Encontro às Cegas

Outubro 24, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião, Saúde
Cláudia Velez

Imagina, por um dia, que ficarias cega. Deixarias de ver tudo o que te rodeia. Deixarias de ver o mundo como o conheces e passarias a ver tudo negro, sem qualquer brilho ou cor.



Fecha os olhos por um segundo e experimenta…qual a sensação…sentiste? Eu sei que sim! Não é uma sensação nada agradável, pois não? Agora imagina teres essa sensação durante uma vida inteira. A sensação de ver tudo escuro, de sentir tudo escuro, porque o mundo, aos teus olhos, é todo escuro. Vives uma vida que não te faz feliz, vives um emprego que não te preenche, vives uma relação que não é para ti, que nem sequer te sentes amada, vives a mostrar aos outros aquilo que não és e, fundamentalmente, vives uma vida que parece que nem é a tua vida. Vives, diariamente, à espera que o dia de amanhã seja melhor e é assim que muitos vivem…

Vives como se os teus olhos não conseguissem ver mais além. Vives numa total escuridão, porque tu não acreditas que há mais além daquilo que tu conheces.

E se eu te disser que há mais além? E se eu te disser que por trás da cegueira há uma pérola que tu ainda não descobriste?

Mas, para isso, tens de ter a coragem de te encontrares com a tua própria cegueira.

A cegueira que muitos de nós vivem e não têm a coragem de a enfrentar, porque escolheram viver numa luz ilusória e que, aos olhos dos outros, fazem acreditar que somos felizes.

Deixo algumas questões para refletires:

– Quem te tiveste de tornar pelo que te aconteceu?

– Quem gostarias de ser, se aceitasses o teu problema?

– Se pudesses descobrir o que te beneficiou ao teres vivido o que viveste, o que estarias disposto a fazer?

– Imagina o que seria a tua vida se descobrisses que, por detrás do teu maior problema, está o teu maior presente.

“Muda a tua mente, muda o teu corpo”.

Por: Cláudia Velez* (Eneacoach Transformacional & Terapeuta em Saúde Integrativa Sistémica)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Imagem: DR.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima