Gil Vicente FC derrotado pelo Sporting em Alvalade

Julho 1, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Gilistas ainda reduziram, mas jogo terminou com 2-1 para os da casa

O Estádio José Alvalade recebeu o jogo Sporting CP – Gil Vicente FC, a contar para a 29ª jornada da Liga NOS, com o resultado final a ditar uma vitória dos da casa por 2-1.



Com arbitragem de Rui Oliveira (AF Porto), coadjuvado por Carlos Campos e Nelson Cunha, com Miguel Nogueira (AF Lisboa) como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos.

Sporting CP – Luís Maximiano, Borja, Coates, Eduardo Quaresma, Ristovski, Nuno Mendes, Matheus Nunes (Tiago Tomás, 81’), Wendel (Battaglia, 81’), Rafael Camacho (Doumbia, 69’), Plata e Sporar (Joelson, 91’). No banco ficaram Renan Ribeiro, Tiago Ilori, Luís Neto, Miguel Luís e Pedro Mendes.

Gil Vicente FC – Denis, Claude Gonçalves, Ygor Nogueira, Rodrigo, Rúben Fernandes, Soares, João Afonso (Kraev, 79’), Rúben Ribeiro, Lourency (Naidji, 87’), Baraye (Samuel Lino, 63’) e Sandro Lima (Hugo Vieira, 87’). No banco ficaram Bruno, Alex Pinto, Vítor Carvalho, Edwin Vente e Ahmed Isaiah.

Os sportinguistas abriram o marcador aos 21 minutos, por intermédio do brasileiro Wendel. Contra-ataque do Sporting, com uma situação de 6 gilistas contra 4 adversários. Há a penetração na área, pela direita e cruzamento para dentro da área. A bola é mal afastada, cai nos pés de Wendel e este faz um remate enrolado, com a bola ainda a embater num defesa gilista e a dirigir-se para o fundo das redes dos de Barcelos.

O Gil Vicente FC reagiu e teve duas jogadas de perigo seguidas, por Lourency e Baraye, em minutos seguidos. Ao intervalo, o marcador apontava 1-0 para os da casa.

No reatamento, os lisboetas entraram forte, com Wendel a ter jogada de perigo e, aos 49’, o equatoriano Plata apontou o segundo para o Sporting CP. O avançado aproveitou um erro grave de Claude Gonçalves, que atrasou a bola para trás, para dentro da área, colocando-a nos pés de Plata, que bateu Denis. O Gil Vicente FC ainda reagiu e cresceu no jogo, mas o máximo que conseguiu foi reduzir a desvantagem, por Rúben Ribeiro, aos 90’, na marcação de uma grande penalidade a penalizar falta cometida sobre Hugo Vieira.

Com esta derrota, os gilistas continuam à procura da pontuação que lhes dê a tranquilidade e lhes garanta a manutenção, numa semana marcada pelas polémicas declarações de Vítor Oliveira, como que a anunciar a sua saída no final da época. Já no próximo domingo, dia 05 de julho, o Cidade de Barcelos recebe o Gil Vicente FC – Rio Ave FC.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima