Tag archive

Vila Cova

Recolha de sangue e medula óssea em Vila Cova

Outubro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 22 de outubro, na Escola Básica e Secundária de Vila Cova, a Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, leva a cabo uma recolha de sangue e de medula óssea, entre as 9h00 e as 12h30.



Esta recolha tem o apoio da União de Freguesias de Vila Cova e Feitos, das paróquias de Vila Cova e Feitos, da Escola Básica e Secundária de Vila Cova e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Fonte e imagem: BS.

MARCA, de Vila Cova, termina Campeonato Nacional de Futebol de Praia com balanço positivo

Agosto 19, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




A 13 de agosto terminou a primeira fase do Campeonato Nacional de Futebol de Praia, que contou com a presença, em estreia, de uma equipa barcelense, mais propriamente de Vila Cova, o Movimento Associativo de Recreio, Cultura e Arte, popularmente conhecido por MARCA.

A primeira fase deste campeonato subdividia-se em 3 zonas (Norte, Centro e Sul), contando já com algumas formações de clubes históricos e com outra dimensão, principalmente, orçamental. A título de exemplo, o Estoril Praia (Centro), o Salgueiros 08, o Leixões, o Chaves e o Varzim (Norte). Ora, como parece fácil de depreender, era na Zona Norte que “residiam” os conjuntos mais fortes, pelo menos, teoricamente. A estes quatro juntavam-se Academia Elite Sport, Vitorino de Piães, Associação São Jacinto e, claro está, o barcelense MARCA. Não só era a zona com mais “tubarões”, como a zona com mais equipas, mais jogos e mais jornadas. Tudo isso contribuiu para que fosse, igualmente, a zona onde os clubes teriam que despender mais em termos orçamentais e logísticos.

O MARCA terminou a fase no 7º posto, com 7 pontos em 8 jogos, fruto de 3 vitórias e 5 derrotas. Teve um score de 39 golos marcados e 47 sofridos. De salientar que neste campeonato não havia lugar a empates. No final do tempo regulamentar, em caso de empate, procedia-se à marcação de grandes penalidades até se achar um vencedor. Os jogos, à exceção de uma jornada (em Chaves), realizaram-se na vila de Apúlia – Esposende.

Rúben Silva

Rúben Silva, da comunicação do MARCA e, também, jogador da equipa, acedeu a responder a algumas perguntas sobre a participação do clube neste campeonato. Este jornal agradece-lhe pelo facto de ter abdicado de um pouco das suas merecidas férias para nos responder.

Relembrando que eram a única equipa barcelense presente no campeonato, de onde surgiu a ideia de se inscreverem e disputarem uma competição destas, tão importante a nível nacional?

RS – A nossa participação no campeonato nacional de futebol de praia começou, apenas e só, para nos divertirmos enquanto colegas de equipa e permitir uma experiência diferente a todos. Mas quando fizemos o primeiro jogo, vimos que tínhamos potencial para lutar por uma boa classificação. Jogo a jogo, fomos adquirindo experiência e os resultados foram aparecendo.

Que balanço fazem desta vossa participação?

RS – No geral, foi um grande campeonato, onde pudemos jogar contra grandes equipas, grandes jogadores. O empate frente ao Varzim [no tempo regulamentar] e a vitória frente ao Chaves demonstram que o MARCA não estava lá apenas para fazer “figura presente”, como muita gente achava.

Qual o objetivo principal desta vossa primeira “aventura” numa competição deste calibre?

RS – Levar o nome MARCA a um patamar Nacional foi o nosso objetivo principal.

Agora que esta fase terminou, pretendem deixar algum agradecimento?

RS – Em nome da direção, pretendemos agradecer o empenho dos jogadores, equipa técnica e diretores. Todos eles muito importantes nesta grande caminhada.

Tiveram muito apoio nas bancadas, nomeadamente, dos vossos adeptos e demais espetadores?

RS – Sim. E para nós, ainda mais importante é agradecer a todas as pessoas que em todos os jogos nos apoiaram. Essas, sim, foram a grande força para os nossos jogadores. A todos os nossos adeptos, um muito obrigado.

O Barcelos na Hora não pode deixar de dar os parabéns ao MARCA, sua direção, equipa técnica e jogadores, por esta primeira participação – desejando que a “aventura” continue nos próximos anos – neste tão difícil e prestigiante campeonato, onde o balanço só pode ser mesmo muito positivo.

Fotos: DR.

Duplas barcelenses competem no Vila do Conde Peneda-Gerês Extreme

Agosto 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Durante 3 dias, no “difícil” desafio de 3 etapas, o “Vila do Conde Peneda-Gerês Extreme”, que contou com 300 km de distância, aproximadamente, e 8 mil metros de desnível acumulado, contou com a participação de algumas duplas formadas por barcelenses ou em representação de formações barcelenses ou de outras paragens. Duas delas, juntou dois limianos a dois barcelenses.

Um dos destaques vai para a dupla de Viatodos, Sérgio e Ricardo Meneses, que em representação do CLUBE BTT FAMALICÃO, conquistaram um excelente 2º lugar da geral, sendo os vencedores da categoria de Master 30.

Em 14º lugar, classificaram-se André Alves e Nuno Marques, da BARCELOS TEAM PORTUGAL. Em 16º, e da mesma formação, ficaram Miguel Gonçalves e Nuno Campos.

A dupla João Carvalho e José Carvalho, da ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT/ CARNES LANDEIRO, com “espírito de auto superação” e aventura, terminaram na 55ª posição, entre as 88 duplas presentes.

Um lugar abaixo, ficaram Jorge Gonçalves e Jaime Faria, da ARCA/ NODDY BIKE TEAM. Em 70º lugar, da mesma formação, classificaram-se Jorge Capela e Armando Costa.

Por fim, as duplas que uniram Ponte de Lima  e Barcelos. Jacinto Fiúza e Carlos Pereira, da BATOTAS PONTE DE LIMA/ BIKEZONE BARCELOS, também participou mas, infelizmente, não há registos oficiais da sua classificação.

Um grande destaque vai, igualmente, para a dupla feminina Liliana Lopes e Ana Rita Vale, esta última de Vila Cova, vice-campeã nacional de XCO, campeã do Minho de XCO e XCM.

Em representação da BICIADUS, esta dupla conquistou o 1º lugar da sua categoria, ficando no 65º lugar da geral.

 

Fonte e fotos: ACRR/VCPGE´17 (Sérgio Rodrigues e Eduardo Campos).

[ndr: notícia atualizada a 09/08/17, 21h50]

Festa em honra de São Brás, São Bento e Santo Amaro em Vila Cova

Julho 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Começam já na próxima sexta-feira, dia 7 de julho, as festividades em honra de São Brás, de São Bento e de Santo Amaro, em Vila Cova.

Entre hoje e sexta-feira, realizam-se novenas em honra dos referidos Santos.

Depois, dia 7 de julho, após a novena, dá-se, pelas 21h00, a abertura da Exposição de Curiosidades na Escola de Vila Cova. Pelas 21h30, haverá a atuação do Grupo Atlantis e de Diana Martins. Após a meia-noite, a animação é feita por um DJ convidado.

No dia seguinte, pelas 14h00, realiza-se a Concentração de Bicicletas Antigas e Clássicas, junto à Capela de São Brás. Sensivelmente uma hora depois, haverá o desfile de bicicletas, em trajes antigos, pelas ruas da freguesia. Ao mesmo tempo, inicia a Festa da Criança. À noite, pelas 22h00, começa o arraial noturno com a atuação da Orquestra UKAPA. Após a sessão de fogo de artifício piromusical, o mesmo grupo volta a palco para continuar o espetáculo.




O último dia das festividades inicia com a missa na Igreja Paroquial, pelas 8h00. Meia hora depois, dá-se a entrada da Sociedade Filarmónica de Vilar Chão (Vieira do Minho). Pelas 11h00, realiza-se a missa solene em honra de São Brás. Já à tarde, pelas 15h00, dá-se a entrada da Fanfarra Flor de Liz, dos Escuteiros de Vila Cova. Uma hora depois, iniciam-se as cerimónias religiosas, com o sermão em honra de São Brás, seguido da procissão. Por volta das 19h00 dá-se a despedida da banda de música, para, pelas 21h00, iniciar-se a Noite Folclórica, com a atuação do Grupo Folclórico São Lourenço de Alvelos, Rancho Folclórico de Fonte Boa e Escola de Folclore de Santa Marta de Portuzelo. As festividades terminam com a tradicional sessão de fogo de artifício.

Fonte e imagem: AB.

Futebol de praia: MARCA perde com Salgueiros mas recebe ovação de pé

Julho 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, pelas 11h15, e debaixo de bastante calor, na Praia da Couve (Apúlia), a equipa de futebol de praia barcelense, do Movimento Associativo de Recreio, Cultura e Arte (MARCA), de Vila Cova, perdeu o seu primeiro jogo do campeonato nacional de futebol de praia, zona norte, frente ao Salgueiros, por 1-3.

Esta foi, no entanto, uma derrota contra uma equipa que assumiu, desde o início, lutar pelo primeiro lugar, algo que, tendo em conta o leque de jogadores e o staff presente, foi claramente demonstrado.

Por outro lado, o MARCA, com menos argumentos financeiros – note-se, por exemplo, que os jogadores do Salgueiros recebem prémios de vitória – e logísticos, joga com muita vontade, com muito crer de vencer e humildade, algo que, neste momento, é reconhecido por todos.

O resultado equilibrado demonstra bem o que foi o jogo, com o Salgueiros a marcar logo aos 30 segundos de jogo, no decorrer de uma falta muito próxima da baliza do MARCA. Depois, marcou o seu segundo golo perto do final do 2º período e o terceiro mesmo no reatar do 3º período.

O MARCA esteve, em muitos momentos, por “cima do jogo” mas a sorte, e os postes, “não quiseram nada” com a equipa de Vila Cova, que, mesmo assim, conseguiu marcar o seu “tento de honra”.

Assim sendo, o jogo foi repartido mas o resultado positivo pendeu para o lado do Salgueiros, por força da qualidade individual dos seus jogadores.




No final do jogo, as pessoas que assistiram ao jogo deram uma ovação em pé ao MARCA, muito provavelmente por forma a louvarem todo o empenho e luta da equipa barcelense no sentido de alcançarem um outro resultado mais positivo.

De salientar, novamente, a presença de bastante público, que se deslocou de vários cantos de Barcelos à Apúlia, para incentivar a equipa barcelense. Igualmente, foram muitos os banhistas presentes que estiveram, também, do lado dos homens de Barcelos.

Nesse sentido, a Direção do MARCA, os seus jogadores e equipa técnica, em nota enviada a este jornal, deixam um enorme e sentido agradecimento a todos pelo apoio que lhes foi, e tem sido, dado, esperando que no próximo jogo, contra a Academia Elite, possam sentir, novamente, o carinho e apoio de todos.

Na mesma nota, o MARCA salienta que “é com muita pena que da imprensa de Barcelos apenas o Barcelos na Hora – desde já, muito obrigado – mostre interesse neste percurso muito bom que esta equipa está a ter”.

Fonte e foto: MARCA.

MARCA vence o segundo jogo do Campeonato Nacional de Futebol de Praia – Zona Norte

Junho 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, no último domingo, em Apúlia – Praia da Couve –, mais uma jornada da Zona Norte do Campeonato Nacional de Futebol de Praia.

A única equipa representante das terras de Barcelos, o MARCA, de Vila Cova, levou de vencida o GD Vitorino de Piães (Ponte de Lima), por 6-8.

Os homens de Vila Cova entraram a ganhar, por 0-1. No entanto, os de Vitorino de Piães ainda conseguiram uma “remontada“, para 2-1 e, mais tarde, um empate a 3 golos.

A partir deste empate, o MARCA não mais permitiu veleidades aos homens de Ponte de Lima, estando sempre à frente do marcador até ao final 6-8.

Os marcadores de serviço foram: Venda (3); Ivo (2), Taninho (2) e Xeme (1).

O jogo foi, novamente, assistido por bastantes adeptos de Vila Cova, e não só, presentes. A equipa barcelense foi, igualmente, sempre muito acarinhada por todos os banhistas presentes, que puxaram muito pelo MARCA.

É de realçar que esta é a primeira vez que estes jogadores jogam na areia, enquanto, por outro lado, todas as outras equipas já participaram noutras edições. Mesmo assim, o MARCA está em 3º lugar, só com vitorias e com os mesmos pontos (6) que Leixões e Varzim.

O próximo jogo colocará frente a frente, o MARCA e o Salgueiros, domingo, pelas 11h15, novamente em Apúlia – Praia da Couve.




Fonte e fotos: MARCA.

M.A.R.C.A., única equipa barcelense no Campeonato Nacional de Futebol de Praia, vence o primeiro jogo

Junho 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Movimento Associativo de Recreio, Cultura e Arte (MARCA), de Vila Cova, é uma das nove equipas que compõem a zona norte da divisão nacional do Campeonato Nacional de Futebol de Praia 2017.

As restantes equipas desta zona são: Academia Elite Sport, Associação Desportiva de Chafé, Associação Desportiva e Cultural de São Jacinto, Grupo Desportivo de Chaves, Grupo Desportivo Vitorino de Piães, Leixões Sport Clube, Sport Clube Salgueiros 08 e Varzim Sport Clube.

O primeiro jogo da equipa barcelense realizou-se no passado domingo, dia 18 de junho, em Apúlia, na praia da Couve. O MARCA defrontou o São Jacinto (Aveiro), levando a melhor, por 5-4, nas grandes penalidades, depois de, no tempo regular, o jogo ter terminado com um empate a 2. De salientar o grande número de adeptos que se deslocaram a Apúlia para torcer pelo clube de Vila Cova.




O próximo jogo, já este domingo, dia 25 de junho, igualmente em Apúlia, colocará frente a frente o MARCA e o GD Vitorino de Piães (Associação de Futebol de Viana do Castelo), com início previsto para as 15h00, sendo que os responsáveis do MARCA esperam, novamente, poder ter uma boa “falange de apoio” aos seus jogadores, principalmente porque o local do mesmo, Apúlia, não é assim tão longe das terras barcelenses.

Aliás, à exceção da 7ª jornada, no dia 30 de julho, que se realiza em Chaves, todas os jogos serão realizados em Apúlia. Ou seja, todas as equipas que competem nesta 1ª fase do campeonato, que termina a 13 de agosto, jogarão na vila do concelho vizinho de Esposende, excetuando na referida jornada.

Imagem: MARCA.

Concerto de Taças Tibetanas em Vila Cova

Maio 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Sentir – Núcleo de Barcelos da Associação Portuguesa de Reiki realiza, no próximo dia 26 de maio, pelas 15h30, no Centro Social e Paroquial Imaculado Coração de Maria, em Vila Cova, um concerto de Taças Tibetanas.




A entrada será livre.

concerto-taças-tibetanas-vila-cova-cartaz

Fonte e imagem: Sentir.

Conservatório de Música de Barcelos promove ciclo de concertos

Abril 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Conservatório de Música de Barcelos promoveu nos dias 31 de março e 02 de abril mais três concertos, que fecharam um ciclo de concertos dedicados a este período quaresmal.

O primeiro realizou-se no passado dia 31 de março, no Pátio Luiz Costa, no Conservatório de Música de Barcelos, com a apresentação das obras “Missa a 4 para Coro e Órgão”, do compositor barcelense Miguel Ângelo Pereira, e o “Requiem op.48”, de G. Fauré – versão para o coro e órgão. Foram intérpretes deste concerto o Coro CMB e o Coro dos Pequenos Cantores do CMB, tendo como solistas os alunos Cláudia Pereira, João Miranda, Pedro Cibrão, Tânia Macedo e Teresa Sá Cachada, juntamente com o Prof. Daniel Ribeiro – órgão sob a direção da Prof. Maria João Gonçalves.

07

No início, a Professora responsável contextualizou o programa do concerto, referindo que “…não se encontra registos da última apresentação da obra do compositor barcelense, pelo que se poderia considerar uma estreia para as últimas gerações”. Em relação à obra de Fauré, salientou que “…é considerada um dos principais ‘Requiem’ da história da música, tendo este por particularidade incluir na sua estrutura partes como o ‘In Paradisum’, que espelha profundamente uma visão positiva da morte, como uma porta para o além e não um fim em si mesma”.

Também no dia 31 de março, na Igreja Matriz de Vila Cova, apresentaram-se as classes de Conjunto, com os alunos em regime articulado da EB2,3 Abel Varzim, EB2,3 Gonçalo Nunes e EBS Vila Cova, onde os coros apresentaram vários temas com arranjos de D. Peter e J. Carter e partes da “Missa Modale” de J. Alain, sob a direção da Prof. Isabel Silva. Seguiu-se uma obra para orquestra com o arranjo de J. Van der Goot, sob a direção do Prof. César Maciel. O concerto culminou com a obra de J. Rutter “The Lord bless you”, para Coro e Orquestra, tendo provocado no público que encheu a Igreja uma forte manifestação de agrado.

007

Este ciclo terminou com mais um concerto na Igreja Matriz de Barcelos, no dia 02 de abril, com um programa bastante variado e estruturado à volta da obra de J.S. Bach. Enquadrado com o ano mariano, o Coro SemiGaltom e Coro Galtom apresentaram as “Avé Maria” de C. Franck e I. Vitória, a que juntou o motete de A. Bruckner “Locus iste”, seguindo-se de partes da “Missa a 4”, do compositor barcelense Miguel Ângelo Pereira, que teve como solistas os alunos Cláudia Pereira, Pedro Cibrão e Tânia Macedo. Estas obras foram alternando com as árias “Ich folge dir” e “Bist du bei mir” de J.S. Bach, interpretadas pelas alunas Cláudia Pereira e Tânia Macedo, respetivamente, até chegar ao exigente Concerto para dois Violinos e Orquestra “BWV1043” do mestre de Leipzig, interpretado pelos alunos Joana Ribeiro e João Carvalho, sob a direção do Prof. Jorge Teixeira. O concerto terminou com as partes finais do “Requiem op.48” de G. Fauré, “Libera Me” e “In Paradisum”, pelo Coro dos Pequenos Cantores do CMB e solista João Miranda, sintetizando, assim, a temática do concerto.

014

Fonte e imagens: CMB.

Ir Para Cima