Abril 13, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
benfiquista
Hugo Pombal Lopes

Para infortúnio daqueles que apreciam a bela modalidade que é o futebol, continuamos a ver, de forma infeliz, o lado mais triste daquelas que são as maiores instituições do futebol nacional. O futebol devia ser bem maior que as pessoas que o dirigem. No entanto, não é a capacidade tática, a gestão da posse de bola, as transições defensivas e ofensivas, a qualidade técnica dos jogadores, o apoio incondicional dos adeptos de cada equipa que são enaltecidos. Nos últimos meses, a voz que grita mais alto e que tem maior destaque em toda a comunicação que envolve o desporto é a de quem tiver o assunto mais patético, mais infantil, mais medíocre. É uma pena que se tenha que discutir este ou aquele cartão, esta ou aquela falta, quando, na verdade, todos os adeptos de todas as equipas intervenientes neste desporto hão-de ter o que dizer contra e a favor.




Sendo franco, e no que diz respeito ao meu clube – e tendo sido o caso mais falado -, sou totalmente a favor da suspensão do Samaris, após agressão. Foi inadmissível e tem que ser punido (quiçá, até ser iniciativa do clube). Não tem justificação, nem defesa possível. Agora, que triste é a reação daqueles que começaram a “salivar de raiva”, ainda o jogo não tinha acabado, quando ainda não havia tempo sequer de serem tomadas medidas. Gostava que houvesse mais ponderação e “razoabilidade” de quem se diz amante do futebol pois o futebol não é isto. O futebol é solidariedade, o futebol é saber ser humilde, o futebol é aquilo que os adeptos do Dortmund, e a própria comunicação do clube, fazem todas as semanas. Não entendo que seja esta a cara do futebol português, a cara do país que tem uma seleção campeã europeia. Temos que ser e fazer melhor!!!

Quanto ao jogo propriamente dito, tenho a dizer que não há muito que se lhe diga. Foi um jogo bastante apático do Benfica, e têm sido consecutivos os jogos em que demonstra indesculpáveis dificuldades em criar jogo e consequentes situações de perigo ou de golo claro. O golo surge de um lance de bola parada e não vi muito mais do que isso. Aliás, aproveito para perguntar se o Jonas se lesionou no aquecimento?! Uma vez que constava na ficha de jogo mas fui incapaz de o encontrar em campo.

Sublinho, contudo, que não podendo jogar bem, que continuemos a ganhar.




Mas permitam-me, no meio de tanta infelicidade, salientar o excelente percurso do Gil Vicente nos últimos tempos, que está num sólido 8º lugar mas que tem o 3º de forma perfeitamente palpável e atingível e se continuar o que tem vindo a fazer será uma posição mais que merecida.

Espero na próxima semana ter coisas bem mais positivas para escrever e que o Benfica vença, e mereça vencer, o Marítimo.

Boa semana a todos!

Cumprimentos.

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Sente

Sobre sentir Sei apenas que sinto Tenho muito que descobrir Não minto.

Pin It on Pinterest

Shares
Share This

Partilha esta Notícia

Partilha com os teus amigos

Ir Para Cima