Arquivo de Categorias

Atualidade - page 5

COVID-19: Altice Portugal cria linha de apoio psicológico para colaboradores e famílias

Março 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do seu Plano de Contingência, que se encontra em constante atualização, a Altice Portugal, através da Altice Cuidados de Saúde, passou a disponibilizar o acesso a teleconsulta de apoio psicológico para todos os seus colaboradores e respetivas famílias.



Esta medida vem reforçar o apoio que a Empresa tem vindo a dar aos seus colaboradores, perante o cenário atual da saúde pública, com a implementação de diversas medidas e ações preventivas com vista a garantir as condições de segurança e de saúde de todos aqueles que fazem parte da “Família Altice”.

Numa altura em que a saúde psicológica é fulcral, a Altice Portugal disponibilizou dois números de contacto aos colaboradores que necessitem de teleconsulta de apoio psicológico. No dia e hora marcados, um psicólogo entrará em contacto e realizará a consulta.

De recordar que a Altice Cuidados de Saúde, prestadora de cuidados de saúde da Altice Portugal, reforçou a equipa de Saúde no Trabalho, nomeadamente com a integração de novos médicos especialistas adequados ao atual contexto. Paralelamente, também hoje foi reforçado o abastecimento de máscaras hospitalares nos edifícios da Altice Portugal.

“A Altice Portugal manterá, de forma rigorosa, o seu Plano de Contingência, acompanhando a evolução da situação, bem como, comunicando novas medidas que possam vir a ser adotadas na defesa e proteção dos seus colaboradores, parceiros, clientes e fornecedores e na estrita promoção do interesse público”, refere a empresa em nota.

Imagem: DR.

Lavagem estende-se aos espaços exteriores de todas as unidades de saúde e farmácias do concelho

Março 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos informou, em nota de imprensa, que, depois das ruas e das praças da cidade, a Câmara Municipal disponibiliza, a partir de hoje, uma equipa que vai efetuar, nos períodos da manhã e da tarde, a lavagem e desinfeção dos espaços exteriores de todas as extensões e unidades de saúde, públicas e privadas, bem como os espaços exteriores junto às farmácias do concelho.



Trata-se de mais uma medida dinamizada pelo Município de Barcelos, no âmbito da prevenção do novo Coronavírus/COVID-19.

Também hoje, o Município barcelense decidiu encerrar o Cemitério Municipal, por tempo indeterminado. O mesmo só se encontrará aberto para a realização de funerais.

O parque de estacionamento junto ao Edifício dos Paços do Concelho também encerrou ao público a partir de hoje.

O Município de Barcelos apela aos barcelenses para que os contactos com a Câmara Municipal sejam feitos por telefone (253 809 600) ou por e-mail (geral@cm-barcelos.pt).

Fonte e foto: CMB.

COVID-19: Tranquilidade reforça canais de contacto não presenciais para dar resposta a clientes

Março 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Uso de chatbot, via website, e por whatsapp registam aumento significativo de procura

Com as restrições à circulação e contacto entre pessoas devido ao surto epidémico COVID-19, a Tranquilidade reforçou os seus canais de atendimento não presencial para garantir um elevado nível de serviço.



Para além do canal telefónico e e-mail, a Tranquilidade disponibiliza, também, um serviço de chatbot através do seu website ou diretamente por WhatsApp e incentiva os seus clientes, no contexto atual, a utilizarem estes canais alternativos de contacto.

O serviço de chatbot permite, por exemplo, esclarecer dúvidas frequentes, receber a carta verde, pedir referências de multibanco para pagamentos ou fazer alteração de morada.

Trata-se de uma ferramenta interativa e intuitiva que responde de forma automatizada e rápida às dúvidas dos utilizadores e que tem tido uma elevada adesão e eficácia.

Com uma média de mais de 6.000 contactos mensais e uma taxa de resposta automática (sem necessidade de transferência para um operador) de cerca de 70%, os contactos por chatbot registaram um aumento de procura de 37% na última semana.

Para utilizarem o chatbot, os clientes podem fazê-lo diretamente através de mensagens de texto via WhatsApp usando o número 917 775 432 ou, em alternativa, acedendo diretamente a www.tranquilidade.pt.

Imagem: DR.

COVID-19: Santander anuncia medidas extraordinárias para apoio de empresas e particulares

Março 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Banco lança nota de pesar pelo falecimento de António Vieira Monteiro

Com o propósito de apoiar as empresas e as pessoas, o Santander Portugal anunciou, em nota de imprensa, que acabou de adotar um conjunto de medidas extraordinárias e temporárias para negócios e particulares, destinadas a minorar os efeitos da pandemia COVID-19. 



Para todos os comerciantes, o Santander suspende a cobrança da mensalidade dos POS e isenta a aplicação de um valor mínimo sobre as transações efetuadas. Para apoiar as transações “sem contacto”, o Santander suspende, também, a cobrança de todas as comissões do serviço MBWay no POS.

Para todos os clientes particulares, o Santander incentiva a utilização das suas plataformas digitais app ou netbanco, efetuando pagamentos “sem contacto”, cómodos e seguros.

Para este efeito, todos os pagamentos efetuados nos canais digitais encontram-se isentos.

Para as compras presenciais, deve ser privilegiada a utilização da tecnologia contactless, e para este efeito, o Santander vai proceder à substituição de todos os cartões para a nova tecnologia sem qualquer tipo de comissões.

Estas medidas estão em vigor durante pelo menos um mês.

Nota de pesar pelo falecimento de António Vieira Monteiro

“O Banco Santander Portugal manifesta o seu sentido pesar pelo falecimento do seu Presidente do Conselho de Administração, António José Sacadura Vieira Monteiro”, inicia a nota de pesar.

António Vieira Monteiro, 73 anos, dedicou toda a sua carreira à atividade bancária, tendo sido administrador do Santander em Portugal desde 2000 e Presidente da sua Comissão Executiva entre 2012 e 2018. Durante a sua liderança, o Banco consolidou e expandiu a sua atividade em Portugal, mantendo em permanência o rigor e a determinação que sempre o caracterizaram.

Pedro Castro e Almeida, Presidente da Comissão Executiva do Santander Portugal afirmou: “Durante a liderança de António Vieira Monteiro, da qual tive o privilégio de fazer parte, pude sempre constatar a sua perseverança para tornar o Santander em Portugal numa instituição de referência. Vieira Monteiro era um profundo conhecedor do sector bancário, no qual trabalhou ao longo de várias décadas, tendo contribuído de forma muito relevante para aquilo que o Santander em Portugal é hoje: um banco líder, forte e com enorme capacidade para contribuir para o desenvolvimento do País”.

“O Banco Santander, o seu Conselho de Administração e os seus colaboradores endereçam as mais sinceras condolências à sua família e amigos. O legado de António Vieira Monteiro permanecerá sempre connosco”, conclui a referida nota.

Imagem: DR.

COVID-19: Câmara de Barcelos procede a lavagem e desinfeção de ruas da cidade

Março 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Ação insere-se nas medidas de prevenção do novo Coronavírus/COVID-19

No âmbito das medidas de prevenção dinamizadas pelo Município de Barcelos, relativamente ao novo Coronavírus/COVID-19, os serviços do Município de Barcelos iniciaram, na noite de 17 de março, a lavagem de pavimentos de ruas e praças da cidade, tendo iniciado a ação na Avenida Liberdade.



A lavagem será efetuada por duas viaturas, nos períodos da manhã e da tarde; à noite será assegurada por uma viatura. Além destas viaturas, e devido à dificuldade de acesso a alguns locais, serão utilizadas varredoras com colaborador a acompanhar para limpeza e colocação de produto desinfetante líquido.

A ação decorrerá nos seguintes locais, podendo ser acrescentados outros: Avenida da Liberdade; Largo da Porta Nova; Rua D. António Barroso (Rua Direita); Largo Dr. José Novais; Largo Dr. Martins Lima; Largo do Apoio; Largo do Município; Envolvente do Edifício dos Paços do Concelho; Jardim das Barrocas; Praceta Francisco Sá Carneiro; Envolvente do Tribunal; Campo 5 de Outubro; Avenida dos Combatentes; Avenida D. Nuno Álvares Pereira; Avenida Alcaides Faria; Envolvente do Hospital de Barcelos; Praça de Pontevedra; Envolvente do Centro de Saúde Barcelos (Urb. S. José); Envolvente Centro Saúde de Santo António; Envolvente Mercado Municipal.

Fonte e fotos: CMB.

Câmara de Barcelos suspende Feira e Mercado e atendimento no Balcão Único

Março 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos anunciou a suspensão, por tempo indeterminado, da realização da Feira Semanal, bem como qualquer atividade no Mercado Municipal, incluindo a venda de produtos alimentares, e, também, suspendeu a realização de qualquer feira ou forma similar, em espaço aberto e em qualquer dia da semana, na cidade e no concelho de Barcelos.



A Câmara Municipal encerrou também, hoje e por tempo indeterminado, o atendimento no Balcão Único, mantendo-se o atendimento urgente, mas apenas mediante marcação.

Os restantes atendimentos passarão a ser realizados por telefone (253 809 600) e por e-mail (geral@cm-barcelos.pt).

Estas decisões surgem na sequência do parecer favorável do Governo ao decreto Presidencial, emitido hoje, sobre o Estado de Emergência, com aprovação expectável pela Assembleia da República. O decreto vigorará da meia-noite desta quarta-feira até às 23h59 de dia 2 de abril, podendo, nesta data, ser renovado.

Fonte e foto: CMB.

Nação unida

Março 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Joana Martins

Vamos mostrar

A este vírus homicida

Que não pode entrar

Numa nação unida.

Nós não deixamos!!!

.

Para o conseguir vencer

Em casa vamos ficar

Sair, só por dever.

Entrar?

Nós não deixamos!!!

.

Beijinhos, abraços

Apertos de mão

Não!

É prevenção!

Nós não deixamos!!!

.

Já ouvimos

Que lavar as mãos

É essencial!

Entrar?

Nós não deixamos!!!

.

Ganhar distância

Mas ajudar os idosos

Despir-nos da ganância

Os bens essenciais

Têm de chegar para todos.

.

Há seres especiais

Na linha da frente.

A dar o corpo às balas

Não sejas inconsciente.

Nós não deixamos!!!

.

Vamos ver o filme que não vimos

Ler o livro que não lemos

Ligar aos Pais, irmãos,

Aos amigos, aos primos

Que há algum tempo não vemos.

.

Vamos lembrar o valor

Do que não podemos viver

E quando este tempo passar

Vamos querer abraçar

O beijo, o toque, o recomeçar…

.

Vamos mostrar

A este vírus homicida

Que não pode entrar

Numa nação unida.

Nós não deixamos!!!

.

Somos um só!

Um só povo!

Unidos e empenhados até ao fim!

Por: Joana Martins*



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

COVID-19: PSD quer Mecanismo Europeu de Proteção Civil no combate à pandemia

Março 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Os deputados do PSD no Parlamento Europeu questionaram, ontem, a Comissão Europeia sobre a disponibilidade da União Europeia (UE) para assumir a aquisição e o reforço de equipamentos e meios de assistência médica, e para ajudar os Estados-Membros no combate à pandemia provocada pelo COVID-19.



Na interpelação com caráter de urgência, os eurodeputados portugueses defendem a utilização do Mecanismo Europeu de Proteção Civil (MEPC), cuja intervenção tem de ser solicitada pelos Estados-Membros, para “ajudar a salvar vidas humanas” e responder a “uma das piores catástrofes do nosso tempo”.

“Instalação de hospitais de campanha e equipas médicas de emergência, assim como a aquisição de ventiladores, máscaras e outros materiais de proteção são algumas das ações que podem ser asseguradas através deste mecanismo europeu”, afirma o eurodeputado José Manuel Fernandes, que foi o relator da Comissão dos Orçamentos para o novo MEPC.

Devido à epidemia do COVID-19, o Mecanismo Europeu de Proteção Civil foi acionado no final de janeiro, a pedido da França, para repatriar cidadãos europeus que se encontravam na região chinesa de Wuhan, incluindo 20 portugueses. José Manuel Fernandes, eurodeputado do PSD, lembra que, atualmente, “há novas situações de portugueses em dificuldades para regressarem a Portugal, como acontece nas Filipinas”.

Os eurodeputados do PSD, na pergunta enviada à Comissão Europeia, sublinham que “durante as últimas semanas, este flagelo, com epicentro na União Europeia, tem provocado milhares de mortes e obrigado à restrição dos direitos fundamentais de milhões de cidadãos europeus”. Por isso, salientam que “os Estados-Membros da União Europeia precisam hoje, mais do que nunca, da solidariedade europeia para salvar vidas humanas, o que pode ser conseguido através do seu Mecanismo Europeu de Proteção Civil”.

Criado para responder a calamidades e catástrofes naturais e de origem humana, o MEPC foi reforçado em 2019, com a criação de uma reserva de ativos a nível europeu, para responder a situações de emergência, com os meios a serem geridos a nível da UE, com o objetivo de complementar os recursos nacionais. A par de uma resposta coordenada a nível europeu, para evitar a duplicação dos esforços de auxílio e garantir assistência às verdadeiras necessidades das regiões afetadas, está também previsto o envio de missões de peritos, um mecanismo de consulta e a criação de uma Rede Europeia de Conhecimentos sobre Proteção Civil.

Questão enviada à Comissão Europeia assinada pelos seis Eurodeputados do PSD:

«A pandemia associada ao vírus COVID-19 é uma das piores catástrofes do nosso tempo. Durante as últimas semanas, este flagelo, com epicentro na União Europeia, tem provocado milhares de mortes e obrigado à restrição dos direitos fundamentais de milhões de cidadãos europeus. Os Estados Membros da União Europeia precisam hoje, mais do que nunca, da solidariedade europeia para salvar vidas humanas, o que pode ser conseguido através do seu Mecanismo Europeu de Proteção Civil. Neste contexto, pergunto:

1. Quantos Estados Membros pediram o acionamento do Mecanismo Europeu de Proteção Civil até à data?

2. Com que finalidade pediram este acionamento e quais os montantes envolvidos na ajuda a estes Estados Membros?

3. A União Europeia está disponível para a compra dos meios e dos equipamentos necessários para salvar vidas face às insuficiências dos sistemas de proteção civil dos Estados Membros?»

Fotos: DR.

COVID-19: Documentos caducados após 24 de fevereiro continuam válidos até 30 de junho

Março 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Governo emitiu um comunicado, relativo às medidas extraordinárias para a pandemia COVID-19, indicando que a Administração Pública passou a aceitar os documentos cujo prazo de validade tenha expirado a partir de 24 de fevereiro.



A data, que anteriormente remetia para prazos de validade caducados a partir de 9 de março, foi retificada em Diário da República, assegurando que os documentos que tenham de ser renovados e cuja validade termine a 24 de fevereiro serão aceites para todos os efeitos legais até 30 de junho.

Cartão de Cidadão, carta de condução, registo criminal e certidões e vistos relativos à permanência em território nacional são alguns exemplos de documentos que são aceites pelas autoridades.

Leia, na íntegra, a informação necessária constante no Decreto-Lei nº 10-A/2020:

«CAPÍTULO VII

Decurso de prazos

Artigo 16.º

Atendibilidade de documentos expirados

1 – Sem prejuízo do disposto no número seguinte, as autoridades públicas aceitam, para todos os efeitos legais, a exibição de documentos suscetíveis de renovação cujo prazo de validade expire a partir da data de entrada em vigor do presente decreto-lei ou nos 15 dias imediatamente anteriores ou posteriores.

2 – O cartão do cidadão, certidões e certificados emitidos pelos serviços de registos e da identificação civil, carta de condução, bem como os documentos e vistos relativos à permanência em território nacional, cuja validade termine a partir da data de entrada em vigor do presente decreto-lei são aceites, nos mesmos termos, até 30 de junho de 2020.»

Imagem: DR.

COVID-19: Justiça toma medidas para reforçar atendimento à distância

Março 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O atendimento nos serviços públicos da Justiça realiza-se, agora, e de preferência, através da Internet, telefone e correio postal. O atendimento presencial está limitado ao pré-agendamento e reservado aos atos urgentes.



Estas medidas extraordinárias de resposta à pandemia COVID-19, definidas pelo Governo, valem para todos os serviços públicos e passam, também, pelo reforço de outros canais de atendimento, como o telefone e o correio, assim como pelo prolongamento da validade de documentos que caduquem entretanto.

O Cartão de Cidadão, a Carta de Condução, o Registo Criminal, as Certidões e os Vistos de Permanência, cuja validade termine a partir de 24 de fevereiro, podem ser usados até 30 de junho e devem ser aceites como válidos para todos os efeitos legais.

As medidas abrangem as várias áreas governativas, e na Justiça, face às limitações ao atendimento presencial, cidadãos e empresas podem recorrer ao portal https://justica.gov.pt/ (basta clicar para aceder diretamente), onde estão disponíveis mais de 90 serviços online. Renovação do Cartão de Cidadão para maiores de 25 anos; Pedido de 2ª via do Cartão de Cidadão (em caso de perda ou roubo); Alteração da morada no Cartão de Cidadão; e o pedido e/ou consulta de Certidões, certificados de admissibilidade de firma ou denominação e de atos de registo civil, predial, comercial ou automóvel servem de exemplo.

De referir que alguns destes serviços também podem ser requeridos através de correio postal. Para tal, deve consultar as respetivas páginas de serviço no referido portal para mais informação.

COVID-19: Documentos caducados após 24 de fevereiro continuam válidos

O Governo emitiu um comunicado, relativo às medidas extraordinárias para a pandemia COVID-19, indicando que a Administração Pública passou a aceitar os documentos cujo prazo de validade tenha expirado a partir de 24 de fevereiro.

A data, que anteriormente remetia para prazos de validade caducados a partir de 9 de março, foi retificada em Diário da República, assegurando que os documentos que tenham de ser renovados e cuja validade termine a 24 de fevereiro serão aceites para todos os efeitos legais até 30 de junho.

Cartão de Cidadão, carta de condução, registo criminal e certidões e vistos relativos à permanência em território nacional são alguns exemplos de documentos que são aceites pelas autoridades.

COVID-19: Estado de alerta e serviços públicos

No contexto de medidas extraordinárias para o Coronavírus/COVID-19, é recomendado que se utilizem canais digitais e telefónicos para acesso a serviços públicos.

O Governo já tomou medidas extraordinárias para responder a esta pandemia, entre as quais estão várias iniciativas que permitem aliviar a afluência aos balcões e serviços de atendimento, reforçando o atendimento digital e o apoio telefónico para a realização de serviços à distância, e prolongando a validade de documentos que, entretanto, caduquem.

O Cartão de Cidadão, a Carta de Condução, o Registo Criminal, as Certidões e os Vistos de Permanência, cuja validade termine a partir de 24 de fevereiro, permanecem válidos até 30 de junho.

COVID-19: Justiça reforça serviços de atendimento não presencial

O atendimento online, por telefone ou por correio postal são alternativas que o Ministério da Justiça disponibiliza e que está a reforçar para evitar deslocações desnecessárias dos cidadãos aos tribunais e aos serviços de registos.

Tendo em atenção as diretrizes da Direção-Geral de Saúde (DGS) relativamente ao COVID-19, os planos do Ministério da Justiça para a área dos Registos e para os Tribunais partem de uma estratégia de redução de pontos de contacto humano, em número, em tempo, em intensidade e em frequência, e também de reforço dos procedimentos de limpeza e higienização dos espaços, como explicou a Ministra da Justiça, no passado dia 10 de março, durante a audição regimental de março, no Parlamento.

Cidadãos e empresas podem recorrer ao portal https://justica.gov.pt/, onde estão disponíveis mais de 90 serviços online, entre eles a Renovação do Cartão de Cidadão para maiores de 25 anos; o Pedido de 2ª via do Cartão de Cidadão (em caso de perda ou roubo); a Alteração da morada no Cartão de Cidadão; e o pedido e/ou consulta de Certidões, certificados de admissibilidade de firma ou denominação e de atos de registo civil, predial, comercial ou automóvel.

COVID-19: Organismos da Justiça apresentam planos de contingência

Cumprindo as orientações da DGS, os organismos do Ministério da Justiça criaram planos de contingência de resposta a um cenário de epidemia pelo novo Coronavírus, para implementação nos seus serviços.

No âmbito do Despacho n.º 2836-A/2020, de 2 de março, que ordena aos empregadores públicos a elaboração de um plano de contingência alinhado com as indicações publicadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), para prevenção e controlo de infeção por novo Coronavírus (COVID-19), e da respetiva Orientação da DGS nº 006/2020, de 26 de fevereiro – “Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19). Procedimentos de prevenção, controlo e vigilância em empresas” -, os organismos do Ministério da Justiça elaboraram planos de contingência.

Os planos de contingência apresentados para responder a um cenário de epidemia pelo COVID-19 são os que, neste momento, se revelam mais adequados à realidade. Serão adaptados e atualizados consoante o evoluir da situação o exija e em função das orientações que vão sendo divulgadas pela DGS.

Fonte: JUSTIÇA.GOV.PT.

Imagem: DR.

1 3 4 5 6 7 511
Ir Para Cima