Tag archive

Vila Nova de Famalicão

Gil Vicente com duas vitórias em outros tantos jogos

Agosto 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Campo de Ribes, em Santa Maria de Oliveira (VN de Famalicão) recebeu a 2º jornada da Série “A” do Campeonato de Portugal, opondo a equipa da casa – AD Oliveirense – ao Gil Vicente FC, que terminou como vencedor, por 0-2.



A AD Oliveirense alinhou com Fábio Santos, João Sidónio, Soro, Fernando Neves, Jorginho (Stanly, 65’), Mohamed Touré, Lassina Touré (João Cardoso, 74’), Dibola Júnior, Tiago Silva, André Pereira e Apolo Silva. O treinador Tonau deixou no banco Jorge Sousa, André Gomes, Rui Ribeiro e Hélder Veloso.

Já Nandinho fez o Gil Vicente FC alinhar com Wellington, Júnior, Rui Faria, Bruno Morais, Edwin Vente, Tiago Gomes, Juan Villa (Ramalho, 68’), Gabriel Mejía (Henrique Brito, 74’), Joãozinho (Bruno Lopes, 65’), Tanko e Ahmed Isaiah. No banco ficaram Rafa Pires, Tiger, Dimba e Victor Hugo.

O Gil Vicente controlou o jogo, debaixo de intenso calor, com a AD Oliveirense a dar boa réplica. O primeiro golo gilista foi apontado por Gabriel Mejía, aos 39 minutos, num grande trabalho deste jogador colombiano, que recebe no peito, na zona da meia-lua, uma bola longa do seu compatriota Juan Villa, amortece-a e, de cabeça, coloca-a à disposição do seu pé direito, rematando sem hipóteses para o guarda-redes da casa. Grande passe e grande trabalho individual destes dois jovens (18 anos) colombianos que começam a mostrar qualidade. Gabriel que ainda teve uma bola na trave durante a 1ª parte.

Na 2ª, e poucos minutos depois de entrar, Bruno Lopes recebe um passe longo de outro jovem colombiano, no caso, Edwin Vente (22 anos), passa “na raça” por um defesa, entra na área e remata, permitindo a defesa de Fábio Santos com o pé. No entanto, a bola sobra de novo para o jogador gilista que recebe, vira para a baliza, prepara e aponta o remate, metendo a bola entre o guarda-redes e um jogador adversário, fechando o marcador em 0-2 para o Gil Vicente FC.

A equipa de arbitragem, dirigida por Carlos Macedo, coadjuvado por David Macedo e Ulisses Costa, mostrou dois cartões amarelos. Um a Ahmed Isaiah (35’), do Gil Vicente, e outro a Tiago Silva (37’), da Oliveirense.

No final, em declarações à GVTV, Nandinho salientou que era objetivo chegar a Santa Maria de Oliveira e vencer o jogo, algo que foi concretizado “com mérito, com justiça”. “Se calhar os números pecam por escasso, face ao volume de jogo que tivemos, em termos de oportunidades de golo e volume ofensivo. Mas acho que a vitória não sofre qualquer contestação. Fizemos uma boa exibição, na generalidade. Na segunda parte, ‘caímos’ um bocadinho, o jogo ficou um bocadinho mais repartido a partir do meio da segunda parte e segundo golo trouxe-nos, realmente, alguma tranquilidade. Há que realçar, acima de tudo, a globalidade, um jogo bem conseguido e uma vitória inteiramente justa da nossa equipa”, concluiu.

O Gil Vicente é, conjuntamente com o São Martinho, uma das duas únicas equipas apenas com vitórias (2) nesta Série “A”. Na próxima jornada, no dia 26 de agosto, os gilistas recebem, pelas 17h00, os Caçadores das Taipas.

Uma palavra para os adeptos que se deslocaram num final de domingo à tarde abrasador a terras do concelho famalicense, nomeadamente, para os membros da claque Nação Barcelense, que puxaram constantemente pela equipa, debaixo de sol, pois a bancada onde se encontravam não tinha cobertura, nem havia sombras para se resguardarem. Sem dúvida, de louvar.

Fotos: GVFC.

Inês Faria, atleta do Clube Cávado Patinagem Artística, apura-se para o campeonato nacional

Julho 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Este fim de semana, realizou-se em Fafe, no Pavilhão do Nun’Álvares, o Campeonato Regional de Patinagem Livre, onde participou o Clube Cávado de Patinagem Artística (CCPA).



O clube barcelense fez-se representar por Inês Faria (Benjamins), Ana Raquel Martins (Infantis) e Andreia Fonseca (Juniores).

Logo no sábado, Inês Faria, treinada por Inês Ferreira, conseguiu o 5º lugar no programa curto, com 33,300 pontos, o que lhe garantiu a qualificação para o Campeonato Nacional.

Anita Barbosa sagra-se Campeã Regional

Já no passado dia 17 de junho, o Pavilhão Municipal de Vila Nova de Famalicão recebeu o Campeonato Regional de Solo Dance e Pares Dança de 2018, onde participou Anita Barbosa, no escalão de Juniores Femininos.

A prestação da atleta do CCPA valeu-lhe o título de Campeã Regional em Solo Dance.

Fotos: DR/CCPA.

Escolas e Cadetes da ACR Roriz triunfam no Prémio de Ciclismo Carlos Carvalho

Junho 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, realizou-se, em Pousada de Saramagos – Famalicão, mais um Prémio de Ciclismo Carlos Carvalho, prova pontuável para a Taça do Minho de Estrada, para todas as categorias de formação, em homenagem ao antigo vencedor da Volta a Portugal e da clássica Porto-Lisboa.



Mais uma vez, os atletas da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT apresentaram-se num bom nível competitivo, tendo arrecadado vários triunfos individuais e coletivos.

Nas Escolinhas, a ACR RORIZ foi a grande vencedora coletivamente, tendo os seus jovens atletas conquistado alguns bons resultados individuais.

Em Pupilos/Benjamins, Matilde Fernandes foi 3ª e Martim Fernandes foi 16º. Nos Iniciados, Leandro Martins foi 4º, Dinis Carreiras 10º, Gustavo Fernandes 12º, Rodrigo Fernandes 18º e Adelaide Palmeira 4ª classificada em femininos. Nos Infantis, Dinis Saleiro foi 2º, Diogo Miranda 4º, Paulo Fernandes 7º, Gonçalo Rodrigues 10º, Rodrigo Rodrigues 11º. Por fim, nos Juvenis, João Martins foi 6º, Diogo Carreiras 9º, Guilherme Rodrigues 19º, Gabriel Baptista 20º e o Henrique Lopes 28º.

Os Cadetes também conquistaram a vitória coletiva, tendo para isso contribuído os resultados de João Almeida (4º), Lucas Braga (5º), Sérgio Saleiro e Diogo Saleiro (10º e 11º, respetivamente), com João Serre e Gonçalo Godinho a não concluírem.

Nos Juniores, a equipa rorizense conquistou o 2º posto coletivamente, apenas superada pela formação da Maia. Já individualmente, João Rocha foi 3º, Pedro Silva 8º, Bruno Silva 10º, Flávio Fernandes 18º e Rafael Torres não concluiu.

Fonte: ACRR.

Fotos: DR.

Casa do Povo de Alvito com três vitórias individuais no Torneio de Ténis de Mesa “Didáxis”

Junho 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, no passado dia 2 de junho, em Famalicão, o 3º Torneio Aberto de Ténis de Mesa “Didáxis”, marcado pela excelente prestação dos mesatenistas da Casa do Povo de Alvito.



Em Seniores Masculinos, a vitória foi para Carlos X. Silva, da equipa de Alvito, com Filipe Lobo a conseguir um bom 3º lugar.

Já Catarina Ferreira [ndr: à esquerda na foto de destaque] conquistou o 1º lugar na vertente de Seniores Femininos. Em Femininos mas no escalão de Juniores, a vitória também foi para Alvito, com Érica Silva a conquistar o 1º lugar.

Por fim, em Infantis Masculinos, Pedro Sousa conquistou um ótimo 2º lugar.

Fonte e fotos: CPA-TM.

Amigos da Montanha conquistam 1º lugar em Duplas Mistas no “Duatlo Trail & Bike Challenge”

Abril 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No último domingo, os Amigos da Montanha estiveram presentes no “Duatlo Trail & Bike Challenge”, em Famalicão, classificando-se em primeiro lugar na categoria de Duplas Mistas, com o tempo de 2h16m.



Márcia Bandeira realizou a prova de Trail, com 10,6km. João Rodrigues, que em 2017 se sagrou campeão do escalão M40 e 2º classificado da geral do Campeonato Nacional de Ultra Endurance, participou na modalidade de BTT, numa prova com 21km.

“Fazer dupla com a minha esposa tornou-se um desafio para os dois. Ela está num excelente momento de forma na corrida”, revelou João Rodrigues no final da prova, satisfeito com a prestação na vertente de BTT. “A prática do BTT tem sido muito importante na recuperação da lesão, para voltar em breve às corridas de trail”, acrescentou.

Fonte e fotos: AM.

Gil Vicente: Vítor Tormena lança jogo frente ao Famalicão

Abril 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Pelas 16h00 deste sábado, o Estádio Municipal 22 de Junho recebe, a contar para a 32ª jornada da Ledman LigaPro, o jogo FC Famalicão-Gil Vicente FC.



O central brasileiro do Gil Vicente, Vítor Tormena, analisou o momento atual da equipa, o jogo frente ao Famalicão e a sua adaptação a Portugal e ao Gil Vicente.

Tormena salientou que a equipa está mais confiante, fruto dos resultados, nomeadamente, da vitória no último jogo, frente ao um dos líderes e candidato à subida, o Penafiel. “Uma vitória como esta, em casa, contra uma boa equipa como a deles, só dá confiança a todos. Conseguimos uma coisa que era muito esperada, que era sair da zona de despromoção e agora só pretendemos melhorar, ficar o mais longe possível. Esse é o objetivo de todos”, salientou.

Tal como em conferências anteriores, quer ao treinador, quer a outros colegas de equipa, Vítor Tormena também foi questionado sobre se haveria mais e novas etapas a conquistar pela equipa gilista. “Nós pretendemos, independentemente de o jogo ser em casa ou ser fora, respeitando o adversário, entrar nos jogos para somar pontos. Pensando sempre no próximo jogo. O melhor possível que pudermos ficar, longe da zona de despromoção, para nós é perfeito”, afirmou.

Sobre o adversário deste jogo, o central gilista salientou que trabalharam e estudaram muito bem o Famalicão, ao longo da semana de trabalho, para saberem os seus pontos fortes e pontos fracos. “Sabemos que é uma equipa boa, que na 2ª Liga não há jogos fáceis, independentemente do jogo ser fora ou em casa. Nós conquistámos, no último jogo, uma coisa muito importante, que foi sair da zona de despromoção. Isso deu-nos mais ‘gás’. Nós vamos lá para discutir o jogo, de igual para igual, e procurar a vitória”, ressalvou.

Vítor Tormena está a gosta da sua experiência em Portugal e no Gil Vicente. “Tenho gostado. Pensei que ia demorar a adaptar-me mas em um mês já estava adaptado”, ele que elogiou o grupo de trabalho, a equipa técnica e a administração, a quem só tem a agradecer “por tudo”.

Com a melhoria nos resultados e na tabela classificativa, nota-se, igualmente, uma melhoria no rendimento da equipa, com a chegada desta nova equipa técnica. Tormena salienta que a chegada deste novo treinador, e restante equipa técnica, trouxe a confiança que havia dentro de cada um dos jogadores. “Sabíamos que o grupo tinha qualidades mas estavam todos meio desmotivados pela falta de ganhar jogos. Ele chegou e conseguiu tirar isso de cada atleta, de uma forma diferente. Em união, juntos, abraçámos a ideia e estamos a ir bem”, disse.

Por fim, Vítor Tormena lançou um apelo aos adeptos para que se mobilizem e se desloquem a Famalicão para apoiar a equipa. “Eu gostaria de chamar todos os adeptos para assistir ao jogo, para nos acompanhar nesta fase final, e importante, do campeonato. E uma coisa posso garantir, independentemente se ganharmos ou perdermos, nós vamos correr até ao último minuto em busca dessa vitória e vamos tentar sair de lá com os três pontos”, terminou.

Adriana Rocha, da Casa do Povo de Martim, presente no primeiro estágio de sempre da seleção de futebol de sub-15

Dezembro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Termina amanhã, por volta das 13h30, o primeiro estágio do historial da recém-criada seleção nacional de futebol feminino sub-15, que se realiza em Quiaios e conta com a presença de Adriana Rocha, guarda-redes da Casa do Povo de Martim.



O treinador nacional Ricardo Tavares convocou 30 futebolistas, que se apresentaram no Centro de Estágios Rosa Náutica, em Quiaios. Entre elas, como referido, estava Adriana Rocha, que sendo famalicense, defende as cores de uma equipa de Barcelos, mais concretamente, de Martim.

O lote de convocadas foi o seguinte:

Carolina Almeida e Inês Oliveira (AJE Hernâni Gonçalves), Ana Assucena (Amora FC), Alida Leles e Érica Ventura (Âncora Praia FC), Sara Oliveira (AC Alijoense), Patrícia Ferrer (Boavista FC), Cristiana Silva e Salomé Costa (Clube Albergaria), Eduarda Silva (Escola de Formação Fintas), Sofia Vicente (GD Os Vidreiros), Cláudia Mendinhas e Maria Malta (GD A-dos-Francos), Gabriela Mendes e Vanessa Correia (Grasshopper CZ – Suíça), Luísa Caraça e Sofia Caraça (Ourique DC), Maria Leonor (Prozis/Vilaverdense), Maria Negrão (SC Porto), Leonor Alves (SC Vista Alegre), Alícia Correia, Joana Prazeres, Margarida Caniço e Núria Monteiro (Sporting CP), Lurdes Regal e Mariana Ferreira (Valadares Gaia), Filipa Bandeira, Joana Caiado e Maria Alagoa (Viseu 2001) e, claro está, Adriana Rocha (Casa do Povo de Martim).

O programa do estágio passa por um treino ontem e amanhã, dia de dispensa das atletas. Hoje, dia 20 de dezembro, o dia é composto por dois treinos, um de manhã e outro de tarde.

De acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, o dia 18 de dezembro de 2017, dia em que as atletas se apresentaram no estágio, “ficará sempre associado a um novo passo em frente na evolução do futebol feminino português, com o início efetivo da atividade da Seleção Nacional Feminina sub-15”.

Foto: CPM.

Agência Portuguesa do Ambiente lança serviço telefónico de apoio sobre Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos

Dezembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) criou um call-center com uma linha telefónica de apoio aos utilizadores das novas Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos (e-GAR), que, a partir do primeiro dia de 2018, passarão a acompanhar, de forma obrigatória, todo o transporte de resíduos em Portugal, substituindo as atuais guias em papel. Em funcionamento desde 11 de dezembro, o número 808 203 855 foi criado para esclarecer todas as dúvidas sobre as e-GAR e estará disponível sete dias por semana.



Este novo serviço de apoio telefónico é mais uma iniciativa da APA para proporcionar acompanhamento personalizado aos utilizadores que ainda não se registaram no SILiAmb. Para além disso, e com o objetivo de alertar para o período de transição estar prestes a terminar, a APA tem também vindo a promover, em todo o país, ações de sensibilização e formação para esclarecer dúvidas sobre o processo e facilitar uma transição mais fácil para este novo modelo.

No âmbito da sua política de melhoria contínua de proteção do ambiente e valorização dos serviços oferecidos aos cidadãos, a APA criou as Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos (e-GAR) para substituir as atuais GAR (Guias de Acompanhamento de Resíduos), GARH (Guias de Acompanhamento de Resíduos Hospitalares) e GARCD (Guias de Acompanhamento de Resíduos de Construção e Demolição). Na Europa, Portugal é o primeiro País a adotar este modelo, cujas vantagens ambientais, económicas e sociais são tão notórias que outros países europeus já mostraram interesse em importar este conceito.

As e-GAR são aplicáveis ao transporte rodoviário, ferroviário, marítimo, fluvial e aéreo de resíduos em território nacional. Foram apresentadas em Maio de 2017, para permitir não apenas a transição mais eficaz das guias em papel para o modelo eletrónico, como também a adaptação mais fácil por parte de todas as entidades envolvidas nas diferentes fases do circuito de resíduos – produção, transporte e tratamento.

As entidades emissoras e destinatárias das e-GAR têm de estar obrigatoriamente registadas no SILiAmb – Sistema Integrado de Licenciamento do Ambiente e de criar os respetivos estabelecimentos (localização) nessa plataforma, pelo que deverão proceder à sua inscrição o quanto antes. A partir de 1 de janeiro de 2018, apenas as guias de acompanhamento de resíduos eletrónicas emitidas no SILiAmb serão válidas para o transporte de resíduos.

A transição para o novo modelo eletrónico aporta benefícios evidentes, do ponto de vista económico, ambiental e social. Tem vantagens para os produtores de resíduos, para quem os transporta, para quem os recebe, garante a integridade e qualidade da informação, agiliza e acelera os processos, reduz custos e minimiza o impacte ambiental.



Uma das mais-valias da digitalização do processo é a poupança de mais de 6 milhões de folhas de papel por ano. Ao contrário do modelo anterior, que consistia no preenchimento de um impresso em papel, referentes às GAR em triplicado, o modelo digital e-GAR pode ser preenchido através de um telemóvel ou tablet, a qualquer hora e em qualquer lugar. Ou seja, além de substituir o papel, garante uma maior facilidade, comodidade e rapidez no preenchimento das guias.

A redução de custos é evidente no modelo eletrónico de Guias de Acompanhamento de Resíduos. Segundo os resultados provisórios de um estudo da NOVA IMS, Information Management School, que inquiriu empresas gestoras de resíduos, antes da implementação das e-GAR, o custo total para a empresa, por guia de transporte de resíduos, era de 4,56 euros e o custo total de preenchimento por cada Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) era de 248,88 euros. Após a aplicação das e-GAR, o custo total para a empresa, por e-GAR, é de 0,18 euros.

Também para a Administração Pública, a implementação das e-GAR traduz-se numa poupança de tempo, recursos administrativos e financeiros. Com o modelo antigo, o tempo total despendido pela Administração Pública por formulário MIRR era de 3,18 horas, enquanto com o modelo e-GAR passa a ser de 0,002 horas, ou seja, 7,2 segundos.

Tendo em conta a avaliação do impacte absoluto da medida, por ano e por atividade administrativa, efetuada também no âmbito deste estudo, verifica-se que, com a substituição das guias em papel pelas e-GAR e a extinção da necessidade de preenchimento do MIRR, a poupança anual para as empresas em custos administrativos é de 9,891 milhões de euros e o Valor Acrescentado Potencial (VAP) é de 21,280 milhões de euros. Para a Administração Pública, a medida reflete-se numa poupança total anual de 17.259 horas.

Após a implementação das e-GAR, o mesmo estudo refere que foram avaliados positivamente, pelos inquiridos, o desempenho e a eficácia da plataforma. Para a avaliação da eficácia, foram considerados quatro factores, os quais obtiveram avaliação muito positiva – redução de custos (81,5%), critérios simplificação (71,1%), comodidade e conveniência (73,3%) e redução de tempo (73,3%).



O novo modelo eletrónico permite a diminuição da carga burocrática aos cidadãos e às empresas. Além de agilizar o relacionamento com os serviços da Administração Pública, nomeadamente no preenchimento de Mapas Integrados de Registo de Resíduos (MIRR), permitem uma maior facilidade na gestão das guias e qualidade da informação, bem como um maior rigor nos dados através da integração automática dos dados anuais no MIRR e no PRTR – Registo de Emissões e Transferências de Poluentes. Em complemento, o presente modelo pretende compatibilizar as informações constantes dos Documentos de Transporte ADR (Mercadorias Perigosas), substituindo também este documento. Com as e-GAR, os procedimentos são mais simples, baratos, eficazes e transparentes.

Para garantir uma transição fácil dos modelos em papel para o digital, estão a ser realizadas pela APA sessões de divulgação e esclarecimento sobre as e-GAR, em todo o território continental e Região Autónoma da Madeira, em parceria com as CCDR, associações empresariais, setoriais e entidades municipais. Além das sessões de esclarecimento, a APA criou o número 808 203 855, uma linha telefónica de apoio que está em funcionamento desde dia 11 de dezembro, reforçando assim a sua ação de sensibilização junto dos operadores e gestores de resíduos, que, em Portugal, são cerca de 1500 a 2000, sendo o universo de utilizadores das e-GAR cerca de 250 mil.

As próximas sessões de esclarecimento mais próximas de Barcelos serão a 15 de dezembro, para profissionais de oficinas automóveis e comércio automóvel, na ANECRA – Porto, e no mesmo dia, para o setor têxtil e vestuário, no CITEVE – Famalicão.

Para além destas, serão agendadas outras sessões de esclarecimento sobre as e-GAR, até ao final do ano. A lista destas sessões está em permanente atualização no site da APA: www.apambiente.pt (basta clicar no link para aceder).

O transporte de resíduos encontra-se atualmente regulado pela Portaria nº145/2017, de 26 de abril, que sucede à Portaria nº 335/97, de 16 de maio, que instituiu o uso obrigatório de GAR. As e-GAR são uma iniciativa do Ministério do Ambiente, em parceria com o Ministério da Administração Interna, Ministério da Saúde, Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Ministério do Planeamento e das infraestruturas, e encontra-se inscrita no Programa Simplex + 2016, pelo que se articula com outras medidas de natureza transversal e administrativa.

Fonte: APA.

Imagens: DR.

Atletismo jovem dos Amigos da Montanha abre a época com 4 pódios no Corta Mato “Roda dos Ventos”

Novembro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 5 de novembro, a equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha/E.Leclerc Barcelos estreou-se na nova época competitiva com a participação no Corta Mato Roda dos Ventos.



Em início de época, os jovens atletas dos Amigos da Montanha (AM) apresentaram já boa condição física e conquistaram 4 pódios.

A prova realizou-se em Oliveira de Santa Maria, Vila Nova de Famalicão, e contou com várias equipas que, como a equipa AM/E.Leclerc Barcelos, aproveitaram este evento para dar início à época em termos competitivos.

A participação dos AM começou nos escalões de infantis, que correram 1.000 metros. O destaque foi para José Fernandes, uma estreia absoluta no atletismo e nos AM, que conquistou a terceira posição. Ainda neste escalão, de salientar o bom desempenho de Pedro Silva, que finalizou em 4º lugar, o mesmo alcançado por de Bárbara Santos, em femininos.

No escalão de Iniciados, que tiveram pela frente 2.000 metros, houve vitórias para João Simões, em masculinos, e para Beatriz Rios, em femininos. A iniciada Margarida Araújo também se evidenciou, conquistando a 4ª posição.

Em Juvenis, destaque para Mónica Costa, que correu a distância de 3.000 metros e conquistou a prata, sendo batida apenas por uma atleta do Vitória de Guimarães.

Fonte e fotos: AM.

Centro Ciclista de Barcelos em bom plano no 10º Troféu Carlos Carvalho

Junho 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, no passado dia 17 de junho, em Pousada de Saramagos (VN de Famalicão), o 10º Troféu Carlos Carvalho, integrado na Taça do Minho de Estrada – Arrecadações da Quintã.

A equipa barcelense CENTRO CICLISTA DE BARCELOS AFF | ORBEA | ONDA conseguiu um ótimo 3º lugar coletivo, em Cadetes, e um 6º em Escolas.

Para a classificação de Cadetes contribuíram Rui Alves (6º), João Silva (7º), João Martins (17º) e João Munhoz (28º). Infelizmente, António Martins e David Duarte não terminaram. Destaque para o 4º lugar de Mariana Ferreira, em Cadetes Femininos.




Em Escolas, a equipa barcelense alcançou o 6º lugar. Nos Pupilos/Benjamins, Francisco Cardoso conquistou o 4º lugar, Tiago Nkomesha o 18º e André Oliveira o 19º. Em Infantis, Rodrigo Martins foi 19º e Hugo Leite 29º.

Já em Juvenis, o Centro Ciclista conseguiu um bom resultado, com Gonçalo Costa em 3º e Diogo Silva em 5º.

Imagens: Jorge Almeida.

Ir Para Cima