Boa vista p’ra Famalicão

Dezembro 13, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Esta semana foi boa a vista do adepto que foi ao estádio dos axadrezados acompanhar mais um jogo do “Nosso Grande Amoooor…”.



Na primeira parte, nem tanto. Um jogo mais mortiço, apesar de, entretanto, termos chegado ao golo, mas a apresentar um futebol com pouca “nota artística”. No regresso do intervalo, o jogo melhorou um pouco, mas nada de muito significativo, contrariamente ao que aconteceu, por exemplo, na receção ao Zenit. O resultado dilatado a nosso favor explica-se, a meu ver, mais do que por uma avalanche de bom futebol, pelo facto de com Bruno Lage apresentarmos um futebol com muitos jogadores ofensivos e com muita gente a atacar. E, por mim, só tem que ser assim. Sempre fui apologista da filosofia de que quem ataca não está a ter que defender. Corre menos bem quando o adversário é algum “tubarão”, tarimbado, e sabe explorar o contra-ataque. Nada de muito grave, é apenas um aspeto por onde temos de melhorar.

No próximo sábado, toca aos nossos vizinhos minhotos de Famalicão a visita à Catedral. Não será um Famalicão no seu melhor momento, mas quando defrontam o Benfica estas equipas tendem a encher-se de brios e tentam fazer o jogo da época. É, por isso, necessário ter cautelas.

Continuamos nas competições europeias depois de um bom jogo (2ª parte) frente ao Zenit. Ainda bem, é bom p’ra todos nós. Mas só me questiono sobre como teria sido se tivéssemos jogado todos os jogos da Champions com o empenho daquela segunda parte. Carrega, Lage… Tu carrega, homem…

E viva o Benfica.

E pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Não é só Racismo

Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱 Bem-haja, caros leitores do BnH! Aquilo

Ainda estamos a 1…

Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱 Esta semana dizemos que ainda estamos
Ir Para Cima