Arquivo Mensal

Setembro 2019 - page 2

Chegou o outono

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião Por
Vítor Sá Pereira

Chegou o outono,

Tempo de choradeira,

As lágrimas transformam-se em colinho,

Assim quer o Vieira!

LOL

.

Hoje decidi abrir a minha crónica com uma bela poesia! No fundo, é um prenúncio daquilo que pode acontecer. Já que não vemos futebol há 2 dias!



Antes do campeonato, vamos falar da Liga Europa. Vitória justa do FCP frente ao Young Boys. Exibição pobre e mínimo de esforço a pensar no campeonato.  Vencemos, e isso foi o mais importante.  Realço a entrada de Fábio Silva no jogo, o mais novo jogador do Porto nas competições europeias! Estamos a falar de um menino de 17 anos! Acho que devemos prestigiar esta Liga Europa e levá-la muito a sério. Vencemos esta prova em 2011 e foi maravilhoso!

Agora falando do campeonato, recebemos e vencemos, justamente, o Santa Clara. Zé Luís provou, mais uma vez, que é um excelente reforço e a equipa estabilizou desde a entrada de Uribe e a inclusão de Corona a lateral. 

O Santa Clara foi “presa fácil” e até deu para não cansar na segunda parte. Não percebo este tipo de gestão de esforço de SC quando sente que o jogo está ganho. Já se deu mal muitas vezes dessa forma.

No fim do jogo, tudo em paz, até deu para Nakajima e SC se abraçarem!

E não é que a página oficial das águias “chorou” mais um penalty contra o FCP??…Haja paciência para alguém que tem telhados de vidro! Vou estar atento às conferências de imprensa do treinador do Santa Clara. Depois de o ouvir até pensei que tinha lido uma cartilha.

Parabéns ao Famalicão, que ameaça ser o novo “Leicester” e que deixou “Alvalade a arder”.

O próximo jogo do FCP é tremendamente difícil. O Rio Ave, no seu reduto, é difícil de bater. Contamos com um super Porto e com um super apoio da nossa parte.

Força Porto!

Saudações a todos.

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

[Ndr: este artigo foi entregue à redação antes do jogo da Allianz Cup (Taça da Liga), entre o FC Porto e o Santa Clara, a 25.09.2019]

Falta artilharia

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião Por
Hugo Pinto

Vitória “aflitinha” frente ao Moreirense, foi o mais recente resultado do nosso querido Benfica, na última jornada. Venceu…Mas não convenceu.



O modelo de jogo que, outrora, foi extremamente eficiente, parece, agora, estar a chegar ao fim. Em parte, devido à falta de poder de fogo na frente de ataque. Seferovic já teve dias melhores, RDT, que continuo a dizer que tem bastante qualidade, ainda não encontrou o seu “espaço”. E os golos não aparecem.

O Benfica desta temporada é sensivelmente semelhante àquele que no defeso recuperou de uma grande desvantagem face ao primeiro classificado, acabando por se tornar campeão. Falta João Félix, que agora mostra (definitiva e inequivocamente) o quanto desequilibrava a defesa adversária. E falta confiança a quem ficou com esta missão. Mesmo Rafa e Pizzi, outrora dois “cavalos de corrida” (palavras de Bruno Lage) já viram dias melhores, apresentando-se agora bastante desinspirados e uns furos abaixo relativamente ao que já os vimos fazer.

Posto isto, ocorrem-me aquelas conferências de imprensa de BL, cheias de fair-play, e indago-me se não serão demasiado denunciadoras do que se pretende levar para campo. De um momento para o outro, parece que toda a gente sabe como parar os imparáveis. Está BL a expor demasiado a estratégia de jogo? Gosto do estilo direto e frontal do mister, mas será que não nos estará a prejudicar? Talvez sim. Talvez não. Mas certo é que me começa a parecer que o treinador deve começar a pensar em operar algumas mudanças no modelo de jogo, de forma a que a colocação das peças no tabuleiro não seja tão previsível.

Não retiro mérito nem capacidades a ninguém. Mas a mudança, agora e logo, são uma inevitabilidade da vida. E o futebol não é exceção.

No momento em que escrevo estas linhas, acabo de saber que também na Taça da Liga não passámos do nulo frente ao Vitória. O que só corrobora a minha opinião. Mas, sobretudo, revela que a artilharia anda de pontaria desafinada. Ainda assim, nem tudo se resolverá com a reabertura do mercado.

Vamos lá Benfica. Vamos lá, Bruninho. Nós sabemos. E tu sabes que nós sabemos, que tu sabes para mais e melhor do que isto.

Carrega Benfica.

E Pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

O Gil Vicente precisa de todos nós!

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião Por
Lucy Santos

Olá a todos os leitores BnH!

Esta semana, vou lançar-vos umas perguntas para poderem comentar na página de Facebook do Barcelos na Hora ou, então para poderem, apenas, interiorizar. E a primeira é: Já são sócios do clube da nossa cidade? O Gil Vicente precisa de todos nós!



Vou resumir, então, os dois jogos que decorreram esta semana. No domingo, no Estádio Cidade de Barcelos, jogámos com o Boavista, para o campeonato. Esta quarta-feira, novamente em casa, jogámos com o Portimonense, para a Taça da Liga.

Na primeira parte, com o jogo do Boavista, aos 22 minutos, o jogador dos axadrezados, Sauer, foi expulso por derrubar Erick, que seguia isolado. Vimos um Gil Vicente sempre em cima do meio campo do Boavista, a pressionar e a destacar as grandes defesas feitas pelo guarda-redes Bracali.

A segunda parte continuou a ser nossa e continuámos sempre a subir no território dos axadrezados, mas sem sucesso, porque o “autocarro” estava estacionado à frente da baliza e mesmo jogando com mais um elemento, não conseguimos, de maneira nenhuma, abrir caminho na defesa dos portuenses.

As substituições vieram a não acrescentar muito, embora viessem dar uma lufada de ar fresco a meio campo. Os jogadores Samuel Lino e Romário Baldé arriscavam, mesmo de longe, para a baliza, sempre sem sucesso.

O Gil Vicente termina a sexta jornada com o quinto jogo consecutivo sem conseguir os 3 pontos, contando, assim, com 1 vitória, 3 empates e 2 derrotas.

As lesões de alguns jogadores “chave” não têm permitido à equipa “assentar”. Estavam lesionados: Lourency, Alex Pinto e Naidji.

Esta quarta-feira deu-se o primeiro jogo para a Taça da Liga, não tendo o Gil Vicente conseguido a tão desejada vitória para podermos começar o nosso caminho da melhor maneira. Neste jogo, vou destacar e sublinhar o horário em que se disputou! Para se poder ter um bom ambiente no estádio, com bastantes adeptos, originando mais receitas, este não foi o melhor horário! Escolhido pela Liga, foi a uma quarta-feira (do mal, o menos), às (imagine-se!) 17h!

A minha pergunta será: a esta hora, quem assiste a um jogo de futebol? Qual o interesse desportivo que dão para se poder transmitir e assistir a este jogo? Nenhum! Será esta a finalidade?? Curioso, que não vejo jogos “dos 3 ditos grandes” a esta hora. Munição de interesses?

Vamos ao que interessa…

Estamos no grupo C, com o Portimonense, Sporting e Rio Ave.

Com o Portimonense, o Gil Vicente não entrou da melhor maneira. Podemos ver aqui um Gil Vicente sem ideias…

Antes de avançar para o intervalo, aos 45+1, o Gil Vicente, sofreu o primeiro golo, num pontapé de canto.

No início da segunda parte, igualámos o marcador, com um golo de Juan Villa, aos 56 minutos. Quando já dávamos o empate como certo, o Portimonense, e no seu último lance, fez o 2-1, aos 95 minutos.

Resumindo, ainda estamos no início do campeonato e este foi, também, o primeiro jogo da Taça da Liga. Vítor Oliveira não deu grande importância ao jogo da Taça, referindo sempre o seu favoritismo por pontuar, principalmente, no campeonato.

Vou terminar a dar os parabéns ao líder do campeonato, o Famalicão. Porquê?

Primeiro, porque estamos na sexta jornada e não temos “os mesmos do costume” em primeiro lugar. Em segundo lugar, porque não é um dos grandes que lá está e que, só por isso, já merece o destaque. E em terceiro e último lugar, porque é uma das equipas que tem mostrado grande potencial e muito futebol!

Por fim, quero fazer mais umas perguntinhas que espero que interiorizem. Sabem quantos habitantes tem Barcelos? E sabes quantos sócios, pagantes, o Gil Vicente tem neste momento?

O próximo jogo será com o Santa Clara, nos Açores, às 16h.

Em casa, ou fora, espero sempre por vocês, Barcelenses, a ver o melhor clube do mundo, o clube da nossa cidade, o Gil Vicente Futebol Clube!!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Eclipse

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião Por
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

No regresso a Alvalade, depois da “ressaca” Europeia, mais um desaire. Sporting Clube de Portugal 1 – 2 F.C. Famalicão

Derrota esta, fruto da apatia da segunda parte e do desnorte total após o intervalo, do onze leonino.



Uma segunda parte que foi um verdadeiro descalabro – do pior que tenho visto esta época no Sporting. O Famalicão impôs-se, pressionou, dominou, dispôs de uma “mão bem cheia” de oportunidades de golo – e aproveitou duas, aos 55′ e aos 88′. O suficiente para levar 3 pontos de Alvalade. Vitória merecida. Foi, sem discussão, a melhor equipa em campo.

Já perdemos 10 pontos nos 6 primeiros jogos deste campeonato (3 com o Rio Ave, 3 com o Famalicão, 2 com o Marítimo, e 2 com o Boavista)!!!!

A travessia no deserto parece não ter fim!!!!!

O Sporting Clube de Portugal é um Clube admiravelmente eclético! Com atividade e títulos em mais Modalidades do que a grande maioria dos outros clubes do Mundo!

Mas no Futebol, ganhámos 4 Campeonatos nos últimos 45 anos! Menos do que um Campeonato conquistado a cada 10 anos!!!

E todos os anos, com o início da nova época, insistimos na vontade de que este ano é que vai ser, quando devíamos, era nos preocupar em estabilizar e, paulatinamente, reduzir o fosso para os 2 mais fortes, atualmente no futebol Português! A última vez que tivemos a hegemonia do Futebol Português, já foi há 60 anos!!!

Inexplicavelmente, continuamos a querer mudar tudo…assim do nada…num estalar de dedos…como se de um Milagre se tratasse!!!

Acordemos para a realidade! Só assim podemos, paulatinamente, crescer e nos tornarmos mais Fortes a cada ano!

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play”!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

[Ndr: o artigo foi entregue à redação antes do jogo Sporting CP – Rio Ave FC a contar para a Allianz Cup, vulgo Taça da Liga, realizado a 26.09.2019]

PSD em ações de campanha por Barcelos

Atualidade/Concelho/Mundo/Política Por

Uma comitiva, encabeçada pelos candidatos sociais-democratas à Assembleia da República pelo círculo de Braga, Carlos Reis e Otília Castro, realizou duas ações de campanha no concelho de Barcelos, de onde são originários.



Ao início da tarde de dia 25 de setembro, visitaram o Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz e a sede da Irmandade, onde foram recebidos pelo Provedor, Pedro Ferreira.

A tarde terminou com a comitiva a reunir com o Presidente da Associação Académica do IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), João Pedro Pereira, onde abordaram, entre outras temáticas, a questão do alojamento para os estudantes.

No dia de ontem, conjuntamente com a JSD barcelense, estiveram na Quinta de Requiães, na freguesia de Paradela, onde puderam assistir ao processo da vindima e tentaram “dar uma mãozinha”.

Fotos: DR.

Escola Superior de Hotelaria e Turismo do IPCA assinala dia Mundial do Turismo

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo Por

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, assinala, hoje, o Dia Mundial do Turismo com uma tertúlia entre estudantes, docentes e profissionais do setor do turismo.



O Dia Mundial do Turismo (WTD) celebra-se desde 1980, no dia 27 de setembro. Este dia foi escolhido pela Organização Mundial de Turismo (OMT) por ser a data em que, no ano de 1970, entraram em vigor diretivas que são consideradas marcantes para o turismo global (Turismo de Portugal).

Esta comemoração anual tem como objetivo chamar a atenção para a importância do turismo em todo o mundo. Em 2019, realiza-se na Índia, em Nova Deli e o tema do WTD é Turismo e emprego: um futuro melhor para todos.  O tema deste ano tem como objetivo analisar a capacidade única deste setor na criação de mais e melhor emprego e, assim, contribuir para a construção de um futuro melhor para milhões de pessoas em todo o mundo.

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo (ESHT) do IPCA, enquanto instituição responsável pela formação de nível superior de futuros profissionais de turismo, associou-se a esta celebração. Nesse sentido “agarramos o mote do tema proposto pela OMT e pretendemos com esta sessão discutir o presente e perspetivar o futuro desta área profissional. Competências dos profissionais de turismo, as oportunidades e os desafios do desenvolvimento tecnológico no setor, são alguns dos temas que pretendemos trazer a debate”, refere Alexandra Malheiro, diretora da ESHT.

O programa consiste numa tertúlia entre estudantes, docentes e profissionais do setor do turismo. Serão duas sessões de forma a ir de encontro do regime de ensino do curso: laboral e pós-laboral. Seguindo o mote do tema lançado pela OMT e “vamos procurar fomentar um debate entre diferentes agentes do setor sobre o futuro do emprego neste setor. Comparar perspetivas, discutir problemas do setor e refletir sobre soluções”, adiantou a diretora.

O dia 27 de setembro coincide com o início do ano letivo, pelo que esta iniciativa vai colocar os estudantes em contacto com os profissionais da área em que um dia irão trabalhar. Este contacto permite-lhes trocar experiências, tomar consciência das competências valorizadas no mercado.

Fonte e imagens: IPCA.

Concurso mostra o melhor da gastronomia barcelense entre 11 e 13 de outubro

Atualidade/Concelho/Cultura Por

Restaurantes barcelenses participam na XIV edição do Concurso Galo Assado

O Município de Barcelos promove, entre os dias 11 e 13 de outubro, a 14ª edição do Concurso do Galo Assado, inserido no programa “7 Prazeres da Gastronomia”, um convite para provar um dos pratos mais emblemáticos da tradição gastronómica do concelho.



O galo assado é, por estes dias, o prato principal em pelo menos 13 restaurantes do concelho de Barcelos.

A iniciativa decorre entre o almoço do dia 11 de outubro e o jantar do dia 13, que disponibilizarão ao público um dos mais famosos pratos da gastronomia barcelense. Cada restaurante vai confecionar e servir o galo à sua maneira – galo assado no forno, recheado, com castanhas, “à peregrino”, entre outros, procurando incluir no prato elementos relacionados com a cultura, as tradições e a identidade da cozinha barcelense, competindo, entre si, para conquistar o tão desejado “Galo de Ouro”.

Participam nesta edição os restaurantes: Babette (Barcelos), Bagoeira (Barcelos), Casa dos Arcos (Barcelos), Chuva (Barcelinhos), Galliano (Barcelos), Muralha (Barcelos), Pedra Furada (Pedra Furada), Pérola Avenida (Barcelos), Solar Real (Barcelos), Taberna “O Manhoso” (Tamel S. Veríssimo), Taberna do Armindo (Remelhe), Três Marias (Barcelos) e Vera Cruz (Barcelos).

O Concurso Galo Assado tem como objetivo “dinamizar o setor da restauração em época baixa e constitui um argumento estratégico de afirmação de Barcelos no produto ‘Gastronomia’ na região do Porto e Norte. É também uma forma de capitalizar a imagem do galo de Barcelos para o setor da restauração e gastronomia. E é, ainda, um argumento estruturante para rememorar a lenda do galo e fortalecer a forte ligação do território barcelense e do seu contexto histórico à peregrinação a Santiago de Compostela, a que está ligada a Lenda do Galo”, refere o Município.

Ainda no âmbito do concurso, no dia 12 de outubro, realiza-se o passeio pedestre “Galo Assado”, com passagem pelas freguesias de Manhente, Tamel S. Veríssimo, Arcozelo e Barcelos. As inscrições são gratuitas e limitadas e decorrem até ao dia 10 de outubro, através de turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Fonte e imagens: CMB.

Comemoração dos 25 anos do IPCA com exposição de Maria Keil

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo Por

“O Processo Criativo de Maria Keil” inaugurado pela Ministra da Cultura

Decorreu esta terça-feira, 24 de setembro, na Biblioteca José Mariano Gago, do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), uma conferência de imprensa relativa à exposição de inéditos de Maria Keil em Barcelos, a ser inaugurada a 9 de outubro na Galeria Municipal de Arte em Barcelos, pela Ministra da Cultura.



Maria Keil é reconhecida como um dos nomes mais emblemáticos da História da Arte contemporânea Portuguesa, com uma vasta obra nas áreas da pintura, desenho, ilustração, azulejaria, design gráfico, artes decorativas, do teatro, figurinos e cenografia.

Na conferência de imprensa, a Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, referiu que este evento cultural reflete a missão dos 25 anos do IPCA “uma instituição que está ao serviço da região e esta parceria feliz entre a Escola Superior de Design e a Câmara Municipal de Barcelos é reflexo disso mesmo pois coloca o IPCA em Barcelos e na comunidade”.

A Vice-Presidente da Câmara de Barcelos, Armandina Saleiro, salientou que esta exposição será um momento único para apreciadores de arte e que é “uma pegada na nossa Galeria de Arte trazendo mais um momento de qualidade artística que já nos vem habituando”.

Selecionar uma exposição para assinalar os 25 anos do IPCA foi um trabalho árduo e pensado sobretudo como uma exposição para o público em geral, mas também para os estudantes do IPCA. “Queremos mostrar não só a obra final, mas o processo. Cumprindo a missão pedagógica da escola e permitindo o contacto com o erro, a tentativa e a hesitação, até ao resultado que é a obra”, explica Paula Tavares, diretora Escola de Design (ESD).

Esta exposição, nestes moldes, foi possível devido ao relacionamento da docente da ESD, Cristiana Serejo, com os familiares de Maria Keil. A docente tem trabalhado na seleção dos trabalhos a expor, “tentei fazer uma exposição inédita, inédita no sentido em como esta exposição está a ser preparada: como se fosse uma aula em que damos a conhecer o processo de criação multidisciplinar”, refere a docente.

Durante a conferência de imprensa, foi ainda lançado um desafio a todos os estudantes do IPCA: um concurso de ilustração e no âmbito dos 25 anos do IPCA. O vencedor do concurso ganha um ano de propinas.

A curadoria da exposição é da responsabilidade da docente Cristiana Serejo e do Arquiteto Francisco Keil do Amaral. A exposição decorre de 9 de outubro (inauguração) até 17 de novembro, na Galeria Municipal de Arte de Barcelos.

Fonte e imagens: IPCA.

José Manuel Fernandes Eleito Presidente da Delegação UE-Brasil

Atualidade/Mundo/Política Por

O eurodeputado do PSD, José Manuel Fernandes, foi ontem eleito, por aclamação, Presidente da Delegação do Parlamento Europeu para as relações com a República Federativa do Brasil. É a terceira vez, desde que foi criada, em 2014, que a delegação é presidida por um português.



O novo Presidente da Delegação UE-Brasil, José Manuel Fernandes, sublinha que “Brasil é um parceiro estratégico da União Europeia, espera uma participação ativa de todos os deputados na promoção da cooperação entre os dois lados do Atlântico.”

José Manuel Fernandes, também Coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, disse ainda que “apresentará medidas e projetos para o reforço da coordenação e cooperação entre a União Europeia e o Brasil”.

O Brasil é, hoje, o quinto maior país do mundo em superfície e em população, a oitava potência económica mundial e um país indispensável nas relações transatlânticas. As diligências para a criação de uma delegação interparlamentar União Europeia-Brasil iniciadas em 2011 pelo Deputado ao Parlamento Europeu, Paulo Rangel, culminaram em 2014 com a aprovação pelo Parlamento Europeu da criação da delegação interparlamentar União Europeia-Brasil.

Foto: DR.

Olga Baptista, cabeça de lista da Iniciativa Liberal, em campanha na Feira de Barcelos

Atualidade/Concelho/Mundo/Política Por

Número um da lista candidata pelo círculo de Braga

A Iniciativa Liberal esteve em campanha eleitoral, ontem, dia 26 de setembro, na Feira semanal de Barcelos, “tendo sido muito bem-recebida pelos feirantes presentes”, conforme refere a candidatura.



Ao longo do percurso, foram tendo a oportunidade de expor as linhas orientadoras do Programa Eleitoral do Partido, tais como, a descentralização; liberdade individual e o respeito pela diferença; liberdade de escolha na Saúde e na Educação; ADSE para todos os cidadãos; taxa única do IRS de 15%, entre outros.

Foto: IL.

Ir Para Cima