo número de pontos dos gilistas.

Na próxima jornada, já este domingo, pelas 16h00, o Gil Vicente defronta a Oliveirense, no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis.

Fotos: Gonçalo Santos.

Gil Vicente: Pedro Ribeiro e Rui Faria anteveem jogo desta quarta-feira frente ao Braga B

Abril 10, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em duas conferências de imprensa, o treinador do Gil Vicente, Pedro Ribeiro, e um dos centrais, Rui Faria, fizeram a antevisão do jogo de amanhã, no Estádio Cidade de Barcelos, pelas 16h00, frente ao SC Braga B, adversário que está imediatamente acima dos gilistas na classificação mas com o mesmo número de pontos: 33.



Começando por analisar a derrota do último jogo, em casa do Famalicão, o técnico gilista salientou que não se desculpariam pelas ausências, nomeadamente de Jonathan Rubio e Fall, sendo que é sempre melhor quando se tem todos os jogadores disponíveis, não só no Gil Vicente, como em todas as equipas.

Sobre o próximo adversário, Pedro Ribeiro referiu tratar-se de uma boa equipa e que vem de dois resultados positivos, sendo uma equipa que conhece bem e que tem um estilo de jogo que ele aprecia. Propriamente sobre o jogo, o técnico considera que será extremamente competitivo, contra um adversário direto mas o Gil Vicente irá encarar o jogo da mesma forma que os anteriores, com a “intensão clara de conquistar os três pontos”, sempre respeitando o adversário. Mostrou-se confiante pois os jogadores gilistas são ambiciosos, na sua ótica. O Gil Vicente irá apostar na sua postura habitual, ofensiva, com dois homens na frente.

Constatando que, realmente, o clube não está numa posição agradável e tranquila. Mas está a reagir e já está num posição que permite à equipa ter outro tipo de postura. Continua numa zona perigosa mas há seis ou sete jogos estava pior. A equipa está “crente, confiante” mas “num ou noutro momento as coisas não estão a surgir, principalmente em termos de finalização”, salientou.

A frequência de jogos também foi abordada, com um no último sábado, outro já amanhã e um novo jogo no próximo domingo. O treinador gilista salientou que a equipa quer competir, quer conquistar pontos e encarar os jogos que faltam com a mesma ambição. Sobre a gestão dos jogadores e do seu cansaço, Pedro Ribeiro ressalvou que “existindo 48 horas entre os jogos, em termos fisiológicos, controla-se a questão da fadiga”, sendo evidente que jogando apenas de fim de semana em fim de semana é diferente de jogar também a meio da semana. Por tal, a gestão é realizada em termos de treino, onde os jogadores que jogaram mais tempo têm que recuperar até ao dia do jogo. “Não há grande oportunidade para treino aquisitivo dentro de campo. O treino é muito mais ao nível mental e, até, da imagem, para corrigir algumas coisas que aconteceram de forma positiva. Porque fisiologicamente não é possível treinar com eles porque eles precisam de descansar e recuperar. Os jogadores que não jogaram ou jogaram menos tempo estão a treinar como temos feito sempre, com a máxima intensidade, e a gestão vou ter que a fazer em função de tudo isso. Questões motivacionais, técnicas, táticas e físicas, também, se for necessário”, disse. No jogo frente ao Braga B irão entrar os 11 jogadores que estarão melhor preparados para encarar este adversário.



Rui Faria: “Estamos confiantes”

Para o central barcelense do Gil Vicente, Rui Faria, o jogo frente ao Famalicão já faz parte do passado, tendo já sido visualizado e analisado para evitar erros futuros. Agora é “focar no próximo jogo, onde estão três pontos em disputa. Vamos fazer o que temos vindo a fazer até hoje. Estamos confiantes no trabalho diário. Sabemos o que temos a fazer e é mais um jogo em vamos dar tudo como sempre e por em prática aquilo que treinámos para levar de vencida a equipa do Braga B”, disse. A última derrota, na opinião do central, não abanou a equipa, nem a sua confiança.

Gil Vicente empata a 1 golo com SC Braga B

Novembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, pelas 15h00, no “velhinho” Estádio 1º de Maio, em Braga, o Gil Vicente FC defrontou a equipa B do SC Braga, ficando os pontos divididos entre as duas equipas, em jogo a contar para a 14ª jornada da LEDMAN LigaPro.



O árbitro do jogo foi Hélder Malheiro (AF Lisboa), coadjuvado por Rui Cidade e Tiago Rocha, com Inácio Pereira como 4º árbitro.

Os arsenalistas, treinados por João Aroso, alinharam de início com Tiago Sá, Bruno Wilson, Rui Silva, Simãozinho, Lucas, Loum (Edelino Ié, 75’), Singh, Thales, Trincão (Ogana, 66’), Didi e Erick (Muric, 86’). No banco ficaram Filipe Ferreira, Dinis, André Ribeiro e Midana.

Já os gilistas, treinados por Jorge Casquilha, alinharam com Rui Sacramento, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Gabriel, Luís Tinoco, André Fontes, Jonathan Rubio (Henrique, 86’), Camara (Rui Miguel, 70’), Miguel Abreu (Reko, INT), James Igbekeme e Fall. No banco ficaram Júlio Neiva, Sandro, João Pedro e Ricardinho.



Enquanto os homens de Barcelos voltaram para casa sem cartões, os da casa foram “presenteados” com dois cartões amarelos, nomeadamente, a Loum (62’) e a Singh (93’).

Foi um jogo bem disputado, com o resultado a ficar definido na primeira parte. Marcaram primeiro os da cidade dos arcebispos, por intermédio de Trincão, aos 22 minutos. Após um livre marcado por Luís Tinoco, bombeando a bola para a área, Bruno Wilson corta para canto,evitando que a bola chegasse a Miguel Abreu. Na marcação do canto, e em lance estudado, Luís Tinoco mete a bola na área, gera-se uma confusão e, numa espécie de bonança, Vítor Tormena, num gesto técnico de nota artística alta, coloca a bola na baliza, de calcanhar. Esta ainda desvia em Bruno Wilson e segue caminho para o fundo das redes. À primeira vista, este foi um autogolo do defesa bracarense mas a página oficial da Liga atribuiu, pelo menos, por enquanto, o golo ao centra brasileiro dos gilistas.

Gilistas celebram o golo

Na segunda parte, as equipas tentaram chegar ao golo da vitória, com Casquilha a arriscar, apostando no ataque, retirando um médio e colocando o ponta de lança Rui Miguel. No entanto, os esforços de ambas as equipas saíram gorados, com o empate a 1 a subsistir até ao fim.

O jogo tem o Braga B com 54% de posse de bola e o Gil Vicente com 46%. Os homens de Barcelos fizeram mais faltas (20 contra 10) e beneficiaram de mais cantos (6 contra 3). Tal como no resultado final, as equipas empataram em remates: 10 cada uma.

Desta forma, o Gil Vicente FC soma mais 1 ponto, ficando com 19 e subindo, provisoriamente, ao 8º lugar, ex-aequo, com Nacional e Arouca, sendo que estes têm menos um jogo.

No próximo sábado, dia 2 de dezembro, pelas 11h15, os gilistas recebem a Oliveirense, em jogo a contar para a 15ª jornada.

Imagem: GVFC (alterada).

Gil Vicente: já há jogos de pré-época agendados e Rui Sacramento volta a Barcelos

Junho 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente anunciou, na sua página, cinco jogos que irá realizar na pré-época deste ano. De igual forma, informou a data de início dos trabalhos e local do estágio.

Assim, no próximo dia 26 de junho, inicia o trabalho com os habituais exames médicos. O primeiro treino está marcado para dia 28 e o estágio, a realizar em Ofir, está agendado para decorrer entre 3 e 8 de julho.

Quanto a jogos, para 5 de julho, em Vila Chã, o Gil Vicente defrontará o Moreirense FC. A 8 de julho, novamente em Vila Chã, defronta o Académico de Viseu. No dia 12 de julho, em Braga, jogará com o SC Braga B. Desloca-se a Lousada para, no dia 15 de julho, defrontar o Marítimo. Finalmente, no dia 19 de julho, em Barcelos, defronta o Rio Ave FC.

Entretanto, poderão ser agendados mais jogos. Os horários destes serão divulgados pelo clube, oportunamente.



Guarda-redes Rui Sacramento contratado por dois anos

Entretanto, o guarda-redes Rui Sacramento, ex-Arouca, assinou contrato com o Gil Vicente, por duas épocas.

É um regresso a Barcelos, já que Rui Sacramento defendeu as cores gilistas na época de 2008/2009.

Rui Miguel Ferreira Neto Sacramento, de 32 anos, fez a formação no Leixões e no FC Porto. Ainda na formação, representou Portugal no Europeu de Sub-17, em 2002, na Dinamarca, onde realizou um jogo, na vitória sobre a Ucrânia, por 1-2.

De destacar a sua presença no plantel do FC Porto de José Mourinho. Este foi o seu primeiro clube em sénior. Seguiram-se o Valdevez, Gil Vicente, Esmoriz, Feirense, Camacha, Cinfães, Leixões e, nas últimas quatro temporadas, o Arouca.

 

 

Fotos: Gil Vicente FC.

Ir Para Cima