Tag archive

Zoom

Teatro, dança e música num mês de outubro repleto de atividades no Teatro Gil Vicente

Setembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Neste mês de outubro, que se aproxima, o teatro é o rei do Gil Vicente, com a 30ª edição do Festival de Teatro de Barcelos, mas ainda há lugar para a música, dança e as habituais sessões de cinema.



A Associação ZOOM apresenta duas sessões de cinema no dia 5, com “Fire walk with me – David Lynch”, e no dia 12 “Paterson– – Jim Jarmusch . As sessões de cinema têm início às 21h30 e têm entrada paga.

No dia 18, às 21h00, o Teatro Gil Vicente recebe o espetáculo “Folk Sessions Barcelos”, da Coreto – Associação para a Promoção de Artes e Culturas Tradicionais, que tem como objetivo a promoção e divulgação de artes e culturas tradicionais originárias de todo o Mundo.

A música marca presença, no dia 26 e 27, com “Dear Telephone”, na apresentação do álbum “Cut”.

A programação do Teatro do mês de outubro inclui, ainda, os espetáculos do Festival de Teatro de Barcelos, no dia 7, “3 Yoricks”, pela Loucomotiva – Grupo de Teatro de Taveiro; no dia 8, “As Guerras de Alecrim e Manjerona”, pela Nova Comédia Bracarense; no dia 14, “Opus”, pela Ajidanha; no dia 15, “Lagartito Poeta e Maria Lagarto”, pela Associação Amigos do Pato; no dia 19, “Dona Conceição”, pela Associação Juvenil de Rabo de Peixe; no dia 20, “A Casa de Bernarda Alba”, pela Associação D’Improviso – Artes do Espetáculo; no dia 21, “A ver as Estrelas”, pelos Gambuzinos com 1 pé de fora; no dia 22, “ A Revolta dos Micróbios”, pela Oficina de Teatro AVAI; e, no dia 28, “A Rainha da Beleza de Leenane”, pela Taller Teatro de Pinto (Madrid-Espanha).

Os espetáculos de teatro decorrem às sextas-feiras e sábados, às 21h30, e aos domingos, às 16h00, e têm entrada gratuita, limitada à lotação da sala.



Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: CMB.

“Jazz ao Largo” termina com sessões de free jazz

Setembro 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Depois de quatro noites, pelas ruas de Barcelos, por onde o jazz foi o som mais ouvido, terminou o Festival “Jazz ao Largo”.



Ao contrário do ano passado, em que o jazz esteve presente nas sextas-feiras do mês de setembro, este ano foram cinco dias dedicados em exclusivo a um género musical que deleita um grande número de seguidores com um cartaz de luxo que contou com grupos nacionais de renome, reunindo as tendências atuais do jazz nacional.

De 13 a 17 de setembro houve lugar para workshops, sessões de free jazz; cinema ao ar livre, com o Filme “Bird”, de Clint Eastwood (parceria com a Zoom); concertos de Tim Tim por Tim Tum, Coreto Porta Jazz, Susana Santos Silva + Jorge Queijo, Gabriel Ferrandini + Pedro Sousa e ainda um concerto especial dos barcelenses La La La Ressonance, inspirado na obra do “gigante” Charles Mingus, a convite do festival.

Com diferentes sons e animação à mistura, ao longo de três noites, o Largo Dr. Martins Lima reuniu um grande número de apreciadores deste género musical que fizeram questão de reservar o seu lugar.

O “Jazz ao Largo” é um festival que dispensa apresentações. Realizado pelo segundo ano consecutivo, tem vindo a conquistar e cativar o público barcelense.

Fonte e foto: CMB.

“Jazz ao Largo“ está de volta

Setembro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




No final do verão, Barcelos volta a ser ponto de passagem obrigatório para os amantes de Jazz. Depois do sucesso da primeira edição em 2016, o “Jazz ao Largo” tem regresso marcado para os dias 13 a 17 de setembro.

O evento, que assinala o regresso do Jazz ao espaço público da cidade, é organizado pelo Município de Barcelos em parceria com a Associação Burgo Divertido, destacando-se “como um dos eventos que marca a atual política de oferta cultural do Município”, conforme este refere em nota enviada a este jornal.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, o “Jazz ao Largo” corresponde às ambições da autarquia em ter um concelho que se orgulhe da sua dinâmica e oferta cultural variada. “É a segunda vez que promovemos o ‘Jazz ao Largo’ e, novamente, mantendo a entrada livre para todas as atividades. Em 2016, o evento terminou com um balanço extremamente positivo, contabilizando uma assistência de cerca de 800 pessoas. Com o cartaz de elevada qualidade que apresentamos, estão reunidas as condições para que esta edição seja um sucesso. O importante é que o evento seja um fator de atração de diferentes públicos à cidade”, salienta Miguel Costa Gomes.

O Festival “Jazz ao Largo”, cuja direção artística está a cargo do músico Pedro Oliveira, apresenta este ano um grande cartaz, que conta com grupos nacionais de renome, reunindo as tendências atuais do jazz nacional.

Este ano, para além dos habituais concertos no exterior do Teatro Gil Vicente, o evento conta com sessões de free jazz na Frente Ribeirinha da Azenha, com os duos Susana Santos Silva + Jorge Queijo e Gabriel Ferrandini + Pedro Sousa. Outra novidade em destaque é a parceria com a ZOOM, que resulta na apresentação do filme “Bird – Fim do Sonho”, de Clint Eastwood, que retrata a vida do ícone do jazz, Charlie Parker.

O concerto de abertura, no dia 14, está a cargo do grupo TIM TIM POR TIM TUM, um projeto acústico singular que junta em palco o talento de quatro bateristas.

No dia seguinte, é a vez da banda barcelense LA LA LA RESSONANCE apresentar um concerto original inspirado no afamado contrabaixista e compositor icónico norte-americano, Charles Mingus.

Os CORETO PORTA JAZZ, um grupo formado por 12 elementos da nova geração de músicos sediados no Porto, cujas atividades individuais são reconhecidas na cena jazzística nacional, encerram o ciclo de concertos, no dia 16.

O festival promove, para além dos concertos, um workshop de improvisação liderado pelos músicos Susana Santos Silva e Jorge Queijo.

Fonte e imagem: CMB.

Jazz, Blues e muito mais animam a programação de setembro do Teatro Gil Vicente

Agosto 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




O Teatro Gil Vicente abre portas no mês de setembro, estendendo a sua programação para o palco sobre o Rio Cávado, nos dias 1, 2 e 3, com o Festival River Blues. Os concertos iniciam-se a 1 de setembro, com a banda barcelense QUANTIC MODE e os bracarenses BUDDA POWER BLUES. No sábado, 2 de setembro, é a vez da banda nacional JUST SOUL ORCHESTRA se apresentar com sons da Soul Music e do Funk. No último dia do Festival, a 3 de setembro, será lançado o novo álbum de originais de ANTÓNIO MÃO DE FERRO, um dos mais importantes guitarristas portugueses.

Mas os festivais não ficam por aqui. Entre os dias 13 e 17 de setembro é a vez do Largo Dr. Martins Lima receber o JAZZ AO LARGO. Este ano, o evento conta também com sessões de free jazz na Frente Ribeirinha da Azenha, no dia 16, às 15h e às 17h, e no dia 17, às 17h.

A música continua no Gil Vicente nos dias 8, com Pierre Chacal; 23, com o barcelense “Homem em Catarse”, na apresentação do seu primeiro álbum a solo; e, no dia 29, com o guitarrista barcelense João Dias, que apresenta o seu primeiro concerto num espaço fechado.

No primeiro dia do mês, o Teatro recebe a exposição de postais “Barcelos no Tempo – 89ª Aniversário da Elevação de Barcelos a Cidade”, da Associação de Colecionismo de Barcelos – ACOBAR, que estará patente até 10 de setembro. A fotografia também terá o seu espaço reservado no átrio do Gil Vicente, com a exposição “Max Vadukul na Coleção EI”, inserida no Festival Encontros da Imagem, que celebra este ano trinta anos da sua fundação.

O espaço cénico recebe, nos dias 9 e 10 e 16 e 17, formações em cenografia por Luís Santos, numa parceria do Município de Barcelos com A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

“Livros a Mexer” é o título da atividade dedicada aos seniores, no dia 13, com o workshop de dança e literatura por Pedro Carvalho e, no dia 17, é a vez das famílias se dedicarem à dança e ao cinema com o workshop “O filme que eu danço”. Os mais novos podem agendar o dia 24 para assistir à peça “Arlequim Recicla Assim”, pela Companhia de Teatro de Santo Tirso.

No dia 18, às 18h00, tem lugar uma palestra dedicada ao Autismo, inserida no The Son-Rise Program®. Uma iniciativa da Associação Vencer Autismo em colaboração com a Câmara Municipal de Barcelos.

E a sétima arte preenche sete dias da programação do mês de setembro, começando no dia 2 com a apresentação dos trabalhos dos alunos da oficina de verão “Quem Conta um Conto”, que teve lugar na Galeria Municipal de Arte, no âmbito das férias escolares. Nos dias 7, 13, 14, 21 e 28, a Associação ZOOM traz os filmes “Contos da Lua Vaga”, “Bird – O Fim do Sonho”, “O Intendente Sansho”, “A Rua da Vergonha”. E no dia 10 de setembro há lugar para as Moondog Sessions com “Jesus the Snake ao vivo nas ruínas de Conímbriga”.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: CMB.

Épocas e estilos diferentes sobem ao palco do Teatro Gil Vicente

Março 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O arranque da programação de abril do Teatro Gil Vicente (TGV) é realizado por uma das mais tocantes histórias de amor, o tradicional conto de fadas francês, “A Bela e o Monstro”, nos dias 1 e 2, às 21h30, e a peça o “Diário de um Palhaço”, que retrata o mundo mágico do dia a dia da vida de um palhaço, no dia 3, às 10h00. Ambos os espetáculos são uma encenação e adaptação da autoria da conceituada Companhia de Teatro de Barcelos – A Capoeira, que regressa novamente às luzes da ribalta, no dia 28, para encerrar a programação do mês de abril com o clássico “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente.



A 5 de abril, o Teatro Nacional de Kherson, da Ucrânica, vem a Barcelos apresentar a comédia “Cuidado, mulheres!”, pelas 21h30.

O fim de semana de 7, 8 e 9 será, igualmente, dedicado às artes cénicas, com a peça “A Lenda da senhora que passou”, na sexta-feira, protagonizada pela Universidade Sénior de Barcelos, e o espetáculo de dança “Barbie e Ken”, pelo Nico Dance Studio, no sábado e domingo. O coreógrafo e matemático Pedro Carvalho regressa ao TGV com o espetáculo “O Homem que só pensava em números”, a história de um homem que dedica toda a sua vida e existência aos números. Esta performance, que alia duas disciplinas, a dança e a matemática, será apresentado numa sessão dedicada às famílias, no dia 23, e no dia 24 apresenta quatro sessões destinadas às escolas.




A música está a cargo da banda barcelense Waterland que, no dia 22, dá a conhecer o seu novo álbum “Signs of Freedom” com a participação do coro Jesus Choir.

O cineclube ZOOM apresenta uma programação variada, onde constam obras do mestre da animação, Hayao Miyazaki, cinema português e do incontornável Wim Wenders, que será alvo de um ciclo. A 21 será exibido novamente o documentário sobre os barcelenses na I Grande Guerra, “Lutaram como diabos”, no dia em que se comemora o centenário da partida do contingente barcelense dos Paços do Concelho rumo às trincheiras.

Fonte e imagem: Município de Barcelos.



Março com programação diversificada no Teatro Gil Vicente

Março 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Durante o mês de março, o Teatro Gil Vicente garante animação quase diariamente à cidade. Da programação, destacam-se a apresentação do documentário “Lutaram como Diabos”, sobre a investida barcelense na I Grande Guerra, no dia 5; os concertos do festival “Harmos”, a 8 e 10, e ainda as conferências internacionais promovidas pelo IPCA, “Dia D – Conversas sobre Design”, no dia 29.

A Zoom – Associação Cultural leva a tela nove filmes, apostando em políticas inclusivas de formação de públicos com mais sessões dedicadas à comunidade infantil, através do Plano Nacional de Cinema, e ao público sénior com o ciclo dedicado ao japonês Yasujiro Ozu. Além disso, há “Gimme Danger”, documentário de Jim Jarmusch sobre o frontman dos The Stooges, Iggy Pop, no dia 9; há “Eldorado XXI”, de Salomé Lamas, filme vencedor do festival Porto/Post/Doc e que tem recebido elogios da crítica, no dia 15; “Se as Montanhas se Afastam”, de Jia Zhangke, no dia 23, e, a fechar o mês, o cineclube dá início a um ciclo dedicado a Isabelle Huppert, atriz recentemente nomeada para um Óscar, com a exibição de “O Que está por Vir”, de Mia Hansen-Løve, no dia 30.

Nos dias 2 e 12, o teatro acolhe os eventos solidários “Vamos Ajudar o Tomás”, promovido pelo IPCA, e o projeto “Alma Gémea”, com um espetáculo de Pedro Macedo, respetivamente. No dia 4, realiza-se a Gala de Desporto 2017, do Clube Moto Galos. Nas artes performativas, a Associação D’Improviso apresenta duas peças: “Canto do Gineceu” dia 17, e “A Revolução das Mulheres”, no dia 21, e “A Capoeira” volta a trazer a cena “O Fantasma da Ópera”.

Já o hall do teatro vai receber a exposição de artes plásticas “Musas”, de Manuel Lima, a 8 de março, no âmbito da comemoração do Dia Internacional da Mulher.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: Município de Barcelos.

Ir Para Cima