Vítor Costa é uma “instituição” no Basquete de Barcelos

Setembro 25, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto

Desta feita, este espaço não lhe falará de um atleta do Basquete Clube de Barcelos (BCB) mas, antes, de um seu dirigente. Falamos de Vítor Costa que, esta época e juntamente com Zé Luís, coordena a equipa técnica do BCB.



Natural da Figueira da Foz, é com um sorrido nos lábios que diz que o basquetebol faz parte da sua vida desde a barriga da mãe. Filho de um jogador de basquetebol, aprendeu a jogar esta modalidade com uma bola de borracha minúscula, fazendo tabelas na beira de uma parede.

Quando acompanhava o pai, por vezes tinha a sorte de treinar com a equipa. No entanto, o seu registo enquanto federado aconteceu mais tarde, quando tinha 12 ou 13 anos, visto que os escalões de basquetebol eram restritos naquela altura.

Vítor Costa gosta de recordar o seu início, onde os campos eram de saibro, que evitavam as quedas aparatosas, e uma bola de basquetebol era tratada melhor que um troféu. A sua garra e o seu valor fizeram com que, apenas com 15 anos, subisse para um escalão sénior e chamasse a atenção do Benfica, com uma proposta, que na altura, para um miúdo de 15 anos, era de louvar.

Numa das suas participações na seleção nacional, foi-lhe diagnosticado um problema cardíaco, uma cardiopatia congénita, que deitou o seu sonho por terra. Os médicos do Académico pediram autorização aos pais e avós de Vítor e fizeram uma nova avaliação, que comprovou a existência do problema, mas que não o impediu de jogar e obter o sucesso como jogador e, mais tarde, como treinador.

Quando questionado sobre o seu percurso e os seus sucessos, apenas diz que já venceu, mas também perdeu. Os clubes por onde passou foram tantos, que alguns já nem existem. Na memória deste treinador ficam os atletas que por ele passaram, porque esses sim são importantes.

Este responsável diz que a vida dele é o basquetebol, defende a formação nesta modalidade e a entrada de crianças de tenra idade para ela. Fica feliz por este ano o BCB abrir o escalão de Babies. Este ano para além de coordenador do Clube, está como treinador de 3 escalões femininos, juntamente com Zé Luís e Tânia Gomes.

Foto: BCB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

A Procura

Procuro o cheiro O abraço, o sabor Da loucura a memória A
Ir Para Cima