iMac Pro chega pela “bagatela” de 5.599€

Dezembro 17, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião
Diogo Sendim Lourenço

Aclamado pela Apple como um dos mais poderosos desktops já lançados em todos os tempos, o iMac Pro chega a Portugal com um preço “gritante”: quem quiser a versão “mais modesta” da máquina terá que desembolsar pelo menos 5.599€; quem optar por uma versão mais “pro”, pode chegar facilmente aos 16.000€.



A máquina terá processadores Intel Xeon de 8, 10 ou 18 núcleos, que poderão ser acelerados até 4,5 GHz e terão até 42 MB de cache. A placa gráfica Radeon Pro Vega vem nas versões de 8 GB ou 16 GB de memória HBM2, com 11 teraflops de precisão única ou 22 de precisão pela metade, com capacidade para suportar vídeos de 5K num display de 27 polegadas.

A memória RAM inicia em 32 GB; pode ser aumentada para 64 GB e 128 GB DDR4, com direito a correção ECC. O armazenamento interno vai de 1 TB, 2 TB e pode ser de até 4 TB SSD, com taxa de transferência de 3 GB/s, o suficiente para enviar e copiar conteúdo denso. A conetividade fica por conta de quatro portas Thunderbolt 3 USB-C e 10 Gb de Ethernet com WiFi 802.11ac.

O “monstro” também inclui uma câmara frontal de 1080p, quatro microfones, altifalantes embutidos e acesso via Bluetooth 4.2.

O iMac Pro ficou disponível para compra na Apple Store online na quinta-feira, 14 de dezembro de 2017. Os primeiros pedidos do modelo de 8 núcleos serão enviados aos clientes a partir de 27 de dezembro, enquanto as configurações personalizadas, que incluem o Xeon de 10 núcleos, serão fornecidos em uma ou duas semanas adicionais. As encomendas para modelos de 14 e 18 núcleos têm tempos de envio iniciais de 6 a 8 semanas, de modo que essas máquinas não estarão nas mãos dos clientes até janeiro de 2018.

As máquinas do iMac Pro estarão disponíveis nas lojas físicas da Apple até 20 de dezembro.

A Apple provavelmente terá a base iMac Pro disponível para compra e talvez algumas configurações personalizadas recomendadas, mas outras atualizações precisarão de ser obtidas através de um pedido online.

Por: Diogo Sendim Lourenço*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Seguimos Líderes

Bem-haja, caros leitores do Barcelos na Hora. Desta feita, não facilitámos minimamente
Ir Para Cima