Arquivo Mensal

Novembro 2018 - page 12

Surpresa na Taça Cidade Barcelos com tropeção do líder

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião port
Gonçalo Santos

Boa noite, amigos e amigas aficionados do Futebol Popular!

Esta semana vou começar pela segunda divisão. Os golos e as goleadas da segunda divisão continuam, semana após semana. Desta vez, a maior goleada foi imposta pelo São Martinho ao regressado Silveiros por 7 – 0; continuando o Silveiros sem pontuar na prova e apenas um golo marcado.



A outra goleada da jornada veio de Chorente, onde a equipa da casa venceu por 4 – 0 os vizinhos do Pedra Furada. O único empate foi a uma bola, entre o Águas Santas e o Moinhos de Paradela. O Carvalhas e o Aborim venceram em casa o Creixomil e o Cambeses, respetivamente e pela margem mínima, enquanto o Feitos e o Milhazes venceram, fora de portas, o Cristelo e o São Mamede, também pela margem mínima.

O estreante Bastuço São João conquistou a primeira vitória caseira, vencendo por 2 – 0 o Cossourado, que ainda não conquistou uma vitória até então. O Lama, que continua a fazer um início de época surpreendente, desta vez venceu em casa o Estrelas por 3 – 1 e mantém-se como a equipa com melhor diferença entre golos marcados e sofridos.

Mas quem lidera de forma ainda invicta é mesmo o Feitos, que soma 6 vitórias nos 6 jogos disputados.

A primeira divisão iniciou no sábado, também com uma goleada e, desta vez, da equipa mais titulada do futebol popular: o Carapeços venceu em casa, por 5 -0, a equipa do Silva, o que permitiu ao Carapeços manter-se no pódio.

Os empates da jornada aconteceram em Pereira e em Perelhal, em que o primeiro e o Palme empataram sem golos; enquanto o Perelhal empatou com o Fragoso a duas bolas. O Leões da Serra continua a fazer um campeonato aquém das espectativas e, desta vez, perdeu em casa com o Oliveira, por 1 -2.

Num dos jogos mais aguardados da semana, o Remelhe venceu, no seu reduto, a equipa do Negreiros, por 3 – 1. O Macieira desempatou-se do Lijó na classificação, vencendo-o em casa deste, por 0 – 3 e, assim, fugiu aos lugares de despromoção. O Sequeade continua a fazer um início de campeonato muito interessante, vencendo o Campo por 2 – 0. O Fonte Coberta foi empatar à casa do campeão Carvalhal por 2 – 2, fazendo com que o campeão perdesse a liderança da classificação para o Leocadenses, que está a fazer um início de época prometedor, em que o novo líder venceu, em casa, o Baluganense por um modesto 2 – 1. Desta forma, a turma de Santa Leocádia, tal como Fragoso e Palme, continuam sem qualquer derrota no campeonato.

Esta semana também tivemos a 1ª eliminatória da Taça Cidade de Barcelos, sem as equipas: Baluganese, S. Mamede, Perelhal e Cambeses que já tinham sido eliminadas na pré-eliminatória. Desta feita, seguem na taça: Fonte Coberta, Aborim, Negreiros, Leões da Serra, Sequeade, Oliveira, Silva, Campo, Fragoso, Carvalhal, Pereira, Feitos, Remelhe, Carapeços, Lijó e Cristelo.
Dois destaques nesta breve abordagem à Taça Cidade de Barcelos:  a surpreendente vitória do Lijó, último classificado da primeira divisão, diante do líder da classificação, o Leocadenses, por 2 – 0. O outro destaque vai para a Festa da Taça, que iniciou as eliminatórias com 63 golos marcados, fixando a média de golos próxima de 4 golos por jogo disputado.

Viva a Festa da Taça, Viva o Futebol Popular!

Um abraço deste vosso amigo!

Por: Gonçalo Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Rácio de líder

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Nestas semanas sinto um especial prazer em escrever! Isto deve-se ao facto de o FCP ganhar na Europa e em Portugal!



Comecemos pela Champions League: o jogo de Moscovo parecia ser teoricamente fácil, mas no futebol não há jogos fáceis. Começámos a ganhar este jogo no penalty defendido por San Iker. Este lance ajudou a equipa, catapultando para uma boa vitória, para a liderança do grupo e milhões para os cofres. O Porto conseguiu o mesmo número de vitórias num jogo do que o SLB nos últimos 10, o que faz com que o nosso clube seja o melhor representante português na Europa do futebol.

No domingo, seguiu-se o Feirense. Vitória justa, escassa e onde o clube de Carnide amarra-se ao primeiro golo do Porto, dizendo que está fora de jogo por centímetros! Percebo esta posição das Águias, já que a digestão não correu bem depois de comerem dois Pastéis de Belém! Foi, também, um problema de rácio!

Fazendo o nosso rácio e as nossas contas, o FCP é, atualmente, líder, com melhor ataque e melhor defesa, em igualdade pontual com o SC Braga.  Mas vem aí um dos jogos mais difíceis para o Porto: a deslocação à Madeira e ao Marítimo é sempre muito preocupante! A concentração, foco, ambição e raça terão que estar a top. Reconheço que não estamos no nível exibicional desejado, mas o importante é ganhar.

A nível de escutas, Rui Vitória está em saldo e a nível da entrevista de LFV à TVI, vou agora destacar os pontos em que acreditei nas palavras do Presidente do Benfica:

……..

OK, já disse!

Bom fim de semana e Viva o Futebol……Clube do Porto!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

#elenaotambem

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
Hugo Pinto

Numa semana em que a saída de treinadores com maus resultados foi uma constante, fico com a sensação de que a limpeza ainda não ficou completa.



No caso de Peseiro, era mais ou menos uma questão de tempo e de…resultados. Peseiro foi contratado e já tinha “escrito na testa”: treinador a prazo. Com uma nova direção e resultados fracos, era mesmo só uma questão de tempo até ao senhor que se segue.

Quanto a Lopetegui, não estranho o despedimento. Estranho, antes, que ele tenha sido contratado, de todo, logo para começar. Para quem aprecia futebol em vez de clubite e vê um ou outro jogo que não apenas do seu próprio clube, pôde perceber facilmente, ao ver o FCP de Lopetegui, que aquele não era o homem para o lugar. Um futebol desinspirado, cheio de teorias, mas impraticável. Teve o dom, como diziam alguns amigos portistas, de tornar vulgares jogadores de eleição. E esta experiência no Real Madrid reforçou essa mesma ideia. É que selecionador de Espanha, até eu podia ser.

Ora, é precisamente por perceber o Lopetegui que há em Rui Vitória, que acho que a limpeza semanal ainda não ficou completa. Quer gostem, quer não, o homem está esgotado. Já mostrou que não tem mais recursos técnico-táticos; que vai ao balneário para saber se os meninos precisam de mais um refrigerante; e que é um absoluto medroso, que tem mais medo de perder do que vontade de ganhar. E daí, levámos com dois Pastéis de Belém, na última jornada, depois do balde de água fria em Amesterdão, e aposto que já está a preparar-se para defender ferozmente o empate com o Bayern de Munique, que, entretanto, se revelará uma esmagadora derrota. E a culpa vai ser do…azar.

Senhor Filipe Vieira, tem neste momento duas hipóteses: ou deixa sair RV e procura alguém verdadeiramente à altura do GLORIOSO. Ou, então, saiam os dois e deixe a chave ao porteiro.

Como já ando cansado de apregoar o óbvio, aproveitando a onda desta semana, deixo um slogan do género dos que estão bastante na moda:

#elenaotambem

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Depois da Bonança…a Tempestade

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Jogou-se a 8ª jornada do Campeonato Nacional. Vitória em casa, Sporting Clube de Portugal 3-0 Boavista.



Mais três pontos garantidos, desta feita, por números que não deixam dúvidas.

Domínio absoluto da nossa equipa contra um adversário que costuma fazer a vida difícil às turmas anfitriãs.

Não foi apenas a vitória em si, por números expressivos: houve domínio absoluto do Sporting em todas as fases da partida, vulgarizando, por completo, o Boavista. Inequívoca supremacia territorial, bom entrosamento coletivo, compromisso evidente de todos os jogadores.

Foi o nosso melhor jogo, até ao momento, nesta edição da Liga 2018/2019!

Mas depois da “Bonança…veio a Tempestade”!

Mais um jogo fraco, desta feita para a Taça da Liga, com o consequente despedimento do treinador José Peseiro.

Nunca achei José Peseiro o treinador certo para o Sporting Clube de Portugal.

Mas no contexto em que estávamos inseridos, foi um treinador que, na hora mais difícil, se dispôs a encabeçar uma missão, quase impossível, de obter sucesso imediato nesta época desportiva.

Apesar de não achar José Peseiro o treinador certo, não acho, de todo, que tenha sido também a altura certa para o seu despedimento.

Até porque jogou com oito “segundas linhas” no onze titular da Taça da Liga e, principalmente, estamos a três dias da importante deslocação aos Açores, onde defrontaremos o Santa Clara para o campeonato. Para mais, o Sporting segue a dois pontos do primeiro lugar na Liga 2018/2019, após o Verão mais negro de que há memória em Alvalade! Perdemos alguns dos nossos melhores jogadores (Rui Patrício, William, Gelson) e outros vieram sem rodagem de pré-época. Disputaram-se oito jornadas do campeonato e já jogámos em dois dos três estádios mais difíceis: Luz e Braga. Depois disto tudo, apenas estamos a 2 pontos da liderança.

A ver vamos quem se segue, mas continuo a dizer que, independentemente de quem quer que seja o próximo “timoneiro”, tudo leva o seu tempo a ser reconstruído!

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Rotary de Barcelos recebe Governador do Distrito 1970

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

No passado dia 24 de outubro, Barcelos foi palco de uma visita de relevo, nomeadamente para os rotários barcelenses, que receberam o Governador do Distrito 1970, Joaquim Branco.



O Rotary Club de Barcelos proporcionou ao Governador (para o ano rotário 2018-2019) um dia preenchido de atividades, com a visita a iniciar pelas 16h15, numa receção na Câmara Municipal de Barcelos, que contou com a presença do Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes.

De seguida, a comitiva deslocou-se ao Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e, por volta das 18h30, realizou uma reunião de trabalho.

O dia terminou com o jantar da Visita Oficial do Governador. Visto que a sua visita coincidiu com o Dia Mundial da Pólio, foi organizada uma pequena atividade, tendo sido angariado fundos para mais de 2000 vacinas.

Fotos: DR.

 

Barcelos volta a promover Arroz Pica no Chão

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Depois do Concurso do Galo Assado, a Câmara Municipal de Barcelos vai promover, no fim de semana de 10 e 11 de novembro, outro dos pratos mais emblemáticos da gastronomia barcelense e minhota: O Arroz Pica no Chão



A esta iniciativa aderiram 27 restaurantes do concelho, que se propõem a integrar nos seus cardápios o Arroz Pica no Chão, um prato que faz parte do vasto e rico património gastronómico regional, mas que assume em Barcelos uma importância capital no quadro gastronómico local.

O Fim de Semana do Arroz Pica no Chão visa promover as mais-valias turísticas da gastronomia barcelense, potenciadas pela figura e simbologia do Galo de Barcelos. O Município refere que “pretende-se associar o galo e a produção do artesanato barcelense a outras áreas de relevância cultural e do património imaterial, como é a gastronomia, criando produtos turísticos integradores das tradições locais e regionais e, ao mesmo tempo, dinamizar o setor da restauração e da economia local”.

Esta ação está inserida no programa anual “7 Prazeres da Gastronomia”, promovido pela Câmara Municipal, que prima pela divulgação das qualidades gastronómicas da região de Barcelos.

Os restaurantes que participam são: Manjar das Estrelas, Maria de Medros, Muralha, Oliveira, Pérola da Avenida, Os Mouros, Pedro Furada, Rústico, Solar Real, Sonho do Cávado, Taberna do Armindo, Taberna “O Manhoso”, Babette, Bagoeira, Belo Horizonte, Bom Gosto, Casa dos Arcos, Casa do Eduardo, Casa Lourenço, Chuva, Dom Carlos, Furna, Galliano, Galo Novo, Taberna Regional 2000, Taberninha O Chico, Tasquinha do Careca e Vera Cruz.

A par do Fim de Semana do Arroz Pica no Chão, realiza-se, no sábado, dia 10 de novembro, a “Rota do Vinho e da Vinha” que visita dois produtores de vinho do concelho de Barcelos: a Quinta dos 9, em Cossourado, e os Vinhos Zarague, em Vila Seca. A realização desta rota tem como objetivos a “promoção e o conhecimento dos vinhos produzidos em Barcelos, através da realização de visitas técnicas e provas dos vinhos produzidos nestas duas unidades locais”.

A participação na Rota do Vinho e da Vinha é gratuita, mas as inscrições são limitadas, devendo ser formalizadas até ao dia 8 de novembro por e-mail através de turismo@cm-barcelos.pt ou por telefone 253 811 882.

Fonte e imagens: CMB.

 

1 10 11 12
Ir Para Cima