Arquivo Mensal

Agosto 2019

Barcelos na Hora vai de férias

Atualidade/Concelho/Mundo port

Serviços muito mínimos entre hoje e dia 03 de setembro

Caros leitores,

O Barcelos na Hora entrará num período de férias, entre hoje e o próximo dia 03 de setembro, onde estará em serviços muito mínimos.



Por serviços muito mínimos queremos dizer que todas as notas de imprensa recebidas até ao final do dia de ontem ainda serão lançadas. Após esta data, apenas sairão a partir de dia 03 de setembro.

Esperamos compreensão de vossa parte.

O Diretor,

Pedro Sousa.

Gil Vicente empata a uma bola com SC Braga

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Disputou-se hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, mais um jogo da 3ª jornada da Liga NOS, opondo o Gil Vicente FC ao SC Braga.



O árbitro Hugo Miguel (AF Lisboa), auxiliado por Bruno Jesus e Pedro Felisberto, com Miguel Nogueira (AF Lisboa) como 4º árbitro.

Este jogo ficou marcado pelos “apagões”, com as luzes do estádio a apagarem-se antes e durante o jogo, fazendo com que este durasse por 127 minutos, fruto dos cerca de 31 minutos de interrupção pela falha elétrica.

As equipas alinharam da seguinte forma:

Gil Vicente FC – Denis, Alex Pinto, Rúben Fernandes, João Afonso, Rodrigo, Soares, Arthur Henrique, Edwin Vente (Lino, INT), Lourency (Leonardo, 126’), Naidji (Sandro Lima, 100’) e Kraev. No banco ficaram Wellington, Juan Villa, Ygor Nogueira e Ahmed Isaiah.

SC Braga – Eduardo, Caju (Esgaio, 102’), Vítor Tormena, Lucas, Diogo Viana, Claudemir, João Novais, Murilo, Galeno (Trincão, 87’), Rui Fonte (Fransérgio, 86’) e Hassan. No banco ficaram Tiago Sá, Xadas, João Palhinha e David Carmo.

O treinador do SC Braga, Sá Pinto, alterou toda a equipa em relação ao último jogo, provavelmente, já pensando nos próximos dois jogos, de extrema dificuldade, com uma ida a Moscovo para defender a vantagem de 1-0 frente ao Spartak, tentando entrar na fase de grupos da Liga Europa, e com uma receção ao SL Benfica a contar para a Liga NOS.

Já Vítor Oliveira, treinador gilista, apostou em dois internacionais (Naidji e Kraev) para a frente de ataque, substituindo o argelino Naidji por Sandro Lima, aos 100’. Esta substituição acabaria por se tornar primordial no desfecho do resultado final, pois o jogador brasileiro apontaria o golo da igualdade nove minutos depois, aos 119’.

No entanto, os gilistas poderiam ter levado de vencida, não fosse a grande exibição do capitão bracarense, Eduardo, que voltou aos relvados portugueses e logo com uma exibição de gala, principalmente na 2ª parte, quando o Gil Vicente “caiu” em cima do SC Braga na procura do empate. No entanto, parece mal batido no golo do empate ou traído por um toque no colega, após o cruzamento de Alex Pinto. A 1ª parte foi mais bracarense, com Galeno a abrir o marcador logo aos 6’.

Com este empate, o Gil Vicente ocupa a 11ª posição, com 4 pontos. Na próxima jornada, a 31 de agosto, sábado, pelas 21h30, o Gil Vicente FC tem novo jogo caseiro, desta feita, frente ao Vitória de Setúbal.

Barcelenses Inspiradores: Bárbara Carvalho

A rubrica Barcelenses Inspiradores tem dado a conhecer figuras barcelenses que, pelo seu modo de vida, ideações, conquistas, trabalho e talento, deixam-nos a todos orgulhosos. Esta semana damos a conhecer melhor Bárbara Carvalho.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Bárbara Carvalho, de 30 anos, é licenciada em Produção e Tecnologias da Música na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo. Por gosto e profissão, Bárbara dedica-se ao violino, deixando os seus ouvintes extasiados com o seu talento. Estando a arte sempre presente na sua vida, mais recentemente, a violinista dedicou-se ao mundo das tatuagens, onde formou o seu estúdio na Vila de Prado.

Ao longo do tempo, esteve envolvida em diversos projetos como bandas e gravações de diversos álbuns.

Como multifacetada que é, Bárbara é, ainda, professora de violino e maestrina na vertente rock na ARTS ACADEMY – Barcelos, estando envolvida em diversas produções de espetáculos.

Caso pretenda seguir o trabalho excecional desta barcelense, consulte as suas redes sociais e fique a par de todas as novidades. Sem mais demoras, vamos conhecer Bárbara Carvalho…



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Sou uma pessoa normal, com paixão pela arte e alguma teimosia para a perseguir. Sou algo de insegura e confiante simultaneamente, ao contrário do que possa transparecer para fora.

Gosto de ensinar e ainda mais de aprender, gosto de observar tudo o que me envolve e sou absorvida naquilo que me empenho de forma muito intensa.

O que fazes é uma extensão de quem és?

O que faço é sempre uma forma de expressar aquilo que sinto. Não sei se necessariamente será o que sou, pois considero esse aspeto algo de muito complexo e em constante mudança. Gosto muito do que faço e empenho-me em ser o mais profissional possível. Estou em constante busca de algo mais profundo. Gosto de me expressar na minha arte, afinal é para isso que ela serve.

De que forma impactas a vida do próximo?

Tenho vindo a apreciar que todos nós, por vezes, mudamos a vida do próximo com pequenos detalhes que nos parecem, por vezes, insignificantes. Como professora e como performer de Violino sinto que inspirei muitas crianças, jovens e até adultos a experimentarem a música e a perseguirem um sonho, algo que me preenche o coração. Mas valorizo muito as coisas simples do dia a dia, como os sorrisos que me transmitem, que são o maior sinónimo da importância que temos na vida dos outros.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Por muito discurso ensaiado que possa parecer, diria para que houvesse mais Amor, empatia, solidariedade e responsabilidade. O mundo precisa de tanto, que a única forma de conseguirmos é que cada um empenhe nos seus atos diários esses quatro aspetos. Só assim poderá mudar.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Os meus pais e família, que me criaram e deram o melhor de si para eu ser quem sou hoje. A minha irmã, que me mostrou que a vida, mesmo não sendo como gostaríamos, deve ser vivida com alegria e bondade. Sem ela perceber, abriu em mim caminhos que jamais achei que conseguiria percorrer. O meu companheiro, que me tornou mais forte e me ajudou a ser a pessoa que sou hoje, apoiou os meus sonhos e viu em mim o que nunca ninguém viu. Tornou-me uma pessoa melhor.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

Todas as pessoas com quem me cruzo e com quem convivo têm alguma influência em mim, isto é, fazem-me absorver algo. Algumas coisas são inúteis e outras são de interiorizar e dessa forma se tornam exemplo. Para mim, devemos absorver o mundo à nossa volta, assim, aprenderemos de forma mais realista.

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

Samuel Bastos, meu colega de escola, que infelizmente faleceu há pouco tempo. Acho que não só eu, como muita gente que o conhecia, se admirava com um artista que atingiu tão alto patamar na música e mantinha a sua essência simples e boa intocável. Porque, às vezes, as ilusões mudam as pessoas, mais do que seria de esperar e principalmente nos dias de hoje. É de louvar quem mantém a sua integridade no sucesso e quem demonstra tamanho talento merecedor de admiração.

Como gostarias de ser recordada?

Gostaria de ser recordada por coisas boas e, por isso, tento ser o melhor possível. Se o que deixo para trás influenciar alguém positivamente, acho que é o melhor que se pode pedir.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Festa da Ajuda anima Gilmonde entre 6 e 9 de setembro

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

O programa da festa em honra de Nossa Senhora da Ajuda já iniciou no feriado de 15 de agosto, com a missa em honra dos emigrantes, hastear da bandeira e atuação do Rancho Folclórico Santa Maria de Gilmonde.



Já no passado dia 01 de setembro, deu-se a procissão de trasladação da imagem de Nossa Senhora da Ajuda da Capela de Nossa Senhora da Salvação, em Rebordões, para o Centro Pastoral. Entre 02 e 05 de setembro rezaram-se novenas em honra de Nª Sr.ª da Ajuda.

A 06 de setembro, pelas 20h30, celebra-se eucaristia na Igreja Paroquial, seguida de procissão de velas. Pelas 23h00, atua o grupo Toka & Dança. No dia seguinte, pelas 9h30, celebra-se missa em honra da Nª Sr.ª da Ajuda. À noite, pelas 21h30, atua André Ferreira, seguido do espetáculo de Leandro.

Dia 08 de setembro, pelas 9h30, entram no recinto a Associação Cultural e Musical de Baltar e a Banda Marcial de Ancede – Baião. Pelas 11h00, celebra-se eucaristia solene. À tarde, pelas 16h00, iniciam os atos religiosos, seguida da atuação das bandas. À noite, pelas 21h00, atua o grupo 4 Mens. A festa encerra a 09 de setembro com eucaristia e homenagem das flores a Nossa Senhora da Ajuda.

Imagem: DR.

IV Barcelos Open disputa-se de 4 a 7 de setembro

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

O Cube de Ténis ESAF, conjuntamente com a Associação de Ténis do Porto, organizam o IV Barcelos Open em ténis. Os jogos decorrerão entre 4 e 7 de setembro nos campos de ténis da Escola Secundária Alcaides de Faria, a partir das 10h00, com entrada livre.



Este é um Torneio já com enorme prestígio junto dos jogadores e faz parte do calendário da Federação Portuguesa de Ténis, com um Prize Money de 2000 euros a distribuir pelos jogadores do quadro masculino e feminino.

Desta forma, o melhor do ténis nacional passará por Barcelos, com jogadores de todo o país a disputarem os prémios em disputa. “Desde já, fica o convite da organização para assistirem e entenderem melhor este grande desporto”, refere em nota.

Imagem: DR.

XXV Festival de Folclore Cidade de Barcelos’19 a 1 de setembro

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

No próximo dia 01 de setembro, domingo, pelas 15h30, na Avenida da Liberdade – Barcelos, realiza-se a 25ª edição do Festival de Folclore Cidade de Barcelos, organizado pelo Grupo de Danças e Cantares de Barcelos.



Para além do grupo organizador, o festival contará com a presença do Grupo Folclórico dos Moleanos (Alcobaça), do Rancho Folclórico S. Tiago de Silvalde (Espinho), do Rancho Folclórico “As Morenitas” (Ovar) e do Grupo Folclórico da Casa do Povo de Arões (Fafe).

Imagem: DR.

Festa em honra de Nossa Senhora das Necessidades em Barqueiros

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

O programa das festividades em honra de Nossa Senhora das Necessidades, em Barqueiros, estende-se entre 1 e 9 de setembro, com o hastear da bandeira no passado dia 7 de julho. A 31 de agosto e 01 de setembro, os grupos de zés pereiras percorreram a freguesia. Dia 05 de setembro, entra em funcionamento a aparelhagem sonora e inauguram-se o arraial e a iluminação do Real Santuário de Nª Sr.ª das Necessidades.



No dia 06 de setembro, pelas 21h00, realiza-se a procissão de velas, seguindo-se a atuação do grupo Artur Agostinho e os Terra Minhota. No dia seguinte, pelas 15h00, realiza-se a tradicional corrida de cavalos. À noite, pelas 22h30, dá-se o espetáculo dos Santamaria.

Dia 08 de setembro, pelas 8h30, entram a Banda Musical de Amares e a Banda Musical de Vale de Cambra. Meia hora depois, inicia o primeiro espetáculo destas bandas. Pelas 11h00, celebra-se missa solene. Pelas 14h30, dá-se o segundo concerto das bandas, seguido dos atos religiosos. Seguem-se o 3º e 4º concertos das bandas, que se despendem pelas 24h00.

Imagem: DR.

Alvelos recebe a Festa em Honra de Nª Sr.ª das Dores

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Entre 29 de agosto e 01 de setembro, a freguesia de Alvelos celebra nova festa em honra de Nossa Senhora das Dores.



A 29 de agosto, pelas 21h00, atua o grupo Capas Negras. No dia seguinte, pelas 20h00, realiza-se a procissão de velas, seguida da atuação do Coral Magistrói.

Dia 31 de agosto, pelas 21h30, atua o grupo Rytmo Show, que volta a palco depois do fogo de artifício. Pelo meio, há o espetáculo de Paulo Gonzo.

No dia 01 de setembro, pelas 9h30, celebra-se missa cantada. À tarde, pelas 15h00, entra a Banda Musical de Vila Nova de Anha, seguindo-se a da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos. Pelas 16h00, iniciam os atos religiosos. À noite, pelas 21h30, dá-se o espetáculo do duo Namanus.

Imagem: DR.

Festa de Santa Luzia em Encourados de 30 de agosto a 01 de setembro

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A paróquia de Encourados recebe mais uma festa em honra de Santa Luzia, com um programa variado, entre 30 de agosto e 01 de setembro.



Sexta-feira, dia 30, pelas 21h00, realiza-se a procissão de velas e missa solene. Segue-se a atuação de Hélder Batista.

No dia seguinte, pelas 8h00, entra o Grupo de Bombos de S. Tiago Maior de Poiares. À noite, pelas 21h30, inicia o espetáculo de Tita, seguido do de Rui Bandeira.

Finalmente, domingo, dia 01 de setembro, pelas 10h30, celebra-se missa solene em honra de Santa Luzia. Ao início da tarde, pelas 14h30, dá entrada a Banda do Galo, seguido do já referido Grupo de Bombos. Pelas 16h00, iniciam os atos religiosos. Pelas 20h00, inicia o arraial minhoto, com Festival de Folclore, que contará com as atuações do Rancho Folclórico de Barcelinhos e do Grupo Folclórico da Casa do Povo de Martim.

Imagem: DR.

XXXIII Festival de Folclore “A Telheira” a 01 de setembro em Barqueiros

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Barqueiros recebe, no próximo dia 01 de setembro, a 33ª edição do Festival de Folclore “A Telheira”, organizado pelo Rancho Folclórico e Etnográfico “A Telheira” – Barqueiros.



O palco estará montado na Rua da Estrada Medieval, ao lado do infantário de Barqueiros, e verá, a partir das 15h30, as performances do rancho organizador e dos participantes. A saber: Rancho Folclórico “Os Camponeses” de S. Francisco – Alcochete, Rancho Folclórico “As Andorinhas” de S. Silvestre – Murtosa, Rancho Folclórico de Boelhe – Penafiel e o Rancho Folclórico Cuide de Vila Verde – Ponte da Barca.

Imagem: DR.

1 2 3 8
Ir Para Cima