Arquivo Mensal

Abril 2018 - page 3

Goleadas

Hugo Pinto

Meus amigos,

Tenho uma ideia do que vou escrever na crónica desta semana, mas ainda não tenho todo o texto definido. Mas uma coisa vos garanto: vai ser moderadamente espetacular.



Qualquer crónica que tivesse um início como o do parágrafo anterior, correria, no mínimo, o risco de cair no ridículo. Seria, mais ou menos, como se um treinador de um grande clube, depois de ganhar, à “rasquinha”, contra uma equipa da metade inferior da tabela, dissesse que tinha goleado por 1-2. Impensável…

ERA impensável. Até ao fim de semana passado. Para mim, ouvir um treinador falar conforme o descrito, faz-me sentir que quando outro referiu o minuto “oichentchaeocho” estava a recitar Cervantes. Agora, sim, já ouvi praticamente tudo.

Dirão os meus eventuais leitores que “este gajo só está bem a malhar no Rui Vitória”. E até não me custa aceitar a crítica. Mas até eu a dispensava. Queria muito poder dizer que, apesar de um amargo empate, jogámos como o catano! Agora, goleadas de 1-2, e já nos descontos, não. Para mim não dá.

Esta época, o título está praticamente entregue. Será bom que a estrutura dirigente do nosso querido Benfica comece a analisar o que correu mal, nomeadamente, o reforço do plantel com mais do que uns jovens bem-intencionados; um treinador que queira ganhar sempre e nunca jogue para o empate quando está a tentar ser campeão. Caso contrário, corremos o risco de nos tornarmos o Ajax português.

Ainda assim, e porque sonhar não paga imposto, eu quero ser penta.

Oxalá o Porto escorregue. Só tenho medo que o RV comece a golear por 0-0.

Viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Acreditar e lutar sempre pelo melhor possível até ao fim

Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Jogou-se a 31ª jornada e o meu Sporting Clube de Portugal venceu o Boavista, por 1-0.



No cômputo geral do jogo, apesar de ser pela margem mínima, vencemos com toda a justiça e o mais importante foi conseguido: mais três pontos.

Já somamos 74, mantemos a perseguição ao FC Porto e ao SL Benfica.

Continuamos a depender só de nós para chegarmos ao segundo lugar no campeonato, que nos garante acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões!

O Sporting Clube de Portugal disputou 6 jogos, nos últimos 18 dias! Felizmente, só com uma derrota! (em Braga, embora na minha opinião, a perda desses três pontos, nessa altura crucial da época, colocou-nos definitivamente fora da luta pelo título).

O desgaste físico, que nesta altura é normal, e se nota em campo, não tem afetado a marcha do marcador, desafio após desafio.

Cinco vitórias seguidas, em três competições diferentes!

Faltam disputar 3 jornadas e a Final da Taça de Portugal!

Acreditar e lutar sempre, pelo melhor possível, até ao fim!!!

Já “fora das 4 linhas”, continuam muitas arestas por limar! É dentro da nossa “casa”, entre iguais, que temos de resolver as divergências e reconhecer que o mérito das vitórias é de todos! (Sportinguistas)

Chega de egocentrismos!

O Sporting Clube de Portugal é de todos os Sportinguistas!

As nossas Conquistas são mérito de todos os Sportinguistas!

Ninguém vence sozinho! Muito menos no Desporto!

Juntos e Unidos, certamente, conquistaremos muito mais!

No passado domingo, em Saragoça, jogámos a final da UEFA Futsal Cup, contra o Inter Movistar (atual melhor equipa do Mundo de Futsal).

Tivemos: Esforço, Dedicação, Devoção, só faltou a Glória!

Segunda presença consecutiva na final, que só nos pode fazer sentir um enorme Orgulho Sportinguista nesta grandiosa equipa! (contamos com 23 vitórias e 1 empate na primeira fase do campeonato Nacional!)

Recorde-se que o Sporting Clube de Portugal conseguiu ultrapassar duas fases de grupo, e ainda as meias-finais da final four, num percurso que somou 7 jogos, todos vitoriosos, até chegar à final, sagrando-se, novamente, vice-campeão europeu.

Apesar de voltarmos a perder a final, (contra os melhores do Mundo, que têm o melhor do Mundo, que é Português – Ricardinho) o dia da nossa Vitória na final vai chegar e seremos os Melhores do Mundo no Futsal!

Nós Acreditamos em Vocês!

Destaco, também, mais um Título Europeu! Diogo Ganchinho, Campeão Europeu de trampolim individual! Parabéns Leão!!!

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

FORÇA OCB! (Maior de Portugal) Tragam a Taça!!! (Tri para fazer história na Taça CERS)

Boas Festas das Cruzes!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Nuno Maia, da ACR Roriz, é 6º na Maratona Berço do Alvarinho

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

Decorreu, este domingo, em Monção, a 3ª prova pontuável para o Campeonato do Minho de BTT-XCM, a “Maratona BTT – Berço do Alvarinho”.



Nuno Maia, da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, esteve, mais uma vez, na luta pelos lugares cimeiros na classificação, em Master 35, terminando num honroso 6º lugar.

Fonte: ACRR.

Foto: DR.

Barcelense Luísa Pereira expõe no Posto de Turismo

Atualidade/Concelho/Cultura Por

A Torre Medieval tem patente, entre 27 de abril e 27 de maio, a exposição “Luísa Pereira, um Talento Natural”, artista barcelense.



A mostra é composta por peças feitas com pasta de papel, caracterizadas pela leveza e movimento, trazendo para o presente imagens e situações típicas de um passado não muito longínquo, recriando com realismo e expressão notáveis quadros de vida do quotidiano.

Para além das figuras inspiradas nas tradições e histórias do passado, Luísa Pereira, beneficiando também da sua aprendizagem e conhecimentos adquiridos no âmbito da pintura, apresenta nesta exposição um modelo próprio de galos de Barcelos pintados com paisagens, personagens públicas, etc. Um galo por medida recriando contextos individualizados.

Numa terra em que a criatividade e a imaginação ditam a identidade, Luísa Pereira aposta numa produção artesanal elaborada a partir de materiais recicláveis, fundamentalmente papel, tecidos e materiais que a natureza proporciona. Afirma que a reciclagem é uma forma de proteger o ambiente e de contribuir para o embelezamento da arte. Apesar de ter como ideia base o figurado de Barcelos, apresenta uma nova abordagem plástica num estilo mais contemporâneo, ainda que inspirado nas tradições culturais. A sua obra tem o aspeto do figurado de Barcelos, mas obedece a outro processo produtivo e os materiais são distintos do barro.

Luísa Pereira é mais um exemplo da criatividade das gentes locais que esteve na base da distinção de Cidade Criativa da UNESCO e é, também, uma mostra inquestionável da vitalidade e renovação do quadro artístico local.

Luísa Gomes Pereira nasceu a 18 de junho de 1976, em Bordéus – França. Regressou a Portugal e a Barcelos, com sete anos de idade, onde estuda até ao 9.º ano de escolaridade.

Após deixar os estudos, trabalhou numa empresa têxtil até aos 28 anos, altura em que fica desempregada. Nessa situação, e numa época em que o marido, Narciso Lourenço, precisava de uma pessoa que o ajudasse na área em que trabalha (pintura de telas a óleo e/ou acrílico), assume algumas tarefas nesta área, nomeadamente, a elaboração dos desenhos, a preparação das telas, das massas, dos vernizes, etc.

No sentido de procurar interligar os conhecimentos adquiridos na área têxtil com a paixão que desde sempre sentiu pelos trabalhos manuais e pela arte, faz as primeiras incursões criativas no artesanato contemporâneo, criando uma identidade própria e singular.

Fonte e imagem: CMB.

Desenvolvimento local foi a “palavra da ordem” nas comemorações do 25 de Abril em Barcelos

Atualidade/Concelho/Mundo/Política Por

Barcelos comemorou, pelo 9.º ano consecutivo, o 25 de Abril com uma sessão solene no auditório da Câmara Municipal, homenageando os valores da Revolução e dois cidadãos barcelenses a quem foi atribuída a Medalha de Honra da Cidade.



No seu discurso, o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, aludiu à liberdade conquistada em Portugal há 44 anos como “condição de desenvolvimento e de progresso de uma sociedade” para, de seguida, destacar a importância do desenvolvimento regional e local, que “está intimamente ligado, nos seus princípios e objetivos, à questão da descentralização de competências nas autarquias que o Governo pretende instituir”.

Notando que “desde a instituição do regime democrático, os municípios sempre reivindicaram junto do poder central a possibilidade de intervir mais e melhor junto das populações, em razão dos fatores de proximidade e do desenvolvimento mais harmonioso e coerente”, Miguel Costa Gomes afirmou que, “por isso, não podemos deixar de saudar os acordos políticos recentemente alcançados na questão da descentralização, que permitirão, a breve prazo, uma intervenção mais efetiva nas diversas áreas de atuação municipal”.

O presidente da Câmara realçou que “a descentralização é um desafio a favor das populações” e garantiu que “o Município de Barcelos está preparado para cumprir o seu papel”, justificando que “as experiências de descentralização de competências que temos vindo a executar – como a gestão dos jardins de infância e das escolas do 1.º ciclo – provam a nossa capacidade quanto à realização de novas tarefas”. No entanto, alertou que “é preciso assegurar os meios necessários à implementação cabal da descentralização, desde logo os quadros legislativo e financeiro, sob pena da sua descredibilização política”.

Neste capítulo, Miguel Costa Gomes lembrou que o executivo municipal já deu um bom exemplo “através da contratualização com as freguesias de um quadro de competências, cuja execução foi um sucesso pela atribuição de uma verba correspondente a 200% do Fundo de Financiamento das Freguesias”, realçando que “este instrumento de desenvolvimento local, que beneficia e vive da proximidade entre a autarquia e as populações, permitiu, em oito anos, um investimento inédito de 40 milhões de euros em todo o concelho”.



Júlia Ramalho e Amadeu Lemos receberam Medalha de Honra

Na sessão solene comemorativa do 25 de Abril, o presidente da Câmara entregou a Medalha de Honra da Cidade de Barcelos a Júlia Ramalho e a Amadeu Lemos, “dois barcelenses, dois seres humanos de grande dimensão cuja obra, antes de mais, os valoriza a eles próprios e, também, engrandece a comunidade a que pertencem e que tão bem têm representado ao longo das suas vidas”.

Júlia Ramalho, que não pôde estar presente na homenagem por motivos de saúde, tendo sido representada pela filha, Teresa Ramalho, e familiares, é um dos nomes maiores do artesanato barcelense e, sublinha Miguel Costa Gomes, “está entre os grandes obreiros do título Barcelos Cidade Criativa da UNESCO, dado o papel incontornável que tem tido na preservação dos ensinamentos artísticos dos seus antepassados e na recriação renovada dos seus trabalhos”, dando continuidade ao legado da avó, Rosa Ramalho, “de quem manteve os conceitos a compreensão estética”, tornando-se, assim, “uma referência nacional e internacional do figurado de Barcelos”.

Miguel Costa Gomes lembrou a importância do movimento associativo do concelho como “um fator decisivo de coesão local” e que tem como características “o empenho e dedicação dos seus dirigentes e associados, de que é exemplo maior no nosso concelho, Amadeu Ferreira Lemos”. Autarca, fundador e presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viatodos, responsável pela instalação da Casa do Povo na freguesia, o homenageado tem um percurso de várias décadas dedicado à causa pública. “De forma abnegada e totalmente empenhada, construiu uma obra ímpar que muito contribuiu para o desenvolvimento da Freguesia e do concelho”, referiu o presidente da Câmara.

Antes da atribuição das medalhas honoríficas, a professora Ariana Cosme fez uma intervenção sobre “As pessoas e desenvolvimento regional no Portugal democrático”. A oradora sublinhou que “as comunidades são tanto mais quanto mais fortes forem as pessoas dos seus lugares” para se referir aos homenageados. “É porque há Júlias Ramalhos e Amadeus Lemos e tantos outros agentes na comunidade”, acrescentou, que Barcelos coloca o seu “nome no mapa”.

O presidente da Assembleia Municipal de Barcelos, Horácio Barra, afirmou no seu discurso que “é inquestionável a significativa melhoria de vida sentida pelos portugueses ao longo destes 44 anos” de democracia, ressalvando que “não devemos ter medo de executar o que ainda não está feito, apesar de prometido naquela Lei Fundamental”.

Horácio Barra referia-se “à descentralização efetiva e à regionalização que ainda está por cumprir, apesar do desiderato Constitucional para a sua concretização. Ter medo da sua execução, com falaciosos argumentos, só faz reviver os tempos do passado, em que a centralização foi, era e será sempre um fator de desigualdade”.

A sessão solene contou ainda com as intervenções dos representantes de todas as forças políticas representadas na Assembleia Municipal.

As comemorações do 25 de Abril terminaram com um concerto do Conservatório de Música de Barcelos, na Avenida da Liberdade.

Fonte e fotos: CMB.

ABA Advogados organiza conferência para empresas exportadoras

Atualidade/Cultura/Mundo Por

No próximo dia 3 de maio, a sede da Associação Comercial de Braga recebe a 2ª edição da Conferência “Cobrança Internacional para Empresas Exportadoras”, organizada pela ABA Advogados em parceria com a Associação Comercial de Braga.



Esta é uma conferência de participação gratuita, de cariz eminentemente prático, destinada a empresas exportadoras. De acordo com a organização, “as dificuldades de cobrança internacional são uma das maiores preocupações identificadas pelas empresas exportadoras de Portugal”, sendo este o motivo para o realizar desta conferência.

Tem como objetivos “analisar e debater, de forma concreta e objetiva, mecanismos europeus e internacionais para cobrança, suas modalidades, procedimentos e custos, abordando, ainda, medidas de prevenção, análise e antecipação, que permitirão acautelar situações potenciais”, refere a organização.

Terá como oradores os advogados Rui Neves Ferreira (Portugal), Iria García Calvo (Espanha), Rocío Lago (Espanha) e Mathieu Rouillard (França).

Para saber mais sobre o evento e programa, basta clicar no link que se segue e entrará automaticamente na sua página:

https://www.cobranca-internacional.com/

Barcelos Treino Militar conquista “Viseu Police Challenge” 2018

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

Correr 10km, transpor 30 obstáculos, rastejar em lama, passar barreiras de água, disparar uns “tirinhos”, entre outras provas e dificuldades. Foi isto que cerca de 2000 atletas tiveram que fazer e ultrapassar no “Viseu Police Challenge” deste ano, por terras de Viriato.

Entre eles, perto de 40 elementos do Barcelos Treino Militar, que se deslocaram a Viseu para ultrapassar este desafio e para, igualmente, desafiarem os seus próprios limites e capacidades. Homens e mulheres lutaram, com todas as forças, por vezes de sorriso estampado nas faces, para completarem a prova. E os resultados ficaram à vista.

Na prova organizada pela OCR Police Challenge, o Barcelos Treino Militar (BTM) venceu o prémio de “Equipa Civil”.

Estando a prova dividida em dois níveis de competição: “Elite” e “Overall”, o BTM também conseguiu o melhor somatório dos três primeiros classificados de cada equipa, com as prestações de Pedro Moreira (4º), Duarte Fernandes (6º) e André Loureiro (7º).

No escalão feminino, também no “Overall”, o BTM conseguiu o pleno do pódio, com Eunice Moreira (1ª), Vânia Ferreira (2ª) e Judite Ferreira (3ª).

Caso pretenda ver mais fotos do BTM e das provas que tiveram que ultrapassar, “abuse” e entre no espaço da página de Facebook reservada a esse álbum e desfrute (basta clicar no link para aceder automaticamente):

https://www.facebook.com/pg/barcelostreino.militar/photos/?tab=album&album_id=1248710131931615

Fonte: BTM.

Fotos: DR / Sérgio Martins Photography.

Amigos da Montanha conquistam 1º lugar em Duplas Mistas no “Duatlo Trail & Bike Challenge”

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

No último domingo, os Amigos da Montanha estiveram presentes no “Duatlo Trail & Bike Challenge”, em Famalicão, classificando-se em primeiro lugar na categoria de Duplas Mistas, com o tempo de 2h16m.



Márcia Bandeira realizou a prova de Trail, com 10,6km. João Rodrigues, que em 2017 se sagrou campeão do escalão M40 e 2º classificado da geral do Campeonato Nacional de Ultra Endurance, participou na modalidade de BTT, numa prova com 21km.

“Fazer dupla com a minha esposa tornou-se um desafio para os dois. Ela está num excelente momento de forma na corrida”, revelou João Rodrigues no final da prova, satisfeito com a prestação na vertente de BTT. “A prática do BTT tem sido muito importante na recuperação da lesão, para voltar em breve às corridas de trail”, acrescentou.

Fonte e fotos: AM.

Programa cultural marca o 50º Aniversário do Rotary Club de Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo Por

No passado dia 20 de abril, o Rotary Club de Barcelos comemorou os seus 50 anos de existência. Nesse dia, o programa de comemorações incluiu uma exposição de parte do vasto espólio do Club, a apresentação de livro e medalha comemorativos da efeméride e um jantar festivo no Hotel Restaurante Bagoeira.



O jantar festivo contou com a presença de duas centenas de convidados, entre os quais o Governador do Distrito 1970, Alberto Soares Carneiro, membros de mais de duas dezenas de clubes rotários de Portugal e Espanha (Pontevedra) e representantes de várias instituições do concelho.

No evento foram distinguidas, com a medalha dos 50 anos, várias associações e entidades com quem o Rotary tem trabalhado ao longo da sua história, tais como, o Município de Barcelos, as três corporações de bombeiros do concelho, o IPCA, entre outros.

O presidente do Club, Marcelino Coelho Mota, anunciou, durante o jantar, a concretização de uma aspiração antiga do Club – a edificação do monumento rotário, cujo processo de licenciamento está em fase final de aprovação pela Câmara Municipal.

De relembrar que ao longo de cinco décadas, por via das contribuições financeiras para os projectos do Rotary e das suas Fundações, ou através da implementação de projectos próprios em Portugal e no exterior, o Rotary Club de Barcelos transformou vidas.

Fonte: RCB.

Fotos: Carlos Araújo.

Confraria O Galo de Barcelos realiza, no próximo fim de semana, o seu II Capítulo de Entronização

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo Por

Dias 28 e 29 de abril, a Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos” realiza o seu II Capítulo de Entronização, com um programa variado, cultural e gastronómico.



Assim, logo no sábado, pelas 9h00, realizam-se as “II Jornadas do Galo de Barcelos”, no Auditório da Biblioteca Municipal. À tarde, pelas 16h00, é a vez das “Merendeiras à Moda de Barcelos”, na Casa da Azenha.

No dia seguinte, dá-se a Receção de Boas Vindas, na Sala Gótica da Câmara Municipal de Barcelos, com início marcado para as 9h00. Uma hora depois, começa a Cerimónia de Entronização de novos confrades. Se seguida, realiza-se o almoço de confraternização na Quinta de Santa Comba, na Várzea.

 

Imagens: CGGB.

[ndr: I Capítulo de Entronização na foto de destaque]

Ir Para Cima