Barcelos presente na XIII Conferência Internacional das Cidades Criativas da UNESCO

Junho 26, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política

Barcelos participou na XIII Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que decorreu em Fabriano – Itália, de 10 a 15 de junho 2019. De recordar que esta rede de cidades criativas foi fundada em 2004 e presentemente é composta por 180 cidades de todo mundo.



Esta reunião anual tem como objetivo promover a cooperação e estreitar laços entre os povos, assim como enfatizar criatividade nas áreas do artesanato e arte popular, design, cinema, gastronomia, literatura, música e media arts, como fatores de desenvolvimento dos territórios.

A cidade de Fabriano em Itália, que acolheu o evento neste ano, é membro do projeto UNESCO e congénere de Barcelos na categoria de artesanato e arte popular.

O tema da Conferência deste ano abordou o conceito da “Cidade Ideal”, pelo que esta cidade foi palco central de diversos eventos onde se abordaram temáticas diversas como os princípios inscritos na Agenda 2030 da ONU; a Sustentabilidade e Resiliência como fatores preponderantes para o futuro da humanidade; e a Inovação como agente fundamental para o desenvolvimento, para a participação e motor de combate à debilidade de muitos territórios.

Esta conferência visou, ainda, abordar todo o trabalho realizado até ao momento nos diversos campos criativos da rede; realizaram-se várias reuniões de clusters onde se partilhou informação sobre a missão de cada das áreas criativas, estratégias futuras e se definiram alguns pontos estratégicos do trabalho em rede de cada cluster.

Pela segunda vez, Barcelos marcou presença neste encontro anual de cidades criativas, com uma representação da Equipa Criativa do Município. “O resultado desta ação foi uma experiência extremamente positiva, porque permitiu uma promoção do território junto de diferentes países, uma aproximação e partilha de experiências com outras realidades e a assunção de novas responsabilidades e interligações no campo do artesanato e a arte popular, enquanto ativos da cultura, turismo, economia e sociedade barcelense no mundo”, refere o Município em nota.

Foto: DR.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima