Arquivo de Categorias

Mundo - page 273

Apresentação do livro “Entre a Lagoa e o Canal – Caminhos Proibidos” na Biblioteca Municipal

Maio 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

É já no próximo dia 20 de maio, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, que se realiza a apresentação do livro “Entre a Lagoa e o Canal – Caminhos Proibidos”, de António Poças.

O livro, editado pela Chiado Editora, é um romance que trata de histórias e dramas vivos de pessoas concretas. Umas venceram; outras obtiveram o reconhecimento da sua diferença.

António Carvalho Teixeira Poças nasceu em Moreira do Castelo, Celorico de Basto, em 27 de outubro de 1945. Casou com Laura de Fátima Rocha Poças. Viveu 18 anos em Moçambique. Exerceu a profissão de empregado bancário. Estudou Teologia e Humanidades no Centro de Cultura Católica, no Porto. É diácono permanente e foi ordenado na Sé do Porto, em 26 de abril de 1992.




Em “Nota Prévia”, o autor escreve que:

“O internado de Malhangalene [Moçambique] é o ponto de partida e a charneira existencial de um grupo de amigos que empreendem direções diferentes pelos caminhos do mundo.” (…)

“O realismo das narrativas, por vezes chocante, tem a ver com o profundo sentimento humanista que preenche as cavidades mais recônditas do corpo e da alma do narrador. Se a vida é cheia de contrastes, o realismo chocante empresta-lhe essas figurações. Em vez de juízos morais, move-o muito mais a misericórdia…

Os homens e as mulheres são como são: com qualidades e defeitos e é assim que os quero aceitar, por muito que isso choque com os meus critérios e arquétipos sociais, morais, religiosos, políticos…”(…)

“Não será por acaso que hoje se fala tanto de relações incestuosas, homossexualidade, pedofilia…, cujos efeitos e mazelas graves rebentam no seio das famílias e das instituições mais insuspeitas e honoráveis…”(…)

“Casos como o Bruno, o Sidónio Martins (de alcunha ‘Lambreta’), o Calheiros (‘Labecas’, para os amigos), configuram os chamados “comportamentos desviantes” de alguns rapazes que arrastaram consigo conflitos de personalidade, que não foram resolvidos no tempo oportuno. Aqueles tempos eram outros e as ciências sociais, a pedagogia, a sociologia e a psicologia tinham ainda muito caminho a percorrer até penetrar nas obscuras zonas do subconsciente e do inconsciente humano”.

Fonte e imagem: Agenda Cultural da CMB.

Jornadas de Teatro em Feitos

Maio 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Associação de Teatro Experimental de Feitos organiza, nos fins de semana de 20 e 21 de maio e 27 e 28, as Jornadas de Teatro de Feitos, com a peças a serem representadas no Centro Cívico de Feitos. As entradas são gratuitas.

associação-teatro-experimental-feitos

Este evento recebe quatro peças de teatro amador representadas por três grupos do concelho de Barcelos e um do de Esposende.

Assim, já no dia 20 de maio, pelas 21h00, vai a cena a pela “O Gato”, pelo grupo Forjães em Cena. No dia seguinte, 21 de maio, pelas 16h00, será a vez da peça “Enxota Diabos”, pelo Grupo Cénico Lírio do Neiva, com a participação especial das Cantadeiras do Lírio do Neiva.

No fim de semana seguinte, dia 27 de maio, pelas 21h15, estará em cena a peça “República de Mulheres”, pelo TPC – Teatro Popular de Carapeços. Por fim, no dia 28, pelas 16h00, será a vez de “O Genro Doutor”, pelo Teatro Experimental de Feitos.




Fonte e imagem: Agenda Cultural da CMB.

Chefe da Representação da Comissão Europeia debate futuro da Europa no IPCA

Maio 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Chefe da Representação da Comissão Europeia, Sofia Colares Alves, estará hoje, 18 de maio, no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, para um debate com os cidadãos da região sobre o futuro da União Europeia e a importância da sua dimensão social. O debate, com entrada livre, terá início pelas 18h30 e decorrerá no Auditório Engº António Tavares (Campus do IPCA).

ipca(horizontal)

Com Sofia Colares Alves estará o eurodeputado José Manuel Fernandes e a conversa será moderada por Paulo Monteiro, diretor do diário “Correio do Minho”.

O evento, organizado com o apoio do Centro de Informação Europeia (CIED) de Barcelos, será uma conversa interativa centrada nas questões e sugestões dos participantes sobre os possíveis cenários para o futuro e qual deve ser o papel da Comissão Europeia.

Antes do debate, pelas 17h00, Sofia Colares Alves visitará o Campus e conhecerá o Centro de Investigação e Desenvolvimento de Jogos Digitais, um projeto que é apoiado pelos fundos da União Europeia.




No âmbito dos 60 anos do Tratado de Roma que se celebram este ano, a Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal vai participar em vários eventos para dialogar diretamente com os cidadãos de todo o país e ouvir, deles, as suas questões e sugestões com base no Livro Branco sobre o futuro da Europa, lançado pelo Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Fonte: IPCA.

Barcelense Tuck pode estar a caminho do Gil Vicente

Maio 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Numa notícia avançada pelo portal zerozero.pt, o barcelense Tuck poderá estar perto de assinar pelo Gil Vicente. O treinador terminou o seu contrato com o Sacavenense, do Campeonato de Portugal (antiga 2ª divisão B). No clube de Sacavém conseguiu vencer a Série G mas não conseguiu, no entanto, garantir a subida à Ledman LigaPro (2ª Liga).

Aliás, o próprio Sport Clube Sacavenense anunciou o término da ligação entre o clube e Tuck, em comunicado na página oficial do Facebook, onde o clube esclarece que não conseguiram chegar a acordo com Tuck para renovação de contrato.




João Carlos Novo de Araújo Gonçalves, conhecido no futebol por “Tuck”, é natural de Barcelos e tem 47 anos. Iniciou a carreira como treinador nos juniores A do Belenenses. Passou, depois, por Sintrense, Loures, Casa Pia, Sertanense e Sacavenense.

Como jogador, em seniores, passou pelo Prado, Gil Vicente (9 anos, entre 89/90 e 97/98) e pelo Belenenses (7 anos, entre 98/99 e 04/05), clube onde terminou a carreira de futebolista profissional.

Se se confirmar esta notícia avançada pelo zerozero, será um “regresso a casa” de Tuck. Poderá implicar, todavia, a saída de Álvaro Magalhães do comando técnico do Gil Vicente.

A importância dos relacionamentos entre pares na recuperação pessoal

Maio 17, 2017 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora
Rita Rodrigues
Rita Rodrigues

Como já abordei anteriormente é possível a recuperação pessoal na Saúde Mental e um dos fatores importante para a promoção da recuperação pessoal é o relacionamento entre pares.

De acordo com o Guia para Profissionais da Saúde Mental, 100 Modos de Apoiar o Recuperação Pessoal (2009) existe três tipos de suporte interpares:

Os Grupos de auto-ajuda ou ajuda mútua: dão prioridade à experiência vivida e desenvolvem estruturas com base na premissa que todos os participantes têm algo a contribuir;

Especialistas de Suporte Interpares: o especialista de suporte interpares é um cargo no sistema de saúde mental para o qual a experiência pessoal de doença mental é um requisito. Este cargo origina alguns benefícios:

  1. Para a pessoa contratada (Especialista de suporte interpares, com experiência vivida de doença mental) trata-se de um emprego com todos os benefícios inerentes. A vivência da doença mental pela pessoa é valorizada o que pode resultar na manutenção da recuperação pessoal. O Especialista de Suporte Interpares dá algo aos outros, um componente importante para a recuperação pessoal. A auto-gestão e as aptidões relacionais com o trabalho são consolidadas;
  2. No que concerne aos outros profissionais, a presença de especialistas de suporte interpares conduz à consciencialização acrescida de valores pessoais. A interação entre colegas pares atenua a distância existente nos serviços entre os profissionais e os utentes, de forma natural e não forçada;
  3. Para o utente, a presença do Especialista de Suporte Interpares nos serviços são exemplos palpáveis de recuperação pessoal – um poderoso criador de esperança. Pode promover, também, um menor distanciamento social com os restantes profissionais, levando a um maior compromisso e envolvimento no serviço.

Programas Geridos por pares: é um serviço cujo objetivo é promover a recuperação pessoal através dos valores e das práticas de funcionamento, através de uma perspetiva muito diferente da dos serviços tradicionais de saúde mental. O principal objetivo é apoiar as pessoas a reassumir a responsabilidade pelo seu futuro.

“Conheça todas as teoria, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana.” Carl Jung

Por: Rita Rodrigues*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)




Linha de Muito Alta Tensão: Câmara pede a revogação da Declaração de Impacto Ambiental

Maio 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos apresentou uma exposição ao Provedor de Justiça contra a instalação da Linha de Muito Alta Tensão (LMAT) no concelho de Barcelos, na sequência da Ação Administrativa de Impugnação da Declaração de Impacto Ambiental (DIA) apresentada, em fevereiro passado, no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga contra a construção do projeto “Ponte de Lima – Vila Nova de Famalicão, a 400 KV (Troço Intermédio) ”.

Em comunicação enviada aos órgãos de comunicação social, o Município de Barcelos explica, mais pormenorizadamente, as bases da sua exposição, onde exige a “revogação da DIA (emitida em novembro de 2016) e a suspensão imediata da Avaliação de Impacto Ambiental (AIA), bem como a ponderação de um novo/novos trajetos alternativos”. Essa exigência apresentada pelo Município tem por base “um estudo e uma análise pormenorizada das lacunas, omissões e violações legais contidas na referida Declaração de Impacto Ambiental”.




De igual modo, o Município barcelense alerta para o facto de que o “trajeto viola princípios fundamentais, tais como o princípio da precaução (princípio da doutrina europeia que intervém em situações de risco grave e de incertezas significativas) ”. De acordo com o Município, estão em causa, neste processo, “os riscos ambientais ou ecológicos, os danos à saúde pública e à qualidade de vida, ou seja, põem em causa valores fundamentais, constitucionalmente consagrados”. Mais, “os riscos que estão em equação são graves, podem afetar toda a população barcelense, e comportam um grau de incerteza grande, na medida em que subsistem dúvidas relevantes, e justificam atuações precaucionais que não se compadecem com medidas de minimização e planos de monitorização, mas sim pelo estudo de outros traçados alternativos, que não penhorem o concelho de Barcelos e as suas populações”.

Na ótica do Município, subsistem, igualmente, “várias ilegalidades, como a omissão legislativa. Com efeito, a Declaração de Impacte Ambiental está ferida de ilegalidade, pois a Lei n.º 30/2010, de 2 de setembro, sobre a proteção contra exposição aos campos elétricos e magnéticos derivados de linhas, de instalações e de equipamentos elétricos, está ainda por regulamentar”. Ora, ainda de acordo com o Município, se não existe esse decreto-lei, então “não pode, à luz da legalidade, e sobretudo da precaução, atentos os interesses fundamentais em jogo (saúde humana, ambiente, paisagem, ordenamento do território) a APA, I.P. ignorar a Lei  n.º 30/2010, pois, ao fazê-lo, a DIA é claramente ilegal e violadora do princípio de precaução, e permite assim que se coloque em risco desconhecido as populações diretamente afetadas pela LMAT”.

Por fim, na argumentação apresentada pelo Município constam, ainda, “o erro nos pressupostos”, relacionado com “a falta de ligação do projeto da LMAT a Espanha, a divisão por lotes da avaliação/aprovação da Linha, a violação da autonomia do poder local (compromete a prossecução dos objetivos estratégicos definidos pelo Plano Diretor Municipal) e questões ambientais específicas, como a poluição sonora, os valores ecológicos, os solos agrícolas, a saúde pública, o património cultural, as áreas de incêndio, os recursos minerais e naturais, as habitações e o património público e privado”.




De ressalvar que o Município de Barcelos apresentou esta ação administrativa de impugnação da DIA, emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em conjunto com as juntas de freguesia do concelho de Barcelos.

De acordo com dita comunicação, o Município de Barcelos pretende reiterar a sua “oposição à passagem da Linha de Muito Alta Tensão no seu território”.

Fonte: Município de Barcelos.

Passeio de bicicleta “Dia 1 de Portugal” promovido pela Associação de Ciclismo do Minho

Maio 16, 2017 em Atualidade, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no dia 24 de junho, em Guimarães, o Passeio de Bicicleta “Dia 1 de Portugal”, promovido pela Associação de Ciclismo do Minho. A iniciativa é de participação gratuita (oferta de t-shirt oficial e de seguro), havendo a possibilidade de inscrição no Passeio e Mini Passeio. O arranque está marcado para as 10h00, junto ao Estádio D. Afonso Henriques.

A 9ª edição do Passeio de Bicicleta “Dia 1 de Portugal” terá dois percursos de dificuldade baixa (passeio e mini passeio), procurando incentivar a participação de todos os interessados, independentemente da idade e da condição física.




O Passeio pretende incentivar, igualmente, a prática desportiva e a utilização da bicicleta como opção de mobilidade, para além de assinalar uma importante data histórica, a Batalha de São Mamede (24 de Junho de 1128) que viria a ser designada como “a primeira tarde portuguesa”.

Como referido, a inscrição é gratuita e os participantes no Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal terão direito a uma t-shirt oficial, oferecida pela Liberty Seguros; habilitam-se ao sorteio de prémios oferecidos pelos diversos parceiros da iniciativa, e estarão cobertos pelo seguro desportivo. As inscrições para o Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal devem ser efetuadas online em (basta clicar): http://www.acm.pt/index.php?cat=resultados&subcat=prova&id=1209.

Com partida, e chegada, junto ao Estádio D. Afonso Henriques (início às 10h00), a iniciativa terá dois percursos (Passeio e Mini Passeio), sendo o trajeto inicial (no Centro Histórico de Guimarães) efetuado em conjunto por dois grupos de participantes. À passagem pelo local da partida, depois do trajeto inicial no Centro Histórico, termina o Mini Passeio.

associação-ciclismo-minhoO Passeio de Bicicleta “Dia 1 de Portugal” conta, entre outros, com os seguintes apoios: Câmara Municipal de Guimarães, Federação Portuguesa de Ciclismo, Liberty Seguros, Cision, Arrecadações da Quintã, Raiz Carisma – Soluções de Publicidade, POPP Design, Tempo Livre / Centro de Medicina Desportiva de Guimarães, Vitrus Ambiente, Salvaggio, Controlsafe, Eyemotion, AFAcycles, Guimarpeixe, Hotel ibis – Guimarães, Enfcare – Serviços de Enfermagem, Lda., Interfios, Pevigel, FOX, FNAC – Guimarães e Ciclismo a Fundo (revista oficial).




Nas edições anteriores, a iniciativa integrou a programação de “Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura”, de “Guimarães 2013 – Cidade Europeia do Desporto”; foi o evento escolhido pelo Comité Olímpico de Portugal para assinalar o Dia Olímpico (2013); integrou o programa oficial das Comemorações dos 8 Séculos da Língua Portuguesa; e fez parte do programa do centenário do Centro Juvenil de São José.

Fonte e imagens: ACM.

José Dias, da ACR Roriz, continua em 2º na Taça de Portugal BTT

Maio 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O atleta da ACR Roriz SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, José Dias, mantém o 2º lugar no Ranking Nacional da Taça de Portugal de BTT – XCO após a etapa do Fundão, que se realizou este último domingo e na qual o atleta conquistou o 4º posto.

O atleta barcelense encontra-se a 13 pontos do atual líder, Mário Costa (Montraker – Primaflor), e com 12 pontos de vantagem sobre o 3º classificado, o Campeão Nacional, David Rosa (TROPIX).

Ainda nesta etapa do Fundão, destaque, também, para a prestação da júnior feminina Débora Figueiredo, que terminou no 4º lugar. Quanto a juniores masculinos, Hélder Gonçalves e Tiago Fernandes foram 12º e 13º, respetivamente, sendo que Pedro Figueiredo não concluiu.

18425024_1586001298108605_8546897537722057655_n

Já no escalão mais jovem em prova, houve boas prestações dos atletas da equipa de Roriz, já que João Carvalho e Pedro Silva conquistaram o 6º e 7º lugar, respetivamente, Lucas Braga foi 24º, João Lobo foi 25º e Vítor Costa foi 39º.




Por equipas, a ACR Roriz SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT conquistou o 7º lugar entre as 29 formações presentes.

Fonte e imagens: ACR Roriz Cycling Team.

Joel Sá apresenta projetos de resolução sobre Caminho de Santiago e Ourivesaria

Maio 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O deputado barcelense Joel Sá, eleito pelo PSD, apresentou dois Projetos de Resolução que recomendam ao Governo a realização de ações de proteção, valorização, divulgação e promoção do Caminho (“Central”) Português de Santiago e a adoção de medidas que promovam o desenvolvimento do sector da ourivesaria e o reforço das contrastarias.

Joel_Sá

Mais concretamente em relação ao Caminho Português de Santiago, o projeto recomenda ao Governo “a realização de ações de proteção, valorização, divulgação e promoção do Caminho (‘Central’) Português de Santiago enquanto via estruturante e principal do Caminho Português de Santiago”; a “melhoria das infraestruturas associadas, nomeadamente das condições de segurança nos (reduzidos) traçados coincidentes com vias rodoviárias”; a “limpeza e manutenção periódica dos caminhos”; o “apoio às Associações e/ou Entidades Jacobeias (principalmente constituídas por voluntários que, diariamente, promovem a Hospitalidade entre os Peregrinos – principal via de promoção do Caminho de Santiago) ”; a “difusão nacional e internacional de informação atual e credível sobre os itinerários e pontos de apoio, na proteção de todo o Património Cultural e Histórico existente”; e a promoção da “ratificação municipal de itinerários, incluindo-os, por exemplo, nos PDM municipais”.




ourivesaria-anelJá em relação ao setor da ourivesaria e do reforço das contrastarias, o projeto recomenda ao Governo que “promova a avaliação do impacto legislativo decorrente da aplicação da Lei n.º 98/2015, de 18 de agosto, que aprovou o regime jurídico da ourivesaria e das contrastarias, e da Portaria n.º 403-B/2015, de 13 de novembro, e à sua revisão e adaptação face aos impactos sentidos pelos agentes económicos”; que “proceda à auscultação e diálogo com os agentes económicos do sector da ourivesaria, bem como com os seus representantes para efeitos da concretização da recomendação referida no parágrafo anterior”; e que “diligencie no sentido da uniformização de procedimentos entre as diferentes Contrastarias, sem esquecer a redefinição do quadro regulamentar sobre os prazos de entrega dos lotes apresentados na Contrastaria da INCM e a revisitação da tabela de preços para efeitos de emissão de licenças para os agentes económicos em função da sua atividade no sector, visando-se a redução dos custos administrativos designadamente para as pequenas e médias empresas”.



Olhar

Maio 15, 2017 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora
joanamartins
Joana Martins

É no olhar que revelo

Os tesouros que guardo

Mais do que palavras

Mais do que segredos.

 

Os meus desejos

Os meus medos

As minhas certezas

Quebram rochedos.

 

Guardo como diamantes

Emoções com valor

Brilham como estrelas

E ao meu olhar dão cor.

 

Arco-Íris que se criou

Nos meus olhos ganhou vida

Com lápis delineou

Em meu olhar a saída.

 

Nas pupilas, girassóis

Nas pestanas, baloiçam sentimentos

Florescem e perfumam

A menina do meu olho.

 

E lá no fundo,

A menina sozinha a brincar

Não pára de crescer

E dá brilho ao meu olhar.

 

O meu olhar é espelho da minha alma!

Por: Joana Martins*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)



Ir Para Cima