COVID-19: Declaração de óbito deve ser pedida por e-mail

Abril 21, 2020 Atualidade, Concelho, Mundo

Segundo do Instituto dos Registos e Notariado, o Decreto-Lei nº 16/2020, de 15 de abril, estabeleceu medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia COVID-19, que se destinam a permitir a prática de atos por meios de comunicação à distância,  prevendo o artigo 11º do referido Decreto-Lei que o falecimento de qualquer indivíduo, ocorrido em território português, pode ser declarado através de mensagem de correio eletrónico, a enviar para o endereço eletrónico de qualquer conservatória do registo civil.



Para pedir o registo de um óbito, deve enviar um e-mail dirigido ao/à Conservador/a, seguindo os passos:

1 – Preencha os elementos para o auto de declaração de óbito e verbete estatístico;

2 – Anexe esses documentos ao pedido;

3 – Envie o e-mail para uma conservatória de registo civil.

Para descarregar os modelos – Modelo da comunicação; Auto de declaração de óbito; Verbete estatístico para óbito (28 ou mais dias); e Verbete estatístico para óbito fetal e menos de 28 dias (neonatal) – assim como para ficar a conhecer os e-mails do Registo Civil, clique no link que se segue e aceda automaticamente:

https://irn.justica.gov.pt/Declaracao-de-obito-por-correio-eletronico

Fonte e imagem: IRN.

PUB

218910333_904017513661701_8501182798823808285_n-1.png

PUB

mod-art-300-250.jpg

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

PUB

120x160-1_page-0001-e1670068727131.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ser mulher e ser cigana

Ana Patrícia Barroso, natural de Barcelos, mestre em Serviço Social pela Universidade
Ir Para Cima