Barcelenses Inspiradores: Joana Correia

Outubro 12, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Opinião

Apresentamos a professora de Pilates, Joana Correia, uma das responsáveis pelo espaço de bem-estar e terapias “Di Alma”.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Joana Correia nasceu em 1981 e é natural de Barcelos. Sempre gostou de Desporto e praticou, durante vários anos, a modalidade de Hóquei em patins no Óquei Clube de Barcelos. É licenciada em Ensino Básico, Variante Educação Física (2004), pela Escola Superior de Educação de Viana do Castelo. Desde aí, trabalha no colégio Menino Deus, a lecionar aulas de expressão motora na pré-escola. Em simultâneo, deu muitos anos aulas de natação e hidroginástica nas piscinas municipais de Barcelos e lecionou nas AEC`s do concelho de Barcelos. Em 2011, juntamente com um grupo de amigos, todos eles voltados para a área da saúde e atividade física, criaram o “Vidaativa”, com o objetivo de incentivar a prática de atividade física com treinos funcionais. Um ano depois, iniciaram-se as corridas noturnas que ainda agora se realizam, às terças e quintas feiras durante todo o ano.

Em 2012, teve o primeiro contato com Pilates e foi aí, depois da formação com o professor Nuno Gusmão, que sentiu que esse era o caminho a seguir. Tirou o curso completo de MAT e Aparelhos de Pilates com mais de 250 horas. O seu percurso como professora de Pilates passa por vários espaços onde a fez perceber que estava no caminho certo, e, em maio de 2018, abre o seu espaço, o “Di Alma”, juntamente com a sua irmã, Mariana Correia, fisioterapeuta, e Carla Ferreira, psicóloga. Este era já um projeto há muito idealizado pelas irmãs, mas foi necessário percorrer um longo trajeto para aprenderem, acreditarem e avançarem. Peça fundamental foi a chegada de Carla Ferreira, que lhes deu aquela “Luz” que faltava para, em conjunto, avançarem.

Assim nasce o “Di Alma – Estúdio & Terapias”  que tem como base olhar para o ser humano como um todo, como um ser único, respeitando todas as dimensões que o compõe: a física (corpo e movimento), a intelectual (cérebro e mente), a emocional (emoções e sentimentos), a espiritual (desejo de entender a natureza de si próprio) e a sua interação com o meio envolvente. Com base nesta perspetiva, surgiu a necessidade e o sonho de um trabalho complementar e em equipa, em prol do bem-estar supremo de cada pessoa.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Sou uma pessoa normal com os meus medos e as minhas inseguranças, mas com muita vontade de superá-los e sempre com vontade de me conhecer melhor. Considero-me uma pessoa extrovertida, mas ao mesmo tempo um pouco reservada; sou uma pessoa ativa, prática, mas pouco organizada; muito observadora; alegre, que adora rir e ver os sorrisos dos outros. Adoro ensinar e aprender com os outros, por isso, adoro trabalhar em equipa.

O que fazes é uma extensão de quem és?

Sem dúvida alguma, o que faço é uma extensão do que sou, em tudo o que faço tento dar o meu melhor; tento sempre pôr-me no lugar do outro e fazer sempre o que acredito que seja melhor para o outro, independentemente da faixa etária que estiver a lecionar.

De que forma impactas a vida do próximo?

No dia a dia, não sei… os outros é que podem dizer. A nível profissional, de certa forma, tento que as pessoas estejam mais atentas ao que sentem, que ganhem mais consciência corporal, que deem mais valor a si e que se ponham em primeiro lugar. De certa forma, é o que tenho vindo a aprender e a aplicar em mim. A valorizarmo-nos e a conhecermo-nos mais.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Como é tão pouco tempo, diria apenas estas quatro verdades do livro “As 4 Verdades de Don Miguel Ruiz” – um livro que anda sempre comigo, que temos sempre lá no estúdio “Di Alma” e que, de certa maneira, me ajudou e ajuda bastante ao nível do desenvolvimento pessoal e na relação com o outro, aqui vai:

1ª Verdade: Sê impecável com a tua palavra;

2ª Verdade: Não leves nada a peito;

3ª Verdade: Não tires conclusões precipitadas;

4ª Verdade: Dá sempre o teu melhor.

Se cada um de nós começar a aplicar estas quatro verdades, no nosso dia a dia e em todas as áreas da nossa vida, o mundo seria um lugar melhor, com muito mais amor para dar e receber.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Muitas são as pessoas que me influenciaram desde que nasci, mas, sem dúvida, os meus pais por me ensinarem o que é amor incondicional, e agora a minha filha, a minha irmã e o meu marido por acreditarem no meu valor e me ajudarem a ver o mundo de várias perspetivas, família mais próxima que me ajudaram a criar, amigos, professores, colegas e alunos. Todos fazem parte daquilo que sou hoje, desde já, o meu obrigada.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

Atualmente, e nesta fase da minha vida, talvez das figuras que tomo como exemplo é a Rute Caldeira e a Mikaela Övén. Ao nível profissional, o meu professor de Pilates, Nuno Gusmão.

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

Poderia referir vários barcelenses, contudo, existe um que, para mim, é muito especial e que tem feito muito por Barcelos na sua área. O meu Tio Dr. Victor Pinho, bibliotecário da Biblioteca Municipal de Barcelos. É uma pessoa humilde, emotiva, prestável, humana, com um amor enorme pelo seu trabalho e pelas pessoas…e, por isso, tenho a certeza que este é, para mim, um Barcelense Inspirador.

Como gostarias de ser recordada?

Gostaria de ser recordada com um grande sorriso pelas pessoas que se cruzaram comigo na caminhada da vida, não só pela vida profissional, mas também pela pessoa de garra, alegre, motivadora, de paz e com muito Amor para dar e receber. Estou a trabalhar todos os dias para isso. 😉

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima