COVID-19: PSD Barcelos apresenta novas propostas de medidas a serem adotadas

Abril 16, 2020 Atualidade, Concelho, Economia, Educação, Mundo, Política

Em nota enviada hoje às redações, o PSD Barcelos apresentou três propostas no âmbito do momento de emergência nacional resultante da pandemia COVID-19. Propostas essas que se relacionam com o Mercado Municipal e a Feira; apoios às escolas e comunidade escolar; e apoio às empresas.



“Face à pandemia pela COVID-19, o PSD de Barcelos está focado no esforço que se pretende, exista e seja mais ativo no apoio às Famílias e Empresas atingidas nos seus rendimentos em consequência dessa pandemia”, refere, sendo que “numa atitude de atuação colaborativa e célere que é urgente implementar ao nível Municipal, o PSD de Barcelos sugere” as medidas “a tomar de imediato”.

A primeira refere-se ao Marcado Municipal e à Feira, com o PSD Barcelos a propor que “devem reabrir, salvaguardando as necessárias orientações sanitárias, porque os Produtores estão a ser prejudicados e precisam de vender os seus produtos, bem como os Cidadãos precisam de comprar produtos originários do nosso Concelho.  Note-se que, a Feira de produtos Alimentares poderia não ter encerrado, isto se a Câmara tivesse analisado o requerimento que o PSD lhe apresentou no dia 17 de março. Ressalva-se ainda que, com o fecho dos outros Setores da Feira, o Setor dos Produtos Alimentares poderia ter sido reorganizado numa área maior e com mais espaço entre Feirantes e Visitantes”.

Em relação à segunda, de apoio às escolas e comunidade escolar, expões que “com o início do ensino à distância ou da nova Telescola, não podem acentuar-se diferenças sociais entre os alunos, devido à falta de computadores e/ou Internet. Considerando o período extraordinário de emergência e isolamento que o país se encontra, e tendo sido definido pelo Governo, a data e forma como o resto do ano letivo vai decorrer, todos os alunos deverão ter a garantia e as mesmas oportunidades e nesta matéria, sugere-se que a Câmara Municipal deverá fornecer os meios às Famílias que não têm condições económicas para os adquirir.  Podem também ser organizados programas de apoio escolar a alunos com mais dificuldades. No pressuposto desta atuação por parte do Município, sugere-se que o dinheiro previsto para a Festa das Cruzes deve ser aplicado na ajuda a estas Famílias”.

Por fim, sobre o apoio às empresas, o maior partido da oposição refere que “muitas Empresas do Concelho vivem momentos muito difíceis, contudo, muitas delas estão preparadas para produzir e distribuir materiais de consumo diário no combate a esta pandemia, tais como, máscaras, batas, viseiras, etc.  A Câmara poderá dinamizar uma estratégia em conjunto com essas Empresas para assegurar a produção e a compra pelo Município, de modo a promover a distribuição desses equipamentos pelas Instituições e pela população do Concelho. Com essa medida, a Câmara ajuda as Empresas e protege os Cidadãos”.

O PSD Barcelos relembra, ainda, que apresentou “à Câmara Municipal, já no passado dia 27 de março, 50 Propostas concretas e exequíveis para ajudar as Instituições de Saúde, as Juntas, as IPSS, as Empresas, as Escolas e os Cidadãos na proteção da pandemia pela COVID-19”, concluindo que “temos de atuar já e em força, senão, tememos que, quando desacelerada a pandemia pela COVID-19, Barcelos vai ficar ainda mais para trás, face aos grandes Concelhos do Minho”.

Foto: DR.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima