Arquivo de Categorias

Atualidade - page 431

Dakar 2017: Joaquim Rodrigues sobe ao 10º lugar

Janeiro 10, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

O piloto barcelense, ao comando de uma Hero Speedbrain, subiu à 10ª posição da geral de motos após a 8ª etapa entre Uyuni e Salta, numa distância de 892km.

Com o tempo de 23h37m08s, o piloto está a 1h36m do 1º classificado, o britânico Sam Sunderland. Já o seu cunhado, Paulo Gonçalves, encontra-se na 8ª posição.

Entretanto, a página oficial da marca Hero MotoSports Team Rally lançou um vídeo que retrata a primeira parte da prova e a passagem para a segunda.

Foto e vídeo: página oficial da Hero MotoSports Team Rally e Youtube.

Ainda não há “fumo branco” no PS

Janeiro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

De acordo com a edição online do Barcelos Popular, Domingos Pereira, Alexandre Maciel, Carlos Brito e Elisa Braga terão reunido em Lisboa, no dia 05 de janeiro, com o Secretário-Nacional do PS, José Mesquita e com o Presidente da Distrital, Joaquim Barreto.

A reunião terá acontecido na sede do partido, no Largo do Rato, tendo como temas a avocação do processo das autárquicas, os requisitos da elaboração do processo eleitoral, entre outros, não resultando da reunião nenhuma conclusão e/ou decisão.

 

 

Foto: Facebook do PS Barcelos.

A muralha de Constantinopla aos pés do autoritarismo

Janeiro 8, 2017 em Atualidade, Opinião, Política port barcelosnahorabarcelosnahora
raquelsfernandes
Raquel dos Santos Fernandes

As recentes vagas de democratização conduziram à construção do maior número de regimes democráticos de sempre. Esta evolução generalizada dos processos de democratização faz-nos, inequivocamente, questionar sobre a qualidade das democracias contemporâneas e sobre a relação dos Estados com a democracia e as sociedades.

Nos vários grupos que compõem a humanidade existem indivíduos com elevados níveis de autoritarismo e narcisismo, por vezes, megalómanos até, mas que nunca tiveram a oportunidade de se tornarem ditadores de uma nação. Esta oportunidade será determinada pelo contexto que, consequentemente influenciará o comportamento e as características destes indivíduos.

Quando o contexto não é favorável às suas pretensões e ambições, utilizam “incidentes de crise” para manipular as massas. Na Turquia que Ataturk colocou no mapa, o “incidente de crise” pseudo-golpe de Estado de 15 de julho de 2016 outorgou a Recep Tayyip Erdogan esse contexto – ao garantir que o golpe havia sido uma conspiração contra a nação, evidenciou que o país estava ameaçado, abriu caminho para a imposição de severas restrições às liberdades civis e incutiu na população uma forte sensação de que a sociedade estava sob ataque de inimigos internos. As sucessivas ameaças que o país tem vindo a viver criaram um clima psicológico favorável à ditadura e os sentimentos de incerteza e de ameaça entre a população resultaram numa maior conformidade e num maior apoio à liderança autoritária. Num país onde os direitos humanos, as liberdades civis e a transparência são princípios descartados e onde as instituições e os meios de comunicação são pouco independentes, a Constituição da República tem vindo a sofrer várias emendas, quer em privilégio dos intervenientes políticos, quer, essencialmente, para dotar o Presidente eleito de um maior número de poderes.

Na maior prisão de jornalistas do mundo (segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras, mais de 100 jornalistas encontram-se detidos nas prisões turcas), o governo acaba de comunicar aos meios de comunicação do país a proibição de noticiar o desenvolvimento do trágico atentado com que o país acordou no primeiro dia do ano; o acesso ao youtube, ao twitter e ao facebook está constantemente a ser bloqueado e debate-se a “legalização da violação” em caso de o agressor contrair matrimónio com a vítima. À medida que os afluentes movimentos migratórios para a Europa aumentam, aumenta a influência da Turquia na Europa. À medida que a crise dos refugiados acresce, acresce a condicionalidade para o alargamento da União Europeia à Turquia. E assim, começamos a descurar que as instituições devem garantir a democracia, o Estado de Direito e os direitos humanos e que as minorias devem ser respeitadas e protegidas. Assim, estes indivíduos começam a levar a melhor. A sua hegemonia religiosa e política enfraquece a democracia e a não atuação do Estado na inclusão dos seus cidadãos no sistema de decisão política potencia a desilusão e os baixos níveis de participação.

Regimes eleitos democraticamente com problemas estruturais no seu sistema democrático existem… A Turquia é um deles. E indivíduos com elevados níveis de autoritarismo e narcisismo também… E Erdogan é, claramente, um deles!

 

Por: Raquel dos Santos Fernandes (investigadora – mestre em Ciência Política).

OCB entra a ganhar em 2017

Janeiro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port Gonçalo SantosGonçalo Santos

OC Barcelos entra 2017 a ganhar. A equipa orientada por Paulo Freitas fez o seu primeiro jogo do ano em sua casa vencendo a formação dos Açores, o Candelária da Ilha do Pico por 6-1. Na primeira parte o marcador registava uma vantagem curta do OCB de apenas um golo apontado por Luis Querido. Para a segunda parte o Candelária empatou, mas o capitão do OC Barcelos em noite inspirada fez três golos quase seguidos, colocando o placard em 4-1. Nos minutos finais Hugo Costa estabeleceu o resultado final de 6-1 para os barcelenses.

15844381_1291882954191383_5442092857288758272_o
Assim o OC Barcelos continua no quinto lugar somando vinte e um pontos antes de viajar na próxima jornada a Paço d’Arcos.

Texto e foto por: Miguel Bastos

Rapaz embate com carro contra veículo da GNR

Janeiro 7, 2017 em Atualidade, Concelho port barcelosnahorabarcelosnahora

Segundo a edição online do Jornal de Notícias, um rapaz de 14 anos foi apanhado pela Guarda Nacional Republicana, na noite de sexta-feira para sábado, pelas 21h30, após embater com a viatura que conduzia contra uma outra da GNR, em Gamil, em resultado de uma fuga.

De acordo com a notícia avançada, após uma denúncia anónima, referindo que um menor conduzia uma viatura naquela zona, a GNR intercetou o menor, a quem foi dada ordem de paragem, não acatada por ele, aumentando, mesmo, a velocidade.

Após conseguirem imobilizar a viatura, e quando efetuavam a fiscalização, o menor terá engrenado a marcha-atrás e embatido na viatura da Guarda. Mesmo reiterando a ordem de paragem, o condutor não acatou e arrancou a alta velocidade, com os Guardas a terem que se desviar para não serem atropelados.

A viatura e o seu condutor menor acabaram por ser localizados, pela GNR, num parque de estacionamento em Barcelinhos. Segundo o Jornal de Notícias, a GNR entregou o caso ao Tribunal de Família e Menores de Barcelos.

Foto: Facebook da GNR.

Faleceu Mário Soares

Janeiro 7, 2017 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Faleceu hoje o antigo Presidente da República e ex-Primeiro-Ministro, Mário Soares.

Após vários dias de internamento hospitalar, a histórica figura da democracia portuguesa acabou por não resistir a mais um problema de saúde.

Aos 92 anos parte assim aquele que é considerado, por muitos, como o “pai da democracia portuguesa”.

Aguardam-se, ao longo dos próximos dias, mais desenvolvimentos deste acontecimento que enluta Portugal.

 

Foto: DN (alterada pelo Barcelos na Hora)

Dakar 2017: Joaquim Rodrigues nega acusações de Laia Sanz

Janeiro 7, 2017 em Atualidade, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Depois de acusações da piloto espanhola Laia Sanz, de que Joaquim Rodrigues a teria enganado quando esta lhe pediu ajuda por causa do trajeto, fazendo-a andar para trás uns quilómetros, o piloto barcelense usou o seu Facebook para esclarecer a situação. Eis o conteúdo:

«Estes dias foram difíceis ao nível da comunicação e não tinha tido ainda a noção do que se estava a falar na imprensa e nas redes sociais relativamente à situação com a Laia Sanz. Creio que seja um mal entendido. Nunca em momento algum eu enganaria um adversário/colega, tenho os meus princípios. Acredito que ela não tenha percebido o que lhe transmiti, aliás, ela falhou o waypoint e vinha em sentido contrário quando me interceptou e perguntou se eu tinha o tinha encontrado, eu respondi que sim e ela arrancou a grande velocidade!

Como pode esta história ter tomado proporções desta maneira. Sou um estreante no Dakar, estou a fazer o meu papel que, acima de tudo, passa por aprender nesta nova modalidade. Acreditava, e acredito, que por ser a minha primeira vez nesta prova teria mais eu aprender com os pilotos com maior experiência.

Não acredito que a Laia, pela profissional que é, tenha tido esta atitude. De qualquer forma, crendo que possa ter tomado mal as minhas palavras, tenho a lamentar. Lamentar ainda as palavras desagradáveis de que fui alvo desde ontem, sem qualquer conhecimento de causa.

Tenho tanto respeito pelos espanhóis como pelos portugueses ou qualquer outro povo.

A minha corrida corrida continua, obrigado a todos os que estão comigo nesta aventura!»

 

Entretanto, numa etapa que foi encurtada devido a condições climatéricas, o piloto barcelense terminou no 11º posto, sendo esse o mesmo que ocupa agora na geral de motos, representando mais uma subida surpreendente na geral.

Texto: Facebook Joaquim Rodrigues Jr.

Foto: Facebook Joaquim Rodrigues Jr.

 

José Novais não reúne consenso para candidatura à CM de Barcelos

Janeiro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em notícia avançada pelo “Jornal de Barcelos”, José Novais ter-se-á assumido, em dezembro último, como “última reserva” para candidato à Câmara Municipal de Barcelos. No entanto, dentro do partido, e fora dele, a maioria estará convencida de que será ele o candidato e que isso será um “desgosto” para algumas fações do PSD local.

Já o “Barcelos Popular” salienta que há militantes que consideram que os convites a figuras externas ao partido (empresários e/ou dirigentes associativos locais) são “encenações” e que Novais será, inevitavelmente, o candidato, alegando que as pessoas convidadas teriam recusado. Aliás, a estratégia da Comissão Política estará, de acordo com este jornal, a provocar descontentamento nos militantes, que defendem que o processo já deveria estar concluído, alegando que o secretismo de José Novais é visto como estratégia para levar à escolha do próprio para candidato.plenario-psd

No dia 29 de dezembro realizou-se uma Assembleia de Secção (“Plenário”) onde essa falta de consenso foi patente, a julgar por aquilo que ambos os jornais citados referem. Houve a entrega de uma moção, subscrita por militantes, na sua maioria, afetos a Fernando Reis e que terá sido rejeitada sem sequer ter sido lida, com o Presidente da Mesa a argumentar “razões estatutárias” para essa decisão. Em declaração citada pelo “Barcelos Popular”, um dos proponentes referiu mesmo que isso seria a “negação de uma democracia”.

Noutro plano, de acordo com o “Barcelos Popular”, o Secretário-geral Miguel Durães terá manifestado aos militantes presentes de que estaria “disponível para ser sondado” para candidato à Câmara Municipal de Barcelos, sendo que o próprio não confirmou, nem desmentiu, argumentando não querer abordar “questões do partido na praça pública”.

Por fim, e ainda tendo em conta o referido jornal, outro assunto que terá sido alvo de críticas foi o da coligação com o CDS para as autárquicas deste ano, com José Novais a confirmar a esse jornal que o acordo será igual ao de 2013, ficando o CDS com o quarto lugar, algo que poderá levar ao mesmo resultado desse ano, de acordo com o referido por militantes, que defenderam que o CDS deveria ficar com o sexto lugar.

Fotos: Facebook do PSD Barcelos.

Costa Gomes com aval do PS Nacional para constituir listas

Janeiro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O atual Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, e recandidato quase confirmado, recebeu, segundo informa o jornal “Barcelos Popular”, “carta-branca” para escolher os nomes que constatarão nas listas para as eleições autárquicas deste ano.

Entretanto, Domingos Pereira reiterou ao referido jornal que estaria a ponderar recorrer da possível avocação do processo autárquico de Barcelos pela Comissão Permanente, remetendo para o comunicado de 30 de dezembro último mais informações sobre este assunto.

Já a 02 de janeiro, Miguel Costa Gomes, também através de comunicado, “acusou” o Secretariado do PS local de estar desesperado, desmentindo que tenha pedido a saída dos Vereadores e afirmando o compromisso assumido com Carlos Brito e Alexandre Maciel de não divulgar a matéria da reunião tida entre eles, apenas garantindo que nada teria a ver com o divulgado pelo Secretariado.

Foto: Página oficial da CM de Barcelos

Caminhada solidária “Por um presente melhor”

Janeiro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 8 de janeiro, pela 9h00, realizar-se-á uma caminhada solidária, com início e término em Vila Frescaínha São Pedro.

Joaquim Miranda, do “Vida Ativa”, referiu a este jornal que a organização estará a cabo deste grupo e dos “Estrelas BTT” e tem como objetivo angariar fundos para ajudar o barcelense Samuel Fortuna a continuar com o seu louvável trabalho humanitário e voluntário em Cabo Verde, onde ajuda crianças de rua.

Em conversa com o nosso jornal, Samuel referiu que este seu projeto tem sido sustentado pelas suas próprias economias e que, por tal, esta caminhada terá como objetivo ajudá-lo a manter este seu trabalho em prol dessas crianças necessitadas desse país lusófono. Por fim, salientou que esta caminhada servirá, também, para ele conviver com as pessoas que o rodeiam, que o têm acompanhado e ajudado neste seu projeto e para, igualmente, conhecer novas pessoas.

A atividades iniciar-se-ão com uma aula de zumba, de aquecimento, no Ringue de Futebol em Vila Frescaínha São Pedro, para depois se iniciar a caminhada, de entre 6 a 8 km, com percurso maioritariamente por monte. O final da caminhada será no referido ringue.

Imagem: Agenda da CM de Barcelos. Foto: Facebook de Samuel Fortuna.

samuel-fortuna
Samuel Fortuna
Ir Para Cima