A JORNADA DO CAMINHO ESPIRITUAL

Outubro 2, 2021 Atualidade, Concelho, Saúde
Cláudia Velez de Melo

“Espiritualidade é tornares-te mais conectado contigo mesmo e com tudo o que existe”.

Como nos tornamos mais espirituais?

Como é a jornada do caminho espiritual?

Não vos vou mentir, entrar no caminho espiritual vem acompanhado com alguma dor, entras numa estrada cheia de obstáculos, pedras e pedregulhos, em que terás de ultrapassar lamaçais imensos e montanhas rochosas, por vezes quase impossíveis de alcançar. Mas uma coisa também te posso assegurar, não há crescimento e superação sem dor. Sem enfrentares os teus medos tanto físicos, como mentais, emocionais e até espirituais.

Eu não sou iluminada, nem nada que se pareça, nem tenho uma vida perfeita.

A jornada é o que tu fazes, as tuas escolhas, o que tu fazes com as experiências e a forma como geres o que te acontece e principalmente aceitares-te a ti mesmo e ás outras pessoas, retirando toda a aprendizagem do momento, sem revolta. É perdoar e amar quem te magoou, é ver as lições de cada ferida.

Porquê que temos de passar por um evento traumático ou uma perda para mudarmos?

Porquê que muitas vezes achamos que a vida está a ser injusta?

Se conseguires olhar para a vida com uma nova perspetiva, começas a buscar respostas para o que está a acontecer na tua vida. É crucial Ver, Ouvir e Sentir (VOS), para dar voz aos nossos sentidos e não fugirmos disso. É importante nos silenciarmos e buscarmos o silêncio. Quando conseguimos fazer este exercício abrem-se novas portas e conseguimos ver novas realidades e percebemos que o que aparentava ser, afinal era só aparência e não realidade. E finalmente conseguimos ver a realidade tal e qual como ela é, com toda a verdade.

Esta tomada de consciência, muitas vezes nos leva a nos sentirmos desconetados com quem nos rodeia e faz-nos sentir que já não nos identificamos com algumas pessoas, mas está tudo bem.

“Olha para dentro de ti”.

Passei praticamente toda a minha vida adulta, em busca de mim mesma, queria descobrir:  Quem sou eu? O que faço aqui?

Desenterrei as minhas sombras, confrontei-me com as minhas fragilidades, medos e limites. Desenterrei feridas passadas, para as poder curar.

Olhei profundamente para dentro de mim, olhei profundamente para dentro da minha alma, olhei profundamente para o que estava a acontecer na minha vida e foi nesse olhar profundo e silencioso, que se deu o despertar para uma nova vida.

“Olhar para a vida de forma positiva e ter pensamentos positivos não chega para mudar”.

A mudança só irá ocorrer quando estiveres disposta a te enfrentares, para curares as tuas feridas.

A mudança só irá acontecer quando finalmente perceberes que não és feliz e assumires para ti mesma, já não tens mais tempo a perder.

Especialista em Perfis Comportamentais, Enfermeira
& Terapeuta em Saúde Integrativa Sistémica

                                    

PUB

218910333_904017513661701_8501182798823808285_n-1.png

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima