Arquivo Mensal

Julho 2019 - page 4

37ª edição da Mostra de Artesanato e Cerâmica de 2 a 15 de agosto

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Catorze dias em que o Artesanato é o Rei e o destaque são os artesãos

A 37ª Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, que decorre de 2 a 15 de agosto, no Parque da Cidade, “apresenta, mais uma vez, um programa de qualidade, em que o principal objetivo é a promoção do artesanato e dos artesãos”, refere o Município em nota.



Esta Mostra continua a ser o evento do ano na área do artesanato, afirmando Barcelos como Cidade Criativa da UNESCO e trazendo à cidade muitos milhares de pessoas, mantendo um cruzamento harmonioso com a gastronomia e os vinhos, a música popular e o folclore nacional e internacional. Este ano, a mostra conta também com a presença de uma representação da Cidade Criativa de Gabrovo, da Bulgária.

São mais de 130 artesãos, 86 dos quais de Barcelos, que estão representados neste certame, que conta com cerca de 140 stands espalhados pelas várias áreas do recinto do Parque e com um vasto programa de animação, do qual se destacam os espetáculos de Carminho, do barcelense Victor Rodrigues, Tânia Sampaio ou Zezé Fernandes e o já habitual folclore internacional.

A abertura oficial acontece no dia 2 de agosto, às 18h00, com visita aos expositores e desfile dos grupos de folclore internacional que participam no Festival do Rio 2019 e que também atuam no palco principal da Mostra, no dia de abertura, às 22h00, e também nos dias 5, 6 e 8.

A maior mostra de criatividade em Portugal vai ser novamente um palco de afirmação de Barcelos como grande polo criativo das artes e ofícios tradicionais em Portugal, nos domínios tradicionais e no artesanato contemporâneo, bem como das Queijadinhas de Barcelos e Vinhos verdes.

À semelhança dos anos anteriores, a edição deste ano da Mostra vai brindar o público com diversos espetáculos musicais, arruadas pelos grupos folclóricos e etnográficos, animação de rua e outras atividades que, ao longo da iniciativa, vão animar quem visita o concelho. Depois do sucesso dos dois anos anteriores, os workshops diários com artesãos do concelho de diversas áreas, dedicados a vários temas, voltam a marcar presença uma vez que conquistaram um lugar de destaque nesta Mostra.

O ponto alto da Mostra é a 9ª edição da Gala do Artesanato, no dia 10, às 22h00, na qual serão entregues os prémios Carreira, Inovação, Revelação Artesanato Contemporâneo e Revelação Artesanato Tradicional.

A Praça da Alimentação, com a aposta nos sabores tradicionais da região e com música ao vivo, mantém-se como uma das principais atrações do evento.

No plano musical, são muitos os destaques do cartaz. A cantora Carminho atua no dia 3; a música folk portuguesa volta a estar em evidência com os espetáculos de Sérgio Mirra, no dia 4, e do barcelense Victor Rodrigues, no dia 9; a música tradicional estará em destaque com o espetáculo de Trastes, que atuam no dia 7; no dia 12 é a vez de  Tânia Sampaio; o folk popular destaca-se com Zezé Fernandes, no dia 13; e o evento terminará em grande euforia com o festivo Amigo Loureiro de Barcelos, e muitos outros que poderão fazer desta edição um verdadeiro sucesso.

Diariamente, haverá animação de rua e arruadas pelo recinto protagonizadas por grupos de folclore do concelho. Os mais novos poderão divertir-se no parque de insufláveis colocado no Pavilhão Municipal.

Este ano, a Feira do Melão, ainda que na Avenida da Liberdade, volta a fazer parte da Mostra, nos dias 3 e 4 de agosto, o que reforça ainda mais a vertente eclética da Mostra de Artesanato.

A Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos estará aberta de segunda a sexta-feira, das 18h00 às 24h00, e ao fim de semana e no feriado 15 de agosto, das 16h00 às 24h00.

“O certame tem como objetivo promover o artesanato e os artesãos, sendo o grande evento anual, afirmando Barcelos como capital do artesanato e trazendo à cidade muitos milhares de pessoas, mantendo um cruzamento harmonioso com a gastronomia e os vinhos, a música popular e o folclore nacional e internacional”, termina o Município.

Fonte e imagens: CMB.

João Rodrigues, dos Amigos da Montanha no pódio do Gran Trail Aneto-Posets

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

João Rodrigues, dos Amigos da Montanha (AM), conquistou o 3º lugar da geral na prova de 105km do Gran Trail Aneto-Posets, nos Pirenéus – Espanha. 



O atleta dos AM completou a prova em 17h36m, o que lhe valeu ainda o 2º lugar em M40.

Com um desnível de 6760d+, o percurso arrancou às 00h00 do dia 20 de julho, em Benasque (Vila no Vale dos Pirenéus). A prova fica caracterizada pela elevada dureza, com trilhos difíceis, e pela altitude que alcança – 2900metros de altitude. Metade da prova disputa-se acima dos 2000m, o que dificulta a ingestão de comida por parte dos atletas, depois dos 65km.

João Rodrigues assegura que “esta é a prova mais dura que já realizou”.

Márcia Bandeira correu a prova ”Maratona das Tucas”, com 42km  e 2500D+. A atleta dos Amigos da Montanha registou o tempo de 9h15m, o que lhe deu o 27° lugar em F40 e o 503°da geral, numa prova que contou com mais de 1000 atletas.

Fonte e foto: AM.

Nova recolha de sangue e medula óssea em Fragoso

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, vai realizar uma recolha de sangue e de medula óssea em Fragoso, no próximo dia 29 de julho, entre as 15h00 e as 19h30.



A mesma terá lugar no Centro Paroquial de Fragoso e contará com o apoio do Instituto Português do Sangue e da Transplantação, da Junta de Freguesia, da Paróquia, do Centro Social e Paroquial e do Agrupamento de Escuteiros de Fragoso.

Imagem: BS.

Daniel Dias, da ACR Roriz, conquista Metas Volantes da Vuelta a Valladolid Junior

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A equipa Júnior da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT marcou presença, por mais um ano, na 28ª edição da Vuelta Ciclista a Valladolid para a categoria Júnior, que decorreu entre 19 e 21 de julho em Valladolid – Espanha, sendo constituída por 3 etapas em linha e um Contrarrelógio Individual, tendo marcado presença 28 equipas, num total de 168 atletas de 10 nacionalidades diferentes, destacando-se, entre as equipas, a presença da Seleção Nacional da África do Sul.



Daniel Dias esteve em destaque ao longo de toda a competição, tendo alcançado uma brilhante vitória na Classificação das Metas Volantes, o que lhe valeu a Camisola Branca, juntando a isso um excelente 5º lugar na classificação geral individual final.

A prova foi, toda ela, muito exigente com temperaturas sempre a rondar os 40ºC, o que aumentou as dificuldades que os atletas tiveram de superar.

Na primeira etapa, com 120 km de distância, Daniel Dias conquistou um brilhante 4º lugar e a liderança das metas volantes, mas o dia ficou, também, marcado por várias quedas, tendo Pedro Silva sido uma das vítimas numa delas, ficando muito limitado para o restante da competição, ele que antes ainda tinha vencido o primeiro prémio de montanha. Nesta etapa, Pedro Silva foi 39º, Flávio Fernandes 42º, Manuel Barbosa 121º e Bruno Silva 131º.

O segundo dia começou com um duplo setor, onde, da parte da manhã, Daniel Dias foi 8º no Contrarrelógio Individual (CRI) de 11km, Pedro Silva 20º, Bruno Silva 32º, Flávio Fernandes 68º e Manuel Barbosa 87º. Com este resultado, Daniel Dias subiu a 3º da geral.

Da parte da tarde, os atletas tiveram muitas dificuldades nos 80km de prova, sendo que Daniel Dias voltou a estar junto dos melhores, obtendo o 4º lugar e segurando a liderança das metas volantes, mas baixando para 4º da geral individual, novamente.

Na derradeira etapa, a equipa uniu esforços para segurar a camisola branca do Daniel Dias, fazendo com que pontuasse na primeira meta volante e, assim, segurasse a conquista desta classificação. Na geral Individual, Daniel Dias procurou sempre a sua sorte, mas o 10º lugar no final da etapa valeu-lhe um excelente Top-5 da classificação geral individual, o que é sempre muito positivo tendo em conta as características da prova e o nível competitivo presente. De referir, ainda, que Flávio Fernandes foi 100º e Bruno Silva 113º. Já Pedro Silva e Manuel Barbosa não concluíram.

Fotos: DR e FOTO LOKO.

Rui Alves (Juniores) e Rodrigo Lopes (Benjamins), do Centro Ciclista de Barcelos, vencem Prémio Cidade de Barcelos

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Coletivamente, destaque para o 1º lugar em Escolas e 2º em Juniores

Decorreu no passado dia 21 de julho o 34º Prémio de Ciclismo Cidade de Barcelos, que contou com a participação de cerca de 300 atletas dos escalões de Pupilos/Benjamins, Iniciados, Infantis e Juvenis (Escolas), Cadetes e Juniores.



Neste último escalão, o vencedor foi Rui Alves, do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS AFF | H.M. MOTOR | FLYNX | LB SEGUROS | MARTINS SEGUROS | BARCELOS MUNICÍPIO. Luís Leite terminou na 5ª posição, David Duarte na 17ª e Ricardo Machado na 25ª. João Munhoz e Ricardo Saleiro não terminaram.

Coletivamente, a equipa barcelense alcançou o 2º lugar.

Em Cadetes, Tomás Salgueiro não terminou a prova.

Nos escalões de Escolas, destaque para Rodrigo Lopes, que conquisto o de Benjamins, com Duarte Marques a ficar na 7ª posição.

Em Infantis, Paulo Bogo foi 3º classificado.

Nos Iniciados, Francisco Cardoso foi 4º classificado e Rodrigo Assunção foi 19º. Na vertente feminina, Maria Duarte foi 4ª.

No escalão de Juvenis, Rodrigo Neves ficou em 3º lugar e o seu irmão gémeo terminou na 7ª posição. Já Hugo Leite foi 41º.

Coletivamente, o Centro Ciclista de Barcelos venceu a classificação geral.

Fotos: ACM/Marcelo Lopes.

1º Festival de Sopas em Vila Frescaínha São Pedro

Atualidade/Concelho/Cultura port

No próximo dia 03 de agosto, pelas 19h00, realiza-se a 1ª edição do Festival de Sopas de Vila Frescaínha São Pedro, que terá lugar no ringue da localidade.



A organização está a cabo da AMAR 21, com o apoio do INR – Instituto Nacional para a Reabilitação, do Município de Barcelos, da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (São Martinho e São Pedro), do Rotary Club de Barcelos, da ACIB – Associação Comercial e Industrial de Barcelos, da ACC e da Duplicado.

Os bilhetes podem ser adquiridos na Casa Sêmea, na Duplicado, na Junta da UF de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (São Martinho e São Pedro) e no Oculista Santos. O valor angariado reverterá, na totalidade, para a aquisição de uma carrinha.

A animação está a cargo da Tuna Mista do IPCA. Os participantes poderão apreciar sopas, bifanas, bebidas frescas, café e sobremesas, para além de receberem a tigela de sopa. Haverá, igualmente, jogos tradicionais, roleta de prémios, insufláveis e muito mais.

Imagem: DR.

Caminhada solidária em Cossourado para ajudar Liga Portuguesa Contra o Cancro

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No próximo dia 27 de julho, pelas 9h00, realiza-se uma caminhada solidária em Cossourado, com o valor angariado a reverter para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.



Esta é uma organização da Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da Junta de Freguesia de Cossourado.

A partida será junto à Sede da Junta de Freguesia, local onde deverá, igualmente, inscrever-se. A inscrição dá direito a t-shirt e água, oferecida pela Junta de Cossourado.

Imagem: LPCC.

Vaudeville Rendez-Vous arranca amanhã em Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Barcelos recebe, já amanhã, o primeiro espetáculo que marca a abertura da sexta edição do mais influente festival de circo contemporâneo do país, o “Vaudeville Rendez-Vous” – que decorre entre 24 e 27 de julho em Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão, cidades que integram o Quadrilátero Urbano.



Com uma programação repleta de propostas que espelham bem a frescura do que de melhor se tem produzido, nacional e internacionalmente, ao nível do circo contemporâneo, “A Simple Space”, dos Gravity & Other Myths abre a sexta edição do Festival, no dia 24 de julho, às 22h00, no Largo da Porta Nova, em Barcelos. Esta é uma das seis estreias nacionais que vão marcar o evento, sendo a primeira vez que o festival conta com a participação de uma companhia australiana. Sete acrobatas executam uma performance “crua, frenética e delicada”, apresentada de forma intimista.

O grupo ‘Coração nas Mãos’ apresenta-se em Barcelos com a peça “Chá das Cinco”, no dia 25 de julho, às 19h00, no Largo da Porta Nova, numa performance que conta com quatro amigas, e mais uma que não chega, que bebem chá num ambiente pouco pacífico. Ainda no mesmo dia, às 22h00, Elvis Mendes – vencedor da primeira bolsa de criação Vaudeville Rendez-Vous, em parceria com o Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) –, apresenta “A Fábrica da Mentira”, também no Largo da Porta Nova.

No dia 26, às 11h00, há lugar para um “Showcase”, no Theatro Gil Vicente, que irá permitir aos criadores emergentes apresentarem os seus projetos aos programadores que marcam presença no “Vaudeville Rendez-Vous”. Mais tarde, às 19h00, é a vez da dança acrobática “Zoog”, de Amir and Hemda, que representa o amor e o ódio numa relação, assim como a rotina e os altos e baixos de uma história íntima, apresentar a sua performance, no Largo da Porta Nova. Ainda no mesmo dia, o grupo francês Cirque Exalté põe em cena o espetáculo “Furieuse Tendresse”, que liga a polimórfica e multidisciplinar cultura underground do circo dos anos 60 e 70, às 22h00, na Praceta Francisco Sá Carneiro.

No último dia do festival, a companhia portuguesa Dulce Duca traz, ao Largo da Porta Nova, às 11h00, o espetáculo “Um belo dia”, baseado nas memórias do autor, que coloca a artista no centro do palco a representar emoções. A última atuação do Festival em Barcelos cabe a “Pelat”, de Joan Català, que concilia dança, circo, teatro e performance, e promove uma interação única com o público. Esta interpretação tem lugar, às 19h00, no Largo da Porta Nova.

O “Vaudeville Rendez-Vous” – reconhecido pelo júri internacional do Europe For Festivals/Festivals For Europe, com o selo EFFE Label 2019-2020 – tem como missão a sensibilização da comunidade para as artes circenses e a formação de novos públicos. A última edição daquele que é considerado o mais influente festival de circo contemporâneo do país reuniu mais de 15 mil pessoas em Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão e contou com mais de 60 artistas portugueses e internacionais.

Criado e organizado pelo Teatro da Didascália, o evento, que em 2019 conta com um total de nove estreias – seis estreias nacionais e três estreias absolutas, com entrada gratuita -, afirma, mais uma vez, o seu compromisso de valorização e projeção do circo contemporâneo. É a partir da força regional que o festival pretende dinamizar a internacionalização da cultura e dos artistas portugueses, através das redes europeias que o festival integra – CircusNext e Circostrada.

Este projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte, Norte 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Fonte e imagens: CMB.

Caminhada Noturna Colorida em Vila Seca

Concelho/Desporto/Mundo port

No próximo dia 26 de julho, pelas 21h00, realiza-se mais uma caminhada noturna colorida em Vila Seca, organizada pelo Agrupamento 870, do Corpo Nacional de Escutas, dessa mesma localidade.



A partida efetua-se junto à Igreja de Vila Seca. A inscrição, no valor de 3€, efetua-se no dia, dando direito a um kit colorido, t-shirt, reforço e outras surpresas. O valor angariado reverte para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Este evento é apoiado pela Junta de Freguesia de Vila Seca.

Imagem: DR.

Diogo Nogueira, da EBS Vale de Tamel, conquista bronze nas Olimpíadas Internacionais de Biologia

Atualidade/Concelho/Educação/Mundo port

Entre 14 e 21 de julho, Szeged, na Hungria, foi o palco da 30ª edição das Olimpíadas Internacionais de Biologia, que contou com cerca de 300 participantes em representação de 78 países, entre os quais, Portugal, que se fez representar por Diogo Nogueira, José Miguel Matos, Marco Ribeiro e Raul Jorge Sofia.



Diogo Nogueira [Ndr: de preto, a segurar na bandeira, na foto de destaque], aluno do 12º ano da Escola Básica e Secundária Vale de Tamel (Lijó), assim como, Marco Ribeiro (aluno do 12º ano do Colégio do Ave, em Guimarães) conquistaram a medalha de bronze.

A comitiva portuguesa foi chefiada por José Matos (Bastonário da Ordem dos Biólogos e investigador do INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária) e por Fernanda Simões (investigadora igualmente no INIAV), em conjunto com Otília Correia (Professora Associada da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa), com Daniela Casimiro (Membro do Conselho Diretivo da Ordem dos Biólogos) e com Patrícia Matos (Gestora de Eventos).

Foto: DR.

Ir Para Cima