Famalicão vence Gil Vicente e escapa dos lugares de descida

Abril 23, 2021 Atualidade, Concelho, Desporto

 O Famalicão deu ontem um passo importante na luta pela manutenção, ao vencer 3-0 em casa do Gil Vicente, em partida da 28.ª jornada da I Liga de futebol.

Um ‘bis’ de Iván Jaime, aos 69 e 90+4, e um golo de Leonardo Campana, aos 90, construíram o triunfo da equipa famalicense, que continua a recuperar e a fugir à zona de despromoção, enquanto os gilistas, que vinham de uma vitória surpreendente em casa do Benfica, ainda não estão completamente a salvo, num jogo em que ficaram reduzidos 10 aos 86 minutos, por vermelho direto a Ygor Nogueira.

Com esta vitória, o Famalicão sobe ao 13.º lugar, com 30 pontos, mais cinco do que o Farense, primeira equipa abaixo da linha de despromoção, e mais três do que o Marítimo, que ocupa o posto que dá acesso ao ‘play-off’ com o terceiro classificado da II Liga, enquanto o Gil vicente é 11.º, com 31 pontos.

Declarações após o Gil Vicente-Famalicão (0-3), jogo da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio Cidade de Barcelos.

Ricardo Soares, “Claramente que fomos penalizados com um resultado que não condiz nada com o que se passou no terreno do jogo. Temos de dar os parabéns a quem faz três golos, sendo certo que dois são quando já temos menos um jogador e estávamos a tentar conquistar pelo menos um ponto. Mas poderíamos ter feito mais.

O Famalicão teve uma eficácia tremenda na primeira oportunidade para fazer golo. Há equilíbrio entre as equipas. O Famalicão tem uma excelente equipa, com muita qualisade individual, e notou-se pela eficácia. Vai ser uma luta titânica até ao fim [pela manutenção]. Há que ir ao Belenenses [SAD] tentar conquistar pontos.

Vínhamos de um jogo de alta intensidade [com o Benfica], enquanto o Famalicão teve poucos dias para preparar o jogo [para explicar a aparente baixa intensidade da primeira parte]. Foi um jogo no qual havia duas equipas com a consciência de que os pontos são extremamente importantes e de que o risco tem de ser moderado. Entrámos no jogo para passar para a frente do ?marcador, mas do outro lado estava uma equipa bem organizada, em bloco baixo, a apostar nas transições. [Na primeira parte], tivemos duas ocasiões flagrantes, uma das quais vai ao poste. O Famalicão teve duas ou três transições na primeira parte, mas não permitimos ocasiões.

Na segunda parte, tivemos um lance em que o Pedro Marques falha isolado. A partir do momento em que o Famalicão fez o 1-0, não nos perturbou, mas fechou muito bem os espaços. Houve lances em que não decidimos bem, mas deve-se enaltecer a organização do Famalicão. Depois da expulsão, mostrámos caráter, mas demos espaços e veio ao de cima a qualidade dos jogadores do Famalicão. O resultado acaba por ser mentiroso e exagerado.

Perder é sempre mau. Quando nós perdemos e não temos o nosso processo identificados ou não cumprimos o plano de jogo, aí fico preocupado. Não foi o caso de hoje. Os meus jogadores trabalharam muito, estiveram focados, mas faltou-nos eficácia nos vários momentos do jogo.”

Fonte: Lusa

Foto: Facebook GVFC

PUB

WhatsApp-Image-2021-04-09-at-14.18.52.jpeg

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

DECO: Poupar é ganhar

Numa estratégia de proximidade, a DECO Forma, projeto formativo da DECO, realiza
Ir Para Cima