Acordei feliz

Julho 13, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião
Joana Martins

Sabes aquele dia

Que acordas feliz

Parece que sentes a maresia

Fazer-te cócegas no nariz?

Parece que ouves as ondas do mar

Nada te prende

E queres mergulhar.

Uma chama, em ti, acende

Deixas-te queimar.

Sentes o calor

De um sorriso sincero

Por dentro amor

Dos demais espero.

Os raios de sol, me iluminam a alma

Sinto-me serena

Tranquila, calma.

Penso em mim

Mas nos outros também

Um sentir de cetim

Só desejo o bem.

Apalpo a vida

Rasgo a liberdade

Toco enternecida

Tamanha felicidade.

 

Acordei feliz

Sei lá…

 

Feliz, de quem fica feliz, com a felicidade dos outros.

Por: Joana Martins*.



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

PUB

WhatsApp-Image-2021-04-09-at-14.18.52.jpeg

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima