Dedicada ao Mister Vítor Oliveira!

Dezembro 3, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH.

Antes de mais, e como já todos sabem, quero dar uma palavrinha sobre o Mister Vítor Oliveira. Quem fala dele, associa logo ao “Rei das Subidas”, ao homem de sucesso que é. Quem gosta de futebol, gosta de futebol e gosta de Vítor Oliveira! Treinou a nossa equipa o ano passado. Era um senhor. Era, não, é! É um senhor do futebol que sabe falar e diz tudo, educadamente, mas diz. Não deixa por dizer. Como pessoa, é super acessível, simpática, frontal. É difícil de acreditar, mas já não está entre nós. A todos os familiares e amigos, endereço os meus sentimentos e que chegue aos vossos corações muita força.



Quanto ao Gil, houve mudanças. Ricardo Soares substituiu Rui Almeida na paragem das competições. Arrancou na semana seguinte, para a Taça de Portugal, num jogo com o Oleiros. O Gil Vicente passou à próxima fase, mas o Oleiros foi quem mandou no jogo. O Gil Vicente queria entrar no jogo, mas teve bastantes dificuldades para criar oportunidades de golo. Ia valendo Denis para segurar o jogo. Depois dos 90m, fomos para prolongamento e, aí, já começámos a criar algumas oportunidades, mas o jogo só ficou decidido nas penalidades, valendo a defesa de dois penáltis, por Denis. Seguimos em frente na Taça em jogo sofrido.

Voltámos ao campeonato. E voltámos ao nosso estádio. O nosso adversário era o Rio Ave. O momento do jogo? Sem dúvida, a homenagem a Vítor Oliveira no início do jogo. Antes do minuto de silêncio, os dois capitães de equipa, Rúben Fernandes e Filipe Augusto, colocaram uma coroa de flores e uma camisola dos dois emblemas no centro do relvado. Foi um momento bastante emocionante.

O Rio Ave entrou a mandar no jogo, mas o Gil manteve-se bem organizado e fechado, a dificultar o acesso à baliza. O Gil Vicente adiantou-se no marcador com um erro de Filipe Augusto, que acabou por acertar na própria baliza. O Rio Ave correu atrás do prejuízo, mas sem grandes sustos para Denis e chegámos, assim, ao intervalo com vantagem no marcador.

Na segunda parte, o Rio Ave teve mais posse de bola, mas o Gil Vicente esteve em contra-ataque. Valeu o Denis, com excelentes defesas, como já estamos habituados. Já em tempo de compensação, Lourency fez um golo, em arco, que ditou os 3 pontos para a equipa da casa.

Esta vitória foi importante. Primeiramente, dedicada ao mister Vítor Oliveira e, depois, para nos aliviar dos lugares de lá debaixo.

Próximo teste de fogo é já este sábado, com o Moreirense.

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer”: é isto!

Sábado sintam o Gil, façam-se ouvir nas redes sociais. Apoiem. O resto…Com vontade, vem.

Até sábado!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

PUB

WhatsApp-Image-2021-04-09-at-14.18.52.jpeg

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima