Tag archive

Sporting Clube de Portugal

Sporting: gosto tanto e cada vez Eu gosto mais!

Fevereiro 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores!

Realizou-se a 22ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol e o meu Sporting Clube de Portugal regressou às vitórias! Vitória inteiramente justa, por 2-0, frente ao Feirense. Os golos acabaram por surgir já na parte final do jogo, mas desta feita a exibição estava a ser mais do que suficiente, para se perceber que mais ou menos minuto, o golo ia surgir! Golo esse que só não aconteceu mais cedo porque assim não o “validaram”! De qualquer das maneiras, para mim, errar é humano, e quando jogas bem o suficiente (como desta vez foi o caso) com mais ou menos erro, entre o deve e o haver, acaba-se por Vencer! O mais importante foi conseguido, 3 pontos, importantes nesta fase decisiva, na intensa “luta” pelo título de Campeão Nacional! Os nossos principais rivais (FC Porto e SL Benfica) continuam “fortes” nesta fase da época, e realmente este campeonato promete ser dos mais disputados dos últimos anos, podendo mesmo ser decidido “ao pontinho”!



Como diz Jorge Jesus, já nem “desfaz a mala”, os jogos são constantes (motivo de estarmos em todas as competições). Ontem voltámos a jogar e, desta feita, para a Liga Europa. Depois de uma excelente fase de grupos na Liga dos Campeões (na minha opinião foi a fase que jogámos melhor esta época, pena não se conseguir manter esse nível exibicional no campeonato nacional) quis o sorteio que defrontássemos o Astana, nos 16 avos da Liga Europa! Não é, de todo, uma equipa de topo mundial, mas devido a ser do Cazaquistão, ultimamente tem presença assídua nestas andanças europeias! Voltámos a vencer, 1-3! (mais um golo indevidamente invalidado)! É a segunda vitória seguida num curto espaço de tempo! Estamos, novamente, a melhorar o nível exibicional, sendo bom para “dar ainda mais moral” para a fase de jogos importantes (decisivos) que se aproxima! E, quem sabe, a Liga Europa não será mais que um sonho, um objetivo! Visto que na Liga dos Campeões, infelizmente, estamos (futebol Português) definitivamente a perder “o comboio” dos colossos mundiais! (diga-se que são Equipas com orçamentos cada vez mais impressionantes)

No futebol feminino, mais uma vitória, rumo ao bi-campeonato!

Nas modalidades, continuamos na senda das vitórias atrás de vitórias! Este é o nosso caminho!

Sporting Clube de Portugal, Eu gosto tanto, e cada vez eu gosto mais!

O nosso OCB: venceu, em Almeirim, o HC Tigres por 3-7, para a Taça de Portugal, tendo agora pela frente, nos oitavos de final, nova deslocação, desta feita ao recinto do Sp. Tomar.

Este sábado, o “Maior de Portugal” desloca-se a Viana, jogo importantíssimo “rumo” a nova final-four da Taça CERS!

O nosso Gil Vicente: continua a série de resultados negativos! Mais uma derrota, desta feita 0-4 frente à Académica! E já são 14 jornadas seguidas sem vencer e 9 sem marcar! Infelizmente, parece um ciclo negativo sem fim à vista!

E o melhor desta semana fica para o fim!

Campeões Europeus de Futsal!

Realmente, no que “toca a bola” estamos nos melhores dos melhores!

Campeões do Mundo de Futebol de Praia em 2015!

Campeões Europeus de Futebol em 2016!

Campeões Europeus de Futsal em 2018!

Parabéns Portugal! Orgulhosamente Português!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Esforço, Dedicação, Devoção e Glória!

Fevereiro 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores!

Fizemos novamente História! Nunca, na história da Taça dos Campeões Europeus de corta mato por equipas, uma equipa havia somado tantas conquistas! Um feito inédito, agora alcançado pelo atletismo do meu Sporting Clube de Portugal, que domingo passado, em Mira, sagrou-se Campeão Europeu no escalão de femininos e masculinos da especialidade. Duas conquistas que aumentam para 27 o número de títulos europeus amealhados pelo Enorme Sporting Clube de Portugal! É obra!



Esforço, Dedicação, Devoção e Glória…eis o Sporting Clube de Portugal!

Relativamente a toda a controvérsia originada pela última Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, no momento que aconteceu, de todo, que não consigo enquadrá-la no “panorama atual”, pois estávamos a “viver” um dos melhores momentos, como Instituição Sporting Clube de Portugal. Senão vejamos:

– Estávamos na liderança do Campeonato Nacional (à condição);

– Ganhámos a Taça da Liga;

– Estamos nas Meias-Finais da Taça de Portugal;

– Estamos nos 16-avos da Liga Europa;

– Estamos na liderança em Futebol Feminino e na disputa da Taça de Portugal;

– Nos escalões de formação, estamos na disputa de todos os Títulos Nacionais;

– No Futsal estamos em 1° Lugar e na Final-Four da UEFA Futsal Cup;

– No Andebol estamos em 1° Lugar;

– No Voleibol estamos em 1° Lugar;

– No Ténis de Mesa estamos em 1° Lugar e nos quartos de Final da Liga dos Campeões;

– No Hóquei em Patins estamos em 2° Lugar (a um ponto da liderança) e na fase de Grupos da Liga dos Campeões;

– Conquistámos mais duas Taças dos Campeões Europeus em Atletismo;

– Em mais de 50 Modalidades que lutamos por títulos em todas elas;

– Inaugurámos o Pavilhão João Rocha, que tem das melhores condições existentes para a prática das Modalidades;

– Estamos com uma média de assistência no nosso Alvalade XXI de mais de 40 mil por jogo, numa “União de Aço”;

– Equilibrámos financeiramente e, inclusive, temos tido lucros nos últimos tempos;

– Temos a Sporting TV, onde transmitimos todo o nosso Historial e Grandiosidade!

Para muitos, tudo isto vale “bola” (é sempre mais fácil não se reconhecer o mérito dos outros) mas certamente para os Verdadeiros Sportinguistas, enche-nos de Orgulho fazer parte deste nosso Enorme Sporting Clube de Portugal!

Para mim, o todo será sempre maior que a soma das partes! Sem querer tirar mérito algum ao nosso Presidente, que muito tem feito para nos tornar muito mais fortes, mas “não há bela sem senão” e penso que não foi, de todo, o momento oportuno para voltar a querer sentir Confiança, Gratidão e Reconhecimento de todos os Sportinguistas, pois tudo isso foi-lhe dado na devida altura, na sua reeleição com 86% dos votos! (percentagem mais do que suficiente para ter de perceber a Confiança, Gratidão e Reconhecimento dos Sportinguistas!) Na realidade, o facto é que mesmo os bons Presidentes passam e os Grandiosos Clubes ficam, pois de insubstituíveis estão os cemitérios cheios!

Posto isto, jogou-se a 21ª jornada do campeonato Nacional, na Amoreira, (no meio de tanta inesperada instabilidade) perdemos a invencibilidade no campeonato nacional! Vitória justa do Estoril! Para mim, não foi de todo o “vento”, ou sequer a ausência do Gelson e Bas Dost (que não são, de todo, 50% da equipa, jogámos na mesma com 11!) que nos fez perder este jogo! Eu tinha dito, e continuo a dizer, que temos qualidade mais que suficiente (mesmo com ausências importantes, todas as equipas têm lesões ao longo da época) para jogarmos mais e melhor! Inequivocamente, temos de melhorar nesta fase, para no final da época sermos Campeões Nacionais!

Nas meias-finais da Taça de Portugal, perdemos 1-0, no estádio do FC Porto. Não é nenhum drama, pois até já houve melhorias no futebol praticado, e ainda falta a segunda mão no nosso estádio, e compete-nos mostrar que somos uma grande Equipa e que temos qualidade suficiente para “dar a volta” e nos apurarmos para a Final da Taça de Portugal!



O nosso Gil Vicente: já leva 12 jogos sem vencer! A sua pior série de sempre no segundo escalão nacional! Em todo o seu historial, o pior registo continua a ser na Época 2014/15, em que esteve 15 jogos seguidos sem vencer! Época essa em que acabou por descer de divisão!

O nosso Óquei de Barcelos: regressou às vitórias, vencendo 4-2 o Valença HC, e subindo ao 6° lugar!

A nossa Seleção Nacional de Futsal: deu “show de bola” nos quartos de final do Europeu, vencendo o Azerbaijão por 8-1!

Nas meias-finais defrontámos a Rússia (que procurava conseguir a sua quarta final consecutiva) mas, desta feita, num jogo extremamente equilibrado e com emoção até ao último segundo, vencemos por 3-2! Estamos, com todo o mérito, na Final! Agora é repetir a proeza do Futebol de 11! Somos Portugueses, somos “pequeninos”, mas talento não falta! Eu acredito: vamos voltar a ser Campeões Europeus, desta feita de Futsal! Força Portugal!!!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com “Respect” e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Nós queremos o Sporting Campeão!

Fevereiro 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

“O mundo sabe que, pelo teu Amor eu sou ‘doente’, farei o meu melhor, para te ver sempre na frente, irei onde o coração me levar e sem receio, farei o que puder pelo meu Sporting!”



Bem-haja, caríssimos leitores!

27 de Janeiro de 2018, Cidade de Braga “pintada” de verde e branco!

Sporting Clube de Portugal vs Vitoria de Setúbal, na final da Taça da Liga!

Milhares de Sportinguistas, numa “União de Aço”, num querer e vontade de ganhar troféus, de ganhar títulos!

Desengane-se quem pensou que seria fácil! Talvez o facto do pior jogo realizado nesta Taça da Liga, deste Vitória de Setúbal ter sido, precisamente no jogo anterior, nas meias- finais contra a UD Oliveirense, uma equipa de escalão inferior, fez muita boa gente achar que uma vitória na final seriam “favas contadas” para o meu Sporting Clube de Portugal!

Relembro todo o mérito do Vitória de Setúbal até chegar a esta Final. Defrontou no seu Grupo: SL Benfica, SC Braga e Portimonense, vencendo o grupo com 7 pontos. (duas vitórias e um empate) À entrada para a final, o Vitória de Setúbal tinha quatro vitórias nesta edição da Taça da Liga e 24 horas a mais de descanso nas pernas. Por tudo isto, aliado ao facto de ser uma final, já previa que o Vitória de Setúbal se ia “agigantar”! Assim foi, e aquele golo dos Setubalenses, logo no início do jogo, foi o tónico adicional, para discutirem com todo o mérito a final “taco a taco” até ao último segundo!

O meu Sporting, para a qualidade que tem, fez uma primeira parte demasiado fraca! Ansiedade, nervosismo, pouca intensidade, demasiados passes falhados, demasiados erros não forçados!

Ao intervalo, 1-0 para o Setúbal era um resultado inteiramente justo! Felizmente, ainda havia mais 45 minutos de jogo para disputar. Jesus mexeu e reestruturou a equipa ao intervalo, deu lhe mais ímpeto atacante, era mais que necessário, pois o resultado estava desfavorável e a exibição “descolorida”! “Empurrados” ao vivo por mais de 20 mil vozes “incansáveis” (somos, sem dúvida alguma, dos melhores Adeptos do Mundo!), melhorámos na segunda parte e demonstrámos vontade de ganhar! Com Raça de Leão, fomos à procura do golo, e justamente ele aconteceu! 1-1 final, justiça no marcador! E novamente decisão por grandes penalidades!

Algo me dizia que esta Taça da Liga seria nossa! E assim foi! Nós acreditámos em vocês, e desta feita ninguém do Sporting vacilou dos 11 metros! Fez-se história Sportinguista! A nossa primeira Taça da Liga e, consequentemente, a conquista de todas as competições oficiais disputadas em Portugal.

Ainda a “digerir” a conquista da Taça da Liga, defrontámos esta quarta-feira, para a 20ª Jornada do Campeonato Nacional, o Vitória de Guimarães, no nosso Estádio, mais uma vez com a presença de mais de 40 mil espectadores!

Em 8 dias, 3 jogos! E Domingo já se joga de novo para a Liga. Em 12 dias serão 4 jogos!

Jorge Jesus percebe que a este ritmo constante de jogos, e com pouca rotatividade na equipa, não se tem capacidade para por uma intensidade alta no jogo e, assim sendo, mais do que jogar com brilhantismo ou intensidade alta, prefere apostar, tal e qual como ele disse na “antevisão” do jogo, numa equipa “à italiana”, com uma defesa sólida, ser pragmático e, com “cinismo”, aproveitar uma oportunidade de golo que seja para ganhar o jogo!

E neste jogo assim foi!

Primeira parte muito fraca, sem uma única oportunidade de golo!

Segunda parte, sem brilhantismo, mas nos últimos 20 minutos, o meu Sporting Clube de Portugal foi à procura do golo, do tal “pragmatismo e cinismo”, e o golo acabou por surgir já na reta final do jogo, que acima de qualquer exibição, trouxe o mais importante de tudo, a Vitória, os 3 pontos, e a liderança do Campeonato Nacional. (ainda que à condição)

Acho que é inequívoco para os adeptos Sportinguistas que nesta fase se joga aquém do esperado, que falta intensidade, que se nota cada vez mais fadiga, que se criam poucas oportunidades de golo! É o “preço” que se paga por ainda estarmos na “luta” por todas as competições, e a realidade é que ainda não perdemos (nem por penáltis sequer) nas competições nacionais!

Jorge Jesus, que diga-se, percebe muito mais de futebol do que eu, disse no final deste jogo: “Hoje o Sporting foi uma Equipa com cultura de Campeão”!

Já eu senti que assisti a um jogo fraco, mas se nesta fase, jogar assim for o quanto baste para sermos Campeões, no final certamente ninguém se vai lembrar de mais esta exibição “acinzentada”. Mesmo que o Jesus diga que “os adeptos tremeram mais que a equipa”, eu acho que para sermos Campeões, vamos ter de fazer mais e melhor! A ver vamos!

Nós queremos o Sporting Campeão!



O nosso Gil Vicente: aí vão 11 jogos sem vencer! Derrota “caseira” 0-1 contra o Varzim, que nos coloca na zona de despromoção ao Campeonato de Portugal!

O nosso Óquei de Barcelos: empate a 5-5 no Turquel, para o campeonato, e consequente descida ao 7° Lugar.

A nossa Seleção Nacional de Futsal: Primeiro jogo no Europeu, vitória por 4-1 sobre a Roménia. Quem tem o melhor do Mundo (Ricardinho) a marcar “golos de letra” (pura magia, genial e tão bonito de ver e rever) pode muito bem sonhar com o título de Campeão Europeu de Futsal! Força Portugal!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com “Respect” e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira* (contabilista certificado).

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Nós acreditamos em vocês!

Janeiro 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja a todos os caríssimos leitores!

Por toda a superioridade evidenciada pelo Sporting Clube de Portugal, no jogo para a 19ª jornada do Campeonato Nacional contra o Vitoria de Setúbal, o empate final verificado, a 1-1, que surgiu quando já nada o fazia prever, mais do que ganharmos um ponto, inequivocamente perdeu-se dois pontos, que por vezes fazem toda a diferença no cômputo geral, num “campeonato a três”, tão intenso e equilibrado como o desta época. Mas o futebol é isto mesmo! Tantas e tantas vezes imprevisível até ao apito final, facto este que contribui para que seja uma verdadeira Paixão!



Após o apito final, notou-se que, no “campo psicológico”, este empate teve “sabor” a derrota e, assim sendo, é extremamente necessário reagir no imediato, e recuperar o quanto antes estes dois pontos “perdidos” para os nossos rivais, dentro das quatro linhas, pois por muito que se escreva, se fale, se opine, ou se pressione “fora de campo”, é dentro de campo que se ganha os jogos e os pontos necessários para se ganhar o tão almejado título. Eu acredito! Nós acreditamos em vocês!´

Esta semana, jogou-se em Braga a meias-finais da final four da Taça da Liga. Era um bom timing para reagirmos no imediato ao empate com “sabor” amargo da última jornada do campeonato, pois jogávamos contra o FC Porto, que tal como nós, é uma das melhores equipas da atualidade do futebol Português.

Tal como previa, jogo totalmente equilibrado, repartido, mas ao qual faltou intensidade (penso que a fadiga acumulada começa a ser notória; Gelson e Danilo são a prova disso mesmo, o que inclusive não deixa de ser preocupante pois ainda há muita competição pela frente) e faltou, também, qualidade a este jogo (houve transpiração e pouca inspiração), pois estes jogos a “eliminar” são notoriamente ainda mais técnico-táticos, jogando-se muito na procura do erro adversário, sendo decididos nos pormenores. Desta feita, foi decidido na dita “sorte” dos 11 metros, em que a vitória “caiu” para o meu Sporting Clube de Portugal!

Sábado lá estaremos novamente em Braga, Sporting Clube de Portugal contra Vitória de Setúbal para a reedição da primeira final de sempre da Taça da Liga, que se realizou há 10 anos. Mas desta vez, nós Sportinguistas, esperamos obviamente que a conquista da Taça da Liga seja nossa! Mais do que vitórias morais, precisamos e queremos troféus. Sábado há uma final para ganhar! Pois as finais não se jogam, ganham-se! Eu acredito! Nós acreditamos em vocês!

Aproveito o facto de hoje ser a minha “estreia” aqui como cronista do Barcelos na Hora para afirmar que não irei falar de arbitragens! Deixo para os “entendidos”, pois mais uma vez já li tanta crítica, tanta discrepância neste capítulo, sobre o jogo de quarta-feira! E eu estive lá a assistir ao vivo e, sinceramente, na minha opinião, entre o deve e o haver, não sei quem saiu a perder! Acho que quem sai mesmo a perder, com tanta polémica desmedida, com tanto fanatismo clubístico, é mesmo o Futebol Português…e o Desporto em geral!

Para mim, Futebol (desporto em si) é Paixão, é Fair-Play. Com respeito mútuo, reconhecendo que as rivalidades fazem falta…mas quando são “saudáveis”, para  tornar o nosso Futebol Nacional mais forte que bem é preciso!

Quanto às modalidades, em todas elas, estamos na “luta” pelos títulos, o que demonstra toda a nossa vivacidade eclética Sportinguista, e o bom momento geral que atravessamos, convictos que com Esforço e Dedicação, esta época será de várias conquistas desportivas. Nós acreditamos em vocês!

O nosso Gil Vicente: mais um resultado negativo! Parece me uma equipa “perdida” neste emaranhado de decisões que aconteceram “fora de campo”! O que não tenho dúvidas, trouxe instabilidade ao Clube e tem afetado os níveis de competitividade. Situação esta, que em nada contribui numa boa “preparação” para o já acordado regresso do nosso Gil Vicente à primeira Liga.

Bem-vindo João Costa “Andorinha”! Que obtenhas grandes “voos” e defesas no Clube da tua/nossa Terra Natal.

O nosso Óquei de Barcelos: derrota em Viana para o campeonato! Um sério “pré-aviso” para a grande “luta” que aí se avizinha, que será o reencontro, precisamente com esta Juventude de Viana, mas desta feita para o acesso à final-four da Taça CERS, parecendo-me a conquista do “tri” na Taca CERS o grande objetivo desta época, do nosso Maior de Portugal.

Desporto é Vida! Viva o Desporto com “Respect” e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira* (contabilista certificado)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Rei Leão à condição!

Janeiro 18, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Caros adeptos,

Para a I Liga, onde os ânimos andam um tanto ou quanto exaltados, o Sporting venceu o Desportivo das Aves, por 3 – 0.



Estreia de Rúben Ribeiro, sinal claro de que esta será uma peça a incluir no processo ofensivo do Sporting. Num jogo em que os Leões andaram devagar, mas cumpriram o objetivo de alcançar uma vitória justa e merecida.

Decorridos 31 minutos, grande trabalho de Rúben Ribeiro, recém-chegado ao Sporting, que assiste Bas Dost para o cabeceamento certeiro do holandês e assim ficou feito o primeiro em Alvalade.

Bas Dost engana Quim e aos 52 minutos marca o segundo golo da partida. É o bis do holandês.

Para finalizar e já aos 90 minutos surge o hat-trick de Bas Dost. Piccini sobe pela direita e cruza para o holandês finalizar sozinho na cara de Quim.

Desta feita está alcançado mais um objetivo, a vitória, que coloca os Leões no topo da tabela, embora à condição, face ao impasse no jogo Estoril – F. C. Porto, que só será concluído a 21 de fevereiro.

No futsal e no hóquei o Sporting quebrou e acabou por ser derrotado na pior altura, em competições decisivas.

Em Futsal, para a Taça da Liga e nas Meias finais, jogadas em Sines e frente ao Fundão, no passado sábado, o Sporting consegue o primeiro objetivo desta fase e vence por 2 – 1.
Na final, no domingo, o Sporting não conseguiu vencer o Benfica, tendo sido derrotado por 5 – 2, perdendo assim um troféu que tradicionalmente era ganho pelo Sporting, e desta foi, pela primeira vez, para o Benfica.

Depois de 28 jogos sem perder, os Leões cederam e a Taça da Liga foi para a Luz.

Em hóquei, o Sporting acabou também por perder a liderança do campeonato para o Benfica, em resultado da derrota que sofreu frente ao F. C. Porto, por 2 – 1, a juntar à derrota que trouxe de Itália, para a Liga Europeia, frente ao Lodi por 4 – 7.

O Gil Vicente, em casa frente ao líder, bateu-se bem, rematou bastante, mas não marcou e como quem não marca sofre, acabou derrotado. Não foi desta que os sócios viram o Gil vencer em casa. Apesar de tudo, a praticar melhor futebol, com a orientação de Paulo Alves, estou convencido que o nosso “gilinho” vai cantar de galo na segunda metade da Segunda Liga.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Leão esmagador para o Campeonato, sofrível na Taça

Janeiro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Caros Adeptos,

Para a I Liga, o Sporting recebeu e venceu o Marítimo, no dia 7 de janeiro, por 5 – 0!



Aos 21 minutos, Gelson cruza e permite a Bas Dost emendar e abrir o marcador a favor do Sporting.
Uma recuperação de bola e um passe supremo de Bruno Fernandes desmarca Bryan Ruiz, chegando os Leões ao segundo golo, aos 50 minutos.

Aos 74 minutos, Bas Dost visa e marca o terceiro do jogo para o Sporting, numa jogada iniciada por Fábio Coentrão, que dá a Bruno Fernandes, que cruza para o n° 28 encostar.

O hat-trick de Bas Dost surge aos 78 minutos, mais uma vez pelo pé de Bruno Fernandes, que fuzila e na recarga o holandês cabeceou.

Ao cair do pano, os Leões marcam o 5° golo por Acuña, mais uma vez com a participação de Bruno Fernandes, que num primeiro remate pôs o guarda-redes do Marítimo a defender para a frente de Acuña, que não perdoou.

Foi uma mão cheia de golos, num jogo, sem qualquer sombra de dúvidas, claramente dominado pelo Sporting, frente a uma equipa que não facilita, é sempre um adversário difícil e que em jogos anteriores tirou pontos aos Leões. Contudo, desta vez foi bem diferente, correndo de modo muito favorável para a equipa de Alvalade.

No jogo da Taça, frente ao Cova da Piedade, a equipa lançada por Jorge Jesus não foi eficaz durante a primeira parte, com o Cova a pregar alguns sustos aos Leões.

Só na segunda parte a solução veio do banco, com a entrada de Bruno Fernandes, que com a sua excelência, aos 54 minutos, inaugura o marcador. Ao rematar à baliza, a bola desvia em Evaldo, desfere um arco e passa por cima de Anacoura, sem hipótese de defesa.

Vantagem que durou apenas 4 minutos, pois aos 58, uma grande-penalidade coloca tudo empatado de novo.

O jogo fica resolvido aos 78 minutos, quando na sequência de um canto de Acuña, Battaglia ao desviar no primeiro poste, a bola chega a Bas Dost que só tem de atirar para o fundo das redes. Assim, o Sporting segue em frente, nesta competição, onde irá defrontar o F. C. do Porto, numa final antecipada.

Na outra modalidade em que o Sporting se apresenta ao mais alto nível, o Futsal, o Sporting recebeu o S. C. de Braga, no Pavilhão João Rocha, e venceu por 3 – 2 num jogo muito disputado. O Sporting mantém-se invicto na liderança.

Ainda no Futsal, mas para a Taça da Liga, o Sporting jogou com o Pinheirense, confirmando o favoritismo, vencendo por 7 – 1, qualificando-se assim para as meias-finais, a jogar em Sines e frente ao Fundão, já no próximo sábado.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Sporting “empata” na caminhada para a liderança

Janeiro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Caros adeptos,

Antes de mais, desejos de Bom Ano de 2018 e em especial para as nossas equipas do coração, para que possam alcançar os seus mais legítimos objetivos de vitória e conquista de mais troféus.



Na Taça da Liga, o Sporting supera mais um obstáculo e passa à fase seguinte.

Bruno Fernandes esforçou-se mas foi Acuña, aos 75 minutos, a levar o Sporting à vantagem. Contudo, aos 76 minutos, o autogolo de Coates fixou o resultado num empate a uma bola, que foi suficiente para colocar o Sporting na Final Four da Taça CTT, vencendo o grupo B.

Num tempo que se vive de suspeição no futebol português com alegados jogos “combinados”.

O dérbi, a 3 de janeiro, entre Benfica e Sporting, foi um jogo muito interessante, muito elétrico, com grande adrenalina, nem sempre bem jogado, mas com muita intensidade.

Claramente, o Sporting empatou com a boa colaboração do Benfica, que não foi capaz de ganhar.
O melhor Benfica desta temporada não foi capaz de ganhar ao pior Sporting, em jogo jogado, desta época.

Uma primeira parte em que os Leões deram boa nota de si, apesar de estarmos perante um jogo muito embrulhado, com as equipas a tentar evitar o erro. Na primeira oportunidade clara, dezanove minutos, Gelson, um dos melhores em campo, concretiza o primeiro golo do jogo e para o Sporting. E estranhamente, com uma equipa mais madura, mais experiente, mais forte e possante, o Sporting não aproveitou o momento, deixando que o Benfica reagisse. Com Acuña, Bruno Fernandes e Gelson Martins em campo a equipa leonina tinha obrigação de ter feito muito mais. Não aproveitou o facto do Benfica ter puxado a equipa à frente, desguarnecendo a retaguarda. Contudo, num jogo em que, apesar do Benfica merecer ganhar, esteve quase a perder, e no regresso aos tempos menos bons do Sporting, este deixa-se perder nos minutos finais, perante uma insistência muito forte do Benfica na tentativa de empatar o jogo. Empate esse conseguido através de uma grande penalidade, já no fecho do jogo.

Este resultado, segundo Jorge Jesus, deixa o Sporting mais confortável que o Benfica na I Liga, a dois pontos do Porto, enquanto as Águias mantêm a distância para o Sporting, mas estão a cinco do líder.

Na abertura do novo ano, o Sporting surge com uma posição favorável frente aos seus diretos adversários, e com boas perspetivas para esta época, ao nível nacional e europeu.

Mais um grande momento do Sporting também no Futsal.

Os Leões seguem firmes e sólidos na frente da fase regular da Liga Sport Zone, depois de ter vencido, este sábado, no terreno do Futsal Azeméis, por 4-1, em partida da 16.ª ronda da prova. Pedro Cary, Edgar Varela e Merlim, por duas vezes, fizeram a diferença para a turma leonina, ao passo que Quaresma fez o tento solitário da formação de Oliveira de Azeméis. Nas contas da Liga Sport Zone, o Sporting é líder com 48 pontos, mais três que os encarnados (2.º lugar). Os bracarenses encontram-se no 3.º posto, com 35.

O nosso Gil Vicente continua numa fase de reconversão, com a contratação de Paulo Alves para treinador, que esperemos possa trazer uma lufada de ar fresco e uma equipa mais revigorada para ocupar melhor posição na II Liga.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Sporting demolidor

Dezembro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Caros adeptos,

Sporting “demolidor” em todas as frentes, chega ao final de 2017 com um dos melhores desempenhos de sempre!



Para a I Liga, onde os Leões estão no topo da tabela, “colados” ao Futebol Clube do Porto, no jogo em casa, do passado domingo, o Sporting recebeu e venceu o Portimonense por 2 – 0. O primeiro golo foi apontado aos 9 minutos por Bruno Fernandes, no seu sétimo golo nesta competição. O golo décimo terceiro de Bas Dost consolida o resultado final em 2 – 0.

Jorge Jesus refere as muitas oportunidades falhadas e a clara superioridade. O Sporting dominou na primeira parte, com uma segunda mais moderada.

Os Leões deram prova de muita maturidade, bem diferente dos últimos anos. Conseguem, assim, impor as suas ideias de jogo sem vacilar ao longo dos desafios. Uma equipa com figuras preponderantes, com Bruno Fernandes a revelar-se fundamental e decisivo e Bas Dost com a sua veia goleadora, com uma média superior a um golo por jogo. Sem esquecer Podence e Gelson Martins.

Aguardemos agora pelo dérbi, a 3 de janeiro, entre Benfica e Sporting.

No dia 20 de dezembro, para a Taça da Liga, o Sporting venceu por 6 – 0 a equipa do União da Madeira. O Sporting lidera o grupo com 4 pontos.

Vantagem aos 20 min. por Doumbia. O segundo dos Leões aos 51 minutos. Aos 71 minutos Doumbia bisou, marcando o 3 – 0. Decorridos mais seis minutos Gelson Martins apontou o quarto golo do Sporting. Coates aponta o quinto golo aos 79 min. E, finalmente, aos 81 minutos, Iuri Medeiros, fixa o resultado final nos 6 – 0.

Segundo Jorge Jesus, o Sporting foi uma equipa muito forte, uma vitória com muitos golos, tal como pretendiam. Na primeira parte, o União dificultou a vida ao Sporting. Com o andamento imposto pelos Leões, na segunda parte, o União quebrou fisicamente, não conseguindo acompanhar o andamento e intensidade do jogo leonino e ditou a vitória expressiva do Sporting.

Noutra competição em que a equipa leonina tem muito boa tradição, no sábado passado, em hóquei em patins e num jogo que divide o meu coração de Leão, o Sporting venceu por 7 – 2 o Óquei Clube de Barcelos. Contudo, apesar dos números, não foi um jogo fácil, tendo sido o Óquei de Barcelos a primeira equipa a adiantar-se no marcador, mesmo que por poucos segundos. O Sporting soma 27 pontos em nove jogos e mantém-se firme na liderança.

Em Futsal, no último jogo para o campeonato nacional, o Sporting CP venceu o Fundão, por 3 bolas a zero.

Quinze jogos, quinze vitórias!

Que dizer? Melhor não podia ser!!!

O nosso Gil fecha o ano com uma derrota na deslocação à Serra da Estrela, por 3 – 0, frente ao Sporting Clube da Covilhã, por números dilatados face ao jogo disputado. Pois foi, apenas, na segunda parte que o Gil Vicente deitou tudo a perder, depois do nulo ao intervalo. Isto depois do jogo em casa, frente ao Académico de Viseu, então líder da II Liga, onde o Gil não foi além de um empate, que apesar de tudo não foi mau resultado tendo em conta a qualidade do adversário.

Fica assim a equipa barcelense abaixo de metade da tabela, a escassos dois pontos da “linha de água”.

Fecho esta crónica com desejos de Feliz Natal e Boas Festas com muitas vitórias em todos os desafios para o Novo Ano.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Óquei de Barcelos com derrota pesada frente ao Sporting

Dezembro 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A contar para a 9ª jornada, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) deslocou-se a Lisboa para defrontar, no Pavilhão João Rocha, o 1º classificado da 1ª divisão, o Sporting.



Com 24 pontos e treinada por Paulo Freitas, a equipa da casa iniciou com André Girão, João Pinto, Matías Platero, Vítor Hugo e Pedro Gil. No banco iniciaram Zé Diogo, Ferran Font, Manuel Coimbra, Caio, Toni Pérez e Henrique Magalhães.

Já os de Barcelos, orientados por Paulo Pereira, iniciaram com Ricardo Silva, Juan López, Zé Pedro, Hugo Costa e João Almeida. De início, no banco, estavam André Almeida, Joca Guimarães, Pedro Silva, Afonso Lima, Rúben Sousa e Marinho.

O jogo foi arbitrado pela dupla Rui Torres (AP Minho) e José Pinto (AP Porto).

O jogo começou intenso com o OCB a marcar primeiro por Marinho, aos 15 minutos, ficando a sensação de ter sido um autogolo de um sportinguista, ao evitar que a bola chegasse ao jogador do OCB. No espaço desse mesmo minuto, Toni Pérez restabeleceu a igualdade, que foi desfeita, logo no minuto seguinte, por Henrique Magalhães, numa stickada de longe e perante a passividade da defensiva barcelense, dando a volta ao marcador. Aos 19m, Afonso Lima foi admoestado com um cartão azul. Na marcação do correspondente livre direto, Pedro Gil obriga Ricardo Silva a grande defesa. Quando todos pensavam que iria tentar marcar na recarga, assiste Ferran Font que bate o guardião do OCB. Assim, ao intervalo o marcador registava um 3-1 para os da casa.

Após o reatamento, logo aos 6m, Vítor Hugo aumentou a contagem para os lisboetas. No mesmo minuto, Rúben Sousa não marca uma grande penalidade. Meia dúzia de minutos depois, o espanhol Pedro Gil voltou a marcar, aumentando o score para os de Alvalade. Aos 16m, João Almeida reduziu para 5-2. No entanto, no minuto seguinte, Caio, na marcação de uma grande penalidade, desfeiteou o guardião barcelense, fazendo o 6-2. A quase 2 minutos do final, foi de novo Pedro Gil a marcar e a fechar o resultado: 7-2 para os da casa.

Apesar do “desnível” no marcador, o jogo foi muito intenso, com poucas faltas – nenhuma equipa chegou sequer à 10ª falta – e com o OCB, por exemplo, a ter mais remates. Mas, como sempre em desportos de golos e pontos, ganhar quem marca mais.

Leões arduamente vencedores

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

No jogo disputado para a principal liga nacional, o Sporting defrontou o Boavista, em casa deste, o que se manifestou uma tarefa árdua, com uma primeira parte neutra. Contudo, aos 45 + 3 minutos, Podence serve Fábio Coentrão, que inaugura o marcador no último instante da primeira parte.



O 11° golo de Bas Dost surge aos 63 minutos. Com persistência conseguiu levar os Leões a adiantarem-se no marcador, assegurando mais que a margem mínima.

Mas não tardou muito para que a diferença fosse reduzida pelo Boavista, que, um minuto depois, beneficiando de um erro de Coates, Mateus marcasse o seu primeiro golo, reduzindo para 1 – 2.

Em lance de bola parada, aos 66 minutos, Mathieu, desvia de cabeça e serve o marcador de serviço, Bas Dost, que marca mais um, fixando em 1 – 3; aquele que seria o resultado final.

Uma segunda metade do desafio, completamente melhor por parte dos Leões, que motivados pelo golo a fechar a primeira parte, vieram para o campo com uma energia renovada e uma força ganhadora, que se veio a refletir numa vitória importante frente a um adversário sempre muito difícil no seu reduto.

Para além de Bas Dost, também Mathieu foi uma das figuras do jogo pelo lado do Sporting.

No dia 13 de dezembro, em mais uma eliminatória da Taça de Portugal, o Sporting CP levou de vencida o Vilaverdense, por 4 – 0.

Com a entrada de Gelson, Jorge Jesus conseguiu “desencravar” o jogo e em meia hora o desafio ficou resolvido.

Hat-trick” de Doumbia permite ao Sporting afastar Vilaverdense da Taça de Portugal.
E a fechar, Gelson, a figura do jogo em conjunto com Doumbia, fez o quarto golo.

No que ao clube de Barcelos respeita, o Gil Vicente foi à Madeira arrancar um empate, a uma bola, frente ao União da Madeira.

Não conseguindo sair dos empates nas competições dentro do campo, conseguiu o Gil Vicente, através do seu presidente, desempatar no diferendo do “Caso Mateus” e num compromisso estabelecido com a mediação do presidente da Liga, ficou acordada a subida do Gil Vicente ao escalão principal do futebol português, na época 2019/2020.

Assim seja!

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

1 2 3 5
Ir Para Cima