Autor

barcelosnahora

barcelosnahora tem 4740 artigos publicados.

Óquei de Barcelos empata com Lleida e garante quartos de final da CERS

Janeiro 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Pavellò Onze de Setembre, em Lleida – Lérida, recebeu o segundo jogo dos oitavos de final da Taça CERS, que opôs o CE Lleida ao Óquei Clube de Barcelos (OCB).



Os barcelenses levavam uma vantagem de 4 golos (vitória por 5-1 em Barcelos) para gerir, tendo conseguido a passagem aos quartos de final, onde encontrará o Igualada.

Com arbitragem da dupla alemã Thomas Ullrich e Torsten Flössel, o jogo contou com os seguintes alinhamentos de equipas:

CE Lleida – Lluís Tomàs, Oriol Vives, Andreu Tomàs, Alex Joseph e Marc Palazon (cinco inicial); Gerard Folguera, Joan Cañellas, Sergi Duch, Nathan Gefflot e Sergi Folguera (banco inicial); Albert Folguera (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Ezequiel Mena, Luís Querido e Franco Ferruccio (cinco inicial); Joka, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes, Miguel Rocha e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

A primeira parte ficou marcada pelo golo dos homens da casa, por Vives, aos 14’, e pelo livre direto falhado por Mena.

Na segunda parte, Alvarinho empatou, aos 4’. Pela 10ª falta, Ferruccio concretiza o livre direto correspondente e coloca os barcelenses na frente do marcador, aos 17’. Curiosamente, no minuto seguinte, foi o OCB a chegar à 10ª falta, tendo Andreu Tomàs também concretizado o correspondente livre direto, apontando o golo do empate, com que o jogo fechou: 2-2.

Barcelenses Inspiradores: Bruno Lopes

Janeiro 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O segundo convidado da 2ª edição da rubrica é o músico e professor Bruno Lopes.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o e-mail: barcelensesinspiradores@outlook.pt.

Nesta 2ª edição, temos várias novidades, entre elas, na entrevista, que conta com novas perguntas e secções, com uma pergunta mistério do convidado da semana anterior e, ainda, uma grande surpresa.

Esta rubrica foi um dos projetos selecionados pelo Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Barcelos com o título “Barcelenses Inspiradores – do papel para o palco”. Para saber mais detalhes, aceda a este link: https://participe.cm-barcelos.pt/projetos/opb-ref-06-2019/. Este projeto será sujeito a votação, por isso, para nos apoiar, terá que se inscrever até 31 de janeiro na plataforma online, seguindo-se o período de votação online de 7 a 21 de fevereiro. Para esses procedimentos, entre e inscreva-se em https://participe.cm-barcelos.pt/inscricao-no-op-barcelos/.



Bruno Lopes é um músico nascido em Lisboa no ano de 1978, tendo mudado, pouco tempo depois, para a cidade de Barcelos.

Desde cedo se começou a interessar pelas artes, principalmente, pela literatura. Estas fortes influências literárias acompanharam as musicais, na área do Folk, Rock e Blues.

Por volta de 1995, forma os “The Pisces”, grupo com o qual grava dois trabalhos: “Oceans”, editado em 1998, e “Inner Truth”, editado em 2001.

A banda permite a Bruno Lopes o primeiro contacto com o meio musical português. Em 2001, lança doze poemas numa obra intitulada “Escritos”, obra essa que será, mais tarde, gravada em disco no álbum “Escritos”, em 2007. Em 2003, inicia o projeto a solo High Flying Bird, tendo lançado a seguinte discografia: “Songs of freedom” (2003); “Autumn” (2004); “Backyard Desert” (2005); “Escritos” (2007); “Ruas” (2010); “O desassossego” (2013).

Em 10 anos dá cerca de 150 concertos por todo o país nas variadas tours de promoção dos respetivos discos.

Em 2010, com o apoio da Associação Desportiva e Cultural de Manhente e da Junta de Freguesia de Manhente, cria o projeto Guitarras de Manhente: Escola de Rock. Escola de Música localizada na freguesia de Manhente com o objetivo de promover o ensino da música na nossa região e junto das pessoas de todas as faixas etárias e de diferentes classes sociais. Ao tornar o ensino da música mais acessível, ajuda a uma melhor integração social e cultural. As suas aulas são dadas nas instalações da antiga Escola Primária de Manhente. Atualmente, conta com mais de 100 alunos das mais variadas freguesias do concelho de Barcelos, possibilitando a aprendizagem de vários instrumentos, entre os quais, o Canto, Guitarra, Bateria, Baixo, Piano, Violino, Cavaquinho e Ukelele.

A escola rapidamente se tornou uma referência em Barcelos, onde são efetuados concertos regulares, workshops e várias apresentações de cariz social nas escolas do conselho.

Em 2016, cria, com alunos formados nas Guitarras de Manhente, a banda L-Blues. O Folk, Country, Blues e Rock caminham lado a lado na ideologia desta banda. O seu nome faz uma homenagem à mitologia do pacto com o diabo, de Robert Johnson, e da encruzilhada (crossroads) dos Blues. O CD de estreia “L-Blues” foi editado em 2016, o que permitiu à banda percorrer o país durante dois anos.

Em 2018, a banda lançou o novo disco “Vol.2” que foi gravado no AMP Studio com a produção do Paulo Miranda. É um disco de puro Rock N’ Roll e Blues e tem distribuição digital mundial nas principais lojas online: Spotify, Amazon, Itunes, Hmv digital, Googleplay e Soundcloud. O CD físico poderá ser comprado nas lojas Fnac.

Os singles “Outono” e “Ódio de amor” tiveram honras de entrar em muitas playlists de várias rádios nacionais.

A banda vai lançar este ano o 3º disco.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Eu sou o Bruno. Casado e pai de dois filhos, músico e professor na Escola Guitarras de Manhente: Escola de Rock.

Uma pessoa que gosta de arte, principalmente, de música e de tudo o que a envolve, desde a criação, desenvolvimento e promoção da mesma. Gosto sempre de ter o tempo ocupado, seja a trabalhar, a criar, fazer música, a dar aulas e passar tempo com a minha família.

O que fazes é uma extensão de quem és e do teu propósito de vida?

Sim. O que nos define é aquilo que fazemos por nós e pelos outros.

Fazer música é deixar um legado aos meus filhos e a todos os que me rodeiam de que devem sempre até ao fim acreditar em nós mesmos, nos nossos sonhos e lutar pelos nossos objetivos. Vamos ter sempre, ao longo da nossa vida, pessoas que nos dizem que é difícil fazer algo, mas devemos pegar nessa adversidade e a tornar no nosso objetivo de vida.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Acho que compunha uma canção sobre a paz interior! Acredito plenamente que se não formos felizes com nós mesmos também não fazemos os outros felizes.

A vida é curta demais para não ser partilhada com o resto do mundo.

Qual foi o acontecimento que mais te marcou até hoje?

São muitos, porque o meu percurso de vida sempre foi uma luta e um caminho.

Que não foi feito sozinho, por isso, agradeço à minha esposa por acreditar em mim e por me dar o espaço necessário para ser eu mesmo.

Agradeço também a todas as pessoas que encontrei ao longo da minha vida e que contribuíram para eu ser o que sou hoje.

Mas há três momentos específicos que me marcaram e foram um ponto de viragem na minha vida! Passo a numerar:

– A primeira vez que tomei consciência do poder da música. Foi aos 6 anos, ao assistir na televisão, com a minha mãe, ao filme “Hard´s Day Night”, dos Beatles, e de lhe perguntar porque as pessoas gritavam tanto.

– O nascimento dos meus filhos!

– A criação e o desenvolvimento das Guitarras de Manhente: Escola de Rock.

Curiosidades do Convidado

Qual é o teu livro preferido? E o teu filme?

Livro: “No One Here Gets Out Alive”. A primeira biografia de Jim Morrison, vocalista e letrista da banda rock norte-americana The Doors.

Filme: “Forrest Gump”, um filme norte-americano de 1994, dirigido por Robert Zemeckis, com Tom Hanks.

Qual foi a viagem que mais te marcou?

A viagem de Lua de Mel à Madeira.

Que viagem de sonho ainda pretendes realizar?

Adorava ir aos Estados Unidos da América. “Home of the free and the brave”.

Qual é a tua atividade de tempo livre preferida?

Ler, escrever música e ver filmes.

Qual é a tua maior habilidade?

Tocar Guitarra!

O que seria para ti um dia perfeito?

Um dia perfeito seria fazer a minha família feliz e compor a música perfeita.

Diz-nos um barcelense e um não barcelense que te inspirem e porquê.

Na verdade, quem me inspirou e ainda me inspira em Barcelos são todos os músicos Barcelenses da minha geração e da nova geração. Porque é preciso força e coragem para fazer arte na nossa cidade, e, quanto mais os artistas forem apoiados, mais a nossa cidade enriquece e se desenvolve.

De igual modo e muito sinceramente, quando vejo alguém que luta em prol da arte essa pessoa me inspira, por isso, faço a minha homenagem aos poetas, músicos, agentes culturais, promotores artísticos e políticos que apoiam o desenvolvimento artístico no nosso país.

Pergunta mistério do convidado da semana anterior, Nuno Calçada Loureiro

Se tivesse a possibilidade de alterar as coisas, tendo em conta a cidade e/ou sociedade barcelense, o que alteraria de imediato e o que ficaria imutável no tempo?

Tentaria descentralizar culturalmente a nossa cidade. É um processo que acredito que está a ser feito e deve ser feito aos poucos, porque é preciso educar as pessoas a irem aos teatros, aos eventos musicais e culturais. Acredito que há muitas pessoas com vontade em fazer muitas coisas a nível artístico e cultural nas suas freguesias, mas que, por vezes, não são apoiadas, por falta de conhecimento ou vontade, tanto pelas suas entidades locais, quer pela população geral. Em Manhente, por exemplo, tive a sorte de ter um apoio incondicional da população, da Junta de Freguesia e da nossa Associação Cultural e Desportiva de Manhente.  Leva tempo e dedicação, mas os resultados aparecem. E é esse desenvolvimento que tornaria imutável. Uma sociedade rica culturalmente é uma sociedade desenvolvida.

Uma mensagem* inspiradora…

Deixo o poema da Florbela Espanca, “O Que Alguém Disse”, do livro “Livro de Soror Saudade“.

“Refugia-te na Arte”, diz-me Alguém

“Eleva-te num voo espiritual,

Esquece o teu amor, ri do teu mal,

Olhando-te a ti própria com desdém.

.

Só é grande e perfeito o que nos vem

Do que em nós é Divino e imortal!

Cega de luz e tonta de ideal

Busca em ti a Verdade e em mais ninguém!”

.

No poente doirado como a chama

Estas palavras morrem… E n’Aquele

Que é triste, como eu, fico a pensar…

.

O poente tem alma: sente e ama!

E, porque o Sol é cor dos olhos d’Ele,

Eu fico olhando o Sol, a soluçar…

.

* Nota: Mensagem em latim significa mens agitat molem, ou seja, “o espírito agita a matéria”.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Festa do Mártir São Sebastião em Negreiros este fim de semana

Janeiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Negreiros recebe mais uma festa em honra do Mártir São Sebastião já este próximo fim de semana.



Amanhã, dia 18 de janeiro, pelas 21h45 há espetáculo de Augusto Canário e Amigos”, com a noite a terminar com a sessão de fogo de artifício.

Domingo, dia 19 de janeiro, pelas 9h30, celebra-se missa em honra de São Sebastião. Pelas 15h00, iniciam os atos religiosos, entre eles a procissão, acompanhada pela Fanfarra de Lemenhe.

Imagem: DR.

Vitória justa e importante do Porto

Janeiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, leitores do BnH!

Espero que se encontrem bem. 

Queria começar a crónica desta semana, enviando sentidas condolências à família, amigos e fãs de Paulo Gonçalves.  Um grande ser humano e um atleta de excelência deixou-nos de forma trágica e inesperada. Que descanse em paz e deveremos estar gratos pelo seu exemplo e legado. 



Falando de futebol e do FCP, o nosso clube tinha uma deslocação tremendamente difícil a Moreira de Cónegos. Aliás, não vencíamos lá desde 2014. O Porto começa o jogo a perder, aos 3 min., num lance em que Nakajima e Marega chocam e é daí que nasce o golo.  A equipa reagiu bem e dá a volta ao marcador com personalidade e, quando tudo fazia prever que fossemos para o intervalo a vencer, eis que um lance inofensivo e caricato dá o empate ao Moreirense, num lance em que Marchesín não está isento de culpas.  O Moreirense baixou todas as linhas para trás da linha da bola, o que dificultou a penetração no último terço e, mais uma vez, Luís “SOS” Díaz fez das suas e marcou o golo que nos tranquilizou. Reconheço que pode existir uma falta de Soares sobre João Aurélio.  O último golo de Corona é uma pintura e selou uma vitória justa e importante do Porto.

Para a Taça de Portugal, vencemos o Varzim sem jogar nadinha! Mas os serviços mínimos e um jogo “pastoso” serviram para passar às semifinais!

Saliento a aposta em mais um jovem, Vítor Ferreira, que é um jovem campeão da Europa pelos sub-19.

Esta fase é delicada devido à quantidade e exigências dos jogos.  Podíamos estar com a distância reduzida na classificação para o líder, mas Xistra não deixou…LOL.

Espero que o FCP vença o seu próximo jogo e que o SCP vença…e por muitos. 

Que a reabertura da janela de transferências não nos traga notícias que prejudiquem a espinha dorsal da equipa.

Deixo uma palavra de carinho para o Gil Vicente pela vitória frente ao Belenenses SAD e pela atmosfera lindíssima no Estádio Cidade de Barcelos!

Abraço a todos…e desculpem qualquer coisinha!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Dia de Derby

Janeiro 17, 2020 em Atualidade, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Esta semana temos o Derby da 2ª Circular!

Benfica e Sporting enfrentam-se num jogo que não trará grande história, na medida em que o Sporting não atravessa o seu melhor momento. Por seu turno, o Benfica também não está na sua maior força. O Sporting ainda na ressaca dos problemas que teve com o Bruno de Carvalho e com uma troca sucessiva de treinadores, procura encontrar o seu melhor momento de forma. Já o Benfica, ainda não encontrou, esta época, o futebol fluido e espetacular que vinha apresentando na época passada.



Entretanto, e porque derby é derby, os adeptos de ambos os clubes aguardam o jogo com expectativa, sendo que, sendo nós benfiquistas, estamos, obviamente, à espera de uma vitória.

No último jogo, Seferovic entrou para resolver, mercando dois golos. Nessa medida, a expectativa é grande, para ver qual será o onze que Bruno Lage vai apresentar. Além da vitória, esperamos que o Benfica encontre, definitivamente, o seu jogo mais consistente e que, além do mais, apresente um futebol bonito e cativante ao longo dos 90 minutos.

Relativamente às arbitragens, esperemos que também esta equipa de juízes faça uma boa exibição, atendendo a que nos últimos jogos do Benfica têm sido notórios vários erros, desde eventual favorecimento frente ao Vitória de Guimarães, ao último jogo em que o Benfica foi claramente prejudicado, numa situação que é sempre difícil de compreender, atendendo que o árbitro principal ajuizou bem e o VAR, por sua vez, anulou uma decisão que parecia correta. Espera-se que este tipo de situações sejam abordadas com maior cautela, até porque algumas decisões menos bem compreendidas pelos adeptos levantam sempre algumas dúvidas que são indesejáveis.

Acima de tudo, espera-se que seja um bom jogo e, sobretudo, que ganhe o Benfica.

E pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Dizem que é uma Espécie de Futebol

Janeiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Esta semana pouco tenho a dizer. Sinceramente, cada dia gosto menos desta “espécie de futebol”!

Veem má conduta em tudo, mas em nada querem contribuir para a transparência!

Esqueceram-se de maio de 95? Maio de 96? Maio de 2018?



Pimenta no rabo dos outros, para mim é refresco!

O Futebol, hoje em dia, é um negócio? Certo!

Foi-se a Paixão de outros tempos? Sem dúvida!

Mas o Futebol Português, para além de negócio, é um autêntico “Circo”!

Por isso, a minha vontade de falar sobre esta espécie de Futebol é: Zero!

Apenas digo que, depois de mais um circo mediático, argumentado por mais um “pseudo” Presidente (que, porventura, até vai concorrer brevemente a eleições), o que vi foi um desafio em que a equipa adversária deu boa réplica, no plano tático e no plano físico, ao ponto de o técnico espanhol do Vitória nem sequer ter esgotado as substituições!

Tudo serve para polémicas! Tudo serve para se fazer negócio nesta espécie de Futebol! Enquanto andarem em modo função “favor do vento”, a tendência é mesmo esta: Futebol Português o Maior Espetáculo de Circo do Mundo!!!!

Ferran Soriano escreveu um dia um livro chamado “A bola não entra por acaso”! Cada vez, acredito mais nisso. Infelizmente, em Portugal, o resultado é cada vez menos ditado pelo mérito, pela sorte do jogo, ou pela estrelinha de Campeão. O resultado é, cada vez mais, o que o “Várbitro” quiser!

É este o campeonato português. O campeonato que nos “enfiam” pelos olhos semanalmente, enquanto nos embalam com “cânticos” sobre constipações!!! Será só impressão minha, ou isto anda tudo ligado!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com Respeito e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Zero derrotas em casa!

Janeiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

No passado domingo, recebemos o Belenenses. A vitória era importante, sobre um adversário do nosso campeonato. Mas não se adivinhava um jogo fácil. O Belenenses vinha de uma derrota pesada, em casa, frente ao SC Braga, e não esperávamos uma tarefa fácil. O relógio ainda não apontava 14h e já se notava o frenesim de dia de jogo “grande”. Um bom horário, bons preços e um adversário “apetecível”, enchiam as filas das bilheteiras e de entrada para o estádio. Bonito de se ver! O nosso Estádio, com uma boa casa…Só faltava a vitória.



Tivemos boas oportunidades durante todo o jogo e já se apontava um golo na primeira parte, mas não aconteceu.

Na segunda parte, o 1-0 foi de Lourency, aos 55 minutos. Grande golo, num passe vindo de Kraev e acertando em cheio na baliza, que fez levantar o Estádio Cidade de Barcelos. Se havia dúvidas quanto ao justo vencedor, Sandro Lima desfez, aproveitando o canto batido por Henrique e fez jus à vitória Gilista.

Grande atitude dos nossos jogadores, foram competentes, ambiciosos e continuam invictos na nossa fortaleza. Zero derrotas em casa!

Este Gil Vicente sobe, assim, ao oitavo lugar.

Na próxima jornada, desloca-se ao Estádio Capital do Móvel para mais um jogo difícil.

Mas eu sei que, com a ajuda de todos os Barcelenses, podemos pontuar em Paços de Ferreira. Reservem o vosso lugar no autocarro e, domingo, acompanhem-me nesta deslocação!

Vamos lá buscar a vitória!

Veste-te a rigor e anda também!

Somos Gil!

Até domingo!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

IPCA lança primeira edição de cursos em Inteligência Artificial

Janeiro 16, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Já se encontram disponíveis as inscrições para a 1ª Edição dos Cursos Avançados, organizada pelo Laboratório de Inteligência Artificial Aplicada (2Ai), da Escola de Tecnologia (EST), do Instituto Politécnico de Cávado e Ave (IPCA).



As inscrições estão disponíveis entre 15 de janeiro a 15 de abril de 2020.

O 2Ai está a organizar um novo conjunto de cursos avançados, que vão decorrer neste ano letivo de 2019-2020. Os cursos avançados oferecem aos participantes uma formação especializada, caracterizada pelo alto potencial científico e tecnológico nas seguintes áreas:

– Computação Gráfica e Multimédia;

– Engenharia da Computação;

– Sistemas de Informação;

– Inteligência Artificial.

A informação detalhada dos diversos cursos avançados (incluindo resumo/descrição dos cursos, calendário, plano de estudos, detalhes de inscrição, contactos entre outras informações) está disponível no site https://2ai.ipca.pt/advanced-courses/.

Fonte e imagem: IPCA.

Entre 17 e 20 de janeiro há festa de São Sebastião em Carapeços

Janeiro 16, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

De 17 a 20 de janeiro, a freguesia de Carapeços é palco de mais uma festa em honra de São Sebastião.

No primeiro dia, pelas 21h30, o Teatro Popular de Carapeços leva ao palco da Casa do Povo de Carapeços a peça “TPE – Tudo Para Enterros”.



No dia seguinte, pelas 22h00, atua o grupo Arco Íris, que volta a palco depois da sessão de fogo de artifício.

Domingo, dia 19, pelas 14h15, dá entrada a Fanfarra de São Tiago de Carapeços. Pelas 15h00, reza-se sermão em honra em louvor a São Sebastião, seguido de procissão, despedida da Fanfarra e atuação de ranchos folclóricos.

Na segunda-feira, dia 20 de janeiro, Dia de São Sebastião, celebra-se Eucaristia em honra e louvor a São Sebastião, animada pelo Grupo de Jovens de Santiago de Carapeços – KYRIOS. Após a sessão de fogo de artifício, dão-se por encerradas as festividades.

Imagem: DR.

Festa em honra de São Sebastião volta a animar Manhente

Janeiro 16, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A freguesia de Manhente recebe mais uma festa em honra de São Sebastião, entre 24 e 26 de janeiro, com as atividades religiosas a iniciarem esta sexta-feira, dia 17.



Assim, já amanhã, pelas 19h00, iniciam as novenas. No dia seguinte, a novena inicia pelas 18h15 e nos dias seguintes, pelas 20h00.

Sexta-feira, dia 24 de janeiro, a novena inicia pelas 19h15, seguindo-se procissão de velas. De seguida, atua Grupo Musical Ecos do Povo.

No dia seguinte, pelas 19h15, celebra-se missa solene. Pelas 22h00, atua Johnny Abreu.

O último dia de festividades, domingo, 26 de janeiro, pelas 10h15, celebra-se a eucaristia. Ao início da tarde, pelas 14h00, dá entrada a Fanfarra dos Bombeiros Portuenses, seguindo-se a Banda Musical de Oliveira. Pelas 15h00, iniciam os atos religiosos. Pelas 17h00, sobe a palco José Malhoa, para encerramento das festividades.

Imagem: DR.

1 2 3 474
Ir Para Cima