Arquivo Mensal

Julho 2021 - page 7

Eleições autárquicas em Barcelos, o fim de um ciclo

Em 2009 o PS ganhou com maioria absoluta, iniciando-se em Barcelos, um novo ciclo político que durou 12 anos.

Ao fim destes anos, ainda há tanto por fazer!

O PS, com o desgaste próprio dos 12 anos de mandato, se pretende ganhar estas eleições, precisa de reconquistar a confiança dos barcelenses o que só é possível se alguém unir os socialistas no mesmo projeto para captar outros tantos simpatizantes para que juntos possam dar uma nova vitória a este partido.

A união dos socialistas requer um grande esforço e muita convicção para fazer convergir as diversas opiniões à volta de um interesse comum, única forma de juntar pessoas para um projeto agregador e mobilizador, capaz de ser um chamariz para tantos eleitores que só ambicionam uma gestão séria do seu município e capaz de o lançar no caminho do crescimento e de um futuro mais promissor.

O silêncio que se tem observado, não significa união. Este silêncio do partido, a falta de compromisso perante os Barcelenses, não é de certo, de muito bom agoiro.

As eleições autárquicas ganham-se nas freguesias, com listas de candidatos credíveis e disponíveis para resolverem os problemas das pessoas, pois todos sabemos que é esta vertente da missão dos candidatos que carateriza o nosso sistema autárquico.

Os melhores candidatos garantem os votos das pessoas nas suas freguesias e podem garantir esse voto no mesmo partido para a Câmara, se acreditarem no projeto proposto e na vontade das pessoas envolvidas, em lutar pelo bem comum.

Falta menos de um mês para a entrega das listas, prepara-se agora a campanha eleitoral que em muitas freguesias já aquece os ânimos dos candidatos e, embora nada seja comparável com as campanhas de outrora em que a ideologia era o foco de muitas batalhas eleitorais, acredito que ainda há pessoas capazes de lutar por ideais, pelo bem-estar das populações e capazes de agregar vontades para concretizar o seu projeto, seja para a Freguesia ou para o Concelho.

É imprescindível e urgente que os candidatos apresentem aos eleitores, propostas viáveis que resolvam os problemas dos Barcelenses e apresentem uma equipa coesa e credível no ponto de vista da eficácia e da eficiência. Um compromisso pessoal dos candidatos é essencial para criar laços estreitos entre os políticos e os eleitores.

Nestas eleições autárquicas, em que muda o Presidente da Câmara e muitos Presidentes de Junta, por força da limitação de mandatos, renova-se a esperança dos cidadãos nos novos candidatos que, sendo diferentes, se espera que façam mais e melhor.

As novas equipas, para a Câmara e Juntas de Freguesia, precisam de ter uma boa preparação e o mais alto empenho para um novo ciclo autárquico que, em Barcelos, será de certo um desafio bem difícil, nos próximos anos, pelas restrições financeiras bem conhecidas.

Por: Armindo Vilas Boas

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Jurisdição Nacional do PSD analisa queixa relativa à escolha do cabeça de lista ao município de Barcelos

Atualidade/Concelho/Política Por

O Conselho de Jurisdição Nacional do PSD (CJN) reúne-se na quarta-feira para analisar várias queixas de violação dos estatutos enviadas por estruturas locais na escolha de candidatos autárquicos, que serão analisadas “caso a caso”.

Este será mais um capítulo nas divergências que se têm acentuado nos últimos meses entre a direção e o chamado ‘tribunal’ do partido, liderado por Paulo Colaço, e que no último Congresso derrotou a lista apresentada para este órgão pelo presidente Rui Rio, encabeçada por Fernando Negrão (atualmente com o mandato suspenso).

O CJN vai analisar cinco queixas relativas à escolha dos cabeças de lista aos municípios da Guarda, Castelo Branco, Barcelos (distrito de Braga), Lourinhã (distrito de Lisboa) e Vila Nova de Paiva (distrito de Viseu), bem como uma relativa a uma freguesia do Porto.

De uma forma genérica, as queixas questionam o CJN sobre violação dos estatutos na escolha dos candidatos por não ter sido respeitada pela direção nacional o nome proposto pela concelhia, em alguns casos com o apoio da distrital, noutros não.

De acordo com fonte deste órgão, os processos serão analisados “caso a caso”, foram distribuídos a diferentes relatores cujas propostas irão ser votadas na quarta-feira, até porque as queixas também tinham diferentes naturezas, algumas pedem apenas parecer jurídico do CJN, outras que se devolva a palavra às concelhias ou para uma ratificação ou para uma nova proposta.

De acordo com os estatutos do PSD, à Comissão Política Nacional (CPN) compete “homologar a designação dos candidatos do partido à presidência das Câmaras Municipais, nos termos do regulamento” e às distritais “aprovar as listas de candidaturas aos órgãos das autarquias locais sob proposta da Comissão Política da Secção”.

Fonte: Lusa

Artistas barcelenses juntos na iniciativa “20 e um”

Atualidade/Concelho/Cultura Por

O festival inicia no dia 14 de julho, às 18h, com uma exposição coletiva de todos os artistas plásticos que se inscreveram, sendo eles: Eduardo Faria, Cristiana Sá, Ana Torres e Catarina Real, acompanhados pelo saxofonista Pedro Pereira.


Nos restantes dias, 15, 16 e 17 de julho, são apresentados quatro projetos musicais a solo com a estreia de Ece Canli, com “Vox Flora, Vox Fauna”, no dia 15, às 22h, programado pelo barcelense José Roberto, da editora Lovers & Lolypops.

Os demais espetáculos são apresentados pelos barcelenses Pedro Oliveira, à bateria com “Krake”, no dia 16, às 22h; Helena Silva, ao violino, no dia 17, às 19h; e com Ricardino Lomba, no mesmo dia, às 22h, ao som da eletrónica.

Alguns dos espetáculos têm entrada paga.

Fonte: MB

Recolha de sangue e de medula óssea no dia 9 de julho, em Fragoso

Atualidade/Concelho/Saúde Por

A Barcelos Solidário, Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, vai realizar a recolha de sangue e de medula óssea no dia 9 de julho, em Fragoso, no Centro Paroquial das 15:00 às 19:00.


Como Ser Potencial Dador de Medula Óssea?

  • Ter entre 18 e 45 anos
  • Ter no mínimo 50kg e 1.50m de altura
  • Ser saudável
  • Nunca ter recebido uma transfusão de sangue, desde 1980

Atendendo à falta de sangue que se verifica no país, agravada pela pandemia do Covid-19, a Barcelos Solidário, Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos apela para a dádiva de sangue.

Frente Ribeirinha é o palco da peça que condensa um momento histórico de “quase mil anos”

Atualidade/Concelho/Cultura Por

A Frente Ribeirinha de Barcelos é o local escolhido para acolher a peça de teatro “A Contenda dos Labradores de Caldelas ou Entremês Famoso Sobre a Pesca do Rio Minho”, uma coprodução da CTB, Companhia de Teatro de Braga com o CDG, Centro Dramático Galego, no dia 8 de julho, às 21h45.

Após a estreia no 44º Festival Internacional de Teatro Clássico de Almagro, um dos mais importantes da Europa e que este ano tem Portugal como país convidado, a CTB, Companhia de Teatro de Braga apresenta a peça, em Barcelos, no âmbito do protocolo da CTB, Companhia Teatro de Braga com o Município de Barcelos.

A Contenda dos Labradores de Caldelas ou Entremês Famoso Sobre a Pesca do Rio Minho é o único texto escrito em galego nessa época de ouro da literatura. Um texto que trata do rio Minho e das disputas pela pesca nesta zona e que será interpretado por atores galegos e portugueses.

A peça condensa um momento histórico de “quase mil anos”, mas leva o argumento além da dramaturgia para representar uma luta de classes que “é universal”.

A obra é representada num equilíbrio entre atores espanhóis e portugueses, numa encenação onde as personagens se entrelaçam para fazer do texto um jogo “grotesco” e “musical” que dá origem a uma belíssima cenografia que procura transmitir ao espectador a essência do concurso de castelhano e galego.

O espetáculo é de entrada livre, mas sujeita a reserva.

Fonte:MB

Foto: companhiateatrobraga

Carlos Sá Nature Events presente na 3ª edição do evento Serra Amarela SkyMarathon

Atualidade/Concelho/Desporto Por

Nos dias 26 e 27 de Junho, a Carlos Sá Nature Events em parceria com o Município de Ponte da Barca e de vários patrocinadores, organizou a 3ª edição do evento Serra Amarela SkyMarathon. Cerca de 1.300 atletas puderam usufruir das paisagens maravilhosas de um dos mais belos parques Nacionais do Mundo.

No dia 26 decorreu o Prólogo, prova de 2kms em contra relógio, que tem como objetivo dar pontos extra, para quem está a competir para o Circuito Best Trails Series à geral e por escalões. Oportunidade também para promover outros locais da Região e os melhores atletas. O vencedor foi Miguel Arsenio do Trail Team Bifase, com o tempo de 5min 35seg, seguido por Oscar Mendes do Águias de Alvelos, com 5min 45seg e para fechar o pódio Masculino, Rúben Veloso do EDV-Viana Trail concluiu os 2km em 5min e 50seg. O pódio Feminino é composto pela Rosa Madureira do AD Marco 09 com 6min 31seg, seguida pela Beatriz Alves do Tilhos Luso Bussaco com 6min 45seg e a Paula Soares do Amarante Trail Running com 7min 02seg.

A prova princípal dos 45kms teve início no domingo dia 27 de junho, com partida junto à Escola Básica de Entre-Ambos-os-Rios, nesta edição foi vencida por Nuno Fernandes do Clube Atletismo Fafe com 4h30m13s. Nuno Fernandes foi o mais rápido, entre os homens, seguido por Pedro Rocha do Núcleo Associativo de Santo Tirso com 4h33m31s e Nuno Carneiro do Núcleo Associativo de Santo Tirso com 4h34m33s a fechar o pódio.

O pódio feminino é composto pela Catarina Fernandes com 5h45m00s, a mais rápida das mulheres, seguida pela Sara Brito da CA Barreira com 5h50m26s e a fechar o pódio a Estela Martinho da Arrábida Trail Team em 6h08m35s.

A distância dos 35kms foi vencida por Miguel Arsenio do Trail Team Bifase com 3h06m30s, seguido por Pedro Barros do EDV-Viana Trail com 3h06m51s e Ruben Veloso do EDV- Viana Trail com 3h13m35s a fechar o pódio. O pódio feminino é composto por Rosa Madureira do AD Marco 09 com 3h29m31s, Paula Soares do Amarante Trail Running com 3h55m46s e Beatriz Alves do Tilhos Luso Bussaco com 4h13m41s.

E na distância dos 15kms o João Ferreira do AiroRun levou para casa o primeiro lugar com 01h09m23s, seguido por Nelson Loureiro do O Praticante.PT com 01h10m46s e Bruno Rodrigues do Minho e Lima Trail com 01h12m56s. A Célia Neto do O Praticante.PT com 01h30m26s foi a grande vencedora, seguida por Cristiana Rocha do Dragon Club com 01h40m33s e Joana Fernandes do Akuafit com 01h44m23s a fechar o pódio.

A organização do evento é da Carlos Sá Nature Events® em parceria com o Município de Ponte da Barca. Conta ainda com o apoio das forças de proteção e socorro, associações e juntas de freguesias e baldios locais.

Fonte: Carlos Sá Nature

Novo Núcleo Liberal instalado em Barcelos

Atualidade/Concelho/Política Por

Na passada sexta-feira, 2 de julho, foi oficializada a criação do novo núcleo territorial da Iniciativa Liberal em Barcelos. O Plenário Inaugural deu-se no Restaurante o Galiano e contou com a especial presença da atual candidata liberal a câmara municipal de Braga, Olga Baptista.

Em comunicado, este novo núcleo, refere que, é jovem e motivado, e pretende ser a melhor alternativa política e Libertar as pessoas da “hegemonia política que tem vindo a governar o município”.

Promete também defender os contribuintes Barcelenses ao reduzir a carga tributária à qual se sujeitam atualmente.

Propõe-se ainda a aumentar o poder de compra e avançar com propostas na área de saúde, ambiente e educação.

Previamente à formalização do grupo, já decorreram inúmeras discussões internas com o principal objetivo de conhecer e tentar solucionar diferentes assuntos de interesse partidário e principalmente para os Barcelenses.

Deste modo, prepara-se para iniciar a atividade política e dar voz a todos os cidadãos que lutam por uma cidade de Barcelos mais Liberal.

Deste plenário, saiu aprovado o regulamento do Núcleo e o Grupo de Coordenação Local, que é composto por sete elementos e liderado por Andreia Ferreira.

Fonte|Foto: ILBarcelos

Barcelense Joaquim Rodrigues Jr. foi quinto na Rota da Seda

Atualidade/Concelho/Desporto Por

O português e barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi este sábado o quinto classificado na segunda de dez etapas do rali Rota da Seda, segunda prova do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo, mas está no 10.º posto da geral devido a uma penalização referente à primeira etapa.

O piloto de Barcelos atrasou-se a iniciar a especial no primeiro dia de prova devido a problemas elétricos sentidos na sua mota e essa penalização refletiu-se na classificação de hoje, com um atraso de 19.03 minutos face ao líder da corrida, o piloto do Botswana Ross Branch (Yamaha).

Na tirada de hoje, a última disputada em solo russo e com 132 quilómetros cronometrados, Quim Rodrigues foi quinto, a 2.18 minutos do vencedor, o australiano Daniel Sanders (Gás Gás). Branch foi segundo, a 06 segundos, e o norte-americano Skyler Howes (Husqvarna) terceiro, a 57.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sexto, a 2.57 minutos do vencedor, e ocupa o quinto lugar da geral, a 5.03 do líder.

Entretanto, a organização decidiu cancelar a terceira etapa, que marcava a entrada em território mongol, devido à situação da pandemia naquele país asiático.

Esta decisão surge na sequência de um apelo escrito de Denis Protsenko, médico responsável pelas medidas de controlo anti-covid do rali.

“A passagem do rali por território mongol representa grandes riscos para saúde dos participantes e dos organizadores”, disse Protsenko, em declarações ao site oficial do rali, até pela existência de “diversos casos de peste bubónica em várias localidades que seriam atravessadas pela prova”.

Iniciado em 2009 em homenagem à antiga Rota da Seda, que ligava a China ao Ocidente, a prova deste ano tinha previstas 10 etapas entre a Rússia e a Mongólia

Fonte: Lusa

Foto:HeroMotoSports

Clube de Ténis ESAF promove torneio não Federado

Atualidade/Concelho/Desporto Por

O Clube Ténis ESAF vai organizar o Torneio de Ténis de Barcelos, nos dias 5 a 8 de agosto.

Esta prova está disponível para a participação de todas as pessoas que gostam de jogar Ténis, com um custo de inscrição de 5 euros para sócios.

Foto:@j_erhunse|unsplash

PSD Barcelos recorre ao Constitucional para travar candidato

Atualidade/Concelho/Mundo/Política Por

A Concelhia de Barcelos do PSD interpôs esta sexta-feira um pedido de medida cautelar no Tribunal Constitucional para travar a indigitação de Mário Constantino como candidato à Câmara local, por considerar que os órgãos nacionais violaram os estatutos do partido.

“O nome de Mário Constantino foi imposto pela Nacional, em completa violação dos estatutos do partido, que dizem que cabe às concelhias a indicação dos candidatos”, disse um membro do PSD/Barcelos à Lusa.

Segundo José Carlos Ferreira, vogal da Concelhia, este órgão já apresentou queixa junto do Conselho de Jurisdição do partido, sendo esperada uma decisão para a próxima semana.

“Tememos que a direção nacional não acate a decisão da Jurisdição e por isso avançámos já também com a providência cautelar”, acrescentou.

A Concelhia tinha indicado o nome do empresário têxtil João Sousa para encabeçar a candidatura à Câmara de Barcelos, uma escolha entretanto ratificada pela Distrital de Braga.

No entanto, a Nacional, em abril, chumbou aquele nome e “impôs” Mário Constantino.

Na medida cautelar agora interposta no Tribunal Constitucional, a Concelhia considera que a Nacional, depois de chumbar João Sousa, deveria ter devolvido o processo aos órgãos concelhios, para estes indicarem novo nome.

Contactado pela Lusa, Mário Constantino considerou “ridícula e lamentável” a iniciativa da Concelhia.

“Estão a prejudicar ostensivamente o partido”, acrescentou, escusando-se a mais comentários.

O processo de escolha do candidato à Câmara de Barcelos já levou à demissão do anterior presidente da Concelhia, Bruno Torres, depois de o seu nome ter sido chumbado para encabeçar a lista.

Posteriormente, registaram-se mais cinco demissões, incluindo a da vice-presidente Mariana Carvalho, depois da escolha de João Sousa.

A Câmara de Barcelos é liderada, desde 2009, por Miguel Costa Gomes, do PS, que agora não se pode recandidatar, por causa da lei de limitação de mandatos.

O PS vai agora candidatar Horário Barra, atual presidente da Assembleia Municipal.

O atual executivo é composto por cinco eleitos do PS, quatro da coligação PSD/CDS-PP e dois do Movimento Barcelos Terra de Futuro (BTF).

Nas Autárquicas de setembro, PSD, CDS e BTF vão concorrer coligados.

Ir Para Cima