Gil Vicente empata a zero com Sporting B

Fevereiro 17, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Jogou-se, hoje de manhã, no Estádio Cidade de Barcelos, mais um encontro do Gil Vicente FC a contar para a LEDMAN LigaPro. No caso, para a 25ª jornada.



Arbitrado por Manuel Mota (AF Braga), coadjuvado por Jorge Oliveira e Nélson Cunha, sendo Jorge Fernandes (AF Braga) o 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes onzes inciais:

Gil Vicente FC: Rui Sacramento, Luís Tinoco, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Ricardinho, Alphonse, Jonathan Rubio, Aldair (Camara, 59’), Jumisse (Gonçalo Abreu, 70’), Frédéric Maciel (Fall, 86’) e Rui Miguel. Paulo Alves deixou no banco Rafa Pires, Sandro, Miguel Abreu e James Arthur.

Sporting B: Stojkovic, Mauro Riquicho, Ivanildo Fernandes, Demiral, David Sualehe, Filipe Ribeiro (Pedro Delgado, 56’), Paulinho, Ary Papel (Ricardo Almeida, 83’), Rafael Barbosa, Pedro Marques (Ronaldo Tavares, 66’) e Miguel Luís. Luís Martins deixou no banco Diogo Sousa, Guilherme Ramos, Tiago Djaló e Bruno Paz.

O jogo começou com intensidade baixa de ambas as equipas, com o Gil a tomar a iniciativa de jogo, com bastante posse, e o Sporting a optar por uma estratégia de transição rápida. Aos 20 minutos, surge uma grande oportunidade para o Gil. Canto batido da direita, bola sobra para entrada da área e Frédéric isola Aldair, que “tremeu” na cara de Stojkovic, permitindo a defesa deste. No minuto seguinte, na sequência do canto, a bola entrou mesmo na baliza sportinguista mas o lance foi invalidado por fora de jogo. A primeira parte foi passiva e de baixa intensidade, ajustando-se o nulo ao intervalo.

A segunda parte iniciou como a primeira, com o Gil a tomar a iniciativa de jogo e o Sporting a explorar contra-ataques. Aos 65’, a bola volta a entrar na baliza do Sporting mas Rui Miguel estava em posição Irregular. O jogo chegou aos 70 minutos sem grandes ocasiões  de golo para ambas as equipas. Nos últimos 15’, o Gil pressionou mais o Sporting nas saídas de bola e conseguiu chegar com mais perigo junto da baliza de Stojkovic. Aos 90+2’ surge uma grande oportunidade para o Sporting, pelos pés de Sualehe, com um remate perigoso que Rui Sacramento sacudiu por cima da barra.

Pouco depois deu-se o final do jogo, com poucas oportunidades de ambas as equipas, sendo que a melhor oportunidade pertenceu ao Sporting já no período de descontos.

Estatisticamente, o Gil Vicente ficou por cima em todos os aspetos: 12-9 (remates), 52%-48% (posse de bola), 14-9 (faltas cometidas), 11-6 (cantos) e 1-0 (cartões amarelos). O único “amarelado” da partida foi Gonçalo Abreu, aos 86 minutos.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Seguimos Líderes

Bem-haja, caros leitores do Barcelos na Hora. Desta feita, não facilitámos minimamente
Ir Para Cima