Arquivo Mensal

Julho 2019 - page 13

III Caminhada Solidária Farmácia Oliveira com centenas de participantes

Atualidade/Concelho/Cultura/Desporto port

No passado domingo, dia 30, centenas de pessoas marcaram presença na 3ª edição da Caminhada Solidária Farmácia Oliveira, com objetivo solidário de angariar fundos para a compra de um Desfibrilhador Automático Externo (DAE) para esta corporação de bombeiros de Barcelos.



O evento, organizado pela referida farmácia barcelense, partiu da Praça 5 de Outubro e percorreu vias e caminhos de Barcelos.

Foto: FO.

Banco de Material Escolar da SOPRO necessita de doações para o novo ano letivo

Atualidade/Concelho/Cultura port

O Banco de Material Escolar (BME) da SOPRO já iniciou a preparação do novo ano letivo de 2019/2020.



Este BME tem “como principal objetivo apoiar o acesso à escolaridade. Assim, este projeto está orientado para a recolha de manuais e materiais escolares e encaminhamento dos mesmos para crianças, jovens e famílias devidamente sinalizadas. Este apoio pretende abranger as famílias mais desfavorecidas e também prevenir situações de abandono escolar, visto muitas dessas famílias terem dificuldade em manter as crianças devido às suas enormes carências”, refere a SOPRO em nota.

Para desenvolvimento deste projeto, esta ONGD necessita da colaboração de todos. Para isso, basta doar manuais em vigor e/ou material escolar (novo ou usado) ao banco de material escolar.

Imagem: SOPRO.

Câmara e ATAHCA querem alargar OPEN B ao concelho de Barcelos

A Presidente da Câmara Municipal em exercício de funções, Armandina Saleiro, e o Presidente da ATAHCA, Mota Alves, estão em sintonia sobre a necessidade de alargar a todo o concelho de Barcelos o quarto Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) que deve iniciar-se no quarto trimestre de 2019.



Esta foi a principal conclusão do encerramento do CLDS 3G — Projecto OPEN B, — numa sessão realizada na última sexta-feira, na sede de Junta de Freguesia de Arcozelo, marcada pela apresentação de uma revista que resume a atividade desenvolvida ao longo dos últimos 42 meses.

O OPEN B — Oportunidades, Parcerias, Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos — deu corpo ao CLDS 3G (Programa Operacional, Inclusão Social e Emprego), tendo sido coordenado pela ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave), em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos, a ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barcelos, GASC (Grupo de Acção Social Cristã), a Freguesia de Arcozelo e União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro).

Armandina Saleiro acedeu ao desafio lançado por Mota Alves, sobre a necessidade de alargar este programa de inclusão social e humana a todo o concelho de Barcelos, mesmo que seja de uma forma informal.

Os discursos, após atuação do grupo de folclore do IAESM (Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho), abriram com Luciano Barros, coordenador técnico do OPEN B, a elogiar as parcerias deste Programa e a assegurar que os “objectivos traçados foram conseguidos, mas muito há a fazer” com a quarta geração de CLDS e “tudo faremos para dar resposta positiva”.

Emílio Rego, em representação da Junta de Freguesia de Arcozelo, não escondeu a “satisfação desta autarquia por ter sido um território envolvido pelo CLDS e a envolvência do OPEN B com as instituições, os pais e as escolas”.

Formulou três desejos para o futuro: “sucesso, sucesso, sucesso”, ao passo que José Paulo Teixeira, presidente da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro), elogiou estes quase quatro anos a “lidar com a integração social e laboral da população e as acções de aprendizagem e lições de vida”. Foi o primeiro autarca a defender que o programa deve “abrir-se a mais freguesias do concelho, com mais necessidades especialmente entre os idosos. Esperamos que sejam mais quatro anos e mais quatro anos e não sejam apenas os próximos quatro anos”.

Após a recitação da Pedra Filosofal, de António Gedeão, pelas adolescentes Alexandra Monteiro e Micaela Peixoto, António Barros, Diretor do Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, destacou o “trabalho muito útil na prevenção do abandono e combate do insucesso escolar” e agradeceu a oportunidade da ATAHCA continuar este trabalho que “é uma mais-valia na promoção do saber estar e fazer dos nossos jovens e idosos”.

Célia Barbosa justificou a ausência do GASC na próxima fase e destacou a intervenção feita no eixo dois numa parceria que correu “muito bem, com diligência do corpo técnico do OPEN B”.

“A nossa vontade foi sempre fazer o melhor e nota-se uma diferença aqui no bairro com o vosso trabalho desenvolvido aqui” — concluindo citando a mãe de um dos alunos da Escola Gonçalo Nunes.

Ilda Trilho falou em nome da ACIB e elogiou os resultados desta parceria na promoção do emprego e da formação profissional, ao passo que Mota Alves, presidente da ATAHCA, preferiu exaltar este novo género de parcerias que envolveu “entidades públicas e instituições privadas, com Juntas de Freguesia, escolas e Instituições Particulares de Solidariedade Social e económicas”.

O OPEN B foi “um bom exemplo de aplicação dos dinheiros públicos e os resultados são muito positivos e resultam de um trabalho de missão dos nossos técnicos” que “merece ser alargado a todo o território de Barcelos.

“Tudo faremos para que possa ser alargado a todo o concelho de Barcelos, para que este comboio da mudança mantenha portas e janelas abertas às parcerias” — concluiu o presidente da ATAHCA.

Armandina Saleiro não o deixou sem resposta, ao lembrar que, no início do OPEN B, “foi com pena nossa que não pôde chegar a todo o território de forma a mitigar desigualdades, promover a qualificação e formação humana e parental”.

A presidente da Câmara Municipal de Barcelos agradeceu todo o trabalho desenvolvido e comprometeu-se a “tudo fazer para alargar a quarta geração destes CLDS a todo o concelho, mesmo que de modo informal”.

A sessão — animada pelos alunos seniores do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho que evocaram profissões antigas e em desaparecimento — teve o momento alto com a inauguração de um mural de azulejos executado por alunos do Curso de Educação e Formação – Operador de Cerâmica, da Escola Gonçalo Nunes, sob orientação das professoras Maria José Machado e Teresa Coturela Cunha, com os elementos mais identificativos das terras da Princesa do Cávado.

Fonte e fotos: OPEN B.

João Rodrigues, Atleta dos Amigos da Montanha, no pódio do Ultra Trail da Freita

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A equipa de trail dos Amigos da Montanha esteve representada, no último sábado, no Ultra Trail Serra da Freita por João Rodrigues. O atleta dos Amigos da Montanha concluiu a Prova do Circuito Nacional de Trail Endurance em 14h34s, marca que lhe deu o magnífico terceiro lugar da geral e primeiro no escalão M40.



A prova de 100km partiu pelas 6h00 no centro de Arouca. Esta é considerada a prova mais difícil do trail nacional, com 13 mil metros de desnível acumulado. A prova disso mesmo é número de desistências, já que dos 175 atletas, só 76 resistentes passaram a linha da meta.

A dar ainda mais dureza à prova, o dia foi de muito calor, com as temperaturas a rondarem os 33 graus, o que obrigou a uma gestão muito cuidadosa, tornando difícil andar sempre nos lugares da frente. Aos 60km, João Rodrigues ocupava a 4ª posição, o que o motivou a lutar pelos lugares do pódio, com muito esforço para terminar, numa luta onde só a vontade fez superar as difíceis condições que enfrentava.

Fotos: DR.

Manuel Leite, dos Moto Galos, é vice-campeão europeu de Aquabike

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Daniel Barbosa conquista bronze

A Croácia recebeu, no passado domingo, o Campeonato da Europa de Aquabike 2019, que contou com a participação da Team Jet Ski Moto Galos de Barcelos.



A equipa barcelense fez-se representar por Manuel Leite, Diogo Barbosa, Matteo Valente e Lino Araújo e conseguiu destacar-se numa prova que terminou neste país mediterrânico, depois de passar por Penafiel e por Levelek (Hungria).

Manuel Leite esteve perto de conquistar a medalha de ouro, tendo ficado a apenas 7 pontos do vencedor. Desta forma, sagrou-se vice-campeão europeu pela segunda vez consecutiva, em Ski Júnio GP3 3.2.

Diogo Barbosa, a representar a equipa barcelense e também o Kev-Racing Team, venceu a medalha de bronze na classe Ski Júnior GP3 3.3.

De referir o 4º lugar de Matteo Valente nesta mesma categoria.

Em motas de água, na classe rainha Runabout GP1, Lino Araújo foi 4º classificado na Croácia, tendo ficado em 6º lugar na classificação final.

Mesmo não tendo participado na prova croata, na classe Runabout GP2, tendo apenas participado na prova penafidelense, Nelson Gomes ficou em 12º e Carlos Fernandes em 18º, respetivamente, na classificação final.

Fonte e fotos: AMGB e Dariusz Lejnik.

José Carvalho, da ACR Roriz, é 3º nas 24h BTT de VN Famalicão (Master 50)

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Entre os dias 29 e 30 de junho, decorreu o 10º aniversário das 24h BTT de Vila Nova de Famalicão, organizadas pelos Amigos do Pedal e que decorreu no Louro.



Uma excelente prestação do experiente José Carvalho, experiente atleta da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, teve uma excelente prestação, terminando no 3° posto em Master 50.

Foto: DR.

Presidente da Câmara em exercício assina protocolos de cariz cultural

Atualidade/Concelho/Cultura/Política port

A Presidente da Câmara em exercício de funções, Armandina Saleiro, e os representantes de direção das associações culturais do concelho, assinaram, nos Paços do Concelho, acordos de colaboração com vista à realização de atividades de cariz cultural de Barcelos desenvolvidas pelo vasto movimento associativo do concelho.



Armandina Saleiro agradeceu o trabalho desenvolvido pelas entidades culturais na “afirmação de Barcelos como uma cidade de cultura”, sublinhando que “queremos ligações estreitas e bem elaboradas, para poder desenvolver atividades formativas e de oferta cultural, através da produção própria”.

A medida constitui um incentivo e apoio à formação, criação, produção e divulgação cultural em diferentes áreas, tendo em vista a promoção de um desenvolvimento cada vez mais equilibrado e, ao mesmo tempo, “reforçar as parcerias com as entidades culturais do concelho”, explicou.

Na área do teatro, os acordos de colaboração incluem comparticipações financeiras do Município, num valor global de cerca de 70 mil euros, sendo apoiadas as seguintes entidades: Associação de Teatro Experimental dos Feitos, Associação Só Podia – Teatrices & Companhia, Associação Amigos do Pato, Grupo de Teatro da APACI, Grupo de Teatro Amador Os Pioneiros da Ucha, O Branselho – Grupo de Teatro Amador da pousa, Vamos a Isso – Associação de Desporto e Cultura, TPC – Teatro Popular de Carapeços, A Mó – Associação Vale do Neiva, Associação Cultural Recreativa e Desportiva Futebol Clube Lírio do Neiva, Teatro de Balugas – Associação Cultural, A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

Ainda no âmbito dos apoios às atividades culturais das associações concelhias, a Câmara Municipal aprovou sete acordos de colaboração que incluem comparticipações financeiras no valor global de cerca de 42 mil euros, repartidos pelas seguintes entidades: Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Lijó; Associação Desportiva e Cultural de Manhente; Grupo de Danças e Cantares da Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Campo; Associação de Moradores do Bairro da Misericórdia; Associação Coral Magistrói; Associação Cantoral e Atonal de Barcelos; Associação Cultural Zoom.

Fonte e foto: CMB.

A Câmara Municipal de Barcelos aprova acordos na área social e da educação

Atualidade/Concelho/Mundo/Política port

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou um acordo de colaboração com o Instituto S. João de Deus no âmbito do Projeto Cuidando – Unidade Móvel de Apoio Domiciliário Integrado em Saúde Mental.



O acordo, aprovado na reunião ordinária do executivo municipal de 27 de junho, tem como objetivos “prevenir a ocorrência de reinternamentos nos serviços de saúde mental, apoiar o doente e a família no regresso ao domicílio após alta hospitalar, aumentar as competências do utente para lidar com a sua perturbação mental, aumentar as competências do cuidador para lidar com a pessoa com perturbação mental, identificar precocemente situações de descompensação clínica e orientar para os serviços locais de saúde mental, melhorar a integração social, a participação e o acesso aos recursos da comunidade, proporcionar uma melhoria na qualidade de vida dos utentes e dos seus cuidadores informais”.

O programa será desenvolvido pelo Instituto S. João de Deus e a Câmara Municipal apoia financeiramente com 10 mil euros anuais e cedência de gasóleo para utilização na viatura que efetuará o serviço de apoio domiciliário.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou um acordo de colaboração com a Associação Médicos do Mundo – Projeto SER, que “visa desenvolver ações para reduzir os riscos e minimização de danos na área da toxicodependência, designadamente a criação de uma equipa de rua, direcionada para a população consumidora de substâncias psicoativas e trabalhadores sexuais em contexto de rua”.

O Serviço de Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências é a entidade que cofinancia este projeto que, por sua vez, está enquadrado na Estratégia Nacional de Luta Contra a Droga.

O acordo prevê que o Município disponibilize um espaço devidamente equipado para instalação e uso da equipa do projeto SER, uma comparticipação financeira de 500 euros para limpeza do espaço; cedência da viatura que atualmente se encontra adaptada pelo projeto para a atuação da equipa de rua em contexto natural da população e suportar os custos do uso e manutenção da referida viatura; cedência de um carro para transporte e acompanhamento de utentes aos serviços de saúde ou de âmbito social.

A equipa promove, entre outros, o serviço de troca de seringas disponibilizado pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, o acesso dos utentes regulares aos cuidados sócio sanitários, nomeadamente, rastreios, higiene e vacinação, promoção de níveis de participação cívica desta população.

Foi, também, aprovado um acordo de colaboração com a AMAR 21 – Associação de Apoio à Trissomia 21 e Outras Perturbações do Neurodesenvolvimento, tendo em vista a prestação de um serviço de apoio social às famílias das crianças com necessidades educativas especiais para os períodos não escolares, como forma de garantir uma melhor conciliação da vida ativa e profissional familiar com a ocupação das crianças e jovens com estas necessidades, contribuindo para o respetivo processo educativo e formativo.

Para a execução deste acordo, o Município comparticipa financeiramente com um valor até 25,00€ por utente, durante 35 dias de férias, entre junho e julho de 2019.

Quanto às restantes deliberações na área social, destacam-se: o acordo de colaboração com a Associação Nacional de AVC, que inclui uma comparticipação financeira do Município de Barcelos no valor de 24.000€, tendo em vista a execução do plano de atividades da Associação; o apoio ao arrendamento habitacional a 31 agregados familiares; o apoio às refeições escolares de dois alunos do ensino básico; a atribuição de um subsídio ao Grupo de Ação Social Cristã, no valor de 25.000€, tendo em vista a continuação e reforço das ações desenvolvidas por esta entidade no âmbito social; o fornecimento e aplicação de tout-venant no percurso envolto do edifício do Centro Social de Remelhe.

Na área da Educação, o executivo tomou conhecimento da minuta do contrato de financiamento estabelecido entre a Câmara Municipal de Barcelos e a Gestão do Programa Erasmus+ Educação e Formação, que visa estabelecer os termos da atribuição de uma subvenção ao Município de Barcelos para a concretização daquele programa. Recorde-se que o Município foi contemplado com cerca de 340 mil euros da União Europeia, no âmbito de uma candidatura ao programa que vai proporcionar a 88 alunos de escolas profissionais do concelho a oportunidade de expandir e melhorar a qualidade das suas práticas de formação nas empresas europeias, entrando, assim, em contacto com a realidade do mercado de trabalho europeu, nas áreas do turismo, restauração (bar), comunicação, tecnologias de informação, gestão, secretariado, design gráfico e para dez professores da componente técnica.

Ainda na área da Educação, foi aprovado um acordo de colaboração com a Universidade do Minho, que visa estabelecer os termos em que se concretizará a parceria em que o Município apoiará o transporte de alunos do concelho para a iniciativa “Verão no Campus”.

Ao nível dos apoios financeiros, foi aprovada a atribuição de um subsídio no valor de 1.800€ ao Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, como comparticipação nas despesas da edição da revista escolar e de uma viagem cultural.

Fonte e foto: CMB.

ARCA Dance Studio com novo Ouro no World Dance Cup 2019

Sara Antunes foi a autora da proeza

Mais um dia e mais uma miríade de bailarinos a pisar o palco do Altice Fórum de Braga para competirem pelas muitas categorias do World Dance Cup 2019.



Sara Antunes foi a autora da proeza, em SNSV Senior Solo Song & Dance, com “All That Jazz”.

Já em SNGLC Senior Large Group Commercial, conquistaram um bom 5º lugar com “Realizadoras”.

Por esta altura, no Blue Theatre, a Academia Rosália Ferreira já se encontra a encantar o júri e os presentes.

Vamos acompanhando os resultados e mantendo os nossos leitores atualizados.

[Ndr: Notícia atualizada a 03.07.2019, pelas 11h40]

Beatriz Rios é Vice-Campeã Ibérica dos 2000 metros obstáculos

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Pedro Sá 4º no salto em altura

Os jovens atletas dos Amigos da Montanha, Beatriz Rios e Pedro Sá, estão de parabéns na primeira vez que foram chamados para representar a seleção nacional de atletismo.



A primeira internacionalização dos atletas foi registada no último sábado, 29 de junho, com a participação no Torneio Ibérico (Trofeo Go Fit sub-18 – encontro Espanha e Portugal).

Nesta prova, que decorreu em Madrid sob um calor abrasador, defrontaram-se os melhores atletas sub-18 das duas nações. Beatriz Rios, nos 2000 metros obstáculos, partiu determinada, conseguindo alguma vantagem sobre todas as concorrentes. No entanto, a espanhola Nara Elipe Estheler conseguiu reagir e ultrapassou a atleta portuguesa nos últimos 150 metros. A atleta dos Amigos da Montanha terminou a prova como vice-campeã e confirmou, uma vez mais, a marca de referência para representar novamente a seleção nacional no Festival Olímpico da Juventude Europeia, que decorrerá em Baku, Azerbaijão, na última semana deste mês.

Pedro Sá, no salto em altura, também honrou as cores da bandeira lusa e com um salto de 1,86m alcançou a 4ª posição da tabela classificativa, registando a mesma marca do atleta que ocupou a 3ª posição.

Fotos: DR.

Ir Para Cima