Arquivo de Categorias

Atualidade

Rotary de Barcelos e Universidade+ ajudam futuros candidatos ao Superior

Outubro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 15 de outubro, o Hotel Bagoeira recebeu mais uma reunião do Rotary Club de Barcelos, que organizou uma palestra destinada aos jovens, nomeadamente, àqueles que têm pretensões de aceder ao Ensino Superior. Esta sessão contou com a colaboração do projeto – agora associação – Universidade+.



O Rotary Club de Barcelos existe há 52 anos e tem como objetivo, “através do usufruto do companheirismo, poder fortalecer a sociedade local e mundial”, refere Cláudia Santos, Presidente do Club barcelense.

Tendo em conta, precisamente este objetivo, neste ano rotário o Club pretende “interagir, todos os meses, com a comunidade barcelense, levando a cabo palestras positivas”.

“Neste mês de outubro, lembrámos a população que Barcelos tem a Universidade Sénior, onde, através do Professor José Campinho, conhecemos os projetos da instituição, que tem como objetivo, a integração social da população sénior. Alertámos, também, que é preciso ajudar os nossos jovens que se preparam para ingressar no Ensino Superior. Para isso, convidámos as jovens promotoras do Projeto Universidade +”, explicou a Presidente.

Foi uma palestra que deu frutos. “Através desta palestra, garantimos, com a ajuda do nosso companheiro Francisco Pereira e da ACIB, um local onde estas jovens possam desenvolver o seu projeto, facultando, gratuitamente aos jovens barcelenses, uma sessão mensal, planificada com temas de esclarecimento para que estes possam ingressar no Ensino Superior sem medo”, salientou, concluindo que “são este tipo de ações que nos enaltecem e fazem ver que as horas de vida que passamos em Rotary são bem empregues”.

Em relação ao ano rotário 2019/2020, Cláudia Santos refere que o Club pretende, “também, ajudar o nosso Governador, José Carvalhido da Ponte, a realizar o seu sonho com a construção de um infantário em Cachéu, na Guiné; a Associação Amar 21, nos seus objetivos; e, a nível mundial, a sermos mais uma ‘gota’ de ajuda na luta contra a irradicação da Poliomielite, doença fulminante que atinge a população infantil em países como o Afeganistão e o Paquistão”.

Para a Presidente, o Rotary permite-lhe a “entrega social e saber que faço parte de um plano maior de Amor”. Cláudia Santos termina, em nome do Rotary Club de Barcelos, com um agradecimento ao Barcelos na Hora, pela “oportunidade de divulgação das nossas iniciativas, contribuindo, assim, todos juntos, para uma Cidade de Barcelos POSITIVA”, relembrando que, este ano, o lema do Rotary é: “Rotary Conecta o Mundo”.

Já o Projeto Universidade+, nas palavras da sua nova Presidente da Direção, Ana Rodrigues, “visa descomplicar a entrada no ensino superior através de palestras, partilha de experiências e de informação nas redes sociais”.

A ideia para o Projeto surgiu-lhe “quando andava no segundo ano de licenciatura. Na altura, em conversa com uma amiga, ela comentou comigo que no 12º ano, ainda com bastantes dúvidas acerca do que fazer no futuro, como de resto é comum a muitos jovens estudantes, teve oportunidade de privar com um colega, que se havia também formado em Direito na Universidade do Minho, e este elucidou-a acerca de muitas questões, não só relativas ao curso em si, mas também, acerca da própria entrada no Ensino Superior e o ambiente aí vivido. Apercebi-me, aqui, que também eu gostaria de ter tido alguém que me guiasse e ajudasse nesta fase transacional, que muitas vezes está rodeada de várias dúvidas e incertezas. Portanto, agora já no segundo ano, detinha um conjunto de informações e experiências que seriam muito úteis de partilhar com os estudantes do ensino secundário e que poderiam ajudar alguns destes jovens a ter uma transição mais tranquila e desmistificada”.

Da ideia inicial, à ação. “Pela mão de uma pessoa bastante querida, entrei em contacto com uma grande parte dos atuais voluntários do Projeto, que frequentavam diferentes escolas secundárias de Barcelos, sendo que com muitos deles ainda não tinha qualquer tipo de relação. Foi, realmente, uma sorte ter encontrado uma equipa tão interessada e empenhada, que desde o início se identificou e reconheceu valor na minha ideia e acreditaram que poderíamos devolver, de alguma forma, à comunidade, através da partilha de informações relevantes e experiências acerca desta fase transacional”.

Assim, efetuaram a sua primeira sessão em abril de 2018, e perante o feedback positivo e interesse demonstrado pelos alunos, “decidimos estabelecer um plano anual de atividades e embarcar num ano embrionário em 2018/2019. Neste primeiro ano, partimos exatamente com a mesma expectativa, a de ajudar o outro através de sessões mensais de cerca de hora e meia, nas quais abordávamos temas de relevo relativos à entrada no ensino superior, pautando pela informalidade e confiança com os alunos, esclarece Ana Rodrigues.

“Contudo, o Projeto foi recebendo um feedback cada vez mais positivo e várias oportunidades, como apresentarmo-nos em escolas secundárias e realizar parcerias, foram surgindo, pelo que tivemos de assumir um compromisso ainda maior e responder à responsabilidade, que, entretanto, tinha crescido também”, ressalva.

Esse crescimento implicava, para o Projeto, “não só, mais empenho e sacrifício, mas também, a realização de um desejo partilhado por todos, que se consubstanciou num grande passo, a aquisição de personalidade jurídica, que, burocraticamente, não acarretou muitas dificuldades. Mas é preciso denotar que todos as ferramentas necessárias à exequibilidade do Projeto, até este momento, eram inteiramente suportadas pelos voluntários, incluindo o processo de aquisição de personalidade jurídica, que pelo seu elevado custo, levou-nos, mais uma vez, a utilizar a nossa criatividade e proatividade, o que resultou na nossa participação na Festa da Juventude, onde conseguimos angariar algumas ajudas. Agora, esta situação fica mais agilizada, pois podemos receber donativos de quem reconheça valor à nossa iniciativa”.

Uma dúvida que fica no ar é se este Projeto tem alguma ligação a entidades do Ensino Superior, para, por exemplo, divulgarem o seu trabalho, valências e mais-valias. Ana Rodrigues esclarece que essa relação “não existe”. “Seria, de facto, um tema interessante de abordar, uma vez que sendo os voluntários alunos em diferentes casas, acabamos sempre por, no fundo, partilhar informações e discorrer bastante acerca de certas licenciaturas e Universidades ou Institutos Politécnicos”.

Sobre o convite que lhes foi endereçado pelo Rotary Club de Barcelos, Ana Rodrigues salienta que este foi “muito bem-recebido por nós, sendo que, desde logo, chamou à atenção pela possibilidade de nos darmos a conhecer e publicitar o Projeto. Porém, era também importante para nós demonstrar às gerações acima da nossa que, muitas vezes, somos rotulados como desmotivados ou reativos, mas aqui todos nós levamos muito a sério o compromisso que temos para com o associativismo, desejamos efetivamente apresentar um bom trabalho e difundir este espírito proativo e solidário com todos os jovens com que nos cruzamos”, concluindo que julgam ter cumprido “com o que nos foi proposto e ficámos muito felizes pelas reações positivas que recolhemos e o reconhecimento de valor ao nosso Projeto. É, por isso e para isso, que trabalhamos. Não podendo deixar de agradecer a todos os envolvidos esta valiosa oportunidade e a forma como fomos recebidos”.

No futuro imediato, este próximo ano letivo “avista-se como desafiador e intenso para nós, pois melhorámos a nossa planificação e tornámo-la bastante ambiciosa em todas as perspetivas, todos os nossos departamentos estão prontos para trabalhar e responder afirmativamente à confiança e responsabilidade que foi depositada em nós. Seguimos com o nosso modelo de palestras mensais, pautado pela informalidade e proximidade com os estudantes, mas sempre de uma forma ativa e lúdica, e com muitas novidades. Apostamos na divulgação e esperamos ver iniciativa também por parte dos alunos”, sendo que na imagem que se segue surgem os temas para este ano, sem prejuízo das datas poderem sofrer alterações.

Sobre as sessões, na “A primeira escolha” irão “lidar com as dificuldades que os alunos têm em encontrar interesse no percurso tomado no 10º ano, fornecendo, também, ferramentas que lhes permita superar esse impasse”. Em “A ansiedade” pretendem “abordar o tema cada vez mais gritante na vida dos estudantes, a ansiedade. A sessão será assistida por uma psicóloga, que fornecerá uma orientação no controlo dessa emoção”. Já em “Médias, notas e exames” abordarão “a situação atual das classificações dos alunos, guiando-os mediante os seus objetivos”. Na sessão “Licenciaturas”, intendem “abrir os horizontes dos alunos aos mais variados cursos existentes e ajudá-los nas suas indecisões e questões”. A vida de estudante do Ensino Superior não se concerne apenas ao estudo, trabalho e exames. Em “Vida Académica” tencionam “fornecer uma explicação e comparação de todo o envolvente da vida universitária e abordar as diferentes tradições da academia”. “Vida para além da universidade” pretende “dar destaque à importância das atividades extracurriculares, partilhando o testemunho das nossas experiências”. A sessão “Antena Livre” é “dedicada à discussão aberta de questões relacionadas com a fase de transição do ensino secundário para o ensino superior”. Por fim, “Pais e filhos” trata-se de “uma sessão dirigida aos pais dos alunos, procurando abordar as suas maiores preocupações, nomeadamente os apoios socioeconómicos, bem como sensibilizá-los para alguns dos problemas que os seus filhos terão que lidar nesta fase”.

Imagens: DR.

Gil Vicente vence em Penafiel e segue em frente na Taça de Portugal

Outubro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio 25 de Abril, em Penafiel, recebeu mais uma eliminatória da Taça de Portugal, nomeadamente, a 3ª. O jogo opôs o FC Penafiel, da LEDMAN LigaPro, e o Gil Vicente FC, da Liga NOS, com o jogo a ditar a vitória – e consequente apuramento – dos gilistas, por 0-2.



Sob arbitragem de Artur Soares Dias (AF Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

FC Penafiel – Luís Ribeiro, Inácio, Vinícius, João Paulo, Yuri, Ludovic (Márcio Machado, 84′), Alan Schons (Alfredo, 87′), Pedro Lemos, Rafa Sousa, Romeu Ribeiro (Ronaldo Tavares, 38′) e Pires. No banco ficaram Filipe Ferreira, Felipe Macedo e Paulo Henrique.

Gil Vicente – Denis, Henrique Gomes, Rúben Fernandes, Nogueira, Fernando Fonseca, Soares, Claude Gonçalves, Baraye, Kraev (Leonardo, 72’), Lourency (Lino, 72’) e Sandro Lima (Naidji, 78′). No banco ficaram Bruno, Alex Pinto, Arthur Henrique e Juan Villa.

Ainda na primeira parte, os gilistas chegaram ao golo, através de uma grande penalidade convertida pelo brasileiro Sandro Lima. Ao intervalo o jogo já ditava uma vantagem dos barcelenses, por 0-1.

Na segunda parte, o luso-francês Claude Gonçalves fechou o marcador, aos 76 minutos, garantindo, não só, maior segurança e tranquilidade no jogo, como a confirmação do apuramento do Gil Vicente FC para a próxima eliminatória da Taça de Portugal.

Foto: GVFC (alterada).

Barcelenses Inspiradores: Quito Arantes

Outubro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora

Depois da professora de Pilates e uma das responsáveis pelo espaço de bem-estar e terapias “Di Alma”, Joana Correia, apresentamos o escritor barcelense Quito Arantes.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.  



Francisco Manuel Matos Arantes nasceu em Angola em 09/07/1960. Passou a sua infância e grande parte da sua vida na cidade de Barcelos. Quito Arantes, como é conhecido no mundo literário e entre amigos, tem 15 livros publicados em português e 3 traduzidos para a língua inglesa (“In the House of Le Patriarche”, “The Four Seasons and a Townie – Memoirs of a year in Castro Laboreiro” e “The Journey”). Escreve muitas vezes sob o pseudónimo de Peter Quiet. O autor é conhecido pelas obras: “O Chalé de Cork “, “A Janela Aberta”, “O Recuperador de Tempo”, “Contos de Encantos”, e “Porque és Assim?”, entre outas obras.

A música e a fotografia sempre foram as suas paixões desde a adolescência, a par da escrita. Um defensor da natureza sustentável, amigo dos animais, não compactua com injustiças sociais, pelo que continua a lutar.

Sente que, apesar de 15 obras publicadas, nunca lhe foi reconhecido o mérito de ser o segundo escritor barcelense mais publicado a seguir ao professor Fernando Pinheiro.

Para conhecer melhor este escritor barcelense, poderá contactá-lo via e-mail ou consultar o seu blogue: www.quitoarantes.blogspot.com (Alma Aberta). Para já, fique com a sua entrevista ao “Barcelenses Inspiradores”. 



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Sou um homem melómano ligado às artes da escrita e fotografia. Sou pouco polémico devido a ser excêntrico. Sou uma pessoa que não alinha no “politicamente correto”. Gosto da natureza na sua forma simples de ser. Sou uma pessoa, apesar da idade, um pouco ingénua que não vê mal na mente das pessoas. Por vezes, deixo a desejar por não alinhar com o maldizer. Preciso de paz para me concentrar naquilo que faço, não gosto de trabalhar sob pressão, sinto-me mal comigo e com os outros.

O que fazes é uma extensão de quem és?

Sem dúvida, o que faço é uma extensão do que sou. Não sou hipócrita, gosto de pessoas simples e com boas intensões.

De que forma impactas a vida do próximo?

De forma serena, deixando que as pessoas decidam por si o que querem das suas vidas, não gosto de pressionar, porque cada um segue o seu caminho, desde que seja em liberdade de decidir e de se expressar. As pessoas devem ser influenciadas de forma positiva para seu bem, sem danos colaterais.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Ninguém leva nada deste mundo, só mesmo as boas ações. Acabar com a miséria, com a guerra. O mundo chega para todos, existem bens e serviços para todos viverem com dignidade. A indústria farmacêutica mundial devia ser julgada pelos seus atos criminosos sobre a vida humana.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Camus, Jean Paul Sartre, Francisco Sá Carneiro, Fernando Pessoa, e muitas mais, que agora não me vêm há memória.

Atualmente, Eduardo Marinho (brasileiro ativista), Greta Thunberg e Afmach (Fernando Machado).

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

Sem margens para dúvida, o artista plástico Afmach, pela sua luta diária de sobrevivência, vivendo exclusivamente da pintura. Somos amigos e, para mim, uma pessoa de grande caráter. Uma pessoa humilde de fácil trato.

Como gostarias de ser recordado?

Como escritor barcelense, porque os livros que escrevo são os meus filhos, e neles, está toda a minha existência.  

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

Fotos: DR.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Barcelos é, oficialmente, membro da “Creative Tourism Network”

Outubro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos entra, este mês, na mais conceituada Rede Mundial de Turismo Criativo, na qualidade de “Creative Friendly Destination”. “Esta integração na rede vem confirmar o trabalho que o Município tem vindo a fazer em prol do desenvolvimento do turismo criativo como fator de diferenciação do nosso território e enquanto importante ativo local para o futuro do setor”, refere em nota o Município barcelense.



“A aposta do Município na criatividade local manifesta-se, muito particularmente, na riqueza do seu artesanato e arte popular, riqueza e diversidade enogastronómica, abundância e diversidade de património natural, paisagístico e edificado, que constituem os principais instrumentos da estratégia do turismo local”, continua.

Com esta adesão, “o Município vê, assim, o seu território adquirir uma nova chancela internacional, que constituirá seguramente uma adição à internacionalização da marca – Barcelos Cidade Criativa. Ao mesmo tempo que o Município irá poder usufruir de um apoio importante no desenvolvimento de ações de turismo criativo ao nível internacional, particularmente junto de agentes do setor do turismo no mundo e usufruir de um conjunto de serviços e benefícios de curadoria, consultoria, implementação e promoção internacional desta rede, em todos os seus futuros projetos de turismo criativo”, conclui.

A Creative Tourism Network é uma organização internacional, fundada em 2010, com sede em Barcelona, entidade sem fins lucrativos e que tem por missão a promoção e o desenvolvimento do turismo criativo no mundo, na sua qualidade de ativo para o futuro da atividade e para a sustentabilidade do setor ao nível mundial, particularmente importante na medida em que o desenvolvimento do turismo já não significa apenas visitar e conhecer, acarreta também a procura constante por experiências únicas e de contacto com o mais autêntico dos territórios visitados.

Fonte e foto: CMB.

Círculo Católico de Operários de Barcelos celebra 116 anos

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Banda do Galo de Barcelos celebra, por sua vez, as suas “bodas de prata”

A 27 de outubro, pelas 11h00, realizam-se as comemorações do 116º aniversário do Círculo Católico de Operários de Barcelos (CCOB) e, simultaneamente, o 25º da Banda do Galo de Barcelos.



Entretanto, o dia anterior será marcado pela música e dança, num espetáculo solidário. A partir das 21h00, o palco do CCOB recebe Trovas e Cantigas, ARCA Dance Studio, Academia Rosália Ferreira, João Dias e sua guitarra, Grupo Adumes, Banda Pop Rock C.B.O. e Trio Bohemians.

No dia 27, pelas 11h00 há o hastear da bandeira na Sede do CCOB, seguido de um “Porto de Honra” e romagem ao Cemitério de Barcelos para homenagear o fundador do CCOB. Segue-se almoço convívio na Quinta Bolívar, em Alheira. Para poder participar no almoço, inscreva-se através dos números 969 347 375 ou 253 812 533.

Imagem: CCOB.

“Brexit” em debate na Escola Básica e Secundária de Viatodos

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 16 de outubro, os Embaixadores Juniores da Escola Embaixadora do Parlamento Europeu de Viatodos organizaram, e participaram, na ação informativa sobre o “Brexit”.



Sendo este um tema que os preocupa, pelas possíveis consequências que daí podem advir, convidaram José Ricardo Sousa, licenciado em Estudos Europeus pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, mestre em Direito da União Europeia pela Escola de Direito da Universidade do Minho, e, atualmente, técnico no Centro de Informação Europe Direct Minho (CIED Minho).

Todos os momentos da palestra foram registados, em vídeo e em fotografia, pelos alunos do Curso Técnico de Multimédia.

Fotos: DR.

Debate sobre política regional e fundos europeus e o seu impacto na região do Minho

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Sessão terá lugar no auditório 1.01 da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, esta sexta-feira, pelas 11h30

O Centro de Informação Europe Direct Minho (CIED Minho) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em parceria com o Centro de Estudos em Direito da União Europeia da UMinho (CEDU-JUSGOV) e o Centro de Investigação em Ciência Política da UMinho (CICP), apoiado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal e pela Direção-Geral da Política Regional da Comissão Europeia (DG-REGIO), promovem, no dia 18 de outubro, pelas 11h30, no auditório 1.01 da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho o debate “30 anos de Política Regional: o impacto na região do Minho”.



O principal objetivo deste evento é “promover a consciencialização da importância da política regional e dos fundos europeus junto dos cidadãos, bem como apresentar linhas de orientação das perspetivas futuras da política de coesão para o próximo quadro financeiro plurianual”, refere a organização.

Fazem parte do painel de oradores, Zuzana Gáková, da Comissão Europeia, Alessandra Silveira, CEDU/JUSGOV, e Sandra Fernandes, CICP/UMinho.

“Com esta ação, pretende-se uma conversa com caráter informal onde os oradores possam falar abertamente sobre a política regional e os fundos europeus e o seu impacto na região do Minho”, conclui.

O evento é gratuito.

Nova liderança na 1ª divisão

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora

Na 2ª, trio de líderes passa a duo de vizinhos

Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Mais uma semana cheia de futebol popular e com muitos golos marcados: 32 na 1ª divisão e na 2ª foram 27 os golos marcados.



Mas começando pela 1ª, o jogo da jornada opunha o Oliveira – equipa orientada por Ricardo Escudeiro – frente ao Carapeços, comandada por Miguel Sá Pereira. Estas duas equipas partilhavam o 1º lugar, juntamente com o Leões da Serra e o Leocadenses. O jogo ficou empatado a 1, o que permitiu ao Leões da Serra isolar-se no comando, depois de ter vencido em Carvalhal por 2-3.

Já o Leocadenses foi a Negreiros, campo sempre complicado de pontuar, empatar a 1.

Cá para baixo, o destaque, pela negativa, vai para o Palme e o Carvalhal. Estas duas equipas têm apenas um ponto conquistado!

Na próxima jornada, destaco o Lijó-Oliveira e o Leões da Serra-Macieira.

Na segunda divisão, na semana passada, eram três os líderes. Esta semana passaram a dois.

Passaram a dois, pois o Feitos, um dos líderes na semana transata, empatou a 0 em Salvador do Campo, descendo ao 3º lugar.

Quem beneficiou com este empate, e fazendo o que lhes competia, foram o São Martinho e “Os Estrelas”. São Martinho, que venceu à tangente (2-3) em São Mamede. O “Os Estrelas”, que vos digo, está a fazer um início de época fantástico, também foi fora, vencer pela margem mínima (0-1) o Cristelo. Estes dois vizinhos não se largam até mesmo na classificação!

Uma palavra também para o Cambeses, que conquistou a primeira vitória, ao derrotar o Creixomil por uns expressivos 4-1.

Na próxima jornada, destaco o Estrelas-Cossourado e o Campo-São Martinho.

Por esta semana é tudo.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Graça Costa e Augusto Costa, dos Amigos da Montanha, vencem Meia Maratona de Esposende nos seus escalões

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa de atletismo dos Amigos da Montanha (AM) esteve representada, no último domingo, na Meia Maratona de Esposende pelos atletas Graça Costa e Augusto Costa.



Numa manhã em que o vento e a chuva não facilitaram a vida dos atletas, Graça Costa concluiu a distância em 1h32m21s e ficou em 1º lugar no escalão F55.

Augusto Costa, ainda a recuperar de uma lesão, fazendo esta prova em ritmo de treino, venceu o escalão M45 e fez 10º lugar da geral com a marca de 1h16m46s.

Fotos: DR.

ATAHCA organiza sessões de divulgação dos apoios da Medida 10 do PDR2020

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave, leva a efeito, durante o mês de outubro, um conjunto de Sessões de Divulgação dos apoios previstos no âmbito do PDR2020 e da Estratégia de Desenvolvimento Local de Base Comunitária – DLBC Rural para o território do Cávado.



Nomeadamente, os Avisos de Concurso Abertos para as seguintes Operações:

10.2.1.1 – Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola;

10.2.1.2 – Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização;

10.2.1.3 – Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola-

 As sessões serão realizadas nas seguintes datas e locais:

17 de outubro

10h00 – Barcelos (Cooperativa Agrícola de Barcelos)

15h00 – Esposende (Cooperativa Agrícola de Esposende)

22 de outubro

10h00 – Terras de Bouro (Salão Nobre do Município)

15h00 – Amares (Salão Nobre do Município)

24 de outubro

10h00 – Vila Verde (Sede da ATAHCA)

15h00 – Braga (Instalações da CAVAGRI)

Serão abordados assuntos como os requisitos de cada um dos avisos de concurso abertos, o enquadramento legal destes apoios, o território abrangido, as principais ações a desenvolver, assim como a tipologia de beneficiários, investimentos e despesas elegíveis, prazos de candidatura, critérios de seleção e outros assuntos relacionados.

Imagem: ATAHCA.

1 2 3 435
Ir Para Cima