Imagina

Dezembro 16, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião
Joana Martins

Imagina,

O dia sem sol

A noite sem lua

O querer sem ter

O dar tudo e nada receber

E mesmo assim, sorrir.

 

Imagina,

O mar sem ondulação

O vento que não sopra

Um abraço sem paixão

Um tocar sem nada sentir

E mesmo assim, sorrir.

 

Imagina

Que pintas o sol

Rasgas as nuvens e vês a lua

Lutas e tens

Dás e recebes

E sorris!

 

Imagina,

Que sacodes o mar e ele ondula

Que sopras e o vento responde a soprar

Que abraças e a paixáo rebenta

Um toque que sentes e esquenta

E sorris!

 

Imagina,

Que estás a sonhar

E acordas

Sorri,

Está na hora de fazeres o que sonhaste!

 

Sinto-me a acordar!

Por: Joana Martins*.



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima