Gil Vicente: Pedro Ribeiro e Rui Faria anteveem jogo desta quarta-feira frente ao Braga B

Abril 10, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Em duas conferências de imprensa, o treinador do Gil Vicente, Pedro Ribeiro, e um dos centrais, Rui Faria, fizeram a antevisão do jogo de amanhã, no Estádio Cidade de Barcelos, pelas 16h00, frente ao SC Braga B, adversário que está imediatamente acima dos gilistas na classificação mas com o mesmo número de pontos: 33.



Começando por analisar a derrota do último jogo, em casa do Famalicão, o técnico gilista salientou que não se desculpariam pelas ausências, nomeadamente de Jonathan Rubio e Fall, sendo que é sempre melhor quando se tem todos os jogadores disponíveis, não só no Gil Vicente, como em todas as equipas.

Sobre o próximo adversário, Pedro Ribeiro referiu tratar-se de uma boa equipa e que vem de dois resultados positivos, sendo uma equipa que conhece bem e que tem um estilo de jogo que ele aprecia. Propriamente sobre o jogo, o técnico considera que será extremamente competitivo, contra um adversário direto mas o Gil Vicente irá encarar o jogo da mesma forma que os anteriores, com a “intensão clara de conquistar os três pontos”, sempre respeitando o adversário. Mostrou-se confiante pois os jogadores gilistas são ambiciosos, na sua ótica. O Gil Vicente irá apostar na sua postura habitual, ofensiva, com dois homens na frente.

Constatando que, realmente, o clube não está numa posição agradável e tranquila. Mas está a reagir e já está num posição que permite à equipa ter outro tipo de postura. Continua numa zona perigosa mas há seis ou sete jogos estava pior. A equipa está “crente, confiante” mas “num ou noutro momento as coisas não estão a surgir, principalmente em termos de finalização”, salientou.

A frequência de jogos também foi abordada, com um no último sábado, outro já amanhã e um novo jogo no próximo domingo. O treinador gilista salientou que a equipa quer competir, quer conquistar pontos e encarar os jogos que faltam com a mesma ambição. Sobre a gestão dos jogadores e do seu cansaço, Pedro Ribeiro ressalvou que “existindo 48 horas entre os jogos, em termos fisiológicos, controla-se a questão da fadiga”, sendo evidente que jogando apenas de fim de semana em fim de semana é diferente de jogar também a meio da semana. Por tal, a gestão é realizada em termos de treino, onde os jogadores que jogaram mais tempo têm que recuperar até ao dia do jogo. “Não há grande oportunidade para treino aquisitivo dentro de campo. O treino é muito mais ao nível mental e, até, da imagem, para corrigir algumas coisas que aconteceram de forma positiva. Porque fisiologicamente não é possível treinar com eles porque eles precisam de descansar e recuperar. Os jogadores que não jogaram ou jogaram menos tempo estão a treinar como temos feito sempre, com a máxima intensidade, e a gestão vou ter que a fazer em função de tudo isso. Questões motivacionais, técnicas, táticas e físicas, também, se for necessário”, disse. No jogo frente ao Braga B irão entrar os 11 jogadores que estarão melhor preparados para encarar este adversário.



Rui Faria: “Estamos confiantes”

Para o central barcelense do Gil Vicente, Rui Faria, o jogo frente ao Famalicão já faz parte do passado, tendo já sido visualizado e analisado para evitar erros futuros. Agora é “focar no próximo jogo, onde estão três pontos em disputa. Vamos fazer o que temos vindo a fazer até hoje. Estamos confiantes no trabalho diário. Sabemos o que temos a fazer e é mais um jogo em vamos dar tudo como sempre e por em prática aquilo que treinámos para levar de vencida a equipa do Braga B”, disse. A última derrota, na opinião do central, não abanou a equipa, nem a sua confiança.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima