Barcelos é modelo de boas práticas de turismo criativo na Eurorregião

Dezembro 1, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Barcelos marcou presença nas sessões do Grupo de Turismo do Eixo-Atlântico, no dia 21 de novembro, e no Seminário de Intercâmbio de Experiências de Turismo, no dia 22, que se realizaram na cidade de Monforte de Lemos, na Galiza, e que contaram com a representação de vários dirigentes, vereadores e técnicos do turismo das cidades galegas e portuguesas integradas no Eixo-Atlântico.



O Município de Barcelos, nas duas sessões, apresentou a dinâmica turística que fez de Barcelos Cidade Criativa da UNESCO, enunciando as políticas inovadoras de turismo criativo implementadas no concelho, e afirmou o seu posicionamento no segmento do turismo, que a transforma numa cidade-modelo de boas práticas de turismo criativo na Eurorregião. “Esta distinção funciona como uma alavanca para as artes e ofícios tradicionais em toda a Eurorregião, onde Barcelos pode servir de âncora e abrir as portas de uma rede de nível mundial sob a chancela da UNESCO”, refere o Município em nota enviada a este jornal.

Estes encontros permitiram estabelecer um debate aberto entre os intervenientes e, sobretudo, um espaço de partilha de experiências ao nível das estratégias para resolver os limites de ocupação em destinos como o Porto, Barcelona ou Santiago, nomeadamente ao nível da gestão do território e de salvaguarda da identidade do mesmo e da comunidade.

O Eixo-Atlântico e os territórios do Norte de Portugal e Galiza apresentaram, também, uma estratégia de promoção e dinamização turística a encetar em 2018 e foram, ainda, partilhadas estratégias inovadoras de dinamização do turismo por parte dos Municípios de Gaia, Vila Real, Deputación de Lugo e Barcelos, que se apresentou como a única cidade da Península Ibérica na Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO, no registo do artesanato e arte popular.

“A Câmara Municipal continua a apoiar o desenvolvimento do artesanato pela sua importância económica, mas também porque se trata de um elemento estruturante da dinâmica social e comunitária”, salienta o Município na referida nota.

Fonte e foto: CMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima