Início de campeonato pautado pelo equilíbrio

Outubro 18, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião
Gonçalo Santos

Olá, caríssimos Leitores do Barcelos na Hora!

É com grande prazer que aceitei o desafio do Luís Gonçalves para participar na crónica semanal habitualmente escrita por ele. Desta feita, e depois de vários anos a participar diretamente nas provas da AFPB, vou intercalando com o Luís Gonçalves nos resumos semanais do Futebol Popular de Barcelos.



No que ao Futebol Popular diz respeito, que me desculpem o Carapeços e Leocadenses, que foram as equipas dominantes durante cerca de uma década, mas alegra-me ver que nos últimos anos temos campeões diversos. Começou com o Silva, depois Leões da Serra, Pereira e, por último, Carvalhal. O Carvalhal, que era o Campeão na véspera em que eu entrei, ao fim de mais de uma década e de correr alguns riscos de descida à segunda divisão, volta aos grandes feitos e sagra-se campeão.

Este início de Campeonato pauta-se pelo equilíbrio e pela ausência de supremacias, exceção feita ao Feitos, que apenas coleciona vitórias. Na primeira divisão, os resultados têm sido significativamente bizarros, com os habituais candidatos a escorregarem em circunstâncias improváveis e o Fragoso, que obtém melhores resultados fora do que em casa.

A segunda divisão, como é habitual, leva maior desequilíbrio do que a primeira divisão entre as equipas, tanto a nível de golos marcados e sofridos como, também, no que toca a diferença pontual entre os Polos.

Na última jornada decorrida, tive a oportunidade de ver, parcialmente, o jogo São Mamede – Pedra Furada e, apesar de um jogo calmo e sem grande agressividade, foi um jogo em que a improbabilidade reinou, devido a ambas as equipas terem a oportunidade de estar na frente do marcador; mas o fator casa pesou para o São Mamede que, mesmo estando a perder, efetuou a remontada e venceu o desafio.

Na próxima jornada, destaque para um apetecível Fragoso – Remelhe; duas equipas que estão a fazer um bom início de temporada.

Despeço-me com um agradecimento ao Luís Gonçalves pelo desafio e pela oportunidade para participar na crónica sobre o futebol popular e, também, ao Pedro Sousa, diretor do Jornal Barcelos na Hora, pela oportunidade. E claro, também com um enorme abraço a todos os participantes e aficionados do futebol popular.

Cumprimentos deste vosso amigo!

Por: Gonçalo Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima