Arquivo Mensal

Setembro 2019 - page 3

Voltaram os campeonatos do futebol popular

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião Por
Luís Gonçalves

Olá, viva, caros leitores!

Antes da escrita desta semana já tinha um “friozinho” no estômago, pois eis-me de volta à escrita semanal do nosso futebol popular de Barcelos.



E que saudades já tinha eu!…

Esta semana, começo pela Taça Cidade de Barcelos. Os resultados da pré-eliminatória foram: Cambeses 1 – Pedra Furada 3; Creixomil 0 – Cossourado 2; Carvalhas 1 – Estrelas 2; e Silveiros 3 – St.ª Eugénia 3 (5-4 em grandes penalidades). O St.ª Eugénia é mais uma equipa a participar no nosso futebol popular! Sejam bem-vindos!

De seguida, terei que dar os parabéns ao Carapeços pela conquista da Supertaça Cidade de Barcelos. O campeão venceu o vencedor da Taça, o Carvalhal, por 2-1, num jogo realizado na cidade de Esposende.  

Quanto aos resultados desta semana, destaco a goleada do campeão Carapeços ao recém-promovido Milhazes, por 4-0; a vitória do Leões da Serra, em casa, perante o Negreiros, por 4-2; e a vitória do Oliveira em Aborim, por 2-5.

Na próxima jornada, destaco o Paradela-Carapeços – as duas equipas com relvado sintético do nosso campeonato – e o Carvalhal-Pereira.

Na segunda divisão, o recém-chegado ao nosso futebol popular, St.ª Eugénia, empatou a 1 com o Cristelo.

Destaco, também, a única vitória forasteira. Pertenceu ao São Mamede, no jogo que abriu a época 19/20, pois este jogo foi realizado no sábado. O São Mamede venceu em Balugães por 1-4.

Na próxima jornada, destaco o São Mamede-Campo e o Cambeses-Feitos.

Por esta semana é tudo. Desejo-vos um excelente fim de semana e apareçam nos campos de futebol, ao domingo de manhã, para ver o melhor futebol do nosso concelho.

E como tem sido hábito: uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

“Desafios do ensino e da gestão na era digital” em debate no IPCA

Atualidade/Concelho/Educação/Mundo Por

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) organiza, amanhã, dia 27 de setembro, a partir das 15h00, no Auditório 1 da Escola Superior de Gestão (ESG), as primeiras Jornadas de Gestão.



Estas Jornadas têm por objetivo “refletir sobre os desafios que a era digital coloca às empresas, aos profissionais e ao ensino superior nas áreas da gestão”, refere a organização. Estão previstos dois painéis, com a participação de oradores do setor empresarial e do meio académico. As sessões de abertura e encerramento contarão, igualmente, com intervenções do mundo empresarial.

A Comissão Organizadora salienta a “elevada importância de debater estes temas atuais e pertinentes no domínio da gestão, juntando a comunidade académica e o tecido empresarial, com vista a dar a conhecer aos futuros licenciados da Escola Superior de Gestão do IPCA as competências e perfis privilegiados pelas entidades empregadoras neste novo mundo digital”.

Este evento destina-se a toda a comunidade académica da ESG e a todos aqueles que se interessam por estas temáticas. A organização é da responsabilidade do Departamento de Gestão da ESG.

Imagem: IPCA.

Barcelos adere às Jornadas Europeias do Património

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo Por

A Câmara Municipal de Barcelos volta a associar-se às Jornadas Europeias do Património, este ano sob o tema “Artes Património Lazer”. Organizadas pelo Gabinete de Arqueologia e Património Histórico do Município de Barcelos, as jornadas decorrem nos próximos dias 27, 28 e 29 de setembro.



O programa começa amanhã, dia 27, às 21h30, com a iniciativa “Arqueologia à Noite”, que tem como objetivo dar a conhecer e interpretar os monumentos e sítios arqueológicos do concelho. O ponto de encontro é no Largo do Apoio, em Barcelos.

No sábado, 28 de setembro, no Museu de Olaria, decorre um encontro de jogos de tabuleiro, às 14h00, destinado ao público em geral. A atividade tem entrada livre, mas limitada à lotação da sala.

Às 17h30, decorre a inauguração da exposição “TASCO – Tableware Collection”, na Sala da Capela do Museu de Olaria, e, às 18h30, o Salão Nobre dos Paços do Concelho recebe a tertúlia de colecionismo e numismática e lançamento do catálogo da exposição “D. António Barroso, um Bispo Colecionador”.

As atividades terminam no dia 29. Nesse dia, pelas 15h00, realiza-se a iniciativa “O Milagre das Cruzes contado aos mais pequenos”, no Largo da Porta Nova e, às 15h45, decorre uma atividade no Museu de Olaria.

O tema em destaque nestas Jornadas Europeias do Património tem como objetivo “destacar as muitas facetas do património ligadas às artes e ao lazer, quer na perspetiva do entretenimento, quer a que nos permite viver outras dimensões da vida quotidiana, tornando-nos autores, especialistas e protagonistas”, refere o Município em nota.

As atividades são destinadas a todos os interessados.

Imagem: CMB.

Basquete de Barcelos apresenta equipas para época 2019/2020

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

No próximo sábado, dia 28 de setembro, o Basquete Clube de Barcelos (BCB) realiza a Festa de Apresentação das Equipas para a próxima época desportiva de 2019/2020.



Entre as várias atividades previstas, de destacar a apresentação oficial da equipa técnica, pelas 15h30 e o desfile dos vários escalões, pelas 17h45. De manhã, pelas 11h00, os Sub-14 Masculinos defrontam o BC Limiense. À tarde, pelas 14h30, as Sub-16 Femininas jogam contra a BC Valença. Duas horas depois, as Seniores Femininas apresentam-se frente ao Juvemaia e, pelas 18h30, os Masculinos fazem o mesmo contra o Club5Basket.

Todas estas atividades terão lugar no Pavilhão da Escola Secundária de Barcelos.

Imagem: BCB.

APAC apresenta “Queen – O Filme” no Teatro Gil Vicente

Atualidade/Concelho/Cultura Por

Quem não conhece pelo menos uma famosa canção do grupo britânico Queen, como por exemplo, “We are the Champions”? Certamente, muito poucas pessoas.



Dando continuidade ao que fizeram em anos anteriores, os utentes do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Associação de Pais e Amigos de Crianças (APAC) organizam um espetáculo para a comunidade barcelense.

Este ano, os protagonistas escolheram realizar um espetáculo inspirado no filme dos “Queen”, onde os jovens interpretam a história desta banda musical. A estreia acontece a 28 de setembro, no Teatro Gil Vicente, pelas 16h00, sendo a entrada livre, mas sujeita a reserva.

Imagem: APAC.

TPC leva TPE – Tudo Para Enterros a terras lamecenses

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo Por

No próximo dia 28 de setembro, pelas 21h30, o palco Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego, recebe a peça TPE – Tudo Para Enterros, levada a cena pelo barcelense TPC – Teatro Popular de Carapeços.



Esta é uma comédia em dois atos, com duração aproximada de 120 minutos e para maiores de 6 anos. Com encenação e dramaturgia de José Fernandes (inspirado num texto original de Henrique Santana) e interpretação (por ordem de entrada em cena) de: João Filipe Pinto, Ana Cristina Arantes, Carlos Silva, Laura Tomé, Diana Rodrigues, João Figueiredo, Carmo Bernardino, Amaro Rosas e Francisco Tomé. Os técnicos de serviço são “Neves do Som” e “Izzauuura”.

Imagem: TPC.

Bolas paradas tramam Gil Vicente

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

O relvado do Estádio Cidade de Barcelos recebeu, ontem, a primeira jornada do Grupo C da Allianz Cup, mais conhecida por Taça da Liga. O Gil Vicente FC recebeu o Portimonense SC. Para além destas duas equipas, compõem este grupo o Sporting CP e o Rio Ave.



Com arbitragem de Carlos Xistra, o retângulo de jogo contou com as seguintes constituições de equipas:

Gil Vicente FC – Wellington, Rodrigão (João Afonso, 79’), Alex Pinto, Henrique Gomes, Ygor Nogueira, Ahmed Isaiah, Samuel Lino, Leo Cordeiro, Juan Villa (Sandro Lima, 67’), Romário Baldé (Lourency, 67’) e Claude Gonçalves. No banco ficaram Bruno, Fernando Fonseca, Baraye e Erick.  

Portimonense SC – Gonda, Willyan, Henrique, Rodrigo, Bruno Tabata, Hackman (Hanzai, 79’), Cevallos, Rômulo, José Gomes (Moreno, 61’), Sérgio Santos (Anderson Oliveira, 61’) e Iury. No banco ficaram Samuel, Jadson, Lucas Fernandes e Pedro Sá.

O jogo começou dividido, mas à passagem do quarto de hora de jogo, o Portimonense assumiu, definitivamente, as rédeas do jogo, mesmo não criando grandes calafrios à defesa gilista. Ao encerrar a primeira parte, surge o golo do Portimonense (45m). Canto batido da direita e o ganês Hackman a cabecear no interior da área, de cima para baixo, “como mandam os livros”, não dando hipóteses ao guardião gilista.

Na segunda parte, o Gil Vicente equilibrou e foi superior, bastante superior até, e chegou cedo à igualdade numa jogada de transição rápida. O colombiano Juan Villa aproveitou a defesa incompleta do japonês Gonda e, na recarga, empurrou a bola para o fundo da baliza algarvia. Após o golo, o Portimonense reagiu, mas foi “sol de pouca dura”, porque o técnico gilista procedeu a substituições e lançou mais dois de uma assentada: Sandro Lima e Lourency, ambos brasileiros, sendo que este último voltou após lesão que o havia afastado da competição. E o Gil continuava a carregar. Como o velho ditado futebolístico diz: “quem não marca, sofre”, os “galos” fizeram jus e sofreram um tremendo balde de água gelada e, novamente de pontapé de canto batido da direita, tirado a papel químico do primeiro golo alvinegro, o brasileiro Willyan apontou o golo da vitória forasteira, aos 96’.

No final da partida, ambos os técnicos estiveram de acordo de que o resultado justo seria o empate.

O próximo jogo dos gilistas é a contar para a 7ª jornada da Liga NOS, na visita ao Santa Clara, nos Açores.

Farmácia Oliveira entrega desfibrilhadores aos Bombeiros de Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura Por

A Farmácia Oliveira entregou, ontem, de forma formal, os dois DAE (Desfibrilhadores Automáticos Externos) aos Bombeiros Voluntários de Barcelos.



Esta atividade decorreu do valor angariado na 3ª Caminhada Solidária, organizada pela referida farmácia barcelense, e integrou a comemoração do “Dia Internacional do Farmacêutico”, que acontece a 25 de setembro.

Cristina Faria, da Farmácia Oliveira, salienta que julgam “que este acontecimento é de extrema relevância para toda a comunidade civil. Pois é com este tipo de ações que se enaltece o papel do farmacêutico na comunidade envolvente e, também, como prestador de cuidados de saúde. Por outro lado, este pode ser mais um estímulo para que outras ações idênticas venham a ser realizadas”.

Foto: FO.

Fundação da Juventude lança projeto inédito “Make Code”

Atualidade/Concelho/Educação/Mundo Por

O “Make Code: Programa o teu Futuro” foi criado para combater o fraco nível de competências digitais da População Jovem e aumentar o seu nível de Literacia Digital. O projeto é destinado aos jovens a frequentar o 1º, 2º e 3º ciclo, com idades compreendidas entre os 6 e os 15 anos, e aos professores e diretores das escolas que integram os Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP) da Região Norte.



Este projeto dá aos professores as ferramentas necessárias para ensinarem os seus alunos a programar, utilizando a placa de microcontrolador – Micro:bit e Minecraft: Education Edition. Qualquer professor, de qualquer disciplina, pode participar no projeto mesmo que não tenha conhecimentos de programação.

As escolas participantes no “Make Code” recebem, gratuitamente, os kits de Micro:bit e Licenças Minecraft: Education Edition para utilização dos alunos e professores envolvidos no projeto. Inclui, ainda, a organização de Workshops dirigidos aos professores, em Micro:bit e em Minecraft, respetivamente, de 6 e 4 horas. Cada professor beneficia, posteriormente, de apoio à implementação destas tecnologias em sala de aula, em cada uma das suas turmas, num total de 6 horas, distribuídas em blocos de 2 horas.

O “Make Code: Programa o teu Futuro” procura, assim, “promover junto dos alunos e dos professores os conhecimentos básicos associados à codificação e à ciência da computação, através da criação e conceção de produtos digitais, utilizando o Micro:bit (uma placa de microcontrolador) e o Minecraft: Education Edition – ferramentas do bloco Make Code, da Microsoft”. Vem ao encontro das prioridades dos eixos da Inclusão e Educação da Iniciativa Nacional de Competências Digitais e.2030 (INCoDe.2030), ao estimular e reforçar os domínios da literacia digital e das competências digitais, nas camadas mais jovens da população das escolas que se localizam em territórios económica e socialmente desfavorecidos, marcados pela pobreza e exclusão social, onde a violência, a indisciplina, o abandono e o insucesso escolar mais se manifestam.

Para a concretização deste projeto inovador, a Fundação da Juventude conta com a colaboração da ATEC – Academia de Formação, que possui consultores/formadores especializados em programação e robótica, que promovem as ações com os professores e apoiam a implementação com os alunos. A avaliação do impacto do projeto será realizada pela Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI), entidade que possui uma experiência significativa de avaliação de projetos e programas.

O “Make Code” é Cofinanciado pelo Programa Operacional Capital Humano, Portugal 2020 e União Europeia – Fundo Social Europeu. O projeto conta ainda com a Microsoft como Investidor Social.

“Make Code: Programa o teu Futuro”, uma parceria Microsoft

A Microsoft Portugal tem apoiado vários projetos de inovação e empreendedorismo social, demonstrando ter uma constante preocupação em apoiar ações que ajudem que as novas tecnologias sejam acessíveis a todas as pessoas e sobretudo aquelas que têm menos condições. Associando-se à Fundação da Juventude, a Microsoft encontra-se empenhada em promover uma economia digital e iniciativas que apostem nas competências digitais através de programas educativos.

Imagem: FJ.

Grande Trail Serra D’Arga 2019 com cerca de 2300 atletas

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo Por

Condições climatéricas adversas não afastaram trail runners

Nos últimos nove anos, todos os finais de setembro, a Grande Festa de Trail Running ruma ao Alto Minho e tem a Serra d’Arga como palco principal. “Comprovando que este evento é muito mais do que uma prova desportiva, é a celebração da família do trail, um encontro de amigos em comunhão com a Natureza, é momento de superação pessoal e transposição de limites”, refere a organização.



A edição de 2019 realizou-se nos dias 21 e 22 de setembro e trouxe, uma vez mais, inúmeros desafios a todos quantos se puseram à prova nestas montanhas do Alto Minho.

No sábado, dia 21 de setembro, foi debaixo de chuva intensa (que não deu tréguas o dia todo) que cerca de 1100 atletas competiram nas distâncias de Ultra Trail 55km e Trail Longo 37 km. Ambas as distâncias integravam os circuitos da ATRP e a distância de 37km foi, também, palco para a disputa dos títulos do Campeonato Nacional de Trail. Ambas as provas foram circulares, com partida e chegada na aldeia de Dem, no Município de Caminha.

Os grandes vencedores na prova rainha de 55km foram Carlos Ferreira, da SIM SUMMIT, com 05h30m18s, e Elisabete Santos, da TEAM LANTEMIL, com 07h24m02s, respetivamente, nos setores masculino e feminino.

Já no que diz respeito à distância de 37km, Dário Moitoso, do CIAIA (Clube Independente de Atletismo Ilha Azul), e Inês Marques, da Into the World, sagraram-se Campeões Nacionais de Trail com, respetivamente, 03h26m42s e 04h30m17s. Também nos 37km, mas na prova aberta, os grandes vencedores foram Danilson Pereira, com 03h57m30s, e Inês João, da Saca Trilhos Anadia, com 04h53m47s.

No domingo, dia 22 de setembro, decorreram em simultâneo duas provas competitivas: o Trail Longo (27km) e o Trail Curto com (17km). Teve ainda lugar uma caminhada de 12km e GTSA Kids. Todas as provas foram circulares, com partida e chegada em S. Lourenço da Montaria, no Município de Viana do Castelo.

Os classificados nos lugares mais altos do pódio dos 27km foram Wilson Cabral, da Emicela Team, com 02h17m44s, e Renata Gonçalves, com 03h12m43s. Os grandes vencedores na distância de 17km foram Rui Almeida e Edena Lima, ambos da Emicela Team, com, respetivamente, 01h14m03s e 01h40m35s.

Esta edição contou com seis provas de vários níveis de dificuldade e para todas as idades e perfis: GTSA Ultra Trail 55Km, Trail Longo 37Km, Trail longo 27Km, Trail Curto 17Km, Caminhada 12Km e o GTSA Kids para os mais jovens.

Este ano, marcaram presença cerca de 2300 atletas, oriundos de vinte e dois países diferentes, com destaque para Espanha, França, Cabo Verde e Portugal. Apesar de forte contingente de atletas internacionais, a 9ª edição do Grande Trail Serra d’Arga foi dominada por atletas portugueses na prova rainha, tanto na vertente masculina, como feminina.

O Grande Trail da Serra D´Arga é organizado pela Carlos Sá Nature Events® com o apoio e colaboração das Câmaras Municipais de Caminha e Viana do Castelo, Juntas de Freguesias de Dem, São Lourenço da Montaria, Estorãos, Arga S. João, Arga de Cima e Arga de Baixo, Amonde, Gondar e Orbacém. Foram ainda parceiros desta edição a Impetus, 4moove, Ecomobile rent-a-car, Milaneza, Chocolates Avianense, Água do Fastio, EuroBic, Libargel e Delta Cafés.

“A Organização agradece a todos os atletas a participação, a resiliência, o companheirismo e o civismo demonstrados, sob condições climatéricas tão agrestes, num dia que ficará para sempre gravado nas memórias de todos quantos se puseram à prova e se superaram”.

A Grande Festa do Trail Nacional já tem data marcada para o próximo ano.  A “romaria” à Serra d’Arga será a 26 e 27 de setembro de 2020.

Fotos: DR.

Ir Para Cima