Gil Vicente apresenta novo reforço: Gonçalo Abreu

Janeiro 28, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Foi oficializado hoje o novo reforço para o ataque do Gil Vicente FC, Gonçalo Abreu. O avançado assinou até ao final da época, proveniente do União da Madeira.



Este experiente avançado, de 31 anos, é madeirense, tendo feito a formação no Marítimo, clube pelo qual se estreou como sénior. Ainda atuou pelo Varzim, Feirense e Atlético, sempre emprestado pelos maritimistas. Teve uma curta e pouco frutífera experiência no estrangeiro, nomeadamente no Ermis Aradippou, de Chipre. Voltou a Portugal, e à Madeira, para representar o Camacha, Feirense de novo, Penafiel e União da Madeira, de onde se transfere agora para os gilistas.

O possante jogador (1.90m, 84kg) referiu em conferência de imprensa ter ficado muito feliz quando recebeu a oferta do Gil Vicente, um clube onde gostava de jogar, também por ter sido treinado por Paulo Alves, que lhe deverá ter dado informações sobre o clube gilista. Sempre ouviu falar bem do Gil Vicente e da sua estrutura e agora que está cá, pode comprovar isso. O jogador espera que os resultados melhorem e que ele consiga fazer uma boa época. Os colegas têm-no ajudado a integrar-se o mais rápido possível.

Paulo Alves foi também um dos motivos para aceitar o convite, pois já trabalha com ele há alguns anos, sempre se deram bem. Vem com o intuito de ajudar a equipa e, também, a ajudar o treinador. Gonçalo Abreu reconheceu qualidade na equipa, faltando-lhe “aquele clique” para que possam fazer uma segunda volta muito melhor.

Paulo Alves antevê jogo com Varzim

Também hoje, e também em conferência de imprensa, Paulo Alves, treinador gilista, fez o lançamento do jogo de amanhã à tarde, pelas 16h00, frente ao vizinho Varzim.

Paulo Alves salientou que a equipa está num processo de integração de jogadores novos e os que já cá estavam estão a assimilar os conceitos e as ideias que pretendem – equipa técnica – integrar. De igual modo, estão a tentar recuperar uma ou outra lesão, para que tenham o mais rápido quanto possível toda a gente alinhada em termos de comportamentos e atitudes.

O técnico quer uma equipa “a lutar incessantemente pela vitória”. Já não ganham há algum tempo e tem que, rapidamente, o fazer, no sentido de poderem trabalhar com outra confiança, com outra alegria. “Em cima de vitórias tudo é mais simples, mais fácil e esse é o objetivo de toda a gente aqui neste momento, é virar rapidamente ‘o bico ao prego’, em relação àquilo que tem sido menos bom neste passado recente”, salientou.

Sobre a evolução da equipa, Paulo Alves ressalvou que esta já percebeu algumas coisas, que já se notaram nos jogos. “Convém dizer que nós, contra o Porto B, fizemos um grande jogo, já numa situação em que estávamos perto daquilo que queremos fazer. No Cova da Piedade, sobretudo na segunda parte, mesmo com dez jogadores, fomos uma equipa, em muitos aspetos, superior ao adversário. Tivemos muitas oportunidades na segunda parte. Falta aqui, também, um ‘cliquezinho’ de sorte, uma ponta daquilo que é importante no futebol ter-se, essa tal sorte, que pode significar a mudança. É isso que nós queremos. Também não vai acontecer por acaso. Temos que, todos em conjunto, acreditar que isso é possível e fazer, todos, a mesma força para que isso rapidamente aconteça. E vai, seguramente, acontecer. Não tenho dúvidas. Recuperando os jogadores, integrando estes novos que entretanto chegaram, a equipa vai ficar mais consistente, mais equilibrada e, sobretudo, muito mais preparada para aquilo que são as dificuldades que todos sabemos a segunda liga encerra”, referiu.

Já sobre o confronto com o Varzim, o treinador gilista afirmou que será um jogo extremamente complicado para as duas equipas. “O Varzim passa pelo mesmo que nós estamos a passar, ou seja, está a transformar a sua equipa, também chegaram alguns jogadores novos e, portanto, aquilo que nós falamos aqui, está a acontecer no Varzim”, continuou. “Pelos pergaminhos do clube que é”, o Varzim é normalmente muito aguerrido, que trabalha muito, que luta muito, mas é isso que o Gil Vicente também quer. Por isso, Paulo Alves prevê um jogo extremamente difícil, complicado mas que querem ganhar. “Seja o Varzim, seja outra equipa qualquer, respeitando, obviamente, qualquer adversário que cá venha ou que defrontemos, queremos ganhar e queremos, acima de tudo, fazer com que essa vitória possa ser a mudança de aquilo que tem acontecido em termos menos bons”, terminou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima