Gil Vicente FC vence Rio Ave FC e garante tranquilidade

Julho 5, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Resultado final: 1-0

Numa tarde solarenga e bem quente, o Gil Vicente FC recebeu, pelas 17h00, o Rio Ave FC, em jogo a contar para a 30ª jornada.



A arbitragem ficou a cargo de Iancu Vasilica (AF Vila Real), coadjuvado por Tiago Mota e Tiago Leandro, com Cláudio Pereira (AF Aveiro) como 4º árbitro.

As equipas alinharam da seguinte forma:

Gil Vicente FC – Denis, Alex Pinto, Rodrigo, Rúben Fernandes, Edwin Vente, Soares, Claude Gonçalves (Vítor Carvalho, 70’), Rúben Ribeiro (Ahmed Isaiah, 80’), Lourency (Samuel Lino, 70’), Baraye (João Afonso, 56’) e Sandro Lima (Kraev, 80’). No banco ficaram Bruno e Hugo Vieira.

Rio Ave FC – Kieszek, Carlos Mané, Borevkovic, Nélson Monte (Bruno Moreira, INT), Matheus Reis, Tarantini (Leandro Silva, 90’), Al Musrati (Filipe Augusto, 22’), Gelson Dala, Diego Lopes (Nuno Santos, INT), Pedro Amaral (Messias, INT) e Taremi. No banco ficaram Paulo Vítor, Costinha, Nadjack e Rúben Gonçalves.

O Gil Vicente começou de forma prática, com Denis a tomar a iniciativa de lançar ataques rápidos nas costas da defesa vila-condense.  Aos 8 minutos, livre batido por Alex Pinto, mas o capitão do Rio Ave, Tarantini, a tirar o “pão da boca” a Sandro Lima. O Rio Ave respondeu no minuto seguinte por Gelson Dala que, na linha de fundo, tirou um cruzamento venenoso ao primeiro poste, onde apareceu Taremi a cabecear ao poste.

Aos 16 minutos, grande oportunidade para os gilistas. Baraye sai em velocidade pelo interior do terreno, desmarca Sandro Lima na esquerda, que toca de calcanhar para Rúben Ribeiro que, na cara do guarda-redes e com vários colegas no interior da área, decide-se pelo remate já com pouco ângulo, permitindo a defesa de Kieszek.

Aos 35 minutos, jogada de insistência do Gil Vicente, com vários cruzamentos a provocarem calafrios à defesa do Rio Ave. Três minutos mais tarde, golo do Gil Vicente. Livre na direita, grande cruzamento de Rúben Ribeiro para a grande área e Rodrigo a cabecear de cima para baixo sem qualquer hipótese para Kieszek.

Aos 45 minutos, outro grande cruzamento de Lourency da direita, Sandro Lima cabeceou para a baliza e Matheus Reis cortou em cima da linha.

A segunda parte iniciou com nova oportunidade para os gilistas, aos 48 minutos, com Lourency a isolar-se na cara de Kieszek, mas, com a pressão de Messias, rematou enrolado para as mãos do guardião.

Aos 54 minutos Rúben Fernandes é expulso por falta sobre Taremi, deixando o Gil Vicente reduzido a 10 unidades. Cinco minutos depois, o árbitro assinala grande-penalidade para o Rio Ave, mas após consulta do VAR, reverte a decisão e assinala reposição de bola para o Gil Vicente. Aos 65 minutos Rúben Ribeiro lança em profundidade para Lourency que, num contra-ataque rápido de 3 para 2, desperdiça a oportunidade, rematando para fora, deixando Alex Pinto e Sandro Lima em boa posição, a pedir a bola.

Após a expulsão, o Gil Vicente baixou as linhas e apostou apenas no contra-ataque rápido através de lançamentos longos, tentando aproveitar a subida do Rio Ave para arriscar um pouco mais no jogo.

Aos 86 minutos, contra-ataque perigoso de Ahmed Isaiah pela direita, cruzamento para o segundo poste, onde apareceu Lino com um remate cruzado ao lado da baliza do Rio Ave. Foram atribuídos 10 minutos de compensação, mas o resultado não se alterou e o Gil Vicente venceu sem contestação o Rio Ave por 1-0.

Com esta vitória, o Gil Vicente alcança os 36 pontos, ficando 9 acima do primeiro abaixo da linha de água. Na próxima jornada, dia 10 de julho, pelas 17h00, os gilistas visitam o Vitória de Guimarães.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima